Page tree
Skip to end of metadata
Go to start of metadata

Melhoria - Configuração do Balanceamento de Carga

Abrangência ERP 8.11 e 10.

Situação

Configuração da seção [ServerNetwork], do TOTVS Application Server, para balanceamento de carga.

Ocorrência

Existe uma limitação de caracteres por chave, no arquivo de configuração (totvsappserver.ini), de 254 bytes.

Ao configurar a chave Servers, da seção [ServerNetwork], com os nomes das seções de configuração dos serviços Slaves, caso a quantidade de caracteres utilizados ultrapassasse 254 bytes, apenas os primeiros 254 bytes são considerados. Desta forma, nem todas a seções especificadas eram consideradas.

Melhoria

Realizada melhoria na rotina de leitura da chave Servers para Balanceamento de Carga.

A partir desta build, é possível especificar chaves adicionais, na seção [ServerNetwork], nomeadas Servers1, Servers2, Servers<n>, sucessivamente, para contornar o limite operacional de caracteres por linha, do arquivo de configuração, e especificar mais seções para configuração de slaves de balanceamento de carga.

A cada chave Servers lida, é verificada a existência da próxima chave, sequencialmente, sendo a leitura das chaves Servers considerada completa quando a próxima chave da seqüência não for encontrada no arquivo de configuração.

Exemplo

[ServerNetwork]
servers=slave_172_a,slave_172_b,slave_172_c,slave_172_d
servers1=slave_173_a,slave_173_b,slave_173_c,s;ave_173_d

Neste exemplo, após a leitura da chave Servers, o serviço verifica se existe conteúdo na chave Servers1. Como a chave existe e tem conteúdo especificado, os valores especificados são acrescentados aos valores já lidos e o TOTVS Application Server verifica a existência da chave Servers2. Como a chave Servers2 não existe, a leitura é considerada completa.

Importante

Ao realizar a seqüência de numeração, a primeira chave continua sendo Servers, a próxima será Servers1, Server2 e assim sucessivamente.

Caso a seqüência não seja continua em intervalos de 1 unidade, a primeira quebra da seqüência finaliza a seqüência de leitura.

Exemplo

[ServerNetwork]
servers=slave_172_a,slave_172_b,slave_172_c,slave_172_d
servers1=slave_173_a,slave_173_b,slave_173_c,slave_173_d
servers3=slave_174_a,slave_174_b,slave_174_c,slave_174_d

Neste exemplo, serão consideradas as chaves Servers e Servers1. Como não existe a chave Servers2, a leitura é finalizada e a chave Servers3 não será considerada.

 

Informações adicionais

  • Melhoria realizada conforme análise das necessidades da ferramenta.
  • Pode-se especificar até 99 chaves, compreendidas entre Servers1 até Servers99.
  • Nas builds anteriores, deve-se usar nomes mais curtos para identificar cada serviço slave envolvido na balanceamento, para especificar a lista de serviços em apenas uma linha, sem exceder o limite de 254 bytes por linha.
  • Para mais informações, consulte a documentação da seção [ServerNetwork].
  • Abrangência para Microsiga Protheus 8.11 e 10.

 

  • No labels