Page tree
Skip to end of metadata
Go to start of metadata

Esta guia contém os dados necessários para habilitar o servidor Audit Trail para o TOTVS | DBAccess.

Validade técnica expirada

O suporte para o

Error rendering macro 'excerpt-include'

User 'null' does not have permission to view the page.

terminou em 2016.

Não serão fornecidas atualizações (correções e melhorias) para o produto. É muito importante que os clientes e parceiros migrem para um funcionalidade ou produto mais moderno como o Embedded Audit Trail.

Para configurar o servidor de auditoria:

  1. Na guia Audit Trail selecione a opção:
    Utiliza servidor de Auditoria - Selecione esta opção para habilitar o serviço de auditoria.

  2. Esta guia está dividida em três áreas distintas:
    Serviço de Auditoria
    Seleção de tabelas a auditar
    Configuração Complementar

  3. Na área Serviço de Auditoria preencha os campos:

    CampoDescrição
    ServidorInforme o nome ou endereço IP do servidor em que se encontra o servidor do Audit Trail (auditoria).
    PortaInforme o número da porta de comunicação com o servidor em que está o serviço de auditoria.
    Nível

    Informe o número do nível de auditoria que será utilizado para gerar as informações necessárias.

    Sendo:

    Nível de AuditoriaItem auditado
    Nível 1● Inserção, Alteração, Exclusão e recall de registros.
    Nível 2● Inserção, Alteração, Exclusão e recall de registros.
    ● Execução de statements SQL - executados pela aplicação através da função TCSQLExec().
    Nível 3● Inserção, Alteração, Exclusão e recall de registros.
    ● Execução de statements SQL - executados pela aplicação através da função TCSQLExec().
    ● Transações (begin transaction, commit e rollback).
    Quanto aos statements SQL, é importante ressaltar que apenas armazenamos as instruções repassadas ao TOTVS | DBAccess.
    Como essas instruções são executadas diretamente no Banco de Dados, não é armazenado o resultados dessas instruções.



  4. Na área Seleção de tabelas a auditar selecione as opções:
    Auditoria em todas as tabelas - Selecione esta opção para que o sistema realize a auditoria em todas as tabelas gerenciadas pelo TOTVS | DBAccess.
    Auditoria em tabelas pré-definidas - Selecione esta opção para determinar quais tabelas gerenciadas pelo TOTVS | DBAccess serão auditadas.

    Ao selecionar essa opção, o botão Configurar Tabelas será habilitado para configurar quais tabelas serão gerenciadas pelo TOTVS | DBAccess

    Botão: Configurar Tabelas
    Através desta opção, é possível selecionar qual(is) tabela(s) gerenciada(s) pelo TOTVS | DBAccess que serão auditadas.

  5. Clique no botão Configurar Tabelas:
    O sistema apresentará a janela Selecione.

  6. Nesta janela, informe os seguintes dados do database:
    DBMS - Selecione o nome do servidor que se encontra a base de dados.
    Ambiente - Informe o nome do environment do servidor TOTVS | DBAccess de produção.

  7. Clique no botão OK para confirmar
    Será apresentada a janela Seleciona as Tabelas dividida em duas áreas:

    Tabelas: Nesta área, são apresentadas todas as tabelas do ambiente para selecionar.
    Tabelas Auditadas: Nesta área, serão apresentadas todas as tabelas que foram selecionadas na área "Tabelas" e transferidas para essa área.

  8. Clique no botão OK
  9. Na área Configuração Complementar, é possível selecionar as seguintes opções (essas configurações só estarão disponíveis nos níveis de auditoria 2 e 3):
    Auditar Execução direta SQLExec
    Habilita/Desabilita auditoria dos comandos executados pela função TCSQLExec.
    No registro de audit é gravado apenas a instrução SQL executada, não é possível determinar quais registros foram afetados pela instrução executada. 

    Auditar Chamada para Stored Procedures
    Habilita/Desabilita auditoria de execução de chamadas a Stored Procedures.
    Fica registrado o nome da Stored Procedure chamada. seus parâmetros de entrada e o retorno caso tenha sido executada com sucesso. 

    Auditar Observações de Processo
    Habilita/Desabilita auditoria de observações (comentários) dos processos (Threads).
    Registra no log de audit as informações de comentário de thread/conexão recebidas da aplicação ERP.
    Estas informações são apresentadas na coluna "Comentários" da guia usuários do TOTVS | DBAccess Monitor.

    Utilizar usuário do ERP
    Habilita/Desabilita no Audit Trail para registrar o usuário (usuário do ERP) ou usuários da rede e máquina de origem que iniciou a conexão com o ERP através do TOTVS | Smart Client.

  10. Para gravar as configurações, clique Salvar
    Caso deseje excluir configurações anteriormente informadas, clique no botão Excluir.

  11. As demais guias, referentes aos outros bancos, podem ser acessadas a qualquer momento:
  • No labels