Child pages
  • Retrospectiva Sprint 22
Skip to end of metadata
Go to start of metadata

O que fizemos bem?

  • Sinergia da equipe (Caio, Fabio, Tudela);

  • Maleabilidade, a equipe conseguiu se adaptar as intercorrências durante a sprint (Caio, Fabio;

  • Possibilidade de conhecer a real necessidade do cliente, ver que estamos indo no caminho certo e o que precisamos faze para melhorar (Francisco);

  • Groomings mais objetivos e produtivos, que mostram o amadurecimento da equipe (Jeiel, Lucas, Luciano, Fabiano,Tudela)

  • Colaboração e interação entre os membros da equipe (Luciano, Fabiano);

  • Pessoal buscando desafios em outras ferramentas (Luciano);

  • Busca de conhecimento dos próximos desafios - RabbitMQ (Luciano);

  • Processos de testes tomando forma (Luciano, Fabiano);

  •  Envolvimento com time de UX (Fabiano);

  •  Mesmo com os apoios e UX a equipe conseguiu manter um direcionamento da sprint (Lucas);

  • Equipe pensando mais em qualidade (Lucas);

  • Contabilização dos apoios (Tudela);

O que poderíamos ter feito melhor?

  • Se preparar melhor para os imprevistos (Caio);

  • Definir melhor os processos, apoios e até onde vai nossa responsabilidade (Caio, Tudela)

  • Planejamento dos apoios (Fabio);

  • Melhorar o planejamento de trabalho com outra equipe, entender melhor o escopo dessa atuação (Francisco);

  • Planejamento e execução das tarefas da equipe (Jeiel);

  • Analisar as tarefas que entraram no meio da sprint (Luciano);

  • Controlar melhor o tempo das dailys (Luciano);

  • As tarefas de apoio deveriam ser mais claras (Fabiano);

  • Definir os papeis dentro da equipe (Luvas)

  • Melhorar o planejamento na planning (Lucas);

  • Fazer valer o objetivo de cada cerimonia (Lucas);

  • Definir bem o foco da sprint (Tudela);

  • Melhorar o planejamento e descrição do backlog (Tudela);

  • Melhorar descrição das tarefas (Tudela);

  • Definir corretamente o escopo das tarefas: detalhar o escopo de entrada e o critério de aceite

 O que não devemos repetir?

  • Tarefas infladas (Caio, Tudela);
  • Aceitar apoios sem definição clara (Caio, Jeiel);
  • Mudar o escopo durante o apoio (Fabio);
  • Vir para a review sem se preparar (Luciano);
  • Esquecer nosso papel e perder nossa autonomia (Lucas);
  • Perder o foco da sprint (Tudela);

Ações

Objetivo da sprint

  • Priorizar as tarefas no planning - Responsável: P.O
  • Organizar Product backlog -  Responsável:P.O
  • Levantar possíveis intercorrências -  Responsável:P.O, scrum master
  • Definir percentuais de atuação: Inovação, manutenção, apoio -  Responsável: P.O
  • Definir pontos de buffer -  Responsável: P.O

Processo de apoios

  • Definir Expectativa do apoio ( antes de aceitar ou não a mudança de escope) - Responsável: P.O, Scrum Master e analistas responsáveis
  • Saber tipo de apoio e priorização - Responsável: P.O
  • Ver o conhecimento do solicitante - Responsável: Analista
  • Fazer levantamento/entendimento prévio da solicitação (Verificar se o que chegou do P.o, esta de acordo com a expectativa/conhecimento do apoiado)- Responsável: Analista e Scrum Master

Tarefas infladas e pouco claras

  • Detalhar o product backlog (Cenário , escopo e objetivo)- Responsável: P.O
  • Refinar o detalhamento durante a planning (refinar parte técnica)- Responsável: Analistas

  • Discussão sobre os papeis dentro da equipe - Agendar reunião