Child pages
  • Retrospectiva Sprint 11
Skip to end of metadata
Go to start of metadata

O que fizemos bem?

  • Cooperação entre a equipe (Fábio).
  • Melhor distribuição das tarefas (Fábio).
  • Embora fuja da nossa alçada, menos problemas com o TDI (Fábio).
  • Organização da equipe para tentar fechar o máximo de pontos (Caio).
  • Divisão da carga entre as pessoas. Quando um membro da equipe finaliza as suas tarefas, consegue ajudar outros (Francisco).
  • Estimativas melhores nos pontos das tarefas (Francisco).
  • Entregamos algumas tarefas que se arrastavam por várias sprints (Jeiel).

O que poderíamos ter feito melhor?

  • Melhor planejamento dos pontos da sprint, de acordo com a capacidade da equipe (Fábio).
  • Distribuição das tarefas entre os recursos (Caio).
  • O workflow do JIRA poderia ser mais intuitivo. Em algumas situações, não ficou claro o próximo passo; em outros, não havia consistência nas identificação das ações (Francisco).
  • Definir melhor as prioridades, para ter melhor foco na entrega das tarefas (Jeiel).

O que não pode se repetir?

  • Indefinição quanto ao processo de subida de fontes do Protheus, acarretando atrasos na entrega das tarefas (Fábio).
  • Gastar mais tempo com o processo do que com o desenvolvimento em si (Caio).
  • Interferências externas em excesso (Jeiel).

Ações

  • Compreender melhor o processo de desenvolvimento de cada Frame, para evitar perda de performance.