Child pages
  • RMCTB00001_Demonstração das Mutações do Patrimônio Liquido (DMPL) e Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados (DLPA).
Skip to end of metadata
Go to start of metadata

Assunto

Produto:

TOTVS GESTÃO CONTÁBIL

Versões:

12.1.16

Ocorrência:

Demonstração das Mutações do Patrimônio Liquido (DMPL) e Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados (DLPA).

Ambiente:


Passo a passo:

Definição do Processo:

A elaboração da Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido (DMPL) é facultativa para empresas de pequeno porte quando houver a obrigatoriedade da entrega da ECD, e, de acordo com o artigo 186, parágrafo 2º, da Lei das S/A, a Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados (DLPA) poderá ser incluída nesta demonstração. A DMPL é uma demonstração mais completa e abrangente, já que evidencia a movimentação de todas as contas do Patrimônio Líquido durante o exercício social, inclusive a formação e utilização das reservas não derivadas do lucro.


Elaboração e Parametrização das demonstrações (DMPL e DLPA).


A Totvs disponibiliza alguns templates padrões para importação de um Layout pré-determinado. Para que o mesmo seja apresentado é necessário primeiramente clicar para Incluir uma nova Demonstração (este ícone localiza-se abaixo do botão de Exclusão da estrutura). A exportação da estrutura também será possível através do ícone Exportar Estrutura.


 


Templates DLPA e DMPL 

Os arquivos modelos de DMPL/DLPA para importação estarão disponíveis no diretório de instalação C:\Totvs\CorporeRm\ObjetosGerenciais\Layout ou você poderá importa-lo através do "Compartilhamento de Recursos Totvs" através da nova MDI.


 

 


Observação: Caso o menu "Compartilhamento de recursos" não esteja habilitado acesse o seguinte menu através da Nova MDI:


Ambiente / Parâmetros / Parâmetros Globais. Através da seta de direcional azul, avance até a aba "Performance", em seguida marque as opções "Habilitar Central de Recursos" e "Habilitar Painel de Pesquisa no Fluig".



Após as alterações será necessário realizar Logout/Login para que as opções sejam apresentadas na sua visão.


Os modelos de DMPL e DLPA foram criados de acordo com o padrão existente no site da BM&FBOVESPA.


O objetivo deste modelo é ajudar o usuário a criar a DMPL ou DLPA de acordo com a sua necessidade. Cada empresa possui particularidades em seus fatos contábeis e poderá alterar/excluir os fatos contábeis e colunas de acordo com a sua necessidade. 


1º - Parametrizando a sua Estrutura.


Para criar a Demonstração Contábil é necessário preencher os campos obrigatórios Código e Descrição. Os campos Título Relatório e Sub Título Relatório deverão ser informados conforme a necessidade do cliente.

 O check-box “Comparativo?”, será utilizando ao montar uma demonstração com apenas uma coluna, de forma que possibilite a comparação de valores movimentados nas contas contábeis informadas, entre dois períodos distintos.

Ao marcar check-box “Utilizar máscara no código do Fato Contábil?”, será possível definir uma Máscara para os Fatos Contábeis (linhas horizontais) do relatório a fim de hierarquizar a estrutura do mesmo.


 


2º - Fatos Contábeis:


Fatos Contábeis são as linhas horizontais que serão apresentadas no relatório. O sistema identifica a conta correspondente na coluna da DMPL ou DLPA através do Fato Contábil, com a parametrização da Origem do valor igual a “Saldo Inicial”, ou seja, tanto na DMPL ou DLPA devemos ter Obrigatoriamente um fato contábil que irá representar o saldo inicial e as devidas parametrizações nas respectivas colunas. 


 

  

Observação: O cliente poderá determinar se deseja, ou não, Mostrar no Sped Contábil este fato. Não sendo mais necessário utilizar a identificação se é um "Fato Contábil totalizador no SPED Contábil" uma vez que já está definido em seu cadastro.


 


Os fatos contábeis podem ser definidos como "Fato Contábil" ou "Totalizador":


 


Quando os fatos contábeis forem definidos como totalizadores, estes poderão ser "Analíticos" (Irá totalizar todos os fatos criados acima do mesmo até o próximo totalizador) ou "Sintético" (Irá totalizar todos os fatos criados abaixo do mesmo até o próximo totalizador).


 


Observações:

  • A opção do grau como "Rótulo" irá apenas marcar a descrição selecionada.
  • Para todos os fatos contábeis e colunas que a empresa desejar enviar para o sped contábil deverá ser marcada a opção "Mostrar no Sped contábil".

 


Para exclusão dos fatos contábeis na pasta Identificação, sub-pasta "Fatos Contábeis", o usuário poderá selecionar o fato contábil desejado e clicar no ícone de exclusão. Se desejar excluir alguma coluna deve-se acessar a sub-pasta "Colunas da Demonstração" e clicar no ícone de exclusão.


3º - Colunas da Demonstração:


As colunas são as linhas verticais que serão emitidas no relatório. As mesmas podem ser definidas como Demonstração ou Total:


 


Quando a coluna for definida como Demonstração será permitido a inserção de fatos contábeis para montagem e cálculo da coluna em questão.

Quando a coluna for definida como Total ela irá calcular o total de todos os fatos contábeis de cada coluna automaticamente.


Observação: O cliente poderá determinar se deseja, ou não, Mostrar no Sped Contábil as colunas da estrutura. Não sendo mais necessário utilizar a identificação se é um "Fato Contábil totalizador no SPED Contábil" uma vez que já está definido em seu cadastro.


 


4º - Configurações do Layout:


Após as definições de Fatos Contábeis e Colunas, na aba Configurações do Layout, é possível visualizar como ficou a pré-montagem da Estrutura, e será possível realizar as parametrizações do layout.


 


A parametrização do layout consiste em definir a origem/composição dos valores que serão visualizados no Fato Contábil x Coluna, ou seja, para cada célula da coluna em que o Fato Contábil deverá processar um valor, o usuário deve clicar sobre a célula e do lado direito parametrizar como o valor será composto utilizando as opções, Origem do Valor e Sinal/Visualizações, contas contábeis e Filtro Complementar (Não é obrigatório).


 


Contas Contábeis: possibilita a seleção de uma, várias ou um intervalo de contas contábeis para a demonstração no relatório.


Origem do Valor: possibilita a definição de qual valor será buscado para a informação da célula, sendo possível a seleção de Saldo Inicial, Movimentação (Débito - Crédito), Saldo Final, Total Débito, Total Crédito, Filtro Genérico, Outra Coluna e Expressão.


Sinal: possibilita a definição de como o valor da conta será emitido no relatório, podendo ser o valor Original, com Efeito Positivo (Aumenta), ou com Efeito Negativo (Diminui).


Após as definições de campo é necessário Confirmar, para que as configurações realizadas sejam salvas.

Lembrando que a importação de um Layout pré-determinado é possível através do ícone Importar Estrutura. Para que o mesmo seja apresentado é necessário primeiramente clicar para Incluir uma nova Demonstração (este ícone localiza-se abaixo do botão de Exclusão da estrutura). A exportação da estrutura também será possível através do ícone Exportar Estrutura.


5º - REGRAS PARA ENVIO DAS ESTRUTURAS DE DMPL E DLPA PARA O SPED CONTÁBIL:


Para o envio de DMPL ou DLPA para o SPED ECD deverão ser consideradas as seguintes regras:


  • A DMPL e DLPA: Obrigatoriamente cada coluna deverá iniciar a parametrização com o fato contábil igual a "Saldos Iniciais" definindo a Origem do valor também como saldo inicial (Ver imagem no Item 4). Realizando esta parametrização o sistema irá gerar os registros J210 (Pai) que representam as colunas das demonstrações e consequentemente serão gerados os registros J215 (Filhos) representando os fatos contábeis.


  • A opção “Mostrar no SPED” deve ser marcada nos fatos contábeis e nas colunas, somente para os valores que deverão ser gerados no seu arquivo para validação.


  • Para o SPED contábil não poderão ser utilizadas as opções "Valor Fixo" e texto Fixo".


  • O cruzamento das informações apresentadas nos fatos contábeis deverá bater com as informações que serão apresentadas no registro I155 (Saldo Periódico) das contas contábeis, violando a regra do PVA da ECD apresentará erros.


  • Para fatos contábeis em que a origem do valor foi composta através de um filtro genérico, é importante analisar e garantir que todos os lançamentos apontados para a conta estejam distribuídos em outros fatos contábeis de forma que os somatórios de todos os fatos contábeis fechem com o movimento da conta (gerar balancete e verificar o movimento conta).


Veja o exemplo a seguir:


Registros J210 e J215 gerados:


|J210|0|24|PATRIMONIO LIQUIDO|558488,80|D|984812,25|C|

|J215|0001|39264,29|D|

|J215|0003|53311,29|D|

|J215|0002|518899,03|C|


Total do J210 = 558488,80(D) + 984872,25(C) = 426383,45 (C)

Total do J215 = 39264,29(D) + 53311,29(D) + 518899,03 (C) = 426323,45(C)                      


|J210|0|241030005|Lucro no Exercicio|0,00|D|672121,38|C|

|J215|0002|672121,38|C|


Total do J210 = 672121,38(C)

Total do J215 = 672121,38(C)


Observação: Mesmo que a estrutura utilizada gere corretamente os valores parametrizados, a validação no PVA irá validar as informações de acordo com os registros de lançamentos (I155 / I355) para cada trimestre, caso a soma dos registros não estejam corretas será apresentado erro no PVA.


Observações:

O usuário deverá adaptar/criar a DMPL de acordo com sua necessidade, nos fatos contábeis que foram configurados o cliente deverá analisar se irá mantê-los e caso positivo deverá clicar no ícone "inserir o ícone de exclamação " e alterar as opções conforme desejado. Para os fatos contábeis que não foram configurados, o usuário pode clicar no ícone "inserir o ícone que representado sem configuração" e também realizar sua configuração conforme desejado.