Skip to end of metadata
Go to start of metadata

Atenção

Esta página foi revisada para considerar as novas configurações de server do fluig para a atualização 1.6.3.

Caso possua uma atualização entre 1.6.0 e 1.6.2, acesse: Como configurar load balance, alta disponibilidade e tolerância a falha do fluig 1.6 à 1.6.2?

Índice


Objetivo


O objetivo deste guia é apresentar os procedimentos necessários para a criação de um ambiente fluig em cluster, onde é possível ter balanceamento de carga, alta disponibilidade e tolerância a falha.


Considerações iniciais


  • O repositório de arquivos do fluig (Volume) deve estar em uma pasta compartilhada por todas as instâncias;
  • A pasta de aplicativos "[Instalação do fluig]/appserver/apps" deve estar em um diretório compartilhado por todas as instâncias;
  • O banco de dados dever ser único para todas as instâncias;
  • Todas as instâncias devem estar atualizadas com a mesma versão do fluig.

Observação!

À partir da atualização Snowflake (1.6.3), o controle e sincronização do cache do fluig é realizado através do banco de dados e é compartilhado entre todos os nós de um cluster.


Preparando ambiente


Antes de começar a instalação, é preciso estar com o ambiente preparado.


    • Instale o banco de dados e crie uma instância.



    • Escolha uma pasta em um servidor (chamaremos de GLOBAL_DATA_DIR) e torne-a acessível para todas as máquinas. Dentro dessa pasta compartilhada, crie uma nova pasta:  "apps".

    Atenção!

    Nas versões anteriores a 1.6.0, deverá também ser criada a pasta "wcmdir" dentro da GLOBAL_DATA_DIR.


    • Escolha uma pasta em um servidor (chamaremos aqui de VOLUME_DIR) e torne-a acessível para todas as máquinas. Será usada para salvar os volumes das empresas.



    Tipos de configuração


    Há dois modelos de configuração: apenas balanceamento de carga e alta disponibilidade com tolerância a falha.

    Caso tiver dificuldades na Configuração do fluig Realtime para execução em Load Balance clique no link para acesso a documentação.