Page tree
Skip to end of metadata
Go to start of metadata

Integração do Easy Export Control via Mensagem Única - EAI

Características do Requisito

Linha de Produto:

Protheus

Segmento:

Manufatura

Módulo:

Easy Export Control (SIGAEEC)

Rotina:



Rotina(s) envolvida(s)

Nome Técnico

EECAC120

Cadastro de Produtos

EECAS125

Unidades de Medida
EICTU100Conv.unid.medida
EECAT170Embalagens
EECAT171Relacão de Embalagens
EECAT175Cliente\Fornecedor
EECAC115Empresas
EECAC110Bancos
EECAT140Cotacao de Moedas
EECAP100Pedido
EECNF400Notas fiscais de saída
EECAF223Data do Embarque
EECAF224Variação Cambial (NF x Embarque)
EECAF214Título a pagar de Despesas Internacionais (Inclusão/Estorno)
EECAF216Título a pagar de Despesas Nacionais (Inclusão/Estorno)
EECAF215Liquidação deTítulo a pagar das Despesas
EECAF222Estorno de Liquidação de deTítulo a pagar das Despesas
EECAF212Título de Adiantamento (Inclusão/Estorno)
EECAF227Título de Adiantamento (Compensação)
EECAF230Título de Adiantamento (Estorno da Compensação)
EECAF210Título de invoice a receber (Inclusão\Estorno)
EECAF213Título de invoice a receber (Liquidação)
EECAF221Título de invoice a receber (Estorno da Liquidação)
EECAF231Título de comissão a pagar (Liquidação)
EECAF232Título de comissão a pagar ( Estorno da Liquidação)
EECAF233Fechamento de Contrato de Câmbio
EECAF510Adapter Inclusão câmbio a pagar/ aquisição de serviços
EECAF511Adapter Baixa câmbio a pagar/ aquisição de serviços
EECAF512Adapter Estorno da Baixa Câmbio a pagar/ aquisição de serviços
EECAF520Adapter de Integração Logix - Manut. Parcela Câmbio / Adiantamento a fornecedores
EECAF521Adapter de Integração Logix - Compensação
EECAF530Adapter Inclusão câmbio a receber/ venda de serviços
EECAF531Adapter Baixa câmbio a receber/ venda de serviços
EECAF532Adapter Estorno da Baixa câmbio a receber/ venda de serviços

Cadastros Iniciais:

  • Configuração de WebService
  • Configuração de Job/ Agente / Scheduler
  • Relação de/para de Empresa/Filial
  • Cadastro de Adapters

País(es):

Brasil

Banco(s) de Dados:

SQL/ORACLE

Tabelas Utilizadas:

EC6– Eventos Contábeis

ECE– Processos Estornados

ECI– Contas por Banco

EE5– Embalagens

EE6– Disponibilidade de Navios

EE7– Processo de Exportação

EE8– Itens do Processo de Exportação

EE8– Itens Processo de Exportação

EE9– Itens do Embarque

EEA– Configuração Documentos

EEB– Agentes de um Pedido

EEC– Embarque

EEE– Instrumento de Negociação

EEM– Controle de Notas Fiscais

EEN– Notify

EEQ– Valor das Parcelas do Embarque

EES– Notas Fiscais por Itens

EET– Despesas de Exportação

EEU– Numerário de Exportação

EF3– Eventos do Contrato

EF7– Tipos de Financiamento

EF8– Encargos do Financiamento

EXJ– Dados Adicionais do Cliente

EXL– Dados Complementares Embarque

EYE– Serviços

EYH– Estufagem de Mercadorias

EYI– Dados Complementares do Exportador

EYJ– Dados Complementares do Produto

SA1– Clientes

SA6– Bancos

SAH– Unidades de Medida

SY5– Despachantes/ Empresas

SY6– Condições de Pagamento

SY9– Portos e Aeroportos

SYA– Países

SYB– Despesas

SYE– Taxa de Conversão

SYF– Moedas

ECF– Lançamentos contábeis

Sistema(s) Operacional(is):

Windows/Linux

Descrição

Foi implementada a funcionalidade de integração via mensagem única  - EAI - para o Easy Export Control (Protheus), com o objetivo de flexibilizar a comunicação entre as soluções TOTVS com a utilização da tecnologia de WEB Services, o que ocorrerá com a troca de informações (mensagens) no formato XML entre esses sistemas.

Estão previstas nessa atualização as seguintes integrações:

Cadastros (SIGAEEC):

  • Cadastro da unidade de medida (recebimento);
  • Cadastro de conversão ente unidades de medida (recebimento)
  • Cadastro de produtos (recebimento);
  • Cadastro de Embalagens(recebimento);
  • Cadastro de Relacionamento de embalagens (recebimento)
  • Cadastro de Cliente/ Fornecedor (recebimento);
  • Cadastro de Empresas (recebimento)
  • Cadastro de Banco (recebimento);
  • Cadastro de Cotação das moedas (recebimento e envio);

Negócio: Fase de Pedido (SIGAEEC)

  • Pedido de Exportação (recebimento e envio);
  • Notas Fiscais de Saída da Mercadoria (recebimento);

Negócio: Fase de Embarque (SIGAEEC)

  • Solicitação de Numerário (envio);
  • Embarque das mercadorias (envio);
  • Variação cambial gerada pelo embarque das mercadorias faturadas (envio);
  • Geração de títulos a pagar efetivos referente as despesas internacionais de exportação (envio);
  • Geração de títulos a pagar efetivos referente as despesas nacionais de exportação (envio);
  • Geração de títulos a pagar efetivos referente aos adiantamentos feitos ao despachante (envio);
  • Geração de títulos a receber efetivos referente ao adiantamento ao fornecedor (envio);
  • Geração de títulos a receber efetivos referente ao embarque das mercadorias (envio);
  • Geração de títulos a pagar efetivos referente as comissões a pagar sobre exportação (envio);
  • Contabilização da comissão em conta gráfica

Negócio: Registro SINTEGRA

  • Registro SINTEGRA 85-86 (envio)



Procedimento para Configuração

As atualizações disponibilizadas através deste Boletim Técnico adequam o produto Easy Export Control para sua utilização na integração via Mensagem Única – EAI. Para a configuração das integrações, devem ser observadas as orientações do manual de integração com o ERP em questão.

Sobre o EAI Protheus, consulte as informações adicionais disponíveis no portal TDN:

http://tdn.totvs.com/display/framework/EAI+Protheus

http://tdn.totvs.com/pages/releaseview.action?pageId=107939550


CONFIGURAÇÃO DE PARÂMETROS

 

  1. No Configurador (SIGACFG), acesse Ambientes/Cadastros/Parâmetros (CFGX017). Configure os parâmetros a seguir:

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EAIPORT

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:

RECEIVEMESSAGE

Descrição:

Indica qual a porta de entrada dos Mapas do ESB


Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EAIMETH

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:

RECEIVEMESSAGE

Descrição:

Informe o metodo de envio do EAI para envio a outro EAI

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EAIURL2

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:

http:// IP + Porta /Nome do Web Service/EAISERVICE.apw

Exemplo: http://localhost:85/ws/EAISERVICE.apw  

Descrição:

Informe o nome do canal configurado no EAI para outro EAI

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EAIWS

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:

WSFWWSEAI

Descrição:

Informe o nome do Client WebService do EAI para envio a outro EAI

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EAIXSD

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:

Informe o diretorio dos XSD usados na validação do EAI

Descrição:

\xsd\totvsmessage

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EECI010

Tipo:

Lógico

Cont. Por.:

.T.

Descrição:

Habilita integração do Módulo SIGAEEC via Mensagem Única.

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0037

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:

INGLES

Descrição:

Código do idioma inglês

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0119

Tipo:

Lógico

Cont. Por.:

.F.

Descrição:

Ativa a rotina de desconto por item

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0131

Tipo:

Lógico

Cont. Por.:

.F.

Descrição:

Define se está integrado com o módulo Financeiro (SIGAFIN)

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0205

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:

XP

Descrição:

Tipo do Documento para Emb. de exportação

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0206

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Embalagem padrão para pedido de exportação integrado via Mensagem Única

Obs: Necessita cadastro prévio da embalagem no ERP Protheus e que o código desta embalagem seja o disposto no parâmetro.


Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0207

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Cond. de Pagto padrão para pedido de exportação integrado via Mensagem Única

Obs: Necessita cadastro prévio da condição de pagamento no ERP Protheus e que o código desta condição de pagamento seja o disposto no parâmetro.


Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0208

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Via de Transp. padrão para pedido de exportação integrado via Mensagem Única

Necessita cadastro prévio da via de transporte no ERP Protheus e que o código desta via de transporte seja o disposto no parâmetro.


Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0209

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Incoterm padrão para pedido de exportação integrado via Mensagem Única

Necessita cadastro prévio do INCOTERM no ERP Protheus e que o código deste INCOTERM seja o disposto no parâmetro.


Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0210

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Centro de Custo padrão para título de adiantamento de exportação integrado por mensagem única.

Informação é obtida do ERP Externo


Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0215

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Portador da conta para baixa do titulo a receber

Informação é obtida do ERP Externo


Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0216

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Tipo do Portador da conta para baixa do titulo a receber

Informação é obtida do ERP Externo


Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0220

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:

PRD.:

Descrição:

Parâmetro para código da embalagem na integração

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EEC0009

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:

#EE7_PEDIDO#

Descrição:

Máscara para o pedido de exportação integrado via Mensagem Única.

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EEC0012

Tipo:

Lógico

Cont. Por.:

.T.

Descrição:

Define se irá enviar o pedido de exportação via mensagem única à outro ERP

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EEC0025

Tipo:

Lógico

Cont. Por.:

.T.

Descrição:

Se ligado, envia valor de título a receber com comissão e baixa o valor da comissão.

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EEC0027

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Indica qual valor a ser enviado na integração de variação cambial de nota fiscal via mensagem única. 1=Variação NF x Embarque;2=Valor atualizado NF

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EEC0028

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Código do Portador da Baixa de títulos do tipo Comissão a Deduzir da Fatura

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EEC0029

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Tipo do Portador da Baixa de tÍtulos do tipo Comissão a Deduzir da Fatura

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EEC0033

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Define a empresa de destino das mensagens de contas a receber na integração via mensagem única.

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EEC0035

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Define a empresa de destino das mensagens bancárias na integração via mensagem única.

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EEC0036

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Define a empresa de destino das mensagens de contas a pagar na integração via mensagem única.

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EECFAT

Tipo:

Lógico

Cont. Por.:

.F.


Descrição:

Define se está integrado com o módulo de Faturamento (SIGAFAT)


CONFIGURAÇÃO DE WEB SERVICE PROTHEUS

  1. Em Programa Inicial digite SRVWIZARD para acessar o Wizard.
  2. Informe o Usuário e a Senha.
  3. Acesse Módulos WEB e clique em Incluir.
  4. Em Módulo Web, selecione o módulo WS – Microsiga Protheus 11 Web Services; em Nome da Instância, informe um nome para o Web Service(exemplo: “ws”). Selecione o enviroment e o ambiente. Marque a opção “Habilitar processos na Inicialização do Servidor”. Clique em Avançar.
  5. Será exibida a pergunta “Deseja descompactar o pacote de arquivos HTTP na pasta especificada?”, clique em “Sim”.
  6. Em host digite o endereço http do seu web service (Exemplo: “localhost:81/ws”). Selecione a Empresa/Filial e clique em “Relacionar”. O relacionamento será exibido na parte inferior da tela. Clique em Avançar.
  7. Informe o número mínimo (Exemplo: 10) e máximo de usuários (Exemplo: 10) e clique em Finalizar.
  8. O sistema irá exibir um aviso sobre a instalação do Web Service e questiona se deseja iniciar tal instalação. Clique em Sim.
  9. Após a instalação, certifique-se de que o WebService está no ar. Para tanto, digite no campo de endereço do navegador de internet o endereço do  webservice criado que deve conter: http://<ip : porta>/ <instância do webservice> / <rotina> onde a rotina utilizada para listar os serviços ativos no WebService Protheus é a rotina “wsindex.apw”. Conforme a configuração feita nos exemplos deste documento, fica da seguinte forma: http://localhost:91/ws/wsindex.apw.  O WebService irá carregar a página com a listagem dos serviços.

 

CONFIGURAÇÃO DE JOB DO SCHEDULER DO PROTHEUS

  1. Em Programa Inicial digite SRVWIZARD para acessar o Wizard.
  2. Informe o Usuário e a Senha.
  3. Acesse Processos Comuns e clique em Incluir.
  4. Preencha os campos conforme abaixo:

    Itens/Pastas

    Descrição

    Nome do JOB

    FWSCHDMANAG

    Função ADVPL

    FWSCHDMANAG

    Ambiente

    (preencha com o ambiente/enviroment em uso no protheus)


    Instâncias1
    Parâmetros(não informar parâmetros)
    Habilitar JOB no START(deixe a opção marcada)
  5. Clique em finalizar
  6. Acesse novamente Processos Comuns e clique em Incluir.
  7. Preencha os campos conforme abaixo

    Itens/Pastas

    Descrição

    Nome do JOB

    FWSCHDQUEUE

    Função ADVPL

    FWSCHDQUEUE

    Ambiente

    (preencha com o ambiente/enviroment em uso no protheus)


    Instâncias1
    Parâmetros(não informar parâmetros)
    Habilitar JOB no START(deixe a opção marcada)
  8. Clique em finalizar.
  9. Após essa configuração, é necessário reiniciar o serviço do Protheus.

CONFIGURAÇÃO DE AGENTE DO SCHEDULER PROTHEUS

  1. No Configurador (SIGACFG) acesse Ambiente/Schedule/Schedule (CFGA010).
  2. Em Agent/Cadastro, clique em Incluir.
  3. Preencha os dados na tela para criação do Agente e clique em Confirmar.

    Itens/Pastas

    Descrição

    Nome do Agente

    FWSCHDQUEUE

    IP

    Endereço IP onde o Server Protheus está ativo

    Porta

    Porta onde o Server Protheus está ativo

    Ambiente(preenchimento automático)
    Empresa(preenchimento automático)
    Filial(preenchimento automático)
    No. Threads3
    Habilitado(preenchimento automático)
  4. Em Agent inicie o serviço criado.
  5. Em Schedule inicie os serviços: Task Manager e Queue Manager.


CONFIGURAÇÃO DA TAREFA DE PROCESSAMENTO DE INTEGRAÇÕES ASSINCRONAS DO SCHEDULER DO PROTHEUS

  1. No Configurador (SIGACFG) acesse Ambiente/Schedule/Schedule (CFGA010).
  2. Em Agendamentos/Cadastro, clique em Incluir.
  3. Preencha os dados na tela para criação da tarefa conforme abaixo:


    Itens/Pastas

    Descrição

    Usuário:

    Administrador

    Rotina:

    FWEAI

    Ambiente:

    (preencha com o ambiente/enviroment em uso no protheus)

    Empresa/Filial:

    (preencha com o empresa/filial em uso no protheus)

    Módulo:99 – Configurador
    Habilitado:(deixe a opção marcada)
  4. Clique no botão recorrência e informe a periodicidade para processamento da tarefa de integração das mensagens assíncronas. Recomendado deixar na opção “Sempre Ativo” e “Sem data de término”.

  5. Clique em Confirmar para fechar a tela de recorrência. Clique em confirmar para salvar a configuração da tarefa.
  6. Recomendado reiniciar o serviço do Protheus após a configuração do agendamento.


CONFIGURAÇÃO DO APPSERVER DO PROTHEUS

  1. Localize o arquivo appserver.ini, no diretório \bin, onde encontra-se a instalação dos binários do serviço do Protheus.
  2. Com um editor de texto, abra o arquivo, e localize a seção [GENERAL].
  3. Nesta seção, caso não existam as configurações abaixo, adicione ou caso exista, altere para que fiquem conforme abaixo. Não modifique outras configurações que possam existir nessa seção.

    [GENERAL]
    DATEZERO=ADVPL
    MemoMega=1
    ConsoleLog=1
     
  4. Salve as alterações no arquivo, feche-o, e reinicie o serviço do Protheus. 

CONFIGURAÇÃO DO SERVIÇO DO PROTHEUS PARA ATUALIZAÇÕES

Após as configurações de webservice e scheduler do Protheus, haverão tarefas em execução no servidor do Protheus mesmo que nenhum usuário esteja logado no sistema. Com isso as aplicações de patchs e updates que necessitam de acesso exclusivo ao sistema podem ser dificultadas pois é necessário derrubar os processos em execução. Recomenda-se fazer uma copia da instalação do serviço do Protheus (pasta “\bin\” que contem os binários do serviço do Protheus) e nessa instalação retirar a configuração da execução dos Jobs (basta remover a seção [ONSTART] no appserver.ini. É importante que todas as outras configurações sejam mantidas). Assim, quando for necessário aplicar um patch ou update, pare o serviço do Protheus que possuir as configurações dos Jobs, inicie o serviço que não possua execução de Jobs, aplique a atualização necessária, pare o serviço que não possuir execução de Jobs e inicie novamente o serviço que possuir a execução de Jobs.


Tome cuidado para executar esse processo da maneira descrita para que o Protheus possa ser atualizado e para que não fique sem a inicialização dos Jobs.


PROCEDIMENTO PARA BACK-UP DE BASE DE DADOS

Devido ao controle e configurações internas do TOTVS DBACCESS, toda criação de backup e restore de backup de base de dados, assim como replicação da base de dados para outros ambientes, deve ser feita através da importação de tabelas da ferramenta APSDU. Isso garante a integridade das tabelas e correta interpretação dos dados pelo TOTVS DBACCESS e consequentemente pelas aplicações do Protheus. Não utilize ferramentas de backup de tabelas diretamente pelo banco de dados, pois isso pode exigir a reinicialização do serviço e até mesmo a reinstação do TOTVS DBACCESS.


RELAÇÃO DE/PARA DE EMPRESAS / FILIAIS

Outros ERPs TOTVS diferentes do Protheus não possuem o conceito de Empresa/Filial como no Protheus, existindo uma ou mais empresas/filiais distintas utilizando o mesmo sistema, são todas cadastradas no ERP como empresas diferentes. Além disso os códigos de empresa do ERP são distintos dos códigos de empresa/filial do Protheus. Por isso é necessário acessar o cadastro da relação DE/PARA no módulo configurador (Ambiente/Schedule/Emp.fil Msg.Unica) para cadastrar esta relação.


Por exemplo, se tivermos a empresa 21 no ERP Logix e quisermos associar á empresa 01 filial 10 do Protheus, devemos cadastrar conforme abaixo.


  1. No Configurador (SIGACFG) acesse Ambiente/Schedule/Emp.fil Msg.Unica (APCFG050).
  2. Clique na opção Incluir e preencha os campos conforme exemplo abaixo:


    Itens/Pastas

    Descrição

    Referência

    LOGIX (nome do ERP externo)

    Company

    21 (código da empresa no ERP)

    Branch

    (em branco)

    Emp.Protheus

    01

    Fil.Protheus10
  3. Clique em confirmar para salvar o relacionamento empresa/filial.


ADEQUAÇÃO DO TAMANHO DOS CAMPOS DO PROTHEUS

O tamanho de campos de algumas tabelas do Easy precisará ser adequado para que fique compatível com o tamanho dos campos no ERP.

Campos como código de cliente, código de fornecedor e código de produto podem ficar divergentes e gerar problemas de integração caso não fiquem com o mesmo numero de caracteres que o ERP.

 Verifique o tamanho dos grupos de campos do Protheus através do módulo configurador, na opção de menu Base de dados / Dicionário / Base de dados. Selecione a empresa do lado esquerdo da tela, selecione Dicionário de dados e Grupo de campos. Veja ao lado direito todos os grupos de campo e na coluna tamanho, o tamanho atualmente em uso no Protheus.

 É recomendado rever os seguintes grupos de campos:


Grupo

Descrição

001

Código de Cliente/Fornecedor

018

Documento de entrada/saída

030

Tamanho do Produto

084Unidade Requisitante
089Código de empresa / despachante
094Série das Notas Fiscais


Para integração Protheus X ERP Logix, será necessário efetuar os ajustes abaixo, manualmente, no Configurador (SIGACFG).


Tabela

Campo

TamanhoDecimalPicture
EYHEYH_QTDEMB143@E 99,999,999.999

EYH

EYH_RELSUP

143@E 99,999,999.999
SA1A1_TEL20

SA1A1_FAX20

SA6

A6_ADVAGE

2

SA6

A6_DVCTA

2


CONFIGURAÇÃO DE ADAPTER 


O módulo Easy Export Control e Easy Financing Control estão preparados para a realização das integrações que seguem. O uso de cada uma delas deve ser avaliado conforme escopo de integração previsto. Na realização dos cadastros, deve ser observada a definição do método (que pode ser alterada, conforme definição da necessidade), para que fiquem iguais nos ERPs que trocarão a mensagem.

 

O campo XSD indica com qual layout o arquivo XML da integração é validado. Este campo somente deve ser informado em caso de testes e caso o arquivo .XSD correspondente a mensagem seja fornecido pela TOTVS e armazenado no diretório indicado no parâmetro MV_EAIXSD.

 

Para configurar as integrações, conforme a necessidade, siga as instruções abaixo:

 

       1.            No Configurador (SIGACFG) acesse Schedule/Adapter E.A.I. (CFGA020).

       2.            Acesse a opção Incluir e informe os dados do adater, conforme as opções que seguem:



MENSAGENS DA FASE DE CADASTROS


Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAC120

Mensagem

ITEM

Descrição

PRODUTO

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoASSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAS125

Mensagem

UNITOFMEASURE

Descrição

UNIDADE DE MEDIDA

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoASSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000


Itens/pastas

Descrição

Rotina

EICTU100

Mensagem

UNITOFMEASURECONVERSION

Descrição

CONVERSAO ENTRE UN. DE MEDIDA

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoASSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000


Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAT170

Mensagem

PACKAGING

Descrição

EMBALAGENS

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoASSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAT171

Mensagem

PACKAGINGRELATIONSHIP

Descrição

RELACIONAMENTO DE EMBALAGENS

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoASSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAC175

Mensagem

CUSTOMERVENDOR

Descrição

CLIENTES/FORNECEDORES

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoASSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAC115

Mensagem

COMPANY

Descrição

EMPRESAS

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoASSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAC110

Mensagem

BANK

Descrição

CONTAS BANCARIAS

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoASSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAT140

Mensagem

CURRENCYQUOTATION

Descrição

COTAÇÃO DE MOEDAS

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAT141

Mensagem

CURRENCYQUOTATION

Descrição

COTAÇÃO MOEDAS - TAXA FISCAL

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAT142

Mensagem

CURRENCYQUOTATION

Descrição

COTACAO MOEDAS - TAXA COMPRA 

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAT143

Mensagem

CURRENCYQUOTATION

Descrição

COTACAO MOEDAS - TAXA VENDA

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000


MENSAGENS DA FASE DE PEDIDO


Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAP100

Mensagem

SALESORDER

Descrição

PEDIDO DE EXPORTAÇÃO

Envia

SIM

RecebeSIM
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECNF400

Mensagem

INVOICE

Descrição

NOTA FISCAL DE SAIDA

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000|1.001


MENSAGENS DA FASE DE EMBARQUE


Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF223

Mensagem

SHIPMENTOFEXPORTINVOICE

Descrição

EMBARQUE DE MERCADORIAS

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF224

Mensagem

ACCOUNTINGENTRY

Descrição

VARIAÇÃO CAMBIAL (EMBARQUE)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000


DESPESAS DE EXPORTAÇÃO


Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF214

Mensagem

ACCOUNTPAYABLEDOCUMENT

Descrição

TIT. A PAGAR (DESP. INTERNAC.)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF215

Mensagem

ACCOUNTPAYABLEDOCUMENTDISCHARGE

Descrição

BAIXA TIT. A PAGAR (DESP.INT)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF222

Mensagem

REVERSALOFACCOUNTPAYABLEDOCUMENTDISCHARGE


Descrição

TIT. A PAGAR (EST.BAIXA)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF216

Mensagem

ACCOUNTPAYABLEDOCUMENT

Descrição

TIT. A PAGAR (DESP. NACIONAIS)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000
Itens/pastasDescrição
RotinaEECAF520
MensagemLISTOFACCOUNTPAYABLEDOCUMENT
DescriçãoMANUT. PARC CÂMBIO / ADT FORNE
EnviaSIM
RecebeSIM
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000
Itens/pastasDescrição
RotinaEECAF521
MensagemACCOUNTPAYABLEDOCUMENTDISCHARGE
DescriçãoCOMPENS. CAM PAGAR / ADT FORN 
EnviaSIM
RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.001


CÂMBIO DESVINCULADO DE EXPORTAÇÃO (3 e 4)

Itens/pastasDescrição
RotinaEECAF510
MensagemLISTOFACCOUNTPAYABLEDOCUMENT
DescriçãoCÂMBIO A PAGAR/ AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS
EnviaSIM
RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Itens/pastasDescrição
RotinaEECAF511
MensagemACCOUNTPAYABLEDOCUMENTDISCHARGE
DescriçãoBAIXA CÂMBIO A PAGAR/ AQUISIÇÃO DE SERVIÇO
EnviaSIM
RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS

Canal de Envio

EAI
Itens/pastasDescrição
RotinaEECAF512
MensagemREVERSALACCOUNTPAYABLEDOCUMENTDISCHARGE
DescriçãoEST. BAIXA CÂMBIO A PAGAR/ AQUISIÇÃO DE SERVIÇO
EnviaSIM
RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Itens/pastasDescrição
RotinaEECAF530
MensagemACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENT
DescriçãoCÂMBIO A RECEBER/ VENDA SERVIÇOS
EnviaSIM
RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000
Itens/pastasDescrição
RotinaEECAF531
MensagemACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENTDISCHARGE
DescriçãoBAIXA CÂMBIO A RECEBER/ VENDA SERVIÇO
EnviaSIM
RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS

Canal de Envio

EAI
Versão1.000
Itens/pastasDescrição
RotinaEECAF532
MensagemREVERSALOFACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENTDISCHARGE
DescriçãoEST. BAIXA CÂMBIO A RECEBER VENDA SERVIC
EnviaSIM
RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000


CÂMBIO DE EXPORTAÇÃO


Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF212

Mensagem

ACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENT

Descrição

TITULO ADIANT. A RECEBER (INCLUSAO)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF227

Mensagem

ACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENTDISCHARGE

Descrição

TIT. ADIANT. A RECEBER (BAIXA)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF230

Mensagem

REVERSALOFACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENTDISCHARGE

Descrição

TIT. ADIANT. A RECEBER (ES.BX)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF210

Mensagem

ACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENT

Descrição

TIT. PRINC. A RECEBER (INC)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF213

Mensagem

ACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENTDISCHARGE

Descrição

TIT. PRINC. A RECEBER (BAIXA)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF221

Mensagem

REVERSALOFACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENTDISCHARGE

Descrição

TIT. PRINC. A RECEBER(EST. BX)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF231

Mensagem

ACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENTDISCHARGE

Descrição

TITULO COMISSÃO (BAIXA)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF232

Mensagem

REVERSALOFACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENTDISCHARGE

Descrição

TITULO COMISSÃO (EST. BAIXA)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF233

Mensagem

CURRENCYEXCHANGECONTRACTCLOSING

Descrição

FECHAMENTO DE CONTRATO DE CÂMBIO

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECLC510

Mensagem

ACCOUNTINGENTRY

Descrição

CONTAB. DE COMISSAO CONTA GRAF

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECREG85

Mensagem

SINTEGRAREGISTER-85-86

Descrição

SINTEGRA – REGISTRO 85/86

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000



Procedimento para Utilização


Teste de webservices

Os webservices do Protheus e do ERP destino da integração devem estar devidamente configurados e no ar.

Verifique utilizando seu navegador de internet se o webservice do Protheus está no ar acessando o host configurado para o webservice Protheus. Procure o serviço FWWSEAI e veja se o mesmo encontra-se habilitado.

Verifique, utilizando seu navegador de internet, se o webservice do ERP destino está no ar acessando o host configurado no parâmetro MV_EAIURL2.


Integrações de cadastros

As integrações de cadastros ocorrem com origem no ERP com destino ao Easy. Algumas dessas integrações ocorrem de forma síncrona e outras de forma assíncrona.

Quando o cadastro possuir a integração de forma síncrona, o ERP irá aguardar o Easy processar a integração, e então exibirá para o usuário se tudo ocorreu com sucesso ou se houve rejeição por parte do Easy. Quando as rejeições das integrações ocorrem, o ERP não irá efetivar a operação realizada.

Quando o cadastro possuir integração de forma assincrona, o ERP não irá aguardar o Easy processar a integração e irá efetivar a operação independentemente do processo de integração. A mensagem de integração entra em uma fila no ERP para ser enviada ao Easy. Quando a integração ocorrer, a mensagem será recebida pelo Protheus e armazenada em uma fila para posterior processamento, retornando ao ERP apenas o aviso de recebimento da mensagem. O processamento da integração ocorre no Easy conforme a execução da tarefa FWEAI configurada no Scheduler do Protheus. Essa tarefa irá verificar todas as mensagens pendentes na fila do EAI e irá processá-las. Após o processamento, será enviada a mensagem ao ERP com o resultado da integração. Em caso de rejeição na integração, o EAI pode tentar processar novamente a mensagem antes de retornar uma rejeição ao ERP.


Pré-requisitos cadastrais

Cadastro de Produtos:

Para o cadastro de produtos do módulo Easy Import Control (Atualizações / Cadastros / Produtos – MATA011) é necessário cadastrar previamente às integrações deste cadastro, cadastrar um Local Padrão para o campo Armazem Pad. (B1_LOCPAD) com o valor “.” visto eu tal campo tornou-se obrigatório nas últimas versões do produto.


Condição de pagamento:

O cadastro da condição de pagamento do módulo Easy Import Control (Atualizações / Tabelas / Condição de Pag. – EICA060) deve ser relacionado ao cadastro de condição de pagamento do ERP; desta forma, acessando o cadastro o usuário deverá alterá-lo e informar a correspondência no campo Cod. ERP(Y6_CODERP), pasta Outros.


Moedas:

O cadastro de moedas do Easy Import Control (Atualizações / Cadastros / Moedas – EICA150) deve ser relacionado ao cadastro de moedas do ERP. Para isso o usuário deverá acessar o registro da moeda em modo de alteração e informar nos campos: Cod.C.ERP (YF_CODCERP) o código da moeda de compra correspondente; Cod.V.ERP (YF_CODVERP) o código da moeda de venda correspondente e Cod.F.ERP (YF_CODFERP) o código da moeda fiscal correspondente.


Eventos Contábeis:

Para realizar a integração com o Financeiro do ERP, o Easy Import Control precisará saber qual o tipo de documento deve ser gerado. Para isso será necessário que os eventos contábeis associados às integrações/ tipos de movimento financeiro sejam configurados.

Através do menu Atualizações / Tabelas / Eventos Contábeis (ECOA002), os eventos abaixo, do tipo IMPORT, devem ser acessados em modo de alteração e ter os campos informados conforme orientação que segue:

 

  • Evento 101 – FOB INVOICE: da pasta Cadastrais, os campos Descricao(EC6_DESC), Historico (EC6_COD_H) e Hist. Complem (EC6_COM_HI); da pasta Financeiro, os campos Tp. Titulo(EC6_TPTIT), Tx.Vda./Comp. (EC6_TXCV) e Tp.Despesa (EC6_NATFIN); da pasta Contábil, os campos Contabiliza(EC6_CONTAB), Cta. Credito (EC6_CTA_CR) e Cta. Debito (EC6_CTA_DB), da pasta Outros o campo Prefixo (EC6_PREFIX). Caso possua o campo Mov Bank Liq (EC6_MVBCLQ) ativo no sistema, o mesmo deve ser configurado com o valor 1=Sim para que se habilite a manutenção  câmbio a receber pós embarque com recebimento em banco no exterior e posterior movimento do valor para conta em banco nacional. 
  • Evento 102 – PROV. FRETE: da pasta Financeiro, os camposTp. Titulo(EC6_TPTIT),Tx.Vda./Comp. (EC6_TXCV) eTp.Despesa (EC6_NATFIN), da pasta Outros o campoPrefixo (EC6_PREFIX).
  • Evento 103 – PROV. SEGURO: da pasta Financeiro, os campos Tp. Titulo(EC6_TPTIT),Tx.Vda./Comp. (EC6_TXCV) eTp.Despesa (EC6_NATFIN), da pasta Outros o campoPrefixo (EC6_PREFIX).
  • Evento 150 – DESPESAS PROVISÓRIAS: da pasta Financeiro, os campos Tp. Titulo(EC6_TPTIT),Tx.Vda./Comp. (EC6_TXCV) eTp.Despesa (EC6_NATFIN), da pasta Outros o campoPrefixo (EC6_PREFIX).
  • Evento 120 – COMISSÃO A REMETER: da pasta Financeiro, os campos Tp. Titulo (EC6_TPTIT), Tx.Vda./Comp. (EC6_TXCV) e Tp.Despesa (EC6_NATFIN), da pasta Outros o campo Prefixo (EC6_PREFIX). 
  • Evento 121 – COMISSÃO EM CONTA GRÁFICA: da pasta Cadastrais, os campos Descricao(EC6_DESC), Historico (EC6_COD_H) e Hist. Complem (EC6_COM_HI); da pasta Financeiro, os campos Tp. Titulo(EC6_TPTIT), Tx.Vda./Comp. (EC6_TXCV) e Tp.Despesa (EC6_NATFIN); da pasta Contábil, os campos Contabiliza(EC6_CONTAB), Cta. Credito (EC6_CTA_CR) e Cta. Debito (EC6_CTA_DB), da pasta Outros o campo Prefixo (EC6_PREFIX). 
  • Evento 122 – COMISSÃO A DEDUZIR: da pasta Financeiro, os campos Tp. Titulo (EC6_TPTIT), Tx.Vda./Comp. (EC6_TXCV) e Tp.Despesa (EC6_NATFIN), da pasta Outros o campo Prefixo (EC6_PREFIX). 
  • Evento 580/581 – VARIAÇÃO CAMBIAL NF: da pasta Cadastrais, os campos Descricao(EC6_DESC), Historico (EC6_COD_H) e Hist. Complem (EC6_COM_HI); da pasta Financeiro, os campos Tp. Titulo(EC6_TPTIT), Tx.Vda./Comp. (EC6_TXCV) e Tp.Despesa (EC6_NATFIN); da pasta Contábil, os campos Contabiliza(EC6_CONTAB), Cta. Credito (EC6_CTA_CR) e Cta. Debito (EC6_CTA_DB), da pasta Outros o campo Prefixo (EC6_PREFIX).
  • Evento 576/577 – V.C. COMISSäO C GRAF: da pasta Cadastrais, os campos Descricao(EC6_DESC), Historico (EC6_COD_H) e Hist. Complem (EC6_COM_HI); da pasta Financeiro, os campos Tp. Titulo(EC6_TPTIT), Tx.Vda./Comp. (EC6_TXCV) e Tp.Despesa (EC6_NATFIN); da pasta Contábil, os campos Contabiliza(EC6_CONTAB), Cta. Credito (EC6_CTA_CR) e Cta. Debito (EC6_CTA_DB), da pasta Outros o campo Prefixo (EC6_PREFIX)

    Caso seja ativado o parâmetro MV_AVG0048 para contabilização da despesa de comissão em conta gráfica, será necessário acessar a rotina de eventos contábeis e incluir o evento "9.99" no tipo de módulo "EXPORT" para que seja enviado ao ERP Externo o estorno de eventos contábeis da comissão em conta gráfica já efetivados neste ERP.  

  • Evento 999 – EVENTO DE ESTORNO: da pasta Cadastrais, os campos Descricao(EC6_DESC), Historico (EC6_COD_H) e Hist. Complem (EC6_COM_HI); da pasta Financeiro, os campos Tp. Titulo(EC6_TPTIT), Tx.Vda./Comp. (EC6_TXCV) e Tp.Despesa (EC6_NATFIN); da pasta Contábil, os campos Contabiliza(EC6_CONTAB), Cta. Credito (EC6_CTA_CR) e Cta. Debito (EC6_CTA_DB), da pasta Outros o campo Prefixo (EC6_PREFIX).

Integração de Adiantamento a Fornecedores

Foi implementada a funcionalidade de adiantamento a fornecedores no Easy Export Control (Protheus), quando utilizada a integração com Logix, via mensagem única EAI. O objetivo é criar adiantamentos para fornecedores específicos e vinculá-los a despesas geradas pelo processo de exportação. Esta vinculação poderá ser feita na manutenção dos câmbios de exportação para posterior compensação entre a despesa e o adiantamento vinculado.

Procedimento para utilização: http://tdn.totvs.com/pages/viewpage.action?pageId=272425263


Sequencia 1 – Unidade de medida

  1. Acesse o menu Atualizações / Tabelas Siscomex / Unidades de Medida (EECAS125). Essa tabela é inicializada pelo sistema com uma carga padrão.
  2.  Para o uso desse cadastro quando integrado com o ERP via mensagem única, será realizada a atualização dos dados de desse cadastro, possibilitando sua associação ao cadastro correspondente no ERP de origem. A integração ocorrerá através da mensagem UnitOfMeasure, adapter EECAS125, possibilitando o recebimento dos dados enviados pelo ERP.
  3. Acessando a opção Visualizar, certifique que o campo Cod. ERP (AH_CODERP) foi atualizado. A integração também atualizará o conteúdo do campo Descr.Portug (AH_DESCPO).
  4. Caso seja identificado que a integração não ocorreu, deve ser verificado no ERP de origem as mensagens e validações reportadas pela integração.

Importante: o código da unidade de medida no módulo Easy Export Control possui tamanho 2 (dois). Se no ERP de origem o tamanho dessa informação for superior a 2 (dois), deverá ser feito o relacionamento entre estas informações. O relacionamento entre estes cadastros é realizado manualmente no módulo Easy Export Control, cadastro de unidade de medidas (Atualizações / Tabelas Siscomex / Unidades de Medida), através do campo Cod. ERP (AH_CODERP).


Sequencia 2 – Conversão da unidade de medida

  1. Através do menu Atualizações / Tabelas Siscomex / Conv. Unid. Med. (EICTU100) será possível verificar os cadastros de conversão da unidade de medida integrados ao Easy Export Control através da mensagem UnitOfMeasureConversion, adapter EICTU100.
  2.  Esse cadastro é fundamental para que ocorram as conversões de unidades de medidas nas fases do processo de exportação.
  3. Caso seja identificado que a integração não ocorreu, deve ser verificado no ERP de origem as mensagens e validações reportadas pela integração.

Sequencia 3 – Cadastro de Produtos

Pré-requisitos cadastrais:

                Para o cadastro de produtos do módulo Easy Import Control (Atualizações / Cadastros / Produtos – MATA011) é necessário acessar o cadastro de Produtos do Protheus manualmente e no campo Armazem Pad. (B1_LOCPAD) através da consulta padrão (F3) fazer a inclusão de um cadastro de local padrão com o valor “01” visto que tal campo tornou-se obrigatório nas últimas versões do produto.

 

  1. Acessando o menu Atualizações / Cadastros / Produtos (EECAC120) verifique se os cadastros dos produtos foram integrados. Essa integração ocorrerá através da mensagem ITEM, adapter EECAC120, recebida do ERP com o qual o Easy Export Control está integrado.
  2. Além das informações do cadastro de produtos, a integração poderá atualizar as informações do cadastro de Família de Produtos (SYC) e centro de custo do produto nos Dados Complementares (EYJ) quando as informações vierem na mensagem.
  3. Caso seja identificado que a integração não ocorreu, deve ser verificado no ERP de origem as mensagens e validações reportadas pela integração.


Sequencia 4 – Cadastro de Embalagem

  1. O cadastro de embalagens no Easy Export Control, disponível em Atualizações / Cadastros/ Embalagens (EECAT170) possibilita registrar as embalagens que serão usadas na associação ao produto e ao processo.
  2. O cadastro é recebido do ERP através da mensagem PACKAGING, adapter EECAT170. Na atualização do cadastro, a descrição transmitida na mensagem virá no idioma corrente e também idioma inglês; ambas são atualizadas no processo de integração quando for realizada a inclusão do cadastro.
  3. Se a descrição no idioma inglês for alterada na manutenção do cadastro no módulo Easy Export Control e a integração for reenviada pelo ERP, a atualização descartará a descrição no idioma inglês.


Sequencia 5 – Cadastro de Relacionamento de Embalagem

  1. Através da mensagem PACKAGINGRELATIONSHIP, adapter EECAT171, o Easy Export Control receberá o relacionamento de embalagens que fará a sua associação ao cadastro do produto.
  2. O código da embalagem na associação será composto pelo conteúdo do parâmetro MV_AVG0220 mais um sequencial gerado pelo sistema, com base no último código de embalagem  gerado (EE5_CODEMB). Na ausência do parâmetro, o Easy Export Control assumirá o código do item recebido na mensagem para a criação do relacionamento de embalagens.
  3. Para consultar os relacionamentos recebidos, visualize os cadastros de embalagens integrados através do menu Atualizações/ Cadastros / Embalagens (EECAT170).


Sequencia 6 – Cadastro de Cliente/ Fornecedor

  1. No Easy Export Control os cadastros de clientes e fornecedores são entidades diferentes mas ambos são recebidos pela integração EAI através da mensagem CUSTOMERVENDOR, adapter EECAC175, que identificará qual o tipo de cadastro que está sendo recebido e fará a atualização da informação no módulo.
  2. Quando a informação recebida na mensagem for referente unicamente ao fornecedor, o Easy Export Control realizará a integação dos cadastros de fornecedores, acessível através do menu Atualizações / Cadastros / Exp./Forn./Fabr. (EECAC115) e empresas, acessível através do menu Atualizações / Cadastros / Empresas (EECAC175). Para os dois casos os contatos serão atualizados quando a lista de contatos for enviada na mensagem CUSTOMERVENDOR.
  3. Quando a informação recebida na mensagem for referente unicamente ao cliente, o Easy Export Control realizará a integação dos cadastros de clientes, acessível através do menu Atualizações / Cadastros / Import. Clientes (EECAC100) Os contatos referentes ao cadastro serão atualizados na integração quando a lista de contatos for enviada na mensagem CUSTOMERVENDOR.
  4. Se na mensagem CUSTOMERVENDOR for identificado que a informação refere-se a ambos os cadastros, todas atualizações acima serão processadas na integração.


Sequencia 7 – Cadastro de Exportador (Empresas)

  1. No Easy Export Control a empresa exportadora não é, necessariamente, a empresa/ filial na qual se está conectado. O módulo faz o uso do cadastro de empresas exportadoras, possibilitando a realização do processo de exportação para qualquer uma das relaciondas em seu cadastro. Para possibilitar o uso deste recurso, o Easy Export Control receberá através da mensagem Company, adapter EECAC115, os dados da empresa ativa no ERP de origem.
  2. Acessando o menu Atualizações / Cadastros / Exp./Forn./Fabr. (EECAC115) será possível visualizar os cadastros recebidos pela integração, bem como os contatos relacionados cadastro da empresa.
  3. Como poderá estar disponível o cadastro de mais de uma empresa, para realizar a associação da empresa do ERP externo com a empresa/ filial do Protheus, acesse o cadastro em modo de alteração. Em Ações Relacionadas, acesse a opção D.Compl. e informe a empresa/filial do Protheus nos campos Cod.Emp.Exec (EYI_EMPEXE) e Cod.Fil.Exec (EYI_FILEXE).

 

Sequencia 8 – Cadastro de Banco

  1. Contas bancárias cadastradas no ERP podem ser integradas ao Easy Export Control. Em outros ERPs TOTVS, o cadastro pode ser estruturado em cadastro de banco, cadastro de agencia e cadastro de conta bancária. Desse forma é possível haver bancos e agencias que não possuam contas cadastradas ou cadastrar várias contas bancárias de um mesmo banco através de uma mesma tela.
  2. Através de uma mensagem de integração de bancos, podemos receber várias contas bancárias de um mesmo banco entre suas diversas agencias ou mesmo não receber contas, apenas as agencias.
  3. O Easy Export irá processar a mensagem de integração de banco lendo todas as contas bancárias existentes e efetuando a operação de cada conta bancária para o cadastro de bancos do Easy Export. Caso a operação não possa ser realizada por alguma validação no Easy Export, a mensagem de integração será rejeitada com o motivo da validação.
  4. Importante notar que cada conta bancária pode estar associada a uma empresa diferente no ERP. Assim, o Easy Export Control irá considerar o relacionamento de/para de empresa/filiais para cadastrar a conta na empresa/ filial correta do Protheus.
  5. A integração do banco ocorrerá através da mensagem BANK, adapter EECAC110. O Easy Export receberá e processará a mensagem, atualizando as informações cadastrais das contas bancárias.
  6. Os cadastros atualizados podem ser acessados através do menu Atualizações / Cadastros / Bancos (EECAC110). A atualização do cadastro ocorrerá na mesma empresa/ filial relacionada a companhia de origem do ERP, relacionada através do cadastro do Exportador (sequencia 7) ou através do cadastro de/ para do módulo configurador (SIGACFG).
  7. Todos os contatos da conta bancária enviados na mensagem BANK serão considerados pela integração, sendo usadas para a atualização dos cadastros.
  8. O cadastro de contas bancárias precisar ser complementado no Easy com as informações pertinentes aos portadores a serem utilizados para integrações financeiras. O portador é utilizado no ERP para identificar o banco e também a configuração contabil a ser utilizada.
  9. Para isso entre no cadastro de contas bancárias (Atualizações / Cadastros / Bancos), clique em alterar no banco a ser configurado para integração, clique em ações relacionadas / portadores.
  10. Para o Easy Export, o portador é necessário na contratação de câmbio a receber e inclusão/compensação de adiantamento. Certifique-se de preencher o portador para a conta “1-CONTA PRINCIPAL” do tipo de módulo “EXPORT”, com o portador a ser usado para a contratação de cambio a receber através do banco cadastrado, para a conta “B-INCLUSAO ADIANT.” do tipo de módulo “EXPORT” com a conta a ser utilizada na inclusão de adiantamento através do banco cadastrado e a conta “A-COMP.ADIANT.” do tipo de módulo “EXPORT” com a conta a ser utilizada na compensação de adiantamento incluso através do banco cadastrado.
  11. Além do código do portador, deve ser preenchido o tipo do portador utilizado no ERP, onde o portador deve ser do tipo BANCO para bancos em moeda nacional e do tipo CARTEIRA para bancos no exterior e com moeda Dólar.
  12. Para o Easy Financing, o portador é necessário apenas no caso de contratação de câmbio a receber associado a contrato de financiamento realizado com o banco cadastrado. Certifique-se de preencher o portador para a conta “1-CONTA PRINCIPAL” do tipo de módulo “FIEX??”, onde “??” é o código do tipo de contrato, por exemplo, para o contrato ACC que possui código “01”, o tipo de módulo é “FIEX01”.  Além do código do portador, deve ser preenchido o tipo do portador utilizado no ERP.


Sequencia 9 – Cadastro de Cotação das Moedas

Pré-requisitos cadastrais:

  • Moeda cadastrada no Easy Export Control com de/para correspondente a moeda do ERP.
  1. São integradas ao Easy Export Control as cotações incluídas/ alteradas/ excluídas no ERP, através da mensagem CURRENCYQUOTATION, adapter EECAT140.
  2. Apenas a cotação referente a moeda da operação realizada no ERP será integrada, ou seja, caso incluída uma cotação para a moeda dólar americano cotação de compra, apenas a cotação de compra será incluída no Easy Export Control. Numa mesma integração podem ser incluídas/ alteradas/ excluídas cotações referente a várias datas dentro de um mesmo mês (integração por período).
  3. Para iniciar a integração, efetue a operação através do ERP, verifique se a integração ocorreu através do Scheduler do EAI, e consulte a cotação integrada através da opção Atualizações/ Tabelas/ Cotação Moedas (EECAT140).
  4. Além do recebimento da mensagem, o Easy Export Control também pode ser configurado para enviá-la, sendo a mensagem a CURRENCYQUOTATION, adapter EECAT141 para o envio da taxa fiscal, EECAT142 para o envio da taxa de compra e EECAT143 para o envio da taxa de venda. No entanto, está é uma opção que só será necessária quando o ERP não possuir (e vir a precisar) da informação da cotação registrada no módulo Easy Export Control.


Sequencia 10 – Pedido de Exportação

  1. No módulo Easy Export Control acesse Atualizações / Pedido Export. / Manutenção (EECAP100). A rotina de pedido de exportação permite o início do processo de negociação com o cliente/ importador, registrando os dados da negociação entre as partes e possibilitando a emissão dos documentos próprios dos tramites de negociação.

Nesta fase há dois fluxos de integração possíveis: o pedido de exportação pode ser inserido automaticamente, sendo recebido pela integração EAI originada em outro ERP/ sistema (ERP -> Easy Export Control) ou pode ser incluído diretamente no módulo realizando o envio do pedido de exportação para a geração do pedido de venda no ERP integrado ao módulo (Easy Export Control -> ERP). A definição do fluxo de integração depende das configurações da mensagem SALESORDER (vide seção CONFIGURAÇÃO DO ADAPTER) e do parâmetro MV_EEC0012 (vide seção CONFIGURAÇÃO DE PARÂMETROS).

 

Cenário 1 – fluxo de integração ERP -> Easy Export Control

 

  1. Por padrão, o fluxo da integração EAI será de recebimento do pedido (Pedido de Venda do ERP -> Pedido de Exportação no Easy Export Control). Este fluxo é definido pelo parâmetro MV_EEC0012, cujo conteúdo padrão é .F. (false). Neste fluxo a inclusão do pedido de exportação ocorrerá apenas via integração, ou seja, o usuário não terá disponível a opção de inclusão do pedido de exportação diretamente no módulo Easy Export Control.
  2. Na inclusão do pedido de exportação via integração EAI, além dos dados recebidos via mensagem, o módulo Easy Export Control levará em consideração as amarrações cadastrais (como os cadastros de moedas e condição de pagamento, onde é informado o de/para do código do ERP de origem correspondente a tal cadastro) para o preenchimento dos principais campos do processo. Além das amarrações cadastrais, estarão disponíveis alguns parâmetros que possibilitarão a definição de informação default para dados exclusivos do processo de exportação, a saber:
  • Idioma: O idioma do pedido de exportação será definido apenas na inclusão do pedido no Easy Export, caso em que a integração do pedido é realizada pela primeira vez. A partir do cliente utilizado no pedido, o sistema irá consultar o país do cliente (A1_PAIS) e então, consultar o idioma cadastrado para aquele pais (YA_IDIOMA). Caso o idioma não esteja preenchido no cadastro ou o pais não tenha sido definido para o cliente, o idioma padrão será o INGLES, conforme o parâmetro MV_AVG0037.
  • Condição de pagamento: A condição de pagamento do pedido de exportação será definida no pedido de venda do ERP. Porém, caso o código recebido do ERP não tenha seu relacionamento definido com uma condição de pagamento do Easy Export, o sistema irá considerar a condição de pagamento padrão conforme o parâmetro MV_AVG0207. Neste parâmetro será possível definir uma condição de pagamento default que será usado na criação do pedido de exportação sempre que a informação recebida pela mensagem EAI for inválida ou não possuir a amarração cadastral, fazendo a correspondência entre o cadastro do Easy Export Control com o ERP;
  • Via de transporte: A via de transporte do pedido de exportação será definida apenas na integração de inclusão do processo de exportação. Será considerada a via de transporte padrão definida para o cliente do processo (EXJ_VIA) na tela de dados complementares do cliente. Caso a via de transporte não tenh sido definida nas informações complementartes do cadastro do cliente/ importador, será utilizado o parâmetro MV_AVG0208. Neste parâmetro pode ser definida uma via de transporte padrão que será assumida pelo sistema
  • INCOTERM: O INCOTERM do pedido de exportação será definido apenas na integração de inclusão do pedido de exportação. Será considerado o INCOTERM definido nas informações complementartes do cadastro do cliente/importador. Caso não haja nenhum INCOTERM definido no cadastro do cliente, será utilizado o parâmetro MV_AVG0209. Neste parâmetro pode ser definido um INCOTERM padrão que será assumido pelo sistema.
  • Numero do pedido de exportação: Na inclusão do pedido de exportação, será assumido o número do pedido de venda do ERP de origem. Através do parâmetro MV_EEC0009 é possível redefinir a máscara do número do pedido, podendo complementá-lo com o código do fornecedor. Exemplo: se o conteúdo do parâmetro for #EE7_FORN##EE7_PEDIDO#, o número a ser gravado no campo número do pedido de exportação (EE7_PEDIDO) será composto pelo código do fornecedor/exportador concatenado ao número do pedido do ERP de origem;
  • Embalagem do item: Na integração de inclusão do pedido de exportação, a embalagem do produto será definida conforme a amarração padrão do produto com a embalagem definido no cadastro do produto (B1_CODEMB) assim como a quantidade de produto que cabe nesta embalagem (B1_QE). Caso não haja amarração padrão de embalagem, seria considerado o conteúdo do parâmetro MV_AVG0206 como embalagem padrão do item com quantidade fixa “1”.
  • Desconto: O Easy export possui tratamento para desconto por item ou desconto no total do processo. O parâmetro MV_AVG0119 defirá se o valor do desconto enviado pela integração será gravado no campo desconto do item (EE8_DESCON) ou apenas no campo desconto da capa do pedido de exportação (EE7_DESCON).
  1. Na alteração do pedido de exportação originado pela integração EAI o usuário poderá complementar as informações do processo com dados referente a negociação com o cliente/ importador. No entanto, não será possível a inclusão de itens novos ou alteração de campos chave do item no pedido (código do produto/sequência do item no pedido) como uma forma de manter a integridade entre o Easy Export e o ERP. Toda a alteração para inclusão de novos itens ou alteração de campos chave do item no pedido deve ser realizada no pedido de venda no ERP de origem. 
    Observação: para o caso de alteração do item no ERP Destino (neste fluxo, no SIGAEEC-Protheus) o item deve ser excluído do pedido no ERP de Origem e posteriormente incluso o novo item afim de que não ocasione inconsistência nas chaves de localização do item no Pedido uma vez que tais itens podem estar com seu saldo parcial ou totalmente embarcado no ERP destino. 
  2. A exclusão, o cancelamento e a eliminação do saldo, da mesma forma que a inclusão, não serão possíveis de serem realizadas no pedido de exportação diretamente no Easy Export Control. Estas operações devem ser realizadas no ERP de origem e, uma vez realizadas, o ERP enviará ao Easy Export Control, via integração EAI, a atualização. Como trata-se de uma integração síncrona, apenas após a sua conclusão no Easy Export Control é que a operação será concluída no ERP.


Cenário 2 – fluxo de integração Easy Export Control ->ERP

  1. O segundo fluxo de integração possibilita que o pedido tenha origem no Easy Export Control. Para este cenário de integração, o pedido de exportação terá uma nova etapa a ser realizada: aprovação da proforma.

Uma vez confirmada a sua gravação no Easy Export Control, será criado o processo de proforma que pode ser concluído por etapas sem que a integração seja iniciada. Isso possibilita que o preenchimento dos dados sejam realizados em momentos diferentes. Uma vez concluído a construção do pedido de exportação (ou proforma) o usuário poderá preencher a data de solicitação de aprovação disponível na pasta cadastrais do processo, campo Dt.Sol.Ap.Pr. (EE7_DTSLAP).

Uma vez que esteja com a data de solicitação de aprovação preenchido, em Ações Relacionadas o usuário poderá acessar a rotina Aprov. Proforma que possibilitará informar a data de aprovação do processo de exportação. Uma vez aprovado, o Easy Export iniciará a integração com o ERP através do envio da mensagem SALESORDER para a criação do pedido de venda.

No envio dos dados ao ERP, o Easy Export Control levará em consideração algumas parametrizações, a saber:

  • parâmetro MV_EEC0026 – através deste parâmetro se determina se o desconto será enviado pelo pedido de exportação ao ERP na criação do pedido de venda;
  • parâmetro MV_EEC0015 – define se o desconto a ser enviado deve ser o informado na capa do pedido de exportação, ou seja, o desconto total do processo;
  • parâmetro MV_EEC0016 – através deste parâmetro será definida a composição do valor do frete a ser enviado pela integração, podendo ser apenas o frete internacional, a soma do frete internacional com o frete nacional, apenas o frete nacional ou o não envio desta informação;
  • parâmetro MV_EEC0017 – a configuração deste parâmetro definirá se o valor do frete enviado na integração será embutido no valor unitário do item;
  • parâmetro MV_EEC0018 – a configuração deste parâmetro definirá se o valor do seguro enviado na integração será embutido no valor unitário do item;
  • parâmetro MV_EEC0019 – define se o desconto enviado no item estará embutido no seu valor unitário.
  • parâmetro MV_EEC0020 – a configuração deste parâmetro definirá se o valor das despesas informada na capa do processo serão embutidos no valor unitário dos itens;
  • parâmetros MV_EEC0021 e MV_EEC0022 – na geração do pedido de venda é possível enviar uma mensagem a ser usada na geração da nota fiscal. Esta informação pode ser preenchida no pedido de exportação em alguns dos campos de observação existentes no processo. Para indicar ao sistema qual dos campos deve ser considerado no envio da integração, deve informar nestes parâmetros o nome deste campo, sendo o primeiro parâmetro para indicar um campo da capa do processo, ex.: EE7_OBS, e o segundo para informar um campo dos itens do processo, ex.: EE8_PART_N;
  • parâmetro MV_AVG0119 – este parâmetro define se será possível informar o valor do desconto no item do pedido de exportação (EE8_DESCON).

Uma vez concluída a geração do pedido de venda no ERP, este devolverá ao Easy Export Control o número do pedido gerado que será armazenado no campo Ped. ERP (EE7_PEDERP).

  1. Qualquer alteração ou exclusão executada no Easy Export Control será enviada ao ERP e, somente se concluída no ERP de destino, é que serão concretizadas no Easy Export.
  2. Neste fluxo de integração toda a regra de liberação do pedido de venda (crédito, estoque e outros) estarão no ERP de destino.


Sequencia 11 – Notas Fiscais

Pré-requisitos:

  • Cadastros sincronizados entre Easy e o ERP;
  1. Através do menu Atualizações / Embarque / Notas Fiscais de Saída (EECNF400) será possível consultar todas as notas fiscais de saída com suas respectivas remessas de fim específico de exportação (notas de entrada) geradas e integradas pelo ERP. Uma vez que o pedido de venda seja faturado no ERP, será iniciada a integração com o Easy Export Control através da mensagem INVOICE, adapter EECNF400, onde serão armazenados no módulo as notas fiscais que, posteriormente, poderão ser associadas ao processo de embarque de exportação.
  2. Serão integradas ao Easy Export Control as notas fiscais de saída com ou sem remessas e as notas fiscais complementares (apenas para efeito de histórico). 
  3. Para integrar a Nota fiscal de saída é necessário desabilitar o parâmetro MV_AVG0102. Na tela de visualização das Notas de saída, será posssível verificar os dados da nota fiscal de saída na parte posterior, os itens da nota fiscal de saída na parte inferior esquerda e as remessas vinculadas à cada item da nota fiscal  de saída na parte inferior direita da tela.
  4. Para Integrar Notas Fiscais Complementares, é importante atentar-se a regra de entrada deste tipo de nota no sistema, portanto a mensagem de Nota complementar deve:

                - O código do Pedido deve ser “0”;

                - A sequência do item no pedido deve ser “0”

  1. As Notas Fiscais Complementares também podem ser inseridas no sistema atendendo a mesma regra, visando flexibilizar a entrada destas notas no sistema para casos em que o ERP Externo não envia a mensagem, havendo então a necessidade de inclusão manual.
  2. Caso o item do pedido seja desmarcado no embarque, ao salvar a manutenção, a nota fiscal de saída é desvinculada do embarque e desta forma todas as notas fiscais de remessas também serão desvinculadas.
  3. As notas de remessa desvinculadas são associadas à um novo embarque assim que o item do pedido com a respectiva nota de saída destas remessas é selecionado neste novo embarque e é salva a manutenção pelo usuário.
  4. Se houverem dados de Memorando de exportação editados quando as remessas estava vinculada ao primeiro embarque, caso a nota de saída seja vinculada à outro embarque o sistema preserva os dados de Memorando no novo embarque onde a nota de saída/notas de remessa é vinculada
  5. As notas fiscais de devolução não são integradas ao Easy Export Control. No entanto, a rotina de Notas Fiscais de Saída (EECNF400) dispõe de recursos de alteração que possibilitam ao usuário informar as quantidades devolvidas das notas de saídas integradas ao módulo, mantendo a integridade entre as informações entre os sistemas, permitindo que o processo de embarque seja adequado a quantidade efetivamente faturada. Para os itens que possuirem notas de remessa vinculada, será necessário efetuar o ajuste manual para que as quantidades dos itens da nota fiscal e da remessa sejam iguais. Para devoluções totais dos itens, não será necessário efetuar o ajuste das quantidades de remessa.
  6. Através do menu Atualizações / Embarque / Notas Fiscais de Saída (EECNF400)  também é possível incluir registros, mantendo o histórico das operações realizadas, bem como alterar os dados das notas fiscais recebidas, complementando as informações.

Sequencia 12 – Adiantamentos

 

Adiantamento de cliente

Pré-requisitos:

  • Cadastros sincronizados entre Easy e o ERP;
  • Evento “605” do tipo de módulo “EXPORT” configurado para integração de título a receber;
  1. A partir do cadastro do cliente de exportação no Easy Export Control, é possível realizar a contratação de câmbio de um adiantamento do cliente, que pode ser vinculado a vários pedidos/processos desse mesmo cliente.
  2. Em Atualizações / Cadastros / Import. Clientes (EECAC100), selecione um cliente para qual deseja realizar um adiantamento e clique em alterar.
  3. Clique em ações relacionadas / informações complementares.
  4. O campo Moeda (EXJ_MOEDA) precisa ser definido com a moeda a ser utilizada para os adiantamentos.
  5. Confirme a operação e confirme a alteração do cadastro.
  6. Novamente na listagem de clientes, selecionado o cliente desejado, clique em ações relacionadas / adiantamentos.
  7. Serão listados os adiantamentos já existentes para esse cliente. Em ações relacionadas, clique em Incluir.
  8. Preencha os dados do adiantamento.
  9. Para efetivar o adiantamento, preencha o campo da data de liquidação do câmbio, taxa de liquidação e banco nacional em caso da modalidade ser 1-Contrato de Câmbio) ou campo de crédito no exterior e banco no exterior, caso seja recebimento em banco no exterior. O adiantamento somente será integrado ao ERP se já estiver liquidado.
  10. Confirme a inclusão do adiantamento.
  11. Confirme a manutenção dos adiantamentos do cliente.
  12. Neste momento, o sistema irá gravar as alterações realizadas e iniciar as integrações com o ERP. As parcelas de câmbio de adiantamento liquidadas geram títulos a receber de adiantamento no ERP, através do adapter EECAF212 e mensagem única ACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENT.
  13. O tipo de título a receber enviado ao financeiro do ERP será o definido no cadastro de eventos, para o evento “605” do tipo de módulo “EXPORT”. Esse tipo de título deve ser cadastrado e configurado no ERP antes de efetuar as integrações.
  14. Caso a operação tenha sido realizada com alguma informação incorreta e seja necessário estornar o adiantamento, basta seguir o mesmo procedimento, apenas a data de liquidação que deve ser removida do adiantamento.
  15. Assim o sistema efetuará a integração com o ERP para exclusão do título a receber referente a antecipação.


Adiantamento por pedido

Pré-requisitos:

  • Cadastros sincronizados entre Easy e o ERP;
  • Pedido de exportação integrado com o ERP;
  • Evento “602” do tipo de módulo “EXPORT” configurado para integração de título a receber;
  1. A partir do pedido de exportação no Easy Export Control, é possível realizar a contratação de câmbio de um adiantamento para o determinado pedido.
  2. Em Atualizações / Pedido Export. / Manutenção (EECAP100), selecione um pedido de exportação para qual deseja realizar um adiantamento e clique em ações relacionadas / adiantamentos.
  3. Serão listados os adiantamentos já existentes para esse pedido. Em ações relacionadas, clique em Incluir.
  4. Preencha os dados do adiantamento.
  5. Para efetivar o adiantamento, preencha o campo da data de liquidação do câmbio, taxa de liquidação e banco nacional em caso da modalidade ser 1-Contrato de Câmbio) ou campo de crédito no exterior e banco no exterior, caso seja recebimento em banco no exterior. O adiantamento somente será integrado ao ERP se já estiver liquidado.
  6. Confirme a manutenção dos adiantamentos do pedido de exportação.
  7. Neste momento, o sistema irá gravar as alterações realizadas e iniciar as integrações com o ERP. As parcelas de câmbio de adiantamento liquidadas geram títulos a receber de adiantamento no ERP, através do adapter EECAF212 e mensagem única ACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENT.
  8. O tipo de título a receber enviado ao financeiro do ERP será o definido no cadastro de eventos, para o evento “602” do tipo de módulo “EXPORT”. Esse tipo de título deve ser cadastrado e configurado no ERP antes de efetuar as integrações.
  9. O adiantamento criado poderá ser utilizado apenas para embarques criados a partir do pedido em que o adiantamento foi gerado.
  10. Caso a operação tenha sido realizada com alguma informação incorreta e seja necessário estornar o adiantamento, basta seguir o mesmo procedimento, apenas a data de liquidação que deve ser removida do adiantamento.
  11. Assim o sistema efetuará a integração com o ERP para exclusão do título a receber referente a antecipação.


Titulos de adiantamento de exportação

  1. Os títulos de adiantamento a receber são emitidos em moeda estrangeira, respeitando a configuração de moeda compra/venda conforme o cadastro do evento. A data de emissão será data da contratação do câmbio e a cotação da moeda a taxa negociada no contrato de câmbio.
  2. Em caso de alterações no adiantamento, o Easy Export automaticamente realiza a exclusão do título anterior e inclusão de um novo titulo de adiantamento no ERP.
  3. A empresa/filial utilizada para envio ao ERP pode ser parametrizada através do parâmetro MV_EEC0033. O parâmetro pode ser preenchido no formato “EMPRESA/FILIAL”, onde os caracteres antes da barra (“/”) serão enviados na tag empresa e os caracteres após a barra (“/”) serão enviados na tag de filial. Caso o parâmetro esteja em branco, será utilizada a empresa/filial corrente do Protheus.
  4. O centro de custo enviado para adiantamentos deve ser configurado através do parâmetro MV_AVG0210.


Sequencia 13 – Embarque de Exportação

Pré-requisitos:

  • Possuir processo de exportação cadastrado no Easy Export Control
  1. Em Atualizações / Embarque / Manutenção (EECAE100) será possível criar o processo de embarque da mercadoria, onde o usuário terá a disposição os pedidos de exportação integrados ou gerados na fase anterior. Este é o momento em que se define o que, de fato, será enviado ao cliente/ importador. Além disso, a montagem do processo de embarque possibilita o seu registro no sistema SISCOMEX do governo, cumprindo todas as obrigações legais para a realização desta operação.
  2. O embarque de exportação poderá ser criado, em seu fluxo padrão, apenas após o faturamento do pedido de exportação (pedido de venda). Neste cenário, ao criar um embaque e associar os itens do pedido, o Easy Export Control verificará a disponibilidade de notas fiscais e realizará a associação destas informações. Não havendo notas fiscais, os itens não estarão disponíveis para a geração do processo.
  3. No entanto, o fluxo padrão pode ser parametrizado. Através do parâmetro MV_AVG0067 é possível permitir que sejam gerados processos de embarque de exportação mesmo que o pedido de exportação (pedido de venda) não tenha sido faturado. Caso o faturamento já tenha sido realizado, é possível selecionar os itens já associados as suas notas fiscais. No entando, se o faturamento do pedido foi realizado parcialmente, o sistema irá perguntar ao usuário se deseja considerar esse faturamento ou não, visto que se o mesmo for considerado, o sistema não irá exibir a quantidade não faturada para o embarque. Com este fluxo, os processos podem evoluir paralelamente, onde o embarque pode ser preparado mesmo que o faturamento ainda não tenha sido totalmente realizado. Uma vez que as notas fiscais tenham sido geradas e integradas ao Easy Export Control, acessando o processo em modo de alteração o usuário terá disponível em Ações Relacionadas, a opção de comparação dos itens da nota fiscal contra os itens do embarque, onde o sistema irá procurar as notas fiscais disponíveis e realizará a sua associação aos itens do processo.
  4. Na rotina de Notas Fiscais de saída, também é possível efetuar a devolução de saldo parcial ou total de um ou mais itens da Nota Fiscal. Nestes casos, o sistema irá fazer uma desassociação dos itens do embarque às suas respectivas Notas Fiscais para que seja possível posteriormente fazer a recomparação dos itens da nota fiscal contra os itens do embarque, ajustando desta forma as quantidades a embarcar.  Para os itens que possuirem notas de remessa vinculada, será necessário efetuar o ajuste manual para que as quantidades dos itens da nota fiscal e da remessa sejam iguais. Para devoluções totais dos itens, não será necessário efetuar o ajuste das quantidades de remessa.
  5. Também na rotina de Notas Fiscais, é possível vincular ao embarque uma Nota Fiscal Complementar vinda por integração ou mesmo inclusa manualmente. Para inclusão, é necessário acessar a rotina Atualizações\Notas Fiscais de Saída e incluir uma Nota Complementar para a qual é imprescindível informar o códigos de pedido e sequência com o valor “0” na linha de itens visto que este tipo de NF se refere a todo o Processo de Exportação na qual a NF será posteriormente vinculada. Para vincular esta Nota ao embarque, deve-se acessar a rotina Atualizações\Notas Fiscais, selecionar a nota complementar e em modo de alteração, clicar no botão “Embarque” para selecionar o processo a qual a  mesma será vinculada e concluir.
  6. Quando um ou mais itens do embarque selecionados possuírem como faturamento notas fiscais de saída com remessa de fim específico de exportação, ao selecionar o item no embarque será possível verificar os dados das notas fiscais de remessa associadas ao seu faturamento através do botão "Notas fiscais de remessa". Nesta rotina será possível ainda informar os dados do memorando de exportação para cada remessa associada. Para que a rotina de notas fiscais de remessa esteja ativa no embarque é necessário que o parâmetro MV_AVG0174 esteja ativado e o parâmetro MV_AVG0141 esteja DESATIVADO.   
  7. Apenas após a associação das notas fiscais ao embarque de exportação é que será possível efetivar o processo de embarque com o preenchimento da data de embarque.


Sequencia 14 – Integração de títulos a pagar de despesas nacionais do processo de exportação

Pré-requisitos:

  • Cadastros sincronizados entre Easy e o ERP;
  • Possuir processo de exportação cadastrado no Easy Export Control;
  • Despesa cadastrada e configurada para integração de título a pagar;
  1. No Easy Export Control (SIGAEEC) acesse Atualizações / Embarque / Manutenção (EECAE100).
  2. Selecione o processo e clique em alterar
  3. Em ações relacionadas, clique em despesas nacionais.
  4. Em ações relacionadas, clique em incluir e preencha os dados da empresa fornecedora da despesa nacional.
  5. Selecione a empresa, e em ações relacionadas, clique novamente em incluir e escolha a opção “Despesa”. Preencha os dados da despesa e confirme.
  6. Clique em confirmar para fechar a tela de despesas e clique em confirmar novamente para salvar o embarque.
  7. Ao realizar a gravação do processo de embarque, o sistema irá iniciar as integrações com o Financeiro do ERP onde será enviado um titulo para cada despesa nacional do processo.
  8. As despesas nacionais são enviadas ao ERP com a moeda local, definida pelo parâmetro MV_SIMB1, sendo o código do parâmetro cadastrada como Simbolo, e o código enviado ao ERP, o código ERP do cadastro da moeda referente a moeda compra/venda, conforme a definição no cadastro da despesa.
  9. Despesas nacionais devem ser geradas no ERP com um tipo de titulo/natureza cadastrada no ERP que permita o pagamento da despesa pelo ERP, visto que no Easy Export, não existe rotina para pagamento de despesas nacionais.
  10. Ao excluir a despesa nacional, a mesma será excluída do ERP no momento da gravação do embarque.


Integração de títulos a pagar de despesas de numerário

  1. No Easy Export Control (SIGAEEC) acesse Atualizações / Embarque / Solicit. Numerario (EECNU400).
  2. Selecione o processo e clique em Manutencao
  3. Em ações relacionadas, clique em INCLUIR e informe os dados necessários da despesa adiantada e ao final clique no botão confirmar.
  4. De volta à tela de Manutenção da solicitação de Numerário, verifique que o total de todas as despesas relacionadas ainda não está aprovado, visto que o campo “Vlr.Nao Aprovado” apresenta o valor total das despesas conforme o campo “Vlr.Tot.Despesas” e o campo “Vlr.Aprovado” está zerado.
  5. Clique no botão ações relacionadas\Efetiva para efetivar as despesas. Será solicitado que informe o banco. Ao informar os dados, clique no botão Salvar.
  6. Neste momento os sistema irá integrar as despesas a pagar para o Financeiro do ERP Externo.
  7. Ao finalizar a integração, verifique que o campo “Vlr.Nao Aprovado” foi zerado e o campo visto que o campo “Vlr. Aprovado” possui agora o valor de todas as despesas.


Sequencia 15 – Integrações ao embarcar o processo de exportação

Pré-requisitos:

  • Cadastros sincronizados entre Easy e o ERP;
  • Possuir processo de exportação cadastrado no Easy Export Control;
  • Possuir as notas fiscais integradas e associadas aos itens do embarque;
  • O processo deve possuir com cobertura cambial para que haja cambio a receber;
  • O processo deve possuir despesas internacionais para que haja cambio a pagar;
  • Evento “101” do tipo de módulo “EXPORT” configurado para integração de título a receber;
  • Evento do tipo de módulo “EXPORT” correspondente a despesa internacial cadastrada no processo configurado para integração de título a pagar;
  1. No Easy Export Control (SIGAEEC) acesse Atualizações / Embarque / Manutenção (EECAE100).
  2. Selecione o processo e clique em alterar
  3. Na aba transporte, preencha o campo “Dt. Embarque” para efetivar o embarque do processo de exportação.
  4. Clique em confirmar para salvar o embarque.
  5. Ao realizar a gravação do processo de embarque, o sistema irá iniciar as integrações com o Financeiro do ERP onde será enviado um titulo a receber, através do adapter EECAF210 e mensagem única ACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENT, para cada parcela de câmbio da invoice conforme a condição de pagamento associada no embarque. Também será enviado um titulo a pagar, através do adapter EECAF214 e mensagem única ACCOUNTPAYABLEDOCUMENT, para cada parcela de cada despesa internacional, conforme a condição de pagamento associada a cada despesa.
  6. Caso hajam adiantamentos associados ao embarque, cada associação irá gerar uma parcela de câmbio a receber correspondente ao valor associado que implicará na criação de um titulo a receber no financeiro do ERP, utilizando-se o mesmo adapter EECAF210 e mensagem única ACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENT.
  7. Além das integrações financeiras, também será enviado ao ERP um lançamento contábil referente a variação cambial de cada nota fiscal, através do adapter EECAF224 e mensagem única ACCOUNTINGENTRY.
  8. Também será enviada uma mensagem ao ERP para cada nota fiscal avisando que a mesma foi embarcada, através do adapter EECAF223 e mensagem única SHIPMENTOFEXPORTINVOICE.
  9. Ao alterar o embarque novamente retirando a data de embarque, o sistema efetuará a exclusão de todos os títulos e lançamento contábeis criados, além de avisar que cada nota fiscal que estava embarcada, voltou ao estado em que aguarda embarque.
  10. Ao preencher a data de embarque e realizar a gravação do processo, caso haja algum impedimento durante uma das integrações do embarque ou uma rejeição de uma integração por parte do ERP, a operação de embarque será cancelada no Easy Export, isso é, a data de embarque será automativamente removida do processo, que será gravado novamente considerando a data de embarque removida. Caso parte das parcelas tenham sido cadastradas no ERP antes de que ocorre-se a rejeição, o sistema irá enviar a exclusão dessas parcelas para o ERP afim de retornar o sistema ao estado anterior ao da integração. Caso ocorra um novo erro de integração na tentiva de estorno, as parcelas de cambio e seus respectivos numero de títulos serão mantidos no Easy Export para ajuste no momento em que a data de embarque for preenchida novamente. O mesmo também é valido no cenário de estorno da data de embarque, ou seja, caso ocorra algum problema de integração, o sistema irá voltar ao estado anterior, ou seja, irá voltar com a data de embarque anterior e regerar quaisquer títulos que tenham sido estornados antes da ocorrência da falha de integração.
  11. Após a efetivação do embarque e sucesso com a integração, é possível visualizar através da rotina de cambio no menu Atualização / Financeiro / Câmbio (EECAF200), o numero do título gerado no ERP no campo “Num. Titulo” das parcelas de câmbio do embarque correspondente.


Integração de títulos a receber da Invoice do processo de exportação

  1. O tipo de título a receber enviado ao financeiro do ERP será o definido no cadastro de eventos, para o evento “101” do tipo de módulo “EXPORT”. Esse tipo de título deve ser cadastrado e configurado no ERP antes de efetuar as integrações.
  2. Os títulos a receber são emitidos em moeda estrangeira. A data de emissão e a cotação da moeda são referentes a data de embarque do processo, sendo que a cotação da moeda respeita a configuração do evento “101” quanto ao tipo compra/venda.
  3. Em caso de alteração de valor da parcela de câmbio, o Easy Export automaticamente realiza a quebra de parcelas caso a alteração seja para um valor menor, sendo que a nova parcela de câmbio continuara mantendo a referencia para o titulo original. Não são criados novos títulos devido a quebra de parcela. Alteração para um valor maior é permita apenas caso já tenha ocorrido uma quebra de parcela. O valor do título a receber já gerado no ERP não sofre alteração pelo Easy Export.
  4. Alterações na data de vencimento são enviadas como atualização de título a receber no ERP. Em caso de quebra de parcelas, o sistema irá considerar a maior data de vencimento das parcelas como a data de vencimento para o título no ERP.
  5. A empresa/filial utilizada para envio ao ERP pode ser parametrizada através do parâmetro MV_EEC0033. O parâmetro pode ser preenchido no formato “EMPRESA/FILIAL”, onde os caracteres antes da barra (“/”) serão enviados na tag empresa e os caracteres após a barra (“/”) serão enviados na tag de filial. Caso o parâmetro esteja em branco, será utilizada a empresa/filial corrente do Protheus.
  6. O Easy Export envia o numero do embarque como documento de origem para o título a receber. O parâmetro MV_AVG0205 define qual o código de tipo de documento para o embarque, onde o padrão do sistema é o código “XP”.


Integração de títulos a pagar de despesas internacionais do processo de exportação

  1. Os títulos a pagar referente a despesas internacionais são emitidos em moeda estrangeira. A data de emissão e a cotação da moeda são referentes a data de embarque do processo, sendo que a cotação da moeda respeita a configuração do evento referente a despesa quanto ao tipo compra/venda.
  2. A natureza do titulo a pagar enviada ao financeiro do ERP será a definida no cadastro de eventos, para o evento correspondente a despesa internacional com módulo “EXPORT”. Essa natureza deve ser cadastrada e configurada no ERP antes de se efetuar as integrações.
  3. A empresa/filial utilizada para envio ao ERP pode ser parametrizada através do parâmetro MV_EEC0036. O parâmetro pode ser preenchido no formato “EMPRESA/FILIAL”, onde os caracteres antes da barra (“/”) serão enviados na tag empresa e os caracteres após a barra (“/”) serão enviados na tag de filial. Caso o parâmetro esteja em branco, será utilizada a empresa/filial corrente do Protheus.


Compensação de adiantamentos de cliente

  1. Durante as integrações financeiras ao ERP no momento do embarque do processo de exportação, após a inclusão do título a receber referente a parcela de adiantamento associada ao embarque, será enviada uma mensagem de baixa de título a receber com compensação de adiantamento, através do adapter EECAF227 e mensagem única ACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENTDISCHARGE. Isso ocorre imediatamente após a criação do título a receber. A mensagem utilizada é a mesma de uma baixa comum, porém são enviados os dados do adiantamento para que o ERP possa associar a baixa com o adiantamento.
  2. A cotação da moeda enviada para compensação é a taxa de contratação do adiantamento.
  3. A empresa/filial utilizada para envio ao ERP pode ser parametrizada através do parâmetro MV_EEC0034. O parâmetro pode ser preenchido no formato “EMPRESA/FILIAL”, onde os caracteres antes da barra (“/”) serão enviados na tag empresa e os caracteres após a barra (“/”) serão enviados na tag de filial. Caso o parâmetro esteja em branco, será utilizada a empresa/filial corrente do Protheus.
  4. Caso a empresa não queria parametrizar um portador diferente para cada banco para a compensação de adiantamentos, é possível utilizar os parâmetros MV_AVG0215 e MV_AVG0216, para definir o portador de tipo do portador respectivamente. Caso estes parâmetros estejam preenchidos, serão utilizados dispensando a necessidade de preencher o portador e tipo de portador para cada banco no caso de compensação de adiantamento.


Variação cambial da nota fiscal

  1. No momento do embarque do processo de exportação, cada nota fiscal associada ao embarque terá variação cambial considerando variação da cotação da moeda estrangeira no momento da emissão da nota fiscal contra o momento do embarque da mercadoria.
  2. Caso esse valor seja diferente de zero, ou seja, a taxa da data de emissão da nota fiscal é diferente da taxa da data de embarque, a mensagem de lote de lançamentos contábeis será enviada ao ERP.
  3. O valor dos lançamentos será rateado por centro de custo, considerando primeiramente o centro de custo recebido na integração do item da nota fiscal (EES_CCERP), mas caso este não esteja preenchido, será considerado o centro de custo do cadastro do produto (EYJ_CCERP).
  4. A configuração desse lançamento contábil deve ser realizada através dos eventos “580” e “581” do tipo “EXPORT”. É utilizado o evento “580” quando a variação cambial é positiva e “581” quando a variação cambial é negativa. O lançamento sempre será enviado com seu valor absoluto (valor positivo).
  5. A data dos lançamentos contábeis será sempre a data do embarque.
  6. A empresa/filial utilizada para envio ao ERP pode ser parametrizada através do parâmetro MV_EEC0034. O parâmetro pode ser preenchido no formato “EMPRESA/FILIAL”, onde os caracteres antes da barra (“/”) serão enviados na tag empresa e os caracteres após a barra (“/”) serão enviados na tag de filial. Caso o parâmetro esteja em branco, será utilizada a empresa/filial corrente do Protheus.
  7. O parâmetro MV_EEC0027 pode ser utilizado para mudar o calculo deste lançamento. A opção “1”, que é o padrão, é enviar o valor da variação cambial, ou seja, a diferença entre o valor da mercadoria da nota fiscal com a taxa da data de embarque contra o valor da mercadoria da nota fiscal com a taxa da data de emissão da nota fiscal. Mudando-o para a opção “2”, o sistema irá enviar o valor total da mercadoria da nota fiscal atualizado com a taxa da data do embarque.


Comissões de agente estrangeiro

  1. Caso o processo possua comissões, o sistema irá efetuar o tratamento adequado a cada tipo de comissão.
  2. Para comissão a remeter, será criada uma parcela de câmbio com o evento código “120”, que consequentemente criará um titulo a pagar no financeiro do ERP, da mesma forma que são criadas outras despesas internacionais.
  3. Para comissão a deduzir e comissão conta gráfica, o Easy Export abate o valor da comissão da parcela de câmbio a receber, evento código “101”. Para que o valor total do embarque seja enviado como titulo a receber e o ERP possa contabilizar toda a receita, o Easy Export irá criar título a receber para os eventos dessas comissões.
  4. No caso da comissão a deduzir, o sistema efetuará a baixa do titulo a receber da comissão no momento do embarque, logo após a criação do título a receber. O código do portador e o tipo do portador serão considerados conforme configuração dos parâmetros MV_EEC0028 e MV_EEC0029, respectivamente caso seja encontrado pelo sistema o portador conforme a máscara de busca do portador informada no evento associado ao tipo de comissão baixada.
  5. Para comissão conta gráfica, o sistema efetuará a baixa do titulo apenas quando o usuário utilizar a opção de liquidação da parcela de câmbio, sendo que este deverá utilizar um banco que possua um portador configurado para realizar a contabilização dessa comissão no ERP.
  6. Para a comissão em conta gráfica, é possível controlar e enviar a contabilização desta despesa ativando-se os parâmetros MV_EEC0048 e MV_EEC0049 e configurando os evento EXPORT 121, 613, 576 e 577 para envio ao ERP Externo. Desta forma, ao embarcar a mercadoria e originar-se o câmbo de comissão em conta gráfica no SIGAEEC, é enviada ao ERP Externo uma mensagem ACCOUNTINGENTRY para registro contábil do evento EXPORT 121. Ao liquidar o evento 121 na rotina de manutenção do câmbio,  é enviada ao ERP Externo uma mensagem ACCOUNTINGENTRY para registro contábil do evento de liquidação da comissão em conta gráfica (evento 613) e caso haja variação cambial entre a data de inclusão do título da comissão e a data de liquidação, será disparada outra mensagem ACCOUNTINGENTRY para registro contábil do evento de variação cambial da comissão conta gráfica (Evento 576 se variação positiva e 577 caso contrário). 
  7. Para verificar as contabilizações e efetuar manutenções sobre estes eventos, é necessário acessar a rotina Miscelânea / Lanc.Contab.Comissao CG. Esta rotina também permitirá fazer a manutenção, efetivação e contabilização dos eventos de processos históricos ou mesmo funcionar como único meio de contabilizar as ocorrências acerca da comissão conta da conta gráfica quando o parâmetro MV_EEC0049 estiver desligado. A manutenção de efetivação desta rotina tem por objetivo registar nos eventos já enviados ao ERP Externo que tais eventos já estão contabilizados neste ERP e por isso não podem mais ser estornados. Caso haja estorno de um evento nesta rotina onde o mesmo esteja com o status de já efetivado no ERP Externo, será criado o evento 999 de estorno e enviado conforme configuração do parâmetro MV_AVG0049, ou seja, se ligado ocorre o envio automático e se desligado, os eventos ficam registrados passíveis de envio manual pela rotina.


Sequencia 16 – Integrações de baixa do cambio

 

Pré-requisitos:

  • Possuir processo de exportação embarcado cadastrado no Easy Export Control;
  • O processo deve possuir com cobertura cambial para que haja cambio a receber;
  • O processo deve possuir despesas internacionais para que haja cambio a pagar;
  • Evento “101” do tipo de módulo “EXPORT” configurado para integração de título a receber e com o campo que habilita a movimentação no exterior habilitado para tratamento de parcelas com recebimento em banco no exterior.
  • Evento do tipo de módulo “EXPORT” correspondente a despesa internacial cadastrada no processo configurado para integração de título a pagar;
  • Banco com portador cadastrado e devidamente configurado no ERP para a baixa do câmbio a receber.

          - O portador deve ser do tipo BANCO para bancos em moeda nacional e do tipo CARTEIRA para bancos no exterior e com moeda Dólar.

  • Observação: Em relação à funcionalidade de baixa do câmbio na modalidade "2-Movimento no Exterior", para o funcionamento correto deverá ser atualizado o ERP Logix a partir da release 12.1.27 a ser liberada em Janeiro de 2020.
  1. No Easy Export Control, através da opção Atualizações / Financeiro / Câmbio (EECAF200), é possível realizar o controle das operações de câmbio.
  2. Selecione um processo de exportação e clique em alterar.
  3. É possível selecionar qualquer parcela de invoice a receber ou de despesa internacional a pagar, além das comissões a agentes estrangeiros.
  4. Em ações relacionadas, clique em Liquidar caso seja a modalidade 1=Contrato de câmbio ou clique em Alterar caso a modalidade seja 2=Movimento no Exterior.
  5. É necessário preencher os campos obrigatórios.

          Caso a modalidade seja 1=Contrato de câmbio, deve-se informar o campo de data de crédito no exterior, taxa, data de liquidação e o banco, agencia e conta de pagamento/recebimento nacional.

          Caso a modalidade seja 2=Movimento no exterior, deve-se informar o campo de data de crédito no exterior, o banco, agência e conta que opere na mesma moeda estrangeira da parcela de câmbio.

  1. Confirme a operação.
  2. Confirme a alteração do câmbio do processo.
  3. O sistema efetuará a gravação das alterações no Easy Export Control e iniciará o envio da integração de baixa de câmbio ao ERP.
  4. Caso uma das integrações seja rejeitada pelo ERP, será exibida a mensagem com o motivo de rejeição e a parcela baixada terá a data de liquidação removida pelo Easy Export Control, caso seja modalidade 1=Contrato de câmbio ou terá o campo de data do crédito no exterior removida bem como o status retornado para 1=Contrato de Câmbio quando se tratar de parcela da modalidade 2=Movimento no exterior.
  5. Para cambio a receber, o banco associado na liquidação do câmbio será utilizado para definir o portador da baixa do título, conforme o cadastro de portadores associado ao cadastro do banco.
  6. Para cambio a pagar, o banco associado na liquidação do câmbio será enviado ao ERP, que será responsável por controlar a movimentação bancaria correspondente a operação, conforme configurações do ERP.


Sequencia 17 – Integrações de estorno de baixa do cambio

Pré-requisitos:

  • Possuir câmbio de exportação a receber/pagar baixado e integrado ao ERP;


  1. Para realizar o estorno da baixa do câmbio no Easy Export Control, acesse a opção Atualizações / Financeiro / Câmbio (EECAF200).
  2. Selecione o processo de exportação e clique em alterar.
  3. Selecione a parcela baixada para estorno da baixa.
  4. Em ações relacionadas, clique em Estorno da Liquidação.
  5. Será exibida a tela com os dados da parcela e da liquidação. Confirme a operação.
  6. Confirme a alteração do câmbio do processo.
  7. O sistema efetuará a gravação das alterações no Easy Export Control e iniciará o envio das integrações ao ERP, incluindo os estornos de baixas de câmbio.
  8. Caso uma das integrações seja rejeitada pelo ERP, será exibida a mensagem com o motivo de rejeição e a parcela com a baixa estornada terá as informações de baixa recuperadas pelo Easy Export Control, mantendo a integridade entre os sistemas.


Sequencia 18 – Baixa de Câmbio por FFC

Pré-requisitos:

  • Possuir adiantamento de cliente e/ou pedido não liquidado;

  • Possuir 2 ou mais processos de embarque com data de embarque preenchida e câmbio gerados;

  • Todos as cambiais dos processos citados anteriormente devem possuir fornecedor e moeda em comum.

  1. No módulo SIGAEEC, acesse no menu a rotina Atualizações / Financeiro / Manutenção F F C (EECAF300).

  2. Informe a moeda e o fornecedor para que os sistema busque as parcelas de câmbio em comum.

  3. Na tela de seleção de parcelas de Câmbio da FFC, marque eventos do tipo 101- Principal, 602 – Ad. Cliente e 605 – Ad. Pedido.

  4. Clique no botão Salvar. 

  5. Informe os demais dados da FNC e em seguida clique no botão Salvar

  6. Ao final da gravaçao da Ficha, o sistema irá exibir o número da FFC gerada.

  7. De volta à tela de manutenção de FFC, informe o número gerado para esta FFC no passo anterior e clique no botão Salvar.

  8. Na tela de manutenção da FFC, clique no botão Outras Ações > Liquidar FFC.

  9. Informe os dados necessários para liquidação e clique no botão Salvar.

  10. O sistema irá processar a liquidação das parcelas enviando para cada evento (101 – Câmbio Principal) uma mensagem de baixa do título referente ao ERP Externo (ACCOUNTRECEIVABLECODUMENTDISCHARGE) e para câmbio do tipo (602 – Adiant. Cliente) ou (Câmbio 605 – Adiant. Pedido) uma mensagem de inclusão do título de referência no ERP Externo (ACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENT).

  11. Após o término do processamento, acesse o Log do EAI no módulo Configurador (SIGACFG) e verifique o registro das mensagens trafegadas. 

  12. Retorne a rotina de manutenção de FFC

  13. Informe a FFC liquidada e clique no botão Salvar.

  14. O sistema irá exibir as com os respectivos números de títulos na coluna “Num. Titulo” e a sequeência de baixa para cambiais do tipo (101 – Câmbio principal)


Sequencia 19 – Envio dos dados das Exportações para registro SINTEGRA 85-86

No módulo SIGAEEC é possível enviar via integração por mensagem única os dados das Exportações registradas no sistema necessários para alimentação da rotina de Registro 85-86 no ERP Logix.

Para os registros de processos de exportação encontrados no sistema conforme os filtros selecionados na rotina, para cada ocorrência de Nota Fiscal vinculada a estes processos que possuam saldo de itens embarcados faturados como exportação e tal saldo registrado no Siscomex (R.E), o sistema apura este saldo por Nota Fiscal de Saída e monta um registro para integrar ao ERP Externo via mensagem única tal conforme o layout da mensagem.

Pré-requisitos:

  • Possuir processos de embarque cadastrados no sistema que além de estarem embarcados, possuam;

                  - Data de Averbação do embarque informada

                  - Conhecimento de Embarque informado

                  -Tipo do Documeto de carga da via de transporte utilizada no embarque informado.

                  - Itens destes embarques com saldo faturado em Notas Fiscais de Saída e com todos os dados sobre o registro de exportação (R.E) informados nestes itens.

  1. No módulo SIGAEEC, no menu acessar a rotina Miscelânea / Registro 85. (EECREG85).
  2. O sistema irá exibir uma tela de perguntas para parametrização da busca de dados para geração. 
  3. Selecione a opção de filtro desejada e informe o intervalo de critérios. Caso deseje enviar todas as ocorrências no sistema, selecione a opção “Sem Filtro”.
  4. Label “Operação Logix” marque a opção “Inclusão”.
  5. Clique em Confirmar, o sistema irá processar os dados para geração.
    Neste momento o sistema exibirá uma barra de progressão que indica o processamento de apuração dos dados e envio da mensagem ao Logix.
  6. Ao finalizar, será preciso consultar o log de mensagens do EAI-Protheus (em Miscelânea\Monitor EAI), localizar a mensagem "SINTEGRAREGISTER-85-86" e verificar os dados enviados na mensagem.

    Em suma, os dados enviados pela rotina constam na tabela abaixo:

Campo:

Descrição:

Declaração exportação

Número da declaração de exportação ou Número da Declaração Única de Exportação (DUE).

Processos que possuírem o número da DUE, este número será utilizado para envio neste campo. Quando o processo não possuir o número da DUE, o campo enviado será o de Solicitação de Despacho.

Registro exportaçãoNúmero do registro de exportação.
Data declaraçãoData da declaração de exportação.
Data registroData do registro de exportação.
Natureza exportação

Indica o tipo de exportação que será utilizado para identificar sua natureza.

0 - Exportação direta;

1 - Exportação indireta

Tipo de Documento

Indica o tipo de documento.

0 - Declaração de Exportação;

1 - Declaração Simplificada de Exportação

2 - Declaração Única de Exportação (DUE)

Conhecimento embarqueNúmero do conhecimento de embarque.
Data conhecimento embarqueData do embarque do proceso de Exportação.
Conhecimento transporteInformação do tipo de conhecimento de transporte, conforme tabela de tipo de documento de carga do SISCOMEX.
País destinoCódigo do país de destino da mercadoria, conforme tabela do SISCOMEX.
Data averbação declaraçãoData da averbação da declaração de exportação.
Nota fiscal exportaçãoNúmero da nota fiscal de exportação emitida pelo exportador.
Data emissão nota fiscalData de emissão da nota fiscal de exportação/revenda.
Série nota fiscalSérie da nota fiscal de exportação.
Data emissão nota fiscalData de emissão da nota fiscal de exportação/venda (informação adicional)
ProdutoCódigo do produto (informação adicional)



Sequencia 20 – Integração da Compensação de Adiantamento Pós Embarque


Realizar a Compensação de Adiantamento Pós Embarque

  1. Gerar um processo de exportação que possua adiantamentos não vinculados;
  2. Realizar o embarque deste processo (informar a Data de Embarque);
    1. O processo deve possuir cobertura cambial para que no momento do embarque, seja gerado o câmbio conforme condição de pagamento informado no processo;
  3. Acessar a rotina de Câmbio de Exportação em "Atualizações / Financeiro / Câmbio";
    1. No Browse da Manutenção do Câmbio, acessar a rotina de Adiantamentos em "Outras Ações / Adiantamento a Receber";
    2. Será exibida a tela para manutenção dos adiantamento. Clique em "Outras Ações / Associar" para que o sistema mostre os adiantamentos disponíveis para serem associados;
      1. Após a associação de um adiantamento, o sistema sempre buscará a última parcela em aberto para realizar esta compensação;
      2. Após confirmada a compensação, o adiantamento não poderá mais ser utilizado neste mesmo processo, mesmo que ele ainda possua saldo. Caso queira utilziar um valor maior ou menor na compensação, a compensação atual deverá ser estornada primeiro;
      3. Sempre que uma operação for efetuada (Associação ou Exclusão), a operação deverá ser confirmada para que uma nova seja realizada (Válido apenas para ambientes com integração EAI habilitada);
    3. Para associar um valor, basta dar um duplo clique no adiantamento que se deseja associar e, em seguida, informar o valor;
    4. Ao confirmar a associação do valor e confirmar, o sistema irá realizar a compensação do valor informado com a última parcela de câmbio em aberto. 
    5. Para visualizar a compensação, no Browse de manutenção do câmbio, selecione o processo e clique em Alterar ou Visualizar. A parcela que sofreu compensação, terá seu evento alterado para 603.
      1. Quando o valor compensado for menor que o valor da parcela, o sistema irá gerar uma evento 603 com o valor compensado e irá manter um evento 101 com o saldo restante da parcela;
      2. Se o valor compensado for exatamente o valor da parcela, o sistema irá criar o evento 603 referente a esta compensação e não teremos mais a parcela 101;
      3. O sistema não permitirá que seja associado um valor de adiantamento maior que o valor da última parcela de câmbio em aberto (quando habilitada a integração EAI). Caso tente realizar essa associação, o sistema exibirá uma mensagem informando que o valor digitado é maior que o valor da parcela de câmbio;

Realizar o Estorno da Compensação de Adiantamento Pós Embarque

  1. Acessar a rotina de Manutenção de Câmbio de Exportação em "Atualizações / Financeiro / Câmbio";
  2. Selecione um processo e clique em "Outras Ações / Adiantamento a Receber";
    1. Será apresentada uma tela com todas as associações de adiantamentos para aquele processo;
    2. Para realizar o estorno da compensação, selecione um registro e clique em "Outras Ações / Excluir".
      1. Para ambientes com integração EAI habilitada, o sistema deve controlar a Sequência de Baixa quando houver mais de uma baixa no mesmo número de título, neste caso, ao tentar excluir uma compensação em uma parcela de câmbio que tenha sofrido alguma outra baixa após a compensação que está sendo excluída, o sistema irá barrar a operação. Neste caso, deve-se verificar e exlcuir as baixas realizadas após a compensação para que o sistema libere o estorno;
      2. Para ambiente com integhração EAI habilitada, também não será possível realizar mais de um estorno por vez, neste caso, ao realizar uma operação, esta deverá ser confirmada para que seja possível realizar uma nova;
      3. Também não será possível realizar o estorno desmarcando o adiantamento associado (duplo clique em um adiantamento marcado);
    3. Ao confirmar a operação de estorno, o sistema irá elimirar a parcela 603 referente a compensação, voltando o saldo compensado para uma parcela 101 de câmbio a receber.


Sequencia 21 – Câmbio desvinculado de exportação (3 e 4)

Pré-requisitos:

  • incluir a opção de menu para o programa EECAF500


O câmbio desvinculado (3 e 4) possibilida a manutenção de câmbios a receber e a pagar desvinculados do processo de exportação.

Acessando a opção de menu da rotina (EECAF500) será possível incluir, excluir, alterar, liquidar e estornar a liquidação das parcelas de câmbio usando os eventos contábeis do tipo EXPORT.

As informações dos cadastros dos eventos contábeis, assim como para todas as integrações com o financeiro do ERP, são consideradas para a integração e determinantes para definir se será gerado um câmbio a pagar ou a receber.

Para as integrações dos títulos a receber são usados os adapters: EECAF530, EECAF531 e EECAF532, para inclusão/ alteração/ exclusão, baixa e estorno da baixa respectivamente.

Para as integrações dos títulos a pagar são usados os adapters: EECAF510, EECAF511 e EECAF512, para inclusão/ alteração/ exclusão, baixa e estorno da baixa respectivamente.

A manutenção das parcelas de câmbio obedecerão os mesmos procedimentos da rotina de câmbio padrão, exemplificados anteriormente.


Sequencia 22 – Integrações de baixas de parcelas recebidas no exterior sobre o contrato de fechamento de câmbio

 

Pré-requisitos:

  • Possuir processo de exportação embarcado cadastrado no Easy Export Control;
  • O processo deve possuir com cobertura cambial para que haja cambio a receber;
  • Evento “101” do tipo de módulo “EXPORT” configurado para integração de título a receber e com o campo que habilita a movimentação no exterior habilitado para tratamento de parcelas com recebimento em banco no exterior.
  • Banco com portador cadastrado e devidamente configurado no ERP para integração do movimento bancário entre bancos estrangeiro e nacional na baixa do câmbio a receber.

          - O portador deve ser do tipo BANCO para bancos em moeda nacional e do tipo CARTEIRA para bancos no exterior e com moeda Dólar.

  • Observação: Em relação à funcionalidade de baixas de parcelas recebidas no exterior sobre o contrato de fechamento de câmbio na modalidade "2-Movimento no Exterior", para o funcionamento correto desta rotina integrada, deverá ser atualizado o ERP Logix a partir da release 12.1.27 a ser liberada em Janeiro de 2020.
  1. No Easy Export Control, através da opção Atualizações / Financeiro / Câmbio (EECAF200), é possível realizar o controle das operações de câmbio.
  2. Selecione um processo de exportação e clique em alterar.
  3. É possível selecionar qualquer parcela de invoice que esteja na modalidade 2=Movimento no exterior e que possua a data de crédito no exterior informada, o banco/agência/conta no exterior na mesma moeda do câmbio e o registro da baixa integrada no ERP para o título referenciado nesta parcela.
  4. Em ações relacionadas, clique em Liquidar.
  5. É necessário preencher os campos obrigatórios. Deve-se informar o campo de data de crédito no exterior, taxa, data de liquidação, o banco, agencia e conta de recebimento nacional e o campo "Nro. Operação" onde é definido o número do contrato de fechamento de câmbio.
  6. Confirme a operação. Neste momento o sistema irá fazer as seguintes verificações:

           - Caso exista nas filiais da empresa alguma parcela de câmbio liquidada com o mesmo número de contrato de fechamento de câmbio e no mesmo banco/agência/conta, o sistema irá recuperar os dados do contrato de fechamento de câmbio sob o qual esta parcela encontrada foi baixada e permitirá o prosseguimento com a liquidação da parcela atual sobre este mesmo contrato apenas se clicar na opção Sim na janela exibida pelo sistema aceitando que as informações do contrato irão ser atualizadas na parcela de câmbio atual. Caso seja clicado no botão Não, o sistema retorna para a tela de dados da liquidação de câmbio afim de que o usuário possa revisar as informações de fechamento do contrato de câmbio ou abortar a operação.

  1. Confirme a liquidação da parcela.
  2. O sistema efetuará a gravação das alterações no Easy Export Control e iniciará o envio da integração da mensagem de fechamento do contrato de câmbio (CURRENCYEXCHANGECONTRATCTCLOSING) listando todas as parcelas de câmbio encontradas com liquidação sob este contrato de câmbio neste banco incluindo a parcela atual e com o saldo de baixas sob este contrato atualizado com a somatória de baixas sob este contrato.
  3. Caso a integração seja rejeitada pelo ERP, será exibida a mensagem com o motivo de rejeição e a parcela baixada terá a data de liquidação removida pelo Easy Export Control.
  4. Para cambio a receber, o banco associado na liquidação do câmbio será utilizado para definir o portador da baixa do título, conforme o cadastro de portadores associado ao cadastro do banco.


Sequencia 23 – Integrações de estorno das baixas de parcelas recebidas no exterior sobre o contrato de fechamento de câmbio

Pré-requisitos:

  • Possuir processo de exportação embarcado cadastrado no Easy Export Control e com parcelas de câmbio a receber recebidas no exterior (modalidade 2) e com a liquidação em reais (fechamento de contrato de câmbio com movimento do valor do banco no exterior para o banco nacional) realizado ;
  • O processo deve possuir com cobertura cambial para que haja cambio a receber;
  • Evento “101” do tipo de módulo “EXPORT” configurado para integração de título a receber e com o campo que habilita a movimentação no exterior habilitado para tratamento de parcelas com recebimento em banco no exterior.
  • Banco com portador cadastrado e devidamente configurado no ERP para integração do movimento bancário entre bancos estrangeiro e nacional na baixa do câmbio a receber.

          - O portador deve ser do tipo BANCO para bancos em moeda nacional e do tipo CARTEIRA para bancos no exterior e com moeda Dólar.

  1. No Easy Export Control, através da opção Atualizações / Financeiro / Câmbio (EECAF200), é possível realizar o controle das operações de câmbio.
  2. Selecione um processo de exportação e clique em alterar.
  3. É possível selecionar qualquer parcela de invoice que esteja na modalidade 2=Movimento no exterior e que possua a data de crédito no exterior informada e por consequência, o registro da baixa integrada no ERP para o título referenciado nesta parcela.
  4. Em ações relacionadas, clique em Estorno da Liquidação.
  5. Verifique os dados da parcela a ser estornada do contrato e confirme a operação. Neste momento o sistema irá fazer as seguintes verificações:

           - Caso exista nas filiais da empresa uma ou mais parcela de câmbio liquidadas com o mesmo número de contrato de fechamento de câmbio e no mesmo banco/agência/conta da parcela atual, o sistema irá recuperar os dados do contrato de fechamento de câmbio sob o qual estas parcelas encontradas foram baixadas e irá compor o saldo atualizado do contrato com a somatória destas parcelas (com exceção da parcela atual) para montar a mensagem de atualização do contrato de fechamento de câmbio no ERP retirando a parcela atual da listagem de parcelas baixadas sob tal contrato. Caso o sistema não encontre mais parcelas baixadas sobre este mesmo contrato, caracteriza-se que esta seja a única ou última parcela baixada sob este contrato e desta forma o sistema monta uma mensagem de estorno do contrato para envio ao ERP.

  1. Confirme o estorno de liquidação da parcela.
  2. O sistema efetuará a gravação das alterações no Easy Export Control e iniciará o envio da integração da mensagem de fechamento do contrato de câmbio (CURRENCYEXCHANGECONTRATCTCLOSING) em modo de atualização (upsert) caso haja mais de uma parcela baixada no mesmo contrato ou em modo (delete) caso contrário.
  3. Caso a integração seja rejeitada pelo ERP, será exibida a mensagem com o motivo de rejeição e a parcela baixada terá os dados da liquidação restaurados pelo Easy Export Control.
  4. Para cambio a receber, o banco associado na liquidação do câmbio será utilizado para definir o portador da baixa do título, conforme o cadastro de portadores associado ao cadastro do banco.




Adiantamento de cliente

Pré-requisitos:

  • Cadastros sincronizados entre Easy e o ERP;
  • Evento “605” do tipo de módulo “EXPORT” configurado para integração de título a receber;
  1. A partir do cadastro do cliente de exportação no Easy Export Control, é possível realizar a contratação de câmbio de um adiantamento do cliente, que pode ser vinculado a vários pedidos/processos desse mesmo cliente.
  2. Em Atualizações / Cadastros / Import. Clientes (EECAC100), selecione um cliente para qual deseja realizar um adiantamento e clique em alterar.
  3. Clique em ações relacionadas / informações complementares.

Integração do Easy Export Control via Mensagem Única - EAI

Características do Requisito

Linha de Produto:

Protheus

Segmento:

Manufatura

Módulo:

Easy Export Control (SIGAEEC)

Rotina:



Rotina(s) envolvida(s)

Nome Técnico

EECAC120

Cadastro de Produtos

EECAS125

Unidades de Medida
EICTU100Conv.unid.medida
EECAT170Embalagens
EECAT171Relacão de Embalagens
EECAT175Cliente\Fornecedor
EECAC115Empresas
EECAC110Bancos
EECAT140Cotacao de Moedas
EECAP100Pedido
EECNF400Notas fiscais de saída
EECAF223Data do Embarque
EECAF224Variação Cambial (NF x Embarque)
EECAF214Título a pagar de Despesas Internacionais (Inclusão/Estorno)
EECAF216Título a pagar de Despesas Nacionais (Inclusão/Estorno)
EECAF215Liquidação deTítulo a pagar das Despesas
EECAF222Estorno de Liquidação de deTítulo a pagar das Despesas
EECAF212Título de Adiantamento (Inclusão/Estorno)
EECAF227Título de Adiantamento (Compensação)
EECAF230Título de Adiantamento (Estorno da Compensação)
EECAF210Título de invoice a receber (Inclusão\Estorno)
EECAF213Título de invoice a receber (Liquidação)
EECAF221Título de invoice a receber (Estorno da Liquidação)
EECAF231Título de comissão a pagar (Liquidação)
EECAF232Título de comissão a pagar ( Estorno da Liquidação)
EECAF520Adapter de Integração Logix - Manut. Parcela Câmbio / Adiantamento a fornecedores
EECAF521Adapter de Integração Logix - Compensação

Cadastros Iniciais:

  • Configuração de WebService
  • Configuração de Job/ Agente / Scheduler
  • Relação de/para de Empresa/Filial
  • Cadastro de Adapters

País(es):

Brasil

Banco(s) de Dados:

SQL/ORACLE

Tabelas Utilizadas:

EC6– Eventos Contábeis

ECE– Processos Estornados

ECI– Contas por Banco

EE5– Embalagens

EE6– Disponibilidade de Navios

EE7– Processo de Exportação

EE8– Itens do Processo de Exportação

EE8– Itens Processo de Exportação

EE9– Itens do Embarque

EEA– Configuração Documentos

EEB– Agentes de um Pedido

EEC– Embarque

EEE– Instrumento de Negociação

EEM– Controle de Notas Fiscais

EEN– Notify

EEQ– Valor das Parcelas do Embarque

EES– Notas Fiscais por Itens

EET– Despesas de Exportação

EEU– Numerário de Exportação

EF3– Eventos do Contrato

EF7– Tipos de Financiamento

EF8– Encargos do Financiamento

EXJ– Dados Adicionais do Cliente

EXL– Dados Complementares Embarque

EYE– Serviços

EYH– Estufagem de Mercadorias

EYI– Dados Complementares do Exportador

EYJ– Dados Complementares do Produto

SA1– Clientes

SA6– Bancos

SAH– Unidades de Medida

SY5– Despachantes/ Empresas

SY6– Condições de Pagamento

SY9– Portos e Aeroportos

SYA– Países

SYB– Despesas

SYE– Taxa de Conversão

SYF– Moedas

ECF– Lançamentos contábeis

Sistema(s) Operacional(is):

Windows/Linux

Descrição

Foi implementada a funcionalidade de integração via mensagem única  - EAI - para o Easy Export Control (Protheus), com o objetivo de flexibilizar a comunicação entre as soluções TOTVS com a utilização da tecnologia de WEB Services, o que ocorrerá com a troca de informações (mensagens) no formato XML entre esses sistemas.

Estão previstas nessa atualização as seguintes integrações:

Cadastros (SIGAEEC):

  • Cadastro da unidade de medida (recebimento);
  • Cadastro de conversão ente unidades de medida (recebimento)
  • Cadastro de produtos (recebimento);
  • Cadastro de Embalagens(recebimento);
  • Cadastro de Relacionamento de embalagens (recebimento)
  • Cadastro de Cliente/ Fornecedor (recebimento);
  • Cadastro de Empresas (recebimento)
  • Cadastro de Banco (recebimento);
  • Cadastro de Cotação das moedas (recebimento e envio);

Negócio: Fase de Pedido (SIGAEEC)

  • Pedido de Exportação (recebimento e envio);
  • Notas Fiscais de Saída da Mercadoria (recebimento);

Negócio: Fase de Embarque (SIGAEEC)

  • Solicitação de Numerário (envio);
  • Embarque das mercadorias (envio);
  • Variação cambial gerada pelo embarque das mercadorias faturadas (envio);
  • Geração de títulos a pagar efetivos referente as despesas internacionais de exportação (envio);
  • Geração de títulos a pagar efetivos referente as despesas nacionais de exportação (envio);
  • Geração de títulos a pagar efetivos referente aos adiantamentos feitos ao despachante (envio);
  • Geração de títulos a receber efetivos referente ao adiantamento ao fornecedor (envio);
  • Geração de títulos a receber efetivos referente ao embarque das mercadorias (envio);
  • Geração de títulos a pagar efetivos referente as comissões a pagar sobre exportação (envio);
  • Contabilização da comissão em conta gráfica

Negócio: Registro SINTEGRA

  • Registro SINTEGRA 85-86 (envio)



Procedimento para Configuração

As atualizações disponibilizadas através deste Boletim Técnico adequam o produto Easy Export Control para sua utilização na integração via Mensagem Única – EAI. Para a configuração das integrações, devem ser observadas as orientações do manual de integração com o ERP em questão.

Sobre o EAI Protheus, consulte as informações adicionais disponíveis no portal TDN:

http://tdn.totvs.com/display/framework/EAI+Protheus

http://tdn.totvs.com/pages/releaseview.action?pageId=107939550


CONFIGURAÇÃO DE PARÂMETROS

 

  1. No Configurador (SIGACFG), acesse Ambientes/Cadastros/Parâmetros (CFGX017). Configure os parâmetros a seguir:

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EAIPORT

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:

RECEIVEMESSAGE

Descrição:

Indica qual a porta de entrada dos Mapas do ESB


Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EAIMETH

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:

RECEIVEMESSAGE

Descrição:

Informe o metodo de envio do EAI para envio a outro EAI

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EAIURL2

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:

http:// IP + Porta /Nome do Web Service/EAISERVICE.apw

Exemplo: http://localhost:85/ws/EAISERVICE.apw  

Descrição:

Informe o nome do canal configurado no EAI para outro EAI

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EAIWS

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:

WSFWWSEAI

Descrição:

Informe o nome do Client WebService do EAI para envio a outro EAI

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EAIXSD

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:

Informe o diretorio dos XSD usados na validação do EAI

Descrição:

\xsd\totvsmessage

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EECI010

Tipo:

Lógico

Cont. Por.:

.T.

Descrição:

Habilita integração do Módulo SIGAEEC via Mensagem Única.

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0037

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:

INGLES

Descrição:

Código do idioma inglês

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0119

Tipo:

Lógico

Cont. Por.:

.F.

Descrição:

Ativa a rotina de desconto por item

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0131

Tipo:

Lógico

Cont. Por.:

.F.

Descrição:

Define se está integrado com o módulo Financeiro (SIGAFIN)

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0205

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:

XP

Descrição:

Tipo do Documento para Emb. de exportação

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0206

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Embalagem padrão para pedido de exportação integrado via Mensagem Única

Obs: Necessita cadastro prévio da embalagem no ERP Protheus e que o código desta embalagem seja o disposto no parâmetro.


Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0207

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Cond. de Pagto padrão para pedido de exportação integrado via Mensagem Única

Obs: Necessita cadastro prévio da condição de pagamento no ERP Protheus e que o código desta condição de pagamento seja o disposto no parâmetro.


Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0208

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Via de Transp. padrão para pedido de exportação integrado via Mensagem Única

Necessita cadastro prévio da via de transporte no ERP Protheus e que o código desta via de transporte seja o disposto no parâmetro.


Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0209

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Incoterm padrão para pedido de exportação integrado via Mensagem Única

Necessita cadastro prévio do INCOTERM no ERP Protheus e que o código deste INCOTERM seja o disposto no parâmetro.


Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0210

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Centro de Custo padrão para título de adiantamento de exportação integrado por mensagem única.

Informação é obtida do ERP Externo


Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0215

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Portador da conta para baixa do titulo a receber

Informação é obtida do ERP Externo


Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0216

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Tipo do Portador da conta para baixa do titulo a receber

Informação é obtida do ERP Externo


Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_AVG0220

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:

PRD.:

Descrição:

Parâmetro para código da embalagem na integração

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EEC0009

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:

#EE7_PEDIDO#

Descrição:

Máscara para o pedido de exportação integrado via Mensagem Única.

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EEC0012

Tipo:

Lógico

Cont. Por.:

.T.

Descrição:

Define se irá enviar o pedido de exportação via mensagem única à outro ERP

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EEC0025

Tipo:

Lógico

Cont. Por.:

.T.

Descrição:

Se ligado, envia valor de título a receber com comissão e baixa o valor da comissão.

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EEC0027

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Indica qual valor a ser enviado na integração de variação cambial de nota fiscal via mensagem única. 1=Variação NF x Embarque;2=Valor atualizado NF

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EEC0028

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Código do Portador da Baixa de títulos do tipo Comissão a Deduzir da Fatura

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EEC0029

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Tipo do Portador da Baixa de tÍtulos do tipo Comissão a Deduzir da Fatura

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EEC0033

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Define a empresa de destino das mensagens de contas a receber na integração via mensagem única.

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EEC0035

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Define a empresa de destino das mensagens bancárias na integração via mensagem única.

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EEC0036

Tipo:

Caracter

Cont. Por.:


Descrição:

Define a empresa de destino das mensagens de contas a pagar na integração via mensagem única.

Itens/Pastas

Descrição

Nome:

MV_EECFAT

Tipo:

Lógico

Cont. Por.:

.F.


Descrição:

Define se está integrado com o módulo de Faturamento (SIGAFAT)


CONFIGURAÇÃO DE WEB SERVICE PROTHEUS

  1. Em Programa Inicial digite SRVWIZARD para acessar o Wizard.
  2. Informe o Usuário e a Senha.
  3. Acesse Módulos WEB e clique em Incluir.
  4. Em Módulo Web, selecione o módulo WS – Microsiga Protheus 11 Web Services; em Nome da Instância, informe um nome para o Web Service(exemplo: “ws”). Selecione o enviroment e o ambiente. Marque a opção “Habilitar processos na Inicialização do Servidor”. Clique em Avançar.
  5. Será exibida a pergunta “Deseja descompactar o pacote de arquivos HTTP na pasta especificada?”, clique em “Sim”.
  6. Em host digite o endereço http do seu web service (Exemplo: “localhost:81/ws”). Selecione a Empresa/Filial e clique em “Relacionar”. O relacionamento será exibido na parte inferior da tela. Clique em Avançar.
  7. Informe o número mínimo (Exemplo: 10) e máximo de usuários (Exemplo: 10) e clique em Finalizar.
  8. O sistema irá exibir um aviso sobre a instalação do Web Service e questiona se deseja iniciar tal instalação. Clique em Sim.
  9. Após a instalação, certifique-se de que o WebService está no ar. Para tanto, digite no campo de endereço do navegador de internet o endereço do  webservice criado que deve conter: http://<ip : porta>/ <instância do webservice> / <rotina> onde a rotina utilizada para listar os serviços ativos no WebService Protheus é a rotina “wsindex.apw”. Conforme a configuração feita nos exemplos deste documento, fica da seguinte forma: http://localhost:91/ws/wsindex.apw.  O WebService irá carregar a página com a listagem dos serviços.

 

CONFIGURAÇÃO DE JOB DO SCHEDULER DO PROTHEUS

  1. Em Programa Inicial digite SRVWIZARD para acessar o Wizard.
  2. Informe o Usuário e a Senha.
  3. Acesse Processos Comuns e clique em Incluir.
  4. Preencha os campos conforme abaixo:

    Itens/Pastas

    Descrição

    Nome do JOB

    FWSCHDMANAG

    Função ADVPL

    FWSCHDMANAG

    Ambiente

    (preencha com o ambiente/enviroment em uso no protheus)


    Instâncias1
    Parâmetros(não informar parâmetros)
    Habilitar JOB no START(deixe a opção marcada)
  5. Clique em finalizar
  6. Acesse novamente Processos Comuns e clique em Incluir.
  7. Preencha os campos conforme abaixo

    Itens/Pastas

    Descrição

    Nome do JOB

    FWSCHDQUEUE

    Função ADVPL

    FWSCHDQUEUE

    Ambiente

    (preencha com o ambiente/enviroment em uso no protheus)


    Instâncias1
    Parâmetros(não informar parâmetros)
    Habilitar JOB no START(deixe a opção marcada)
  8. Clique em finalizar.
  9. Após essa configuração, é necessário reiniciar o serviço do Protheus.

CONFIGURAÇÃO DE AGENTE DO SCHEDULER PROTHEUS

  1. No Configurador (SIGACFG) acesse Ambiente/Schedule/Schedule (CFGA010).
  2. Em Agent/Cadastro, clique em Incluir.
  3. Preencha os dados na tela para criação do Agente e clique em Confirmar.

    Itens/Pastas

    Descrição

    Nome do Agente

    FWSCHDQUEUE

    IP

    Endereço IP onde o Server Protheus está ativo

    Porta

    Porta onde o Server Protheus está ativo

    Ambiente(preenchimento automático)
    Empresa(preenchimento automático)
    Filial(preenchimento automático)
    No. Threads3
    Habilitado(preenchimento automático)
  4. Em Agent inicie o serviço criado.
  5. Em Schedule inicie os serviços: Task Manager e Queue Manager.


CONFIGURAÇÃO DA TAREFA DE PROCESSAMENTO DE INTEGRAÇÕES ASSINCRONAS DO SCHEDULER DO PROTHEUS

  1. No Configurador (SIGACFG) acesse Ambiente/Schedule/Schedule (CFGA010).
  2. Em Agendamentos/Cadastro, clique em Incluir.
  3. Preencha os dados na tela para criação da tarefa conforme abaixo:


    Itens/Pastas

    Descrição

    Usuário:

    Administrador

    Rotina:

    FWEAI

    Ambiente:

    (preencha com o ambiente/enviroment em uso no protheus)

    Empresa/Filial:

    (preencha com o empresa/filial em uso no protheus)

    Módulo:99 – Configurador
    Habilitado:(deixe a opção marcada)
  4. Clique no botão recorrência e informe a periodicidade para processamento da tarefa de integração das mensagens assíncronas. Recomendado deixar na opção “Sempre Ativo” e “Sem data de término”.

  5. Clique em Confirmar para fechar a tela de recorrência. Clique em confirmar para salvar a configuração da tarefa.
  6. Recomendado reiniciar o serviço do Protheus após a configuração do agendamento.


CONFIGURAÇÃO DO APPSERVER DO PROTHEUS

  1. Localize o arquivo appserver.ini, no diretório \bin, onde encontra-se a instalação dos binários do serviço do Protheus.
  2. Com um editor de texto, abra o arquivo, e localize a seção [GENERAL].
  3. Nesta seção, caso não existam as configurações abaixo, adicione ou caso exista, altere para que fiquem conforme abaixo. Não modifique outras configurações que possam existir nessa seção.

    [GENERAL]
    DATEZERO=ADVPL
    MemoMega=1
    ConsoleLog=1
     
  4. Salve as alterações no arquivo, feche-o, e reinicie o serviço do Protheus. 

CONFIGURAÇÃO DO SERVIÇO DO PROTHEUS PARA ATUALIZAÇÕES

Após as configurações de webservice e scheduler do Protheus, haverão tarefas em execução no servidor do Protheus mesmo que nenhum usuário esteja logado no sistema. Com isso as aplicações de patchs e updates que necessitam de acesso exclusivo ao sistema podem ser dificultadas pois é necessário derrubar os processos em execução. Recomenda-se fazer uma copia da instalação do serviço do Protheus (pasta “\bin\” que contem os binários do serviço do Protheus) e nessa instalação retirar a configuração da execução dos Jobs (basta remover a seção [ONSTART] no appserver.ini. É importante que todas as outras configurações sejam mantidas). Assim, quando for necessário aplicar um patch ou update, pare o serviço do Protheus que possuir as configurações dos Jobs, inicie o serviço que não possua execução de Jobs, aplique a atualização necessária, pare o serviço que não possuir execução de Jobs e inicie novamente o serviço que possuir a execução de Jobs.


Tome cuidado para executar esse processo da maneira descrita para que o Protheus possa ser atualizado e para que não fique sem a inicialização dos Jobs.


PROCEDIMENTO PARA BACK-UP DE BASE DE DADOS

Devido ao controle e configurações internas do TOTVS DBACCESS, toda criação de backup e restore de backup de base de dados, assim como replicação da base de dados para outros ambientes, deve ser feita através da importação de tabelas da ferramenta APSDU. Isso garante a integridade das tabelas e correta interpretação dos dados pelo TOTVS DBACCESS e consequentemente pelas aplicações do Protheus. Não utilize ferramentas de backup de tabelas diretamente pelo banco de dados, pois isso pode exigir a reinicialização do serviço e até mesmo a reinstação do TOTVS DBACCESS.


RELAÇÃO DE/PARA DE EMPRESAS / FILIAIS

Outros ERPs TOTVS diferentes do Protheus não possuem o conceito de Empresa/Filial como no Protheus, existindo uma ou mais empresas/filiais distintas utilizando o mesmo sistema, são todas cadastradas no ERP como empresas diferentes. Além disso os códigos de empresa do ERP são distintos dos códigos de empresa/filial do Protheus. Por isso é necessário acessar o cadastro da relação DE/PARA no módulo configurador (Ambiente/Schedule/Emp.fil Msg.Unica) para cadastrar esta relação.


Por exemplo, se tivermos a empresa 21 no ERP Logix e quisermos associar á empresa 01 filial 10 do Protheus, devemos cadastrar conforme abaixo.


  1. No Configurador (SIGACFG) acesse Ambiente/Schedule/Emp.fil Msg.Unica (APCFG050).
  2. Clique na opção Incluir e preencha os campos conforme exemplo abaixo:


    Itens/Pastas

    Descrição

    Referência

    LOGIX (nome do ERP externo)

    Company

    21 (código da empresa no ERP)

    Branch

    (em branco)

    Emp.Protheus

    01

    Fil.Protheus10
  3. Clique em confirmar para salvar o relacionamento empresa/filial.


ADEQUAÇÃO DO TAMANHO DOS CAMPOS DO PROTHEUS

O tamanho de campos de algumas tabelas do Easy precisará ser adequado para que fique compatível com o tamanho dos campos no ERP.

Campos como código de cliente, código de fornecedor e código de produto podem ficar divergentes e gerar problemas de integração caso não fiquem com o mesmo numero de caracteres que o ERP.

 Verifique o tamanho dos grupos de campos do Protheus através do módulo configurador, na opção de menu Base de dados / Dicionário / Base de dados. Selecione a empresa do lado esquerdo da tela, selecione Dicionário de dados e Grupo de campos. Veja ao lado direito todos os grupos de campo e na coluna tamanho, o tamanho atualmente em uso no Protheus.

 É recomendado rever os seguintes grupos de campos:


Grupo

Descrição

001

Código de Cliente/Fornecedor

018

Documento de entrada/saída

030

Tamanho do Produto

084Unidade Requisitante
089Código de empresa / despachante
094Série das Notas Fiscais


Para integração Protheus X ERP Logix, será necessário efetuar os ajustes abaixo, manualmente, no Configurador (SIGACFG).


Tabela

Campo

TamanhoDecimalPicture
EYHEYH_QTDEMB143@E 99,999,999.999

EYH

EYH_RELSUP

143@E 99,999,999.999
SA1A1_TEL20

SA1A1_FAX20

SA6

A6_ADVAGE

2

SA6

A6_DVCTA

2


CONFIGURAÇÃO DE ADAPTER 


O módulo Easy Export Control e Easy Financing Control estão preparados para a realização das integrações que seguem. O uso de cada uma delas deve ser avaliado conforme escopo de integração previsto. Na realização dos cadastros, deve ser observada a definição do método (que pode ser alterada, conforme definição da necessidade), para que fiquem iguais nos ERPs que trocarão a mensagem.

 

O campo XSD indica com qual layout o arquivo XML da integração é validado. Este campo somente deve ser informado em caso de testes e caso o arquivo .XSD correspondente a mensagem seja fornecido pela TOTVS e armazenado no diretório indicado no parâmetro MV_EAIXSD.

 

Para configurar as integrações, conforme a necessidade, siga as instruções abaixo:

 

       1.            No Configurador (SIGACFG) acesse Schedule/Adapter E.A.I. (CFGA020).

       2.            Acesse a opção Incluir e informe os dados do adater, conforme as opções que seguem:



MENSAGENS DA FASE DE CADASTROS


Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAC120

Mensagem

ITEM

Descrição

PRODUTO

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoASSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAS125

Mensagem

UNITOFMEASURE

Descrição

UNIDADE DE MEDIDA

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoASSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000


Itens/pastas

Descrição

Rotina

EICTU100

Mensagem

UNITOFMEASURECONVERSION

Descrição

CONVERSAO ENTRE UN. DE MEDIDA

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoASSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000


Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAT170

Mensagem

PACKAGING

Descrição

EMBALAGENS

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoASSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAT171

Mensagem

PACKAGINGRELATIONSHIP

Descrição

RELACIONAMENTO DE EMBALAGENS

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoASSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAC175

Mensagem

CUSTOMERVENDOR

Descrição

CLIENTES/FORNECEDORES

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoASSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAC115

Mensagem

COMPANY

Descrição

EMPRESAS

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoASSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAC110

Mensagem

BANK

Descrição

CONTAS BANCARIAS

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoASSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAT140

Mensagem

CURRENCYQUOTATION

Descrição

COTAÇÃO DE MOEDAS

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAT141

Mensagem

CURRENCYQUOTATION

Descrição

COTAÇÃO MOEDAS - TAXA FISCAL

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAT142

Mensagem

CURRENCYQUOTATION

Descrição

COTACAO MOEDAS - TAXA COMPRA 

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAT143

Mensagem

CURRENCYQUOTATION

Descrição

COTACAO MOEDAS - TAXA VENDA

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000


MENSAGENS DA FASE DE PEDIDO


Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAP100

Mensagem

SALESORDER

Descrição

PEDIDO DE EXPORTAÇÃO

Envia

SIM

RecebeSIM
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECNF400

Mensagem

INVOICE

Descrição

NOTA FISCAL DE SAIDA

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão3.009


MENSAGENS DA FASE DE EMBARQUE


Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF223

Mensagem

SHIPMENTOFEXPORTINVOICE

Descrição

EMBARQUE DE MERCADORIAS

Envia

NÃO

RecebeSIM
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF224

Mensagem

ACCOUNTINGENTRY

Descrição

VARIAÇÃO CAMBIAL (EMBARQUE)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000


DESPESAS DE EXPORTAÇÃO


Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF214

Mensagem

ACCOUNTPAYABLEDOCUMENT

Descrição

TIT. A PAGAR (DESP. INTERNAC.)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF215

Mensagem

ACCOUNTPAYABLEDOCUMENTDISCHARGE

Descrição

BAIXA TIT. A PAGAR (DESP.INT)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF222

Mensagem

REVERSALOFACCOUNTPAYABLEDOCUMENTDISCHARGE


Descrição

TIT. A PAGAR (EST.BAIXA)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF216

Mensagem

ACCOUNTPAYABLEDOCUMENT

Descrição

TIT. A PAGAR (DESP. NACIONAIS)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000
Itens/pastasDescrição
RotinaEECAF520
MensagemLISTOFACCOUNTPAYABLEDOCUMENT
DescriçãoMANUT. PARC CÂMBIO / ADT FORNE
EnviaSIM
RecebeSIM
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000
Itens/pastasDescrição
RotinaEECAF521
MensagemACCOUNTPAYABLEDOCUMENTDISCHARGE
DescriçãoCOMPENS. CAM PAGAR / ADT FORN 
EnviaSIM
RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.001


CÂMBIO DE EXPORTAÇÃO


Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF212

Mensagem

ACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENT

Descrição

TITULO ADIANT. A RECEBER (INCLUSAO)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF227

Mensagem

ACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENTDISCHARGE

Descrição

TIT. ADIANT. A RECEBER (BAIXA)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF230

Mensagem

REVERSALOFACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENTDISCHARGE

Descrição

TIT. ADIANT. A RECEBER (ES.BX)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF210

Mensagem

ACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENT

Descrição

TIT. PRINC. A RECEBER (INC)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF213

Mensagem

ACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENTDISCHARGE

Descrição

TIT. PRINC. A RECEBER (BAIXA)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF221

Mensagem

REVERSALOFACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENTDISCHARGE

Descrição

TIT. PRINC. A RECEBER(EST. BX)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF231

Mensagem

ACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENTDISCHARGE

Descrição

TITULO COMISSÃO (BAIXA)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF232

Mensagem

REVERSALOFACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENTDISCHARGE

Descrição

TITULO COMISSÃO (EST. BAIXA)

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECAF233

Mensagem

CURRENCYEXCHANGECONTRACTCLOSING

Descrição

FECHAMENTO DE CONTRATO DE CÂMBIO

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECLC510

Mensagem

ACCOUNTINGENTRY

Descrição

CONTAB. DE COMISSAO CONTA GRAF

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Itens/pastas

Descrição

Rotina

EECREG85

Mensagem

SINTEGRAREGISTER-85-86

Descrição

SINTEGRA – REGISTRO 85/86

Envia

SIM

RecebeNÃO
MétodoSÍNCRONO
OperaçãoTODAS
Canal de EnvioEAI
Versão1.000

Procedimento para Utilização


Teste de webservices

Os webservices do Protheus e do ERP destino da integração devem estar devidamente configurados e no ar.

Verifique utilizando seu navegador de internet se o webservice do Protheus está no ar acessando o host configurado para o webservice Protheus. Procure o serviço FWWSEAI e veja se o mesmo encontra-se habilitado.

Verifique, utilizando seu navegador de internet, se o webservice do ERP destino está no ar acessando o host configurado no parâmetro MV_EAIURL2.


Integrações de cadastros

As integrações de cadastros ocorrem com origem no ERP com destino ao Easy. Algumas dessas integrações ocorrem de forma síncrona e outras de forma assíncrona.

Quando o cadastro possuir a integração de forma síncrona, o ERP irá aguardar o Easy processar a integração, e então exibirá para o usuário se tudo ocorreu com sucesso ou se houve rejeição por parte do Easy. Quando as rejeições das integrações ocorrem, o ERP não irá efetivar a operação realizada.

Quando o cadastro possuir integração de forma assincrona, o ERP não irá aguardar o Easy processar a integração e irá efetivar a operação independentemente do processo de integração. A mensagem de integração entra em uma fila no ERP para ser enviada ao Easy. Quando a integração ocorrer, a mensagem será recebida pelo Protheus e armazenada em uma fila para posterior processamento, retornando ao ERP apenas o aviso de recebimento da mensagem. O processamento da integração ocorre no Easy conforme a execução da tarefa FWEAI configurada no Scheduler do Protheus. Essa tarefa irá verificar todas as mensagens pendentes na fila do EAI e irá processá-las. Após o processamento, será enviada a mensagem ao ERP com o resultado da integração. Em caso de rejeição na integração, o EAI pode tentar processar novamente a mensagem antes de retornar uma rejeição ao ERP.


Pré-requisitos cadastrais

Cadastro de Produtos:

Para o cadastro de produtos do módulo Easy Import Control (Atualizações / Cadastros / Produtos – MATA011) é necessário cadastrar previamente às integrações deste cadastro, cadastrar um Local Padrão para o campo Armazem Pad. (B1_LOCPAD) com o valor “.” visto eu tal campo tornou-se obrigatório nas últimas versões do produto.


Condição de pagamento:

O cadastro da condição de pagamento do módulo Easy Import Control (Atualizações / Tabelas / Condição de Pag. – EICA060) deve ser relacionado ao cadastro de condição de pagamento do ERP; desta forma, acessando o cadastro o usuário deverá alterá-lo e informar a correspondência no campo Cod. ERP(Y6_CODERP), pasta Outros.


Moedas:

O cadastro de moedas do Easy Import Control (Atualizações / Cadastros / Moedas – EICA150) deve ser relacionado ao cadastro de moedas do ERP. Para isso o usuário deverá acessar o registro da moeda em modo de alteração e informar nos campos: Cod.C.ERP (YF_CODCERP) o código da moeda de compra correspondente; Cod.V.ERP (YF_CODVERP) o código da moeda de venda correspondente e Cod.F.ERP (YF_CODFERP) o código da moeda fiscal correspondente.


Eventos Contábeis:

Para realizar a integração com o Financeiro do ERP, o Easy Import Control precisará saber qual o tipo de documento deve ser gerado. Para isso será necessário que os eventos contábeis associados às integrações/ tipos de movimento financeiro sejam configurados.

Através do menu Atualizações / Tabelas / Eventos Contábeis (ECOA002), os eventos abaixo, do tipo IMPORT, devem ser acessados em modo de alteração e ter os campos informados conforme orientação que segue:

 

  • Evento 101 – FOB INVOICE: da pasta Cadastrais, os campos Descricao(EC6_DESC), Historico (EC6_COD_H) e Hist. Complem (EC6_COM_HI); da pasta Financeiro, os campos Tp. Titulo(EC6_TPTIT), Tx.Vda./Comp. (EC6_TXCV) e Tp.Despesa (EC6_NATFIN); da pasta Contábil, os campos Contabiliza(EC6_CONTAB), Cta. Credito (EC6_CTA_CR) e Cta. Debito (EC6_CTA_DB), da pasta Outros o campo Prefixo (EC6_PREFIX). Caso possua o campo Mov Bank Liq (EC6_MVBCLQ) ativo no sistema, o mesmo deve ser configurado com o valor 1=Sim para que se habilite a manutenção  câmbio a receber pós embarque com recebimento em banco no exterior e posterior movimento do valor para conta em banco nacional. 
  • Evento 102 – PROV. FRETE: da pasta Financeiro, os camposTp. Titulo(EC6_TPTIT),Tx.Vda./Comp. (EC6_TXCV) eTp.Despesa (EC6_NATFIN), da pasta Outros o campoPrefixo (EC6_PREFIX).
  • Evento 103 – PROV. SEGURO: da pasta Financeiro, os campos Tp. Titulo(EC6_TPTIT),Tx.Vda./Comp. (EC6_TXCV) eTp.Despesa (EC6_NATFIN), da pasta Outros o campoPrefixo (EC6_PREFIX).
  • Evento 150 – DESPESAS PROVISÓRIAS: da pasta Financeiro, os campos Tp. Titulo(EC6_TPTIT),Tx.Vda./Comp. (EC6_TXCV) eTp.Despesa (EC6_NATFIN), da pasta Outros o campoPrefixo (EC6_PREFIX).
  • Evento 120 – COMISSÃO A REMETER: da pasta Financeiro, os campos Tp. Titulo (EC6_TPTIT), Tx.Vda./Comp. (EC6_TXCV) e Tp.Despesa (EC6_NATFIN), da pasta Outros o campo Prefixo (EC6_PREFIX). 
  • Evento 121 – COMISSÃO EM CONTA GRÁFICA: da pasta Cadastrais, os campos Descricao(EC6_DESC), Historico (EC6_COD_H) e Hist. Complem (EC6_COM_HI); da pasta Financeiro, os campos Tp. Titulo(EC6_TPTIT), Tx.Vda./Comp. (EC6_TXCV) e Tp.Despesa (EC6_NATFIN); da pasta Contábil, os campos Contabiliza(EC6_CONTAB), Cta. Credito (EC6_CTA_CR) e Cta. Debito (EC6_CTA_DB), da pasta Outros o campo Prefixo (EC6_PREFIX). 
  • Evento 122 – COMISSÃO A DEDUZIR: da pasta Financeiro, os campos Tp. Titulo (EC6_TPTIT), Tx.Vda./Comp. (EC6_TXCV) e Tp.Despesa (EC6_NATFIN), da pasta Outros o campo Prefixo (EC6_PREFIX). 
  • Evento 580/581 – VARIAÇÃO CAMBIAL NF: da pasta Cadastrais, os campos Descricao(EC6_DESC), Historico (EC6_COD_H) e Hist. Complem (EC6_COM_HI); da pasta Financeiro, os campos Tp. Titulo(EC6_TPTIT), Tx.Vda./Comp. (EC6_TXCV) e Tp.Despesa (EC6_NATFIN); da pasta Contábil, os campos Contabiliza(EC6_CONTAB), Cta. Credito (EC6_CTA_CR) e Cta. Debito (EC6_CTA_DB), da pasta Outros o campo Prefixo (EC6_PREFIX).
  • Evento 576/577 – V.C. COMISSäO C GRAF: da pasta Cadastrais, os campos Descricao(EC6_DESC), Historico (EC6_COD_H) e Hist. Complem (EC6_COM_HI); da pasta Financeiro, os campos Tp. Titulo(EC6_TPTIT), Tx.Vda./Comp. (EC6_TXCV) e Tp.Despesa (EC6_NATFIN); da pasta Contábil, os campos Contabiliza(EC6_CONTAB), Cta. Credito (EC6_CTA_CR) e Cta. Debito (EC6_CTA_DB), da pasta Outros o campo Prefixo (EC6_PREFIX)

    Caso seja ativado o parâmetro MV_AVG0048 para contabilização da despesa de comissão em conta gráfica, será necessário acessar a rotina de eventos contábeis e incluir o evento "9.99" no tipo de módulo "EXPORT" para que seja enviado ao ERP Externo o estorno de eventos contábeis da comissão em conta gráfica já efetivados neste ERP.  

  • Evento 999 – EVENTO DE ESTORNO: da pasta Cadastrais, os campos Descricao(EC6_DESC), Historico (EC6_COD_H) e Hist. Complem (EC6_COM_HI); da pasta Financeiro, os campos Tp. Titulo(EC6_TPTIT), Tx.Vda./Comp. (EC6_TXCV) e Tp.Despesa (EC6_NATFIN); da pasta Contábil, os campos Contabiliza(EC6_CONTAB), Cta. Credito (EC6_CTA_CR) e Cta. Debito (EC6_CTA_DB), da pasta Outros o campo Prefixo (EC6_PREFIX).

Integração de Adiantamento a Fornecedores

Foi implementada a funcionalidade de adiantamento a fornecedores no Easy Export Control (Protheus), quando utilizada a integração com Logix, via mensagem única EAI. O objetivo é criar adiantamentos para fornecedores específicos e vinculá-los a despesas geradas pelo processo de exportação. Esta vinculação poderá ser feita na manutenção dos câmbios de exportação para posterior compensação entre a despesa e o adiantamento vinculado.

Procedimento para utilização: http://tdn.totvs.com/pages/viewpage.action?pageId=272425263


Sequencia 1 – Unidade de medida

  1. Acesse o menu Atualizações / Tabelas Siscomex / Unidades de Medida (EECAS125). Essa tabela é inicializada pelo sistema com uma carga padrão.
  2.  Para o uso desse cadastro quando integrado com o ERP via mensagem única, será realizada a atualização dos dados de desse cadastro, possibilitando sua associação ao cadastro correspondente no ERP de origem. A integração ocorrerá através da mensagem UnitOfMeasure, adapter EECAS125, possibilitando o recebimento dos dados enviados pelo ERP.
  3. Acessando a opção Visualizar, certifique que o campo Cod. ERP (AH_CODERP) foi atualizado. A integração também atualizará o conteúdo do campo Descr.Portug (AH_DESCPO).
  4. Caso seja identificado que a integração não ocorreu, deve ser verificado no ERP de origem as mensagens e validações reportadas pela integração.

Importante: o código da unidade de medida no módulo Easy Export Control possui tamanho 2 (dois). Se no ERP de origem o tamanho dessa informação for superior a 2 (dois), deverá ser feito o relacionamento entre estas informações. O relacionamento entre estes cadastros é realizado manualmente no módulo Easy Export Control, cadastro de unidade de medidas (Atualizações / Tabelas Siscomex / Unidades de Medida), através do campo Cod. ERP (AH_CODERP).


Sequencia 2 – Conversão da unidade de medida

  1. Através do menu Atualizações / Tabelas Siscomex / Conv. Unid. Med. (EICTU100) será possível verificar os cadastros de conversão da unidade de medida integrados ao Easy Export Control através da mensagem UnitOfMeasureConversion, adapter EICTU100.
  2.  Esse cadastro é fundamental para que ocorram as conversões de unidades de medidas nas fases do processo de exportação.
  3. Caso seja identificado que a integração não ocorreu, deve ser verificado no ERP de origem as mensagens e validações reportadas pela integração.

Sequencia 3 – Cadastro de Produtos

Pré-requisitos cadastrais:

                Para o cadastro de produtos do módulo Easy Import Control (Atualizações / Cadastros / Produtos – MATA011) é necessário acessar o cadastro de Produtos do Protheus manualmente e no campo Armazem Pad. (B1_LOCPAD) através da consulta padrão (F3) fazer a inclusão de um cadastro de local padrão com o valor “01” visto que tal campo tornou-se obrigatório nas últimas versões do produto.

 

  1. Acessando o menu Atualizações / Cadastros / Produtos (EECAC120) verifique se os cadastros dos produtos foram integrados. Essa integração ocorrerá através da mensagem ITEM, adapter EECAC120, recebida do ERP com o qual o Easy Export Control está integrado.
  2. Além das informações do cadastro de produtos, a integração poderá atualizar as informações do cadastro de Família de Produtos (SYC) e centro de custo do produto nos Dados Complementares (EYJ) quando as informações vierem na mensagem.
  3. Caso seja identificado que a integração não ocorreu, deve ser verificado no ERP de origem as mensagens e validações reportadas pela integração.


Sequencia 4 – Cadastro de Embalagem

  1. O cadastro de embalagens no Easy Export Control, disponível em Atualizações / Cadastros/ Embalagens (EECAT170) possibilita registrar as embalagens que serão usadas na associação ao produto e ao processo.
  2. O cadastro é recebido do ERP através da mensagem PACKAGING, adapter EECAT170. Na atualização do cadastro, a descrição transmitida na mensagem virá no idioma corrente e também idioma inglês; ambas são atualizadas no processo de integração quando for realizada a inclusão do cadastro.
  3. Se a descrição no idioma inglês for alterada na manutenção do cadastro no módulo Easy Export Control e a integração for reenviada pelo ERP, a atualização descartará a descrição no idioma inglês.


Sequencia 5 – Cadastro de Relacionamento de Embalagem

  1. Através da mensagem PACKAGINGRELATIONSHIP, adapter EECAT171, o Easy Export Control receberá o relacionamento de embalagens que fará a sua associação ao cadastro do produto.
  2. O código da embalagem na associação será composto pelo conteúdo do parâmetro MV_AVG0220 mais um sequencial gerado pelo sistema, com base no último código de embalagem  gerado (EE5_CODEMB). Na ausência do parâmetro, o Easy Export Control assumirá o código do item recebido na mensagem para a criação do relacionamento de embalagens.
  3. Para consultar os relacionamentos recebidos, visualize os cadastros de embalagens integrados através do menu Atualizações/ Cadastros / Embalagens (EECAT170).


Sequencia 6 – Cadastro de Cliente/ Fornecedor

  1. No Easy Export Control os cadastros de clientes e fornecedores são entidades diferentes mas ambos são recebidos pela integração EAI através da mensagem CUSTOMERVENDOR, adapter EECAC175, que identificará qual o tipo de cadastro que está sendo recebido e fará a atualização da informação no módulo.
  2. Quando a informação recebida na mensagem for referente unicamente ao fornecedor, o Easy Export Control realizará a integação dos cadastros de fornecedores, acessível através do menu Atualizações / Cadastros / Exp./Forn./Fabr. (EECAC115) e empresas, acessível através do menu Atualizações / Cadastros / Empresas (EECAC175). Para os dois casos os contatos serão atualizados quando a lista de contatos for enviada na mensagem CUSTOMERVENDOR.
  3. Quando a informação recebida na mensagem for referente unicamente ao cliente, o Easy Export Control realizará a integação dos cadastros de clientes, acessível através do menu Atualizações / Cadastros / Import. Clientes (EECAC100) Os contatos referentes ao cadastro serão atualizados na integração quando a lista de contatos for enviada na mensagem CUSTOMERVENDOR.
  4. Se na mensagem CUSTOMERVENDOR for identificado que a informação refere-se a ambos os cadastros, todas atualizações acima serão processadas na integração.


Sequencia 7 – Cadastro de Exportador (Empresas)

  1. No Easy Export Control a empresa exportadora não é, necessariamente, a empresa/ filial na qual se está conectado. O módulo faz o uso do cadastro de empresas exportadoras, possibilitando a realização do processo de exportação para qualquer uma das relaciondas em seu cadastro. Para possibilitar o uso deste recurso, o Easy Export Control receberá através da mensagem Company, adapter EECAC115, os dados da empresa ativa no ERP de origem.
  2. Acessando o menu Atualizações / Cadastros / Exp./Forn./Fabr. (EECAC115) será possível visualizar os cadastros recebidos pela integração, bem como os contatos relacionados cadastro da empresa.
  3. Como poderá estar disponível o cadastro de mais de uma empresa, para realizar a associação da empresa do ERP externo com a empresa/ filial do Protheus, acesse o cadastro em modo de alteração. Em Ações Relacionadas, acesse a opção D.Compl. e informe a empresa/filial do Protheus nos campos Cod.Emp.Exec (EYI_EMPEXE) e Cod.Fil.Exec (EYI_FILEXE).

 

Sequencia 8 – Cadastro de Banco

  1. Contas bancárias cadastradas no ERP podem ser integradas ao Easy Export Control. Em outros ERPs TOTVS, o cadastro pode ser estruturado em cadastro de banco, cadastro de agencia e cadastro de conta bancária. Desse forma é possível haver bancos e agencias que não possuam contas cadastradas ou cadastrar várias contas bancárias de um mesmo banco através de uma mesma tela.
  2. Através de uma mensagem de integração de bancos, podemos receber várias contas bancárias de um mesmo banco entre suas diversas agencias ou mesmo não receber contas, apenas as agencias.
  3. O Easy Export irá processar a mensagem de integração de banco lendo todas as contas bancárias existentes e efetuando a operação de cada conta bancária para o cadastro de bancos do Easy Export. Caso a operação não possa ser realizada por alguma validação no Easy Export, a mensagem de integração será rejeitada com o motivo da validação.
  4. Importante notar que cada conta bancária pode estar associada a uma empresa diferente no ERP. Assim, o Easy Export Control irá considerar o relacionamento de/para de empresa/filiais para cadastrar a conta na empresa/ filial correta do Protheus.
  5. A integração do banco ocorrerá através da mensagem BANK, adapter EECAC110. O Easy Export receberá e processará a mensagem, atualizando as informações cadastrais das contas bancárias.
  6. Os cadastros atualizados podem ser acessados através do menu Atualizações / Cadastros / Bancos (EECAC110). A atualização do cadastro ocorrerá na mesma empresa/ filial relacionada a companhia de origem do ERP, relacionada através do cadastro do Exportador (sequencia 7) ou através do cadastro de/ para do módulo configurador (SIGACFG).
  7. Todos os contatos da conta bancária enviados na mensagem BANK serão considerados pela integração, sendo usadas para a atualização dos cadastros.
  8. O cadastro de contas bancárias precisar ser complementado no Easy com as informações pertinentes aos portadores a serem utilizados para integrações financeiras. O portador é utilizado no ERP para identificar o banco e também a configuração contabil a ser utilizada.
  9. Para isso entre no cadastro de contas bancárias (Atualizações / Cadastros / Bancos), clique em alterar no banco a ser configurado para integração, clique em ações relacionadas / portadores.
  10. Para o Easy Export, o portador é necessário na contratação de câmbio a receber e inclusão/compensação de adiantamento. Certifique-se de preencher o portador para a conta “1-CONTA PRINCIPAL” do tipo de módulo “EXPORT”, com o portador a ser usado para a contratação de cambio a receber através do banco cadastrado, para a conta “B-INCLUSAO ADIANT.” do tipo de módulo “EXPORT” com a conta a ser utilizada na inclusão de adiantamento através do banco cadastrado e a conta “A-COMP.ADIANT.” do tipo de módulo “EXPORT” com a conta a ser utilizada na compensação de adiantamento incluso através do banco cadastrado.
  11. Além do código do portador, deve ser preenchido o tipo do portador utilizado no ERP, onde o portador deve ser do tipo BANCO para bancos em moeda nacional e do tipo CARTEIRA para bancos no exterior e com moeda Dólar.
  12. Para o Easy Financing, o portador é necessário apenas no caso de contratação de câmbio a receber associado a contrato de financiamento realizado com o banco cadastrado. Certifique-se de preencher o portador para a conta “1-CONTA PRINCIPAL” do tipo de módulo “FIEX??”, onde “??” é o código do tipo de contrato, por exemplo, para o contrato ACC que possui código “01”, o tipo de módulo é “FIEX01”.  Além do código do portador, deve ser preenchido o tipo do portador utilizado no ERP.


Sequencia 9 – Cadastro de Cotação das Moedas

Pré-requisitos cadastrais:

  • Moeda cadastrada no Easy Export Control com de/para correspondente a moeda do ERP.
  1. São integradas ao Easy Export Control as cotações incluídas/ alteradas/ excluídas no ERP, através da mensagem CURRENCYQUOTATION, adapter EECAT140.
  2. Apenas a cotação referente a moeda da operação realizada no ERP será integrada, ou seja, caso incluída uma cotação para a moeda dólar americano cotação de compra, apenas a cotação de compra será incluída no Easy Export Control. Numa mesma integração podem ser incluídas/ alteradas/ excluídas cotações referente a várias datas dentro de um mesmo mês (integração por período).
  3. Para iniciar a integração, efetue a operação através do ERP, verifique se a integração ocorreu através do Scheduler do EAI, e consulte a cotação integrada através da opção Atualizações/ Tabelas/ Cotação Moedas (EECAT140).
  4. Além do recebimento da mensagem, o Easy Export Control também pode ser configurado para enviá-la, sendo a mensagem a CURRENCYQUOTATION, adapter EECAT141 para o envio da taxa fiscal, EECAT142 para o envio da taxa de compra e EECAT143 para o envio da taxa de venda. No entanto, está é uma opção que só será necessária quando o ERP não possuir (e vir a precisar) da informação da cotação registrada no módulo Easy Export Control.


Sequencia 10 – Pedido de Exportação

  1. No módulo Easy Export Control acesse Atualizações / Pedido Export. / Manutenção (EECAP100). A rotina de pedido de exportação permite o início do processo de negociação com o cliente/ importador, registrando os dados da negociação entre as partes e possibilitando a emissão dos documentos próprios dos tramites de negociação.

Nesta fase há dois fluxos de integração possíveis: o pedido de exportação pode ser inserido automaticamente, sendo recebido pela integração EAI originada em outro ERP/ sistema (ERP -> Easy Export Control) ou pode ser incluído diretamente no módulo realizando o envio do pedido de exportação para a geração do pedido de venda no ERP integrado ao módulo (Easy Export Control -> ERP). A definição do fluxo de integração depende das configurações da mensagem SALESORDER (vide seção CONFIGURAÇÃO DO ADAPTER) e do parâmetro MV_EEC0012 (vide seção CONFIGURAÇÃO DE PARÂMETROS).

 

Cenário 1 – fluxo de integração ERP -> Easy Export Control

 

  1. Por padrão, o fluxo da integração EAI será de recebimento do pedido (Pedido de Venda do ERP -> Pedido de Exportação no Easy Export Control). Este fluxo é definido pelo parâmetro MV_EEC0012, cujo conteúdo padrão é .F. (false). Neste fluxo a inclusão do pedido de exportação ocorrerá apenas via integração, ou seja, o usuário não terá disponível a opção de inclusão do pedido de exportação diretamente no módulo Easy Export Control.
  2. Na inclusão do pedido de exportação via integração EAI, além dos dados recebidos via mensagem, o módulo Easy Export Control levará em consideração as amarrações cadastrais (como os cadastros de moedas e condição de pagamento, onde é informado o de/para do código do ERP de origem correspondente a tal cadastro) para o preenchimento dos principais campos do processo. Além das amarrações cadastrais, estarão disponíveis alguns parâmetros que possibilitarão a definição de informação default para dados exclusivos do processo de exportação, a saber:
  • Idioma: O idioma do pedido de exportação será definido apenas na inclusão do pedido no Easy Export, caso em que a integração do pedido é realizada pela primeira vez. A partir do cliente utilizado no pedido, o sistema irá consultar o país do cliente (A1_PAIS) e então, consultar o idioma cadastrado para aquele pais (YA_IDIOMA). Caso o idioma não esteja preenchido no cadastro ou o pais não tenha sido definido para o cliente, o idioma padrão será o INGLES, conforme o parâmetro MV_AVG0037.
  • Condição de pagamento: A condição de pagamento do pedido de exportação será definida no pedido de venda do ERP. Porém, caso o código recebido do ERP não tenha seu relacionamento definido com uma condição de pagamento do Easy Export, o sistema irá considerar a condição de pagamento padrão conforme o parâmetro MV_AVG0207. Neste parâmetro será possível definir uma condição de pagamento default que será usado na criação do pedido de exportação sempre que a informação recebida pela mensagem EAI for inválida ou não possuir a amarração cadastral, fazendo a correspondência entre o cadastro do Easy Export Control com o ERP;
  • Via de transporte: A via de transporte do pedido de exportação será definida apenas na integração de inclusão do processo de exportação. Será considerada a via de transporte padrão definida para o cliente do processo (EXJ_VIA) na tela de dados complementares do cliente. Caso a via de transporte não tenh sido definida nas informações complementartes do cadastro do cliente/ importador, será utilizado o parâmetro MV_AVG0208. Neste parâmetro pode ser definida uma via de transporte padrão que será assumida pelo sistema
  • INCOTERM: O INCOTERM do pedido de exportação será definido apenas na integração de inclusão do pedido de exportação. Será considerado o INCOTERM definido nas informações complementartes do cadastro do cliente/importador. Caso não haja nenhum INCOTERM definido no cadastro do cliente, será utilizado o parâmetro MV_AVG0209. Neste parâmetro pode ser definido um INCOTERM padrão que será assumido pelo sistema.
  • Numero do pedido de exportação: Na inclusão do pedido de exportação, será assumido o número do pedido de venda do ERP de origem. Através do parâmetro MV_EEC0009 é possível redefinir a máscara do número do pedido, podendo complementá-lo com o código do fornecedor. Exemplo: se o conteúdo do parâmetro for #EE7_FORN##EE7_PEDIDO#, o número a ser gravado no campo número do pedido de exportação (EE7_PEDIDO) será composto pelo código do fornecedor/exportador concatenado ao número do pedido do ERP de origem;
  • Embalagem do item: Na integração de inclusão do pedido de exportação, a embalagem do produto será definida conforme a amarração padrão do produto com a embalagem definido no cadastro do produto (B1_CODEMB) assim como a quantidade de produto que cabe nesta embalagem (B1_QE). Caso não haja amarração padrão de embalagem, seria considerado o conteúdo do parâmetro MV_AVG0206 como embalagem padrão do item com quantidade fixa “1”.
  • Desconto: O Easy export possui tratamento para desconto por item ou desconto no total do processo. O parâmetro MV_AVG0119 defirá se o valor do desconto enviado pela integração será gravado no campo desconto do item (EE8_DESCON) ou apenas no campo desconto da capa do pedido de exportação (EE7_DESCON).
  1. Na alteração do pedido de exportação originado pela integração EAI o usuário poderá complementar as informações do processo com dados referente a negociação com o cliente/ importador. No entanto, não será possível a inclusão de itens novos, como uma forma de manter a integridade entre o Easy Export e o ERP. Toda a alteração para inclusão de novos itens deve ser realizada no pedido de venda no ERP de origem.
  2. A exclusão, o cancelamento e a eliminação do saldo, da mesma forma que a inclusão, não serão possíveis de serem realizadas no pedido de exportação diretamente no Easy Export Control. Estas operações devem ser realizadas no ERP de origem e, uma vez realizadas, o ERP enviará ao Easy Export Control, via integração EAI, a atualização. Como trata-se de uma integração síncrona, apenas após a sua conclusão no Easy Export Control é que a operação será concluída no ERP.


Cenário 2 – fluxo de integração Easy Export Control ->ERP

  1. O segundo fluxo de integração possibilita que o pedido tenha origem no Easy Export Control. Para este cenário de integração, o pedido de exportação terá uma nova etapa a ser realizada: aprovação da proforma.

Uma vez confirmada a sua gravação no Easy Export Control, será criado o processo de proforma que pode ser concluído por etapas sem que a integração seja iniciada. Isso possibilita que o preenchimento dos dados sejam realizados em momentos diferentes. Uma vez concluído a construção do pedido de exportação (ou proforma) o usuário poderá preencher a data de solicitação de aprovação disponível na pasta cadastrais do processo, campo Dt.Sol.Ap.Pr. (EE7_DTSLAP).

Uma vez que esteja com a data de solicitação de aprovação preenchido, em Ações Relacionadas o usuário poderá acessar a rotina Aprov. Proforma que possibilitará informar a data de aprovação do processo de exportação. Uma vez aprovado, o Easy Export iniciará a integração com o ERP através do envio da mensagem SALESORDER para a criação do pedido de venda.

No envio dos dados ao ERP, o Easy Export Control levará em consideração algumas parametrizações, a saber:

  • parâmetro MV_EEC0026 – através deste parâmetro se determina se o desconto será enviado pelo pedido de exportação ao ERP na criação do pedido de venda;
  • parâmetro MV_EEC0015 – define se o desconto a ser enviado deve ser o informado na capa do pedido de exportação, ou seja, o desconto total do processo;
  • parâmetro MV_EEC0016 – através deste parâmetro será definida a composição do valor do frete a ser enviado pela integração, podendo ser apenas o frete internacional, a soma do frete internacional com o frete nacional, apenas o frete nacional ou o não envio desta informação;
  • parâmetro MV_EEC0017 – a configuração deste parâmetro definirá se o valor do frete enviado na integração será embutido no valor unitário do item;
  • parâmetro MV_EEC0018 – a configuração deste parâmetro definirá se o valor do seguro enviado na integração será embutido no valor unitário do item;
  • parâmetro MV_EEC0019 – define se o desconto enviado no item estará embutido no seu valor unitário.
  • parâmetro MV_EEC0020 – a configuração deste parâmetro definirá se o valor das despesas informada na capa do processo serão embutidos no valor unitário dos itens;
  • parâmetros MV_EEC0021 e MV_EEC0022 – na geração do pedido de venda é possível enviar uma mensagem a ser usada na geração da nota fiscal. Esta informação pode ser preenchida no pedido de exportação em alguns dos campos de observação existentes no processo. Para indicar ao sistema qual dos campos deve ser considerado no envio da integração, deve informar nestes parâmetros o nome deste campo, sendo o primeiro parâmetro para indicar um campo da capa do processo, ex.: EE7_OBS, e o segundo para informar um campo dos itens do processo, ex.: EE8_PART_N;
  • parâmetro MV_AVG0119 – este parâmetro define se será possível informar o valor do desconto no item do pedido de exportação (EE8_DESCON).

Uma vez concluída a geração do pedido de venda no ERP, este devolverá ao Easy Export Control o número do pedido gerado que será armazenado no campo Ped. ERP (EE7_PEDERP).

  1. Qualquer alteração ou exclusão executada no Easy Export Control será enviada ao ERP e, somente se concluída no ERP de destino, é que serão concretizadas no Easy Export.
  2. Neste fluxo de integração toda a regra de liberação do pedido de venda (crédito, estoque e outros) estarão no ERP de destino.


Sequencia 11 – Notas Fiscais

Pré-requisitos:

  • Cadastros sincronizados entre Easy e o ERP;
  1. Através do menu Atualizações / Embarque / Notas Fiscais de Saída (EECNF400) será possível consultar todas as notas fiscais geradas e integradas pelo ERP. Uma vez que o pedido de venda seja faturado no ERP, será iniciada a integração com o Easy Export Control através da mensagem INVOICE, adapter EECNF400, onde serão armazenados no módulo as notas fiscais que, posteriormente, poderão ser associadas ao processo de embarque de exportação.
  2. Serão integradas ao Easy Export Control as notas fiscais de saída e as notas fiscais complementares (apenas para efeito de histórico). Os itens de cada nota fiscal de saída podem ser integradas com notas fiscais de remessa. Cada item de nota fiscal de saída pode ter várias notas fiscais de remessa, mas não é obrigatório um item possuir as notas fiscais de remessa.
  3. Para Integrar Notas Fiscais Complementares, é importante atentar-se a regra de entrada deste tipo de nota no sistema, portanto a mensagem de Nota complementar deve:

                - O código do Pedido deve ser “0”;

                - A sequência do item no pedido deve ser “0”

  1. As Notas Fiscais Complementares também podem ser inseridas no sistema atendendo a mesma regra, visando flexibilizar a entrada destas notas no sistema para casos em que o ERP Externo não envia a mensagem, havendo então a necessidade de inclusão manual.
  2. A vinculação e desvinculação de notas fiscais complementares ao embarque pode ser feita acessando o botão “Embarques” na rotina de manutenção de notas fiscais complementares.
  3. As notas fiscais de devolução não são integradas ao Easy Export Control. No entanto, a rotina de Notas Fiscais de Saída (EECNF400) dispõe de recursos de alteração que possibilitam ao usuário infomar as quantidades devolvidas das notas de saídas integradas ao módulo, mantendo a integridade entre as informações entre os sistemas, permitindo que o processo de embarque seja adequado a quantidade efetivamente faturada.  Para os itens que possuirem notas de remessa vinculada, será necessário efetuar o ajuste manual para que as quantidades dos itens da nota fiscal e da remessa sejam iguais. Para devoluções totais dos itens, não será necessário efetuar o ajuste das quantidades de remessa.
  4. Através do menu Atualizações / Embarque / Notas Fiscais de Saída (EECNF400)  também é possível incluir registros, mantendo o histórico das operações realizadas, bem como alterar os dados das notas fiscais recebidas, complementando as informações.
  • Notas Fiscais de Saída com remessa de fim específico de exportação

    Pré-requisitos:

    • Cadastros sincronizados entre Easy e o ERP;
    • Evento “605” do tipo de módulo “EXPORT” configurado para integração de título a receber;
    • Verificar se os campos EYY_SEQEMB, EYY_D1_ITEM e EYY_D1PROD estão como USADO no sistema

    • Compatibilizar o tamanho do campo EYY_NFENT e EYY_NFSAI com o grupo de campos de tamanho da nota fiscal.

    • Compatibilizar o tamanho do campo EYY_SERENT e EYY_SERSAI com o grupo de campos de tamanho da série de nota fiscal

    • Ativar o parâmetro MV_AVG0174

    • Desabilitar o parâmetro MV_AVG0141

      Pré-Requisitos Cadastrais

    • integrar cadastro de produtos do pedido

    • integrar embalagem dos itens do pedido

    • associar a embalagem do item no cadastro de produtos (B1_CODEMB)

    • integrar cadastro do importador
    • integrar cadastro do fornecedor
    • associar a condição de pagamento do protheus à cond.pagto Logix informada na mensagem através do campo Y6_CODERP (verificar se a informação de modo de pagamento Ext. está preenchida e informar caso esteja em branco antes de salvar)
    • associar a via de transporte no cadastro do cliente integrado (verificar se a informação de tipo de transporte da via está preenchida e informar caso esteja em branco antes de salvar)
    • integrar dois Pedidos

      1.            No Easy Export Control (SIGAEEC), acessar a rotina Atualizações \ Embarque \ Manutenção

      2.            No browser de registros clique no botão Incluir

      3.            Informe o código do embarque e consulte (via botão F3 sobre o campo “Processo Ref.”) o primeiro Pedido incluso via integração por mensagem única e clique em OK para que o sistema carregue nos campos do embarque os dados com referência no Pedido selecionado. 

      4.            Clique no botão Outras Ações \ Pedidos e informe no campo Pedido<F3> o primeiro Pedido incluso via integração por mensagem única e clique no botão Salvar

      5.            O sistema irá questionar sobre a forma de exibição dos itens para seleção no caso deste Pedido. Clique no botão NÃO pois iremos selecionar apenas itens já faturados.

      6.            O sistema irá exibir a tela com os itens do Pedido disponíveis para seleção sequenciados conforme as quebras de Notas Fiscais do Faturamento integrado via mensagem única.

      7.            Dê um duplo clique para marcar o primeiro item. O sistema irá exibir a tela de dados do item selecionado. Clique em Salvar para finalizar a seleção.

      8.            Clique no botão Outras Ações \ Notas Fiscais de Remessa.

      9.            Verifique que o sistema irá exibir a tela de Notas de remessa relacionando apenas  as Notas fiscais de remessa correspondentes à Nota de Saída do Item selecionado.

      10.          Verifique também que apenas os campos No.Mem.Exp e Dt.Mem.Exp estarão disponíveis para edição.

      11.          Edite os campos de Memorando da forma que convir e em seguida clique no botão Salvar

      12.          O sistema irá retornar à tela de browser de seleção dos itens do Pedido para o embarque.

      13.          Selecione o segundo item, confirme a seleção e acesse novamente a tela das notas fiscais de remessa.

      14.          Verifique que desta vez foram relacionadas também as Notas fiscais correspondentes à Nota de Saída do Item selecionado.

      15.          Marque os demais itens, confirme a seleção e acesse novamente a tela das notas fiscais de remessa.

      16.          Verifique que desta foram relacionadas as Notas fiscais de remessa correspondentes à Nota de Saída de todos os itens selecionados.

      17.          Clique no botão Salvar e o sistema irá retonar a tela do processo de embarque com os itens selecionados relacionados.

      18.          Clique no botão salvar para gravar os dados do processo de embarque. Ao final o sistema exibirá o regitro do processo gravado no browser.

      19.          No Easy Export Control (SIGAEEC), acesse a rotina Atualizações \ Notas Fiscais de Saída e verifique que as Notas de Saída foram associadas corretamente ao processo de embarque.

      20.          Visualize cada Nota e verifique que o sistema fez a vinculação das remessas corretamente uma vez que na capa da nota de saída o número do embarque está preenchido.



Sequencia 12 – Adiantamentos

 

Adiantamento de cliente

Pré-requisitos:

  • Cadastros sincronizados entre Easy e o ERP;
  • Evento “605” do tipo de módulo “EXPORT” configurado para integração de título a receber;
  1. A partir do cadastro do cliente de exportação no Easy Export Control, é possível realizar a contratação de câmbio de um adiantamento do cliente, que pode ser vinculado a vários pedidos/processos desse mesmo cliente.
  2. Em Atualizações / Cadastros / Import. Clientes (EECAC100), selecione um cliente para qual deseja realizar um adiantamento e clique em alterar.
  3. Clique em ações relacionadas / informações complementares.
  4. O campo Moeda (EXJ_MOEDA) precisa ser definido com a moeda a ser utilizada para os adiantamentos.
  5. Confirme a operação e confirme a alteração do cadastro.
  6. Novamente na listagem de clientes, selecionado o cliente desejado, clique em ações relacionadas / adiantamentos.
  7. Serão listados os adiantamentos já existentes para esse cliente. Em ações relacionadas, clique em Incluir.
  8. Preencha os dados do adiantamento.
  9. Para efetivar o adiantamento, preencha o campo da data de liquidação do câmbio, taxa de liquidação e banco nacional em caso da modalidade ser 1-Contrato de Câmbio) ou campo de crédito no exterior e banco no exterior, caso seja recebimento em banco no exterior. O adiantamento somente será integrado ao ERP se já estiver liquidado.
  10. Confirme a inclusão do adiantamento.
  11. Confirme a manutenção dos adiantamentos do cliente.
  12. Neste momento, o sistema irá gravar as alterações realizadas e iniciar as integrações com o ERP. As parcelas de câmbio de adiantamento liquidadas geram títulos a receber de adiantamento no ERP, através do adapter EECAF212 e mensagem única ACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENT.
  13. O tipo de título a receber enviado ao financeiro do ERP será o definido no cadastro de eventos, para o evento “605” do tipo de módulo “EXPORT”. Esse tipo de título deve ser cadastrado e configurado no ERP antes de efetuar as integrações.
  14. Caso a operação tenha sido realizada com alguma informação incorreta e seja necessário estornar o adiantamento, basta seguir o mesmo procedimento, apenas a data de liquidação que deve ser removida do adiantamento.
  15. Assim o sistema efetuará a integração com o ERP para exclusão do título a receber referente a antecipação.


Adiantamento por pedido

Pré-requisitos:

  • Cadastros sincronizados entre Easy e o ERP;
  • Pedido de exportação integrado com o ERP;
  • Evento “602” do tipo de módulo “EXPORT” configurado para integração de título a receber;
  1. A partir do pedido de exportação no Easy Export Control, é possível realizar a contratação de câmbio de um adiantamento para o determinado pedido.
  2. Em Atualizações / Pedido Export. / Manutenção (EECAP100), selecione um pedido de exportação para qual deseja realizar um adiantamento e clique em ações relacionadas / adiantamentos.
  3. Serão listados os adiantamentos já existentes para esse pedido. Em ações relacionadas, clique em Incluir.
  4. Preencha os dados do adiantamento.
  5. Para efetiar o adiantamento, preencha o campo da data de liquidação do câmbio, taxa de liquidação e banco nacional em caso da modalidade ser 1-Contrato de Câmbio) ou campo de crédito no exterior e banco no exterior, caso seja recebimento em banco no exterior. O adiantamento somente será integrado ao ERP se já estiver liquidado.
  6. Confirme a inclusão do adiantamento.
  7. Confirme a manutenção dos adiantamentos do pedido de exportação.
  8. Neste momento, o sistema irá gravar as alterações realizadas e iniciar as integrações com o ERP. As parcelas de câmbio de adiantamento liquidadas geram títulos a receber de adiantamento no ERP, através do adapter EECAF212 e mensagem única ACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENT.
  9. O tipo de título a receber enviado ao financeiro do ERP será o definido no cadastro de eventos, para o evento “602” do tipo de módulo “EXPORT”. Esse tipo de título deve ser cadastrado e configurado no ERP antes de efetuar as integrações.
  10. O adiantamento criado poderá ser utilizado apenas para embarques criados a partir do pedido em que o adiantamento foi gerado.
  11. Caso a operação tenha sido realizada com alguma informação incorreta e seja necessário estornar o adiantamento, basta seguir o mesmo procedimento, apenas a data de liquidação que deve ser removida do adiantamento.
  12. Assim o sistema efetuará a integração com o ERP para exclusão do título a receber referente a antecipação.


Titulos de adiantamento de exportação

  1. Os títulos de adiantamento a receber são emitidos em moeda estrangeira, respeitando a configuração de moeda compra/venda conforme o cadastro do evento. A data de emissão será data da contratação do câmbio e a cotação da moeda a taxa negociada no contrato de câmbio.
  2. Em caso de alterações no adiantamento, o Easy Export automaticamente realiza a exclusão do título anterior e inclusão de um novo titulo de adiantamento no ERP.
  3. A empresa/filial utilizada para envio ao ERP pode ser parametrizada através do parâmetro MV_EEC0033. O parâmetro pode ser preenchido no formato “EMPRESA/FILIAL”, onde os caracteres antes da barra (“/”) serão enviados na tag empresa e os caracteres após a barra (“/”) serão enviados na tag de filial. Caso o parâmetro esteja em branco, será utilizada a empresa/filial corrente do Protheus.
  4. O centro de custo enviado para adiantamentos deve ser configurado através do parâmetro MV_AVG0210.


Sequencia 13 – Embarque de Exportação

Pré-requisitos:

  • Possuir processo de exportação cadastrado no Easy Export Control
  1. Em Atualizações / Embarque / Manutenção (EECAE100) será possível criar o processo de embarque da mercadoria, onde o usuário terá a disposição os pedidos de exportação integrados ou gerados na fase anterior. Este é o momento em que se define o que, de fato, será enviado ao cliente/ importador. Além disso, a montagem do processo de embarque possibilita o seu registro no sistema SISCOMEX do governo, cumprindo todas as obrigações legais para a realização desta operação.
  2. O embarque de exportação poderá ser criado, em seu fluxo padrão, apenas após o faturamento do pedido de exportação (pedido de venda). Neste cenário, ao criar um embaque e associar os itens do pedido, o Easy Export Control verificará a disponibilidade de notas fiscais e realizará a associação destas informações. Não havendo notas fiscais, os itens não estarão disponíveis para a geração do processo.
  3. No entanto, o fluxo padrão pode ser parametrizado. Através do parâmetro MV_AVG0067 é possível permitir que sejam gerados processos de embarque de exportação mesmo que o pedido de exportação (pedido de venda) não tenha sido faturado. Caso o faturamento já tenha sido realizado, é possível selecionar os itens já associados as suas notas fiscais. No entando, se o faturamento do pedido foi realizado parcialmente, o sistema irá perguntar ao usuário se deseja considerar esse faturamento ou não, visto que se o mesmo for considerado, o sistema não irá exibir a quantidade não faturada para o embarque. Com este fluxo, os processos podem evoluir paralelamente, onde o embarque pode ser preparado mesmo que o faturamento ainda não tenha sido totalmente realizado. Uma vez que as notas fiscais tenham sido geradas e integradas ao Easy Export Control, acessando o processo em modo de alteração o usuário terá disponível em Ações Relacionadas, a opção de comparação dos itens da nota fiscal contra os itens do embarque, onde o sistema irá procurar as notas fiscais disponíveis e realizará a sua associação aos itens do processo.
  4. Na rotina de Notas Fiscais de saída, também é possível efetuar a devolução de saldo parcial ou total de um ou mais itens da Nota Fiscal. Nestes casos, o sistema irá fazer uma desassociação dos itens do embarque às suas respectivas Notas Fiscais para que seja possível posteriormente fazer a recomparação dos itens da nota fiscal contra os itens do embarque, ajustando desta forma as quantidades a embarcar.  Para os itens que possuirem notas de remessa vinculada, será necessário efetuar o ajuste manual para que as quantidades dos itens da nota fiscal e da remessa sejam iguais. Para devoluções totais dos itens, não será necessário efetuar o ajuste das quantidades de remessa.
  5. Também na rotina de Notas Fiscais, é possível vincular ao embarque uma Nota Fiscal Complementar vinda por integração ou mesmo inclusa manualmente. Para inclusão, é necessário acessar a rotina Atualizações\Notas Fiscais de Saída e incluir uma Nota Complementar para a qual é imprescindível informar o códigos de pedido e sequência com o valor “0” na linha de itens visto que este tipo de NF se refere a todo o Processo de Exportação na qual a NF será posteriormente vinculada. Para vincular esta Nota ao embarque, deve-se acessar a rotina Atualizações\Notas Fiscais, selecionar a nota complementar e em modo de alteração, clicar no botão “Embarque” para selecionar o processo a qual a  mesma será vinculada e concluir.   
  6. Apenas após a associação das notas fiscais ao embarque de exportação é que será possível efetivar o processo de embarque com o preenchimento da data de embarque.


Sequencia 14 – Integração de títulos a pagar de despesas nacionais do processo de exportação

Pré-requisitos:

  • Cadastros sincronizados entre Easy e o ERP;
  • Possuir processo de exportação cadastrado no Easy Export Control;
  • Despesa cadastrada e configurada para integração de título a pagar;
  1. No Easy Export Control (SIGAEEC) acesse Atualizações / Embarque / Manutenção (EECAE100).
  2. Selecione o processo e clique em alterar
  3. Em ações relacionadas, clique em despesas nacionais.
  4. Em ações relacionadas, clique em incluir e preencha os dados da empresa fornecedora da despesa nacional.
  5. Selecione a empresa, e em ações relacionadas, clique novamente em incluir e escolha a opção “Despesa”. Preencha os dados da despesa e confirme.
  6. Clique em confirmar para fechar a tela de despesas e clique em confirmar novamente para salvar o embarque.
  7. Ao realizar a gravação do processo de embarque, o sistema irá iniciar as integrações com o Financeiro do ERP onde será enviado um titulo para cada despesa nacional do processo.
  8. As despesas nacionais são enviadas ao ERP com a moeda local, definida pelo parâmetro MV_SIMB1, sendo o código do parâmetro cadastrada como Simbolo, e o código enviado ao ERP, o código ERP do cadastro da moeda referente a moeda compra/venda, conforme a definição no cadastro da despesa.
  9. Despesas nacionais devem ser geradas no ERP com um tipo de titulo/natureza cadastrada no ERP que permita o pagamento da despesa pelo ERP, visto que no Easy Export, não existe rotina para pagamento de despesas nacionais.
  10. Ao excluir a despesa nacional, a mesma será excluída do ERP no momento da gravação do embarque.


Integração de títulos a pagar de despesas de numerário

  1. No Easy Export Control (SIGAEEC) acesse Atualizações / Embarque / Solicit. Numerario (EECNU400).
  2. Selecione o processo e clique em Manutencao
  3. Em ações relacionadas, clique em INCLUIR e informe os dados necessários da despesa adiantada e ao final clique no botão confirmar.
  4. De volta à tela de Manutenção da solicitação de Numerário, verifique que o total de todas as despesas relacionadas ainda não está aprovado, visto que o campo “Vlr.Nao Aprovado” apresenta o valor total das despesas conforme o campo “Vlr.Tot.Despesas” e o campo “Vlr.Aprovado” está zerado.
  5. Clique no botão ações relacionadas\Efetiva para efetivar as despesas. Será solicitado que informe o banco. Ao informar os dados, clique no botão Salvar.
  6. Neste momento os sistema irá integrar as despesas a pagar para o Financeiro do ERP Externo.
  7. Ao finalizar a integração, verifique que o campo “Vlr.Nao Aprovado” foi zerado e o campo visto que o campo “Vlr. Aprovado” possui agora o valor de todas as despesas.


Sequencia 15 – Integrações ao embarcar o processo de exportação

Pré-requisitos:

  • Cadastros sincronizados entre Easy e o ERP;
  • Possuir processo de exportação cadastrado no Easy Export Control;
  • Possuir as notas fiscais integradas e associadas aos itens do embarque;
  • O processo deve possuir com cobertura cambial para que haja cambio a receber;
  • O processo deve possuir despesas internacionais para que haja cambio a pagar;
  • Evento “101” do tipo de módulo “EXPORT” configurado para integração de título a receber;
  • Evento do tipo de módulo “EXPORT” correspondente a despesa internacial cadastrada no processo configurado para integração de título a pagar;
  1. No Easy Export Control (SIGAEEC) acesse Atualizações / Embarque / Manutenção (EECAE100).
  2. Selecione o processo e clique em alterar
  3. Na aba transporte, preencha o campo “Dt. Embarque” para efetivar o embarque do processo de exportação.
  4. Clique em confirmar para salvar o embarque.
  5. Ao realizar a gravação do processo de embarque, o sistema irá iniciar as integrações com o Financeiro do ERP onde será enviado um titulo a receber, através do adapter EECAF210 e mensagem única ACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENT, para cada parcela de câmbio da invoice conforme a condição de pagamento associada no embarque. Também será enviado um titulo a pagar, através do adapter EECAF214 e mensagem única ACCOUNTPAYABLEDOCUMENT, para cada parcela de cada despesa internacional, conforme a condição de pagamento associada a cada despesa.
  6. Caso hajam adiantamentos associados ao embarque, cada associação irá gerar uma parcela de câmbio a receber correspondente ao valor associado que implicará na criação de um titulo a receber no financeiro do ERP, utilizando-se o mesmo adapter EECAF210 e mensagem única ACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENT.
  7. Além das integrações financeiras, também será enviado ao ERP um lançamento contábil referente a variação cambial de cada nota fiscal, através do adapter EECAF224 e mensagem única ACCOUNTINGENTRY.
  8. Também será enviada uma mensagem ao ERP para cada nota fiscal avisando que a mesma foi embarcada, através do adapter EECAF223 e mensagem única SHIPMENTOFEXPORTINVOICE.
  9. Ao alterar o embarque novamente retirando a data de embarque, o sistema efetuará a exclusão de todos os títulos e lançamento contábeis criados, além de avisar que cada nota fiscal que estava embarcada, voltou ao estado em que aguarda embarque.
  10. Ao preencher a data de embarque e realizar a gravação do processo, caso haja algum impedimento durante uma das integrações do embarque ou uma rejeição de uma integração por parte do ERP, a operação de embarque será cancelada no Easy Export, isso é, a data de embarque será automativamente removida do processo, que será gravado novamente considerando a data de embarque removida. Caso parte das parcelas tenham sido cadastradas no ERP antes de que ocorre-se a rejeição, o sistema irá enviar a exclusão dessas parcelas para o ERP afim de retornar o sistema ao estado anterior ao da integração. Caso ocorra um novo erro de integração na tentiva de estorno, as parcelas de cambio e seus respectivos numero de títulos serão mantidos no Easy Export para ajuste no momento em que a data de embarque for preenchida novamente. O mesmo também é valido no cenário de estorno da data de embarque, ou seja, caso ocorra algum problema de integração, o sistema irá voltar ao estado anterior, ou seja, irá voltar com a data de embarque anterior e regerar quaisquer títulos que tenham sido estornados antes da ocorrência da falha de integração.
  11. Após a efetivação do embarque e sucesso com a integração, é possível visualizar através da rotina de cambio no menu Atualização / Financeiro / Câmbio (EECAF200), o numero do título gerado no ERP no campo “Num. Titulo” das parcelas de câmbio do embarque correspondente.


Integração de títulos a receber da Invoice do processo de exportação

  1. O tipo de título a receber enviado ao financeiro do ERP será o definido no cadastro de eventos, para o evento “101” do tipo de módulo “EXPORT”. Esse tipo de título deve ser cadastrado e configurado no ERP antes de efetuar as integrações.
  2. Os títulos a receber são emitidos em moeda estrangeira. A data de emissão e a cotação da moeda são referentes a data de embarque do processo, sendo que a cotação da moeda respeita a configuração do evento “101” quanto ao tipo compra/venda.
  3. Em caso de alteração de valor da parcela de câmbio, o Easy Export automaticamente realiza a quebra de parcelas caso a alteração seja para um valor menor, sendo que a nova parcela de câmbio continuara mantendo a referencia para o titulo original. Não são criados novos títulos devido a quebra de parcela. Alteração para um valor maior é permita apenas caso já tenha ocorrido uma quebra de parcela. O valor do título a receber já gerado no ERP não sofre alteração pelo Easy Export.
  4. Alterações na data de vencimento são enviadas como atualização de título a receber no ERP. Em caso de quebra de parcelas, o sistema irá considerar a maior data de vencimento das parcelas como a data de vencimento para o título no ERP.
  5. A empresa/filial utilizada para envio ao ERP pode ser parametrizada através do parâmetro MV_EEC0033. O parâmetro pode ser preenchido no formato “EMPRESA/FILIAL”, onde os caracteres antes da barra (“/”) serão enviados na tag empresa e os caracteres após a barra (“/”) serão enviados na tag de filial. Caso o parâmetro esteja em branco, será utilizada a empresa/filial corrente do Protheus.
  6. O Easy Export envia o numero do embarque como documento de origem para o título a receber. O parâmetro MV_AVG0205 define qual o código de tipo de documento para o embarque, onde o padrão do sistema é o código “XP”.


Integração de títulos a pagar de despesas internacionais do processo de exportação

  1. Os títulos a pagar referente a despesas internacionais são emitidos em moeda estrangeira. A data de emissão e a cotação da moeda são referentes a data de embarque do processo, sendo que a cotação da moeda respeita a configuração do evento referente a despesa quanto ao tipo compra/venda.
  2. A natureza do titulo a pagar enviada ao financeiro do ERP será a definida no cadastro de eventos, para o evento correspondente a despesa internacional com módulo “EXPORT”. Essa natureza deve ser cadastrada e configurada no ERP antes de se efetuar as integrações.
  3. A empresa/filial utilizada para envio ao ERP pode ser parametrizada através do parâmetro MV_EEC0036. O parâmetro pode ser preenchido no formato “EMPRESA/FILIAL”, onde os caracteres antes da barra (“/”) serão enviados na tag empresa e os caracteres após a barra (“/”) serão enviados na tag de filial. Caso o parâmetro esteja em branco, será utilizada a empresa/filial corrente do Protheus.


Compensação de adiantamentos de cliente

  1. Durante as integrações financeiras ao ERP no momento do embarque do processo de exportação, após a inclusão do título a receber referente a parcela de adiantamento associada ao embarque, será enviada uma mensagem de baixa de título a receber com compensação de adiantamento, através do adapter EECAF227 e mensagem única ACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENTDISCHARGE. Isso ocorre imediatamente após a criação do título a receber. A mensagem utilizada é a mesma de uma baixa comum, porém são enviados os dados do adiantamento para que o ERP possa associar a baixa com o adiantamento.
  2. A cotação da moeda enviada para compensação é a taxa de contratação do adiantamento.
  3. A empresa/filial utilizada para envio ao ERP pode ser parametrizada através do parâmetro MV_EEC0034. O parâmetro pode ser preenchido no formato “EMPRESA/FILIAL”, onde os caracteres antes da barra (“/”) serão enviados na tag empresa e os caracteres após a barra (“/”) serão enviados na tag de filial. Caso o parâmetro esteja em branco, será utilizada a empresa/filial corrente do Protheus.
  4. Caso a empresa não queria parametrizar um portador diferente para cada banco para a compensação de adiantamentos, é possível utilizar os parâmetros MV_AVG0215 e MV_AVG0216, para definir o portador de tipo do portador respectivamente. Caso estes parâmetros estejam preenchidos, serão utilizados dispensando a necessidade de preencher o portador e tipo de portador para cada banco no caso de compensação de adiantamento.


Variação cambial da nota fiscal

  1. No momento do embarque do processo de exportação, cada nota fiscal associada ao embarque terá variação cambial considerando variação da cotação da moeda estrangeira no momento da emissão da nota fiscal contra o momento do embarque da mercadoria.
  2. Caso esse valor seja diferente de zero, ou seja, a taxa da data de emissão da nota fiscal é diferente da taxa da data de embarque, a mensagem de lote de lançamentos contábeis será enviada ao ERP.
  3. O valor dos lançamentos será rateado por centro de custo, considerando primeiramente o centro de custo recebido na integração do item da nota fiscal (EES_CCERP), mas caso este não esteja preenchido, será considerado o centro de custo do cadastro do produto (EYJ_CCERP).
  4. A configuração desse lançamento contábil deve ser realizada através dos eventos “580” e “581” do tipo “EXPORT”. É utilizado o evento “580” quando a variação cambial é positiva e “581” quando a variação cambial é negativa. O lançamento sempre será enviado com seu valor absoluto (valor positivo).
  5. A data dos lançamentos contábeis será sempre a data do embarque.
  6. A empresa/filial utilizada para envio ao ERP pode ser parametrizada através do parâmetro MV_EEC0034. O parâmetro pode ser preenchido no formato “EMPRESA/FILIAL”, onde os caracteres antes da barra (“/”) serão enviados na tag empresa e os caracteres após a barra (“/”) serão enviados na tag de filial. Caso o parâmetro esteja em branco, será utilizada a empresa/filial corrente do Protheus.
  7. O parâmetro MV_EEC0027 pode ser utilizado para mudar o calculo deste lançamento. A opção “1”, que é o padrão, é enviar o valor da variação cambial, ou seja, a diferença entre o valor da mercadoria da nota fiscal com a taxa da data de embarque contra o valor da mercadoria da nota fiscal com a taxa da data de emissão da nota fiscal. Mudando-o para a opção “2”, o sistema irá enviar o valor total da mercadoria da nota fiscal atualizado com a taxa da data do embarque.


Comissões de agente estrangeiro

  1. Caso o processo possua comissões, o sistema irá efetuar o tratamento adequado a cada tipo de comissão.
  2. Para comissão a remeter, será criada uma parcela de câmbio com o evento código “120”, que consequentemente criará um titulo a pagar no financeiro do ERP, da mesma forma que são criadas outras despesas internacionais.
  3. Para comissão a deduzir e comissão conta gráfica, o Easy Export abate o valor da comissão da parcela de câmbio a receber, evento código “101”. Para que o valor total do embarque seja enviado como titulo a receber e o ERP possa contabilizar toda a receita, o Easy Export irá criar título a receber para os eventos dessas comissões.
  4. No caso da comissão a deduzir, o sistema efetuará a baixa do titulo a receber da comissão no momento do embarque, logo após a criação do título a receber. O código do portador e o tipo do portador serão considerados conforme configuração dos parâmetros MV_EEC0028 e MV_EEC0029, respectivamente caso seja encontrado pelo sistema o portador conforme a máscara de busca do portador informada no evento associado ao tipo de comissão baixada.
  5. Para comissão conta gráfica, o sistema efetuará a baixa do titulo apenas quando o usuário utilizar a opção de liquidação da parcela de câmbio, sendo que este deverá utilizar um banco que possua um portador configurado para realizar a contabilização dessa comissão no ERP.
  6. Para a comissão em conta gráfica, é possível controlar e enviar a contabilização desta despesa ativando-se os parâmetros MV_EEC0048 e MV_EEC0049 e configurando os evento EXPORT 121, 613, 576 e 577 para envio ao ERP Externo. Desta forma, ao embarcar a mercadoria e originar-se o câmbo de comissão em conta gráfica no SIGAEEC, é enviada ao ERP Externo uma mensagem ACCOUNTINGENTRY para registro contábil do evento EXPORT 121. Ao liquidar o evento 121 na rotina de manutenção do câmbio,  é enviada ao ERP Externo uma mensagem ACCOUNTINGENTRY para registro contábil do evento de liquidação da comissão em conta gráfica (evento 613) e caso haja variação cambial entre a data de inclusão do título da comissão e a data de liquidação, será disparada outra mensagem ACCOUNTINGENTRY para registro contábil do evento de variação cambial da comissão conta gráfica (Evento 576 se variação positiva e 577 caso contrário). 
  7. Para verificar as contabilizações e efetuar manutenções sobre estes eventos, é necessário acessar a rotina Miscelânea / Lanc.Contab.Comissao CG. Esta rotina também permitirá fazer a manutenção, efetivação e contabilização dos eventos de processos históricos ou mesmo funcionar como único meio de contabilizar as ocorrências acerca da comissão conta da conta gráfica quando o parâmetro MV_EEC0049 estiver desligado. A manutenção de efetivação desta rotina tem por objetivo registar nos eventos já enviados ao ERP Externo que tais eventos já estão contabilizados neste ERP e por isso não podem mais ser estornados. Caso haja estorno de um evento nesta rotina onde o mesmo esteja com o status de já efetivado no ERP Externo, será criado o evento 999 de estorno e enviado conforme configuração do parâmetro MV_AVG0049, ou seja, se ligado ocorre o envio automático e se desligado, os eventos ficam registrados passíveis de envio manual pela rotina.


Sequencia 16 – Integrações de baixa do cambio

 

Pré-requisitos:

  • Possuir processo de exportação embarcado cadastrado no Easy Export Control;
  • O processo deve possuir com cobertura cambial para que haja cambio a receber;
  • O processo deve possuir despesas internacionais para que haja cambio a pagar;
  • Evento “101” do tipo de módulo “EXPORT” configurado para integração de título a receber;
  • Evento do tipo de módulo “EXPORT” correspondente a despesa internacial cadastrada no processo configurado para integração de título a pagar;
  • Banco com portador cadastrado e devidamente configurado no ERP para a baixa do câmbio a receber.
  • Observação: Em relação à funcionalidade de baixas de parcelas de câmbio na modalidade "2-Movimento no Exterior", para o funcionamento correto desta rotina integrada, deverá ser atualizado o ERP Logix a partir da release 12.1.27 a ser liberada em Janeiro de 2020.
  1. No Easy Export Control, através da opção Atualizações / Financeiro / Câmbio (EECAF200), é possível realizar o controle das operações de câmbio.
  2. Selecione um processo de exportação e clique em alterar.
  3. É possível selecionar qualquer parcela de invoice a receber ou de despesa internacional a pagar, além das comissões a agentes estrangeiros.
  4. Em ações relacionadas, clique em Liquidar caso seja a modalidade 1=Contrato de câmbio ou clique me Alterar caso a modalidade seja 2=Movimento no Exterior.
  5. É necessário preencher os campos obrigatórios. Caso a modalidade seja 1=Contrato de câmbio, deve-se informar o campo de data de crédito no exterior, taxa, data de liquidação e o banco, agencia e conta de pagamento/recebimento nacional. Caso a modalidade seja 2=Movimento no exterior, deve-se informar o campo de data de crédito no exterior, o banco, agência e conta em moeda estrangeira.
  6. Confirme a operação.
  7. Confirme a alteração do câmbio do processo.
  8. O sistema efetuará a gravação das alterações no Easy Export Control e iniciará o envio das integrações das baixas de câmbio ao ERP.
  9. Caso uma das integrações seja rejeitada pelo ERP, será exibida a mensagem com o motivo de rejeição e a parcela baixada terá a data de liquidação removida pelo Easy Export Control.
  10. Para cambio a receber, o banco associado na liquidação do câmbio será utilizado para definir o portador da baixa do título, conforme o cadastro de portadores associado ao cadastro do banco.
  11. Para cambio a pagar, o banco associado na liquidação do câmbio será enviado ao ERP, que será responsável por controlar a movimentação bancaria correspondente a operação, conforme configurações do ERP.


Sequencia 17 – Integrações de estorno de baixa do cambio

Pré-requisitos:

  • Possuir câmbio de exportação a receber/pagar baixado e integrado ao ERP;


  1. Para realizar o estorno da baixa do câmbio no Easy Export Control, acesse a opção Atualizações / Financeiro / Câmbio (EECAF200).
  2. Selecione o processo de exportação e clique em alterar.
  3. Selecione a parcela baixada para estorno da baixa.
  4. Em ações relacionadas, clique em Estorno da Liquidação (caso seja parcela de câmbio na modalidade 1=Contrato de câmbio) ou na opção "Alterar"(caso seja parcela de câmbio na modalidade 2=Movimento no exterior).
  5. Será exibida a tela com os dados da parcela e da liquidação (caso seja parcela de câmbio na modalidade 1=Contrato de câmbio) ou a tela de Alteração de dados da parcela (caso seja parcela de câmbio na modalidade 2=Movimento no exterior) onde neste caso, será necessário retirar a data informada no campo "Dt. Cred.Ext" para que seja entendido pelo sistema como estorno da baixa do título em banco estrangeiro.
  6. . Confirme a operação.
  7. Confirme a alteração do câmbio do processo.
  8. O sistema efetuará a gravação das alterações no Easy Export Control e iniciará o envio das integrações ao ERP, incluindo os estornos de baixas de câmbio.
  9. Caso uma das integrações seja rejeitada pelo ERP, será exibida a mensagem com o motivo de rejeição e a parcela com a baixa estornada terá as informações de baixa recuperadas pelo Easy Export Control, mantendo a integridade entre os sistemas.


Sequencia 18 – Baixa de Câmbio por FFC

Pré-requisitos:

  • Possuir adiantamento de cliente e/ou pedido não liquidado;

  • Possuir 2 ou mais processos de embarque com data de embarque preenchida e câmbio gerados;

  • Todos as cambiais dos processos citados anteriormente devem possuir fornecedor e moeda em comum.

  1. No módulo SIGAEEC, acesse no menu a rotina Atualizações / Financeiro / Manutenção F F C (EECAF300).

  2. Informe a moeda e o fornecedor para que os sistema busque as parcelas de câmbio em comum.

  3. Na tela de seleção de parcelas de Câmbio da FFC, marque eventos do tipo 101- Principal, 602 – Ad. Cliente e 605 – Ad. Pedido.

  4. Clique no botão Salvar. 

  5. Informe os demais dados da FNC e em seguida clique no botão Salvar

  6. Ao final da gravaçao da Ficha, o sistema irá exibir o número da FFC gerada.

  7. De volta à tela de manutenção de FFC, informe o número gerado para esta FFC no passo anterior e clique no botão Salvar.

  8. Na tela de manutenção da FFC, clique no botão Outras Ações > Liquidar FFC.

  9. Informe os dados necessários para liquidação e clique no botão Salvar.

  10. O sistema irá processar a liquidação das parcelas enviando para cada evento (101 – Câmbio Principal) uma mensagem de baixa do título referente ao ERP Externo (ACCOUNTRECEIVABLECODUMENTDISCHARGE) e para câmbio do tipo (602 – Adiant. Cliente) ou (Câmbio 605 – Adiant. Pedido) uma mensagem de inclusão do título de referência no ERP Externo (ACCOUNTRECEIVABLEDOCUMENT).

  11. Após o término do processamento, acesse o Log do EAI no módulo Configurador (SIGACFG) e verifique o registro das mensagens trafegadas. 

  12. Retorne a rotina de manutenção de FFC

  13. Informe a FFC liquidada e clique no botão Salvar.

  14. O sistema irá exibir as com os respectivos números de títulos na coluna “Num. Titulo” e a sequeência de baixa para cambiais do tipo (101 – Câmbio principal)


Sequencia 19 – Envio dos dados das Exportações para registro SINTEGRA 85-86

No módulo SIGAEEC é possível enviar via integração por mensagem única os dados das Exportações registradas no sistema necessários para alimentação da rotina de Registro 85-86 no ERP Logix.

Para os registros de processos de exportação encontrados no sistema conforme os filtros selecionados na rotina, para cada ocorrência de Nota Fiscal vinculada a estes processos que possuam saldo de itens embarcados faturados como exportação e tal saldo registrado no Siscomex (R.E), o sistema apura este saldo por Nota Fiscal de Saída e monta um registro para integrar ao ERP Externo via mensagem única tal conforme o layout da mensagem.

Pré-requisitos:

  • Possuir processos de embarque cadastrados no sistema que além de estarem embarcados, possuam;

                  - Data de Averbação do embarque informada

                  - Conhecimento de Embarque informado

                  -Tipo do Documeto de carga da via de transporte utilizada no embarque informado.

                  - Itens destes embarques com saldo faturado em Notas Fiscais de Saída e com todos os dados sobre o registro de exportação (R.E) informados nestes itens.

  1. No módulo SIGAEEC, no menu acessar a rotina Miscelânea / Registro 85. (EECREG85).
  2. O sistema irá exibir uma tela de perguntas para parametrização da busca de dados para geração. 
  3. Selecione a opção de filtro desejada e informe o intervalo de critérios. Caso deseje enviar todas as ocorrências no sistema, selecione a opção “Sem Filtro”.
  4. Label “Operação Logix” marque a opção “Inclusão”.
  5. Clique em Confirmar, o sistema irá processar os dados para geração.
    Neste momento o sistema exibirá uma barra de progressão que indica o processamento de apuração dos dados e envio da mensagem ao Logix.
  6. Ao finalizar, será preciso consultar o log de mensagens do EAI-Protheus (em Miscelânea\Monitor EAI), localizar a mensagem "SINTEGRAREGISTER-85-86" e verificar os dados enviados na mensagem.

    Em suma, os dados enviados pela rotina constam na tabela abaixo:

Campo:

Descrição:

Declaração exportação

Número da declaração de exportação.

Registro exportaçãoNúmero do registro de exportação.
Data declaraçãoData da declaração de exportação.
Data registroData do registro de exportação.
Natureza exportação

Indica o tipo de exportação que será utilizado para identificar sua natureza.

1 - Exportação direta;

Conhecimento embarqueNúmero do conhecimento de embarque.
Data conhecimento embarqueData do embarque do proceso de Exportação.
Conhecimento transporteInformação do tipo de conhecimento de transporte, conforme tabela de tipo de documento de carga do SISCOMEX.
País destinoCódigo do país de destino da mercadoria, conforme tabela do SISCOMEX.
Data averbação declaraçãoData da averbação da declaração de exportação.
Nota fiscal exportaçãoNúmero da nota fiscal de exportação emitida pelo exportador.
Data emissão nota fiscalData de emissão da nota fiscal de exportação/revenda.
Série nota fiscalSérie da nota fiscal de exportação.
Data emissão nota fiscalData de emissão da nota fiscal de exportação/venda (informação adicional)
ProdutoCódigo do produto (informação adicional)


Sequencia 22 – Integrações de baixas de parcelas recebidas no exterior sobre o contrato de fechamento de câmbio

 

Pré-requisitos:

  • Possuir processo de exportação embarcado cadastrado no Easy Export Control;
  • O processo deve possuir com cobertura cambial para que haja cambio a receber;
  • Evento “101” do tipo de módulo “EXPORT” configurado para integração de título a receber e com o campo que habilita a movimentação no exterior habilitado para tratamento de parcelas com recebimento em banco no exterior.
  • Banco com portador cadastrado e devidamente configurado no ERP para integração do movimento bancário entre bancos estrangeiro e nacional na baixa do câmbio a receber.

          - O portador deve ser do tipo BANCO para bancos em moeda nacional e do tipo CARTEIRA para bancos no exterior e com moeda Dólar.

  • Observação: Em relação à funcionalidade de baixas de parcelas recebidas no exterior sobre o contrato de fechamento de câmbio na modalidade "2-Movimento no Exterior", para o funcionamento correto desta rotina integrada, deverá ser atualizado o ERP Logix a partir da release 12.1.27 a ser liberada em Janeiro de 2020.
  1. No Easy Export Control, através da opção Atualizações / Financeiro / Câmbio (EECAF200), é possível realizar o controle das operações de câmbio.
  2. Selecione um processo de exportação e clique em alterar.
  3. É possível selecionar qualquer parcela de invoice que esteja na modalidade 2=Movimento no exterior e que possua a data de crédito no exterior informada, o banco/agência/conta no exterior na mesma moeda do câmbio e o registro da baixa integrada no ERP para o título referenciado nesta parcela.
  4. Em ações relacionadas, clique em Liquidar.
  5. É necessário preencher os campos obrigatórios. Deve-se informar o campo de data de crédito no exterior, taxa, data de liquidação, o banco, agencia e conta de recebimento nacional e o campo "Nro. Operação" onde é definido o número do contrato de fechamento de câmbio.
  6. Confirme a operação. Neste momento o sistema irá fazer as seguintes verificações:

           - Caso exista nas filiais da empresa alguma parcela de câmbio liquidada com o mesmo número de contrato de fechamento de câmbio e no mesmo banco/agência/conta, o sistema irá recuperar os dados do contrato de fechamento de câmbio sob o qual esta parcela encontrada foi baixada e permitirá o prosseguimento com a liquidação da parcela atual sobre este mesmo contrato apenas se clicar na opção Sim na janela exibida pelo sistema aceitando que as informações do contrato irão ser atualizadas na parcela de câmbio atual. Caso seja clicado no botão Não, o sistema retorna para a tela de dados da liquidação de câmbio afim de que o usuário possa revisar as informações de fechamento do contrato de câmbio ou abortar a operação.

  1. Confirme a liquidação da parcela.
  2. O sistema efetuará a gravação das alterações no Easy Export Control e iniciará o envio da integração da mensagem de fechamento do contrato de câmbio (CURRENCYEXCHANGECONTRATCTCLOSING) listando todas as parcelas de câmbio encontradas com liquidação sob este contrato de câmbio neste banco incluindo a parcela atual e com o saldo de baixas sob este contrato atualizado com a somatória de baixas sob este contrato.
  3. Caso a integração seja rejeitada pelo ERP, será exibida a mensagem com o motivo de rejeição e a parcela baixada terá a data de liquidação removida pelo Easy Export Control.
  4. Para cambio a receber, o banco associado na liquidação do câmbio será utilizado para definir o portador da baixa do título, conforme o cadastro de portadores associado ao cadastro do banco.


Sequencia 23 – Integrações de estorno das baixas de parcelas recebidas no exterior sobre o contrato de fechamento de câmbio

Pré-requisitos:

  • Possuir processo de exportação embarcado cadastrado no Easy Export Control e com parcelas de câmbio a receber recebidas no exterior (modalidade 2) e com a liquidação em reais (fechamento de contrato de câmbio com movimento do valor do banco no exterior para o banco nacional) realizado ;
  • O processo deve possuir com cobertura cambial para que haja cambio a receber;
  • Evento “101” do tipo de módulo “EXPORT” configurado para integração de título a receber e com o campo que habilita a movimentação no exterior habilitado para tratamento de parcelas com recebimento em banco no exterior.
  • Banco com portador cadastrado e devidamente configurado no ERP para integração do movimento bancário entre bancos estrangeiro e nacional na baixa do câmbio a receber.

          - O portador deve ser do tipo BANCO para bancos em moeda nacional e do tipo CARTEIRA para bancos no exterior e com moeda Dólar.

  1. No Easy Export Control, através da opção Atualizações / Financeiro / Câmbio (EECAF200), é possível realizar o controle das operações de câmbio.
  2. Selecione um processo de exportação e clique em alterar.
  3. É possível selecionar qualquer parcela de invoice que esteja na modalidade 2=Movimento no exterior e que possua a data de crédito no exterior informada e por consequência, o registro da baixa integrada no ERP para o título referenciado nesta parcela.
  4. Em ações relacionadas, clique em Estorno da Liquidação.
  5. Verifique os dados da parcela a ser estornada do contrato e confirme a operação. Neste momento o sistema irá fazer as seguintes verificações:

           - Caso exista nas filiais da empresa uma ou mais parcela de câmbio liquidadas com o mesmo número de contrato de fechamento de câmbio e no mesmo banco/agência/conta da parcela atual, o sistema irá recuperar os dados do contrato de fechamento de câmbio sob o qual estas parcelas encontradas foram baixadas e irá compor o saldo atualizado do contrato com a somatória destas parcelas (com exceção da parcela atual) para montar a mensagem de atualização do contrato de fechamento de câmbio no ERP retirando a parcela atual da listagem de parcelas baixadas sob tal contrato. Caso o sistema não encontre mais parcelas baixadas sobre este mesmo contrato, caracteriza-se que esta seja a única ou última parcela baixada sob este contrato e desta forma o sistema monta uma mensagem de estorno do contrato para envio ao ERP.

  1. Confirme o estorno de liquidação da parcela.
  2. O sistema efetuará a gravação das alterações no Easy Export Control e iniciará o envio da integração da mensagem de fechamento do contrato de câmbio (CURRENCYEXCHANGECONTRATCTCLOSING) em modo de atualização (upsert) caso haja mais de uma parcela baixada no mesmo contrato ou em modo (delete) caso contrário.
  3. Caso a integração seja rejeitada pelo ERP, será exibida a mensagem com o motivo de rejeição e a parcela baixada terá os dados da liquidação restaurados pelo Easy Export Control.
  4. Para cambio a receber, o banco associado na liquidação do câmbio será utilizado para definir o portador da baixa do título, conforme o cadastro de portadores associado ao cadastro do banco.