Page tree
Skip to end of metadata
Go to start of metadata

O TAF é um produto baseado no Framework do Protheus Série T, que possui diversas funcionalidades importantes, tanto ferramental quanto usabilidade.

No que diz respeito a ferramental, podemos ressaltar alguns destaques:

  • Todos os browses do TAF possui funcionalidades diversificadas como:
    • Filtros personalizados;
    • Extração dos registros ativos em alguns formatos como PDF, EXCEL e SPOOL;
  • Todos as movimentações integradas com o TAF podem sofrer modificações antes da extração da Obrigação Fiscal;
  • Possui integração com a funcionalidade Audit Trail, onde disponibiliza um relatório( que pode ser automatizado ) com o objetivo de extrair todas as manutenções da base de dados ocorridas em um determinado período;

A respeito da usabilidade:

  • Todas as interfaces permitem personalização quanto à fontes, cores.
  • Todos os relatório foram construídos em TReport, que permitem também, personalização de fontes, cores e inclusive de layout;
  • Todos os processamentos, como extração de dados e configuração, são orientados à Wizard, determinando o fluxo de processo da operação;

Dimensionamento:

  • Para dimensionamento do TAF em um ambiente Protheus com outros módulos, considerando que o ambiente atual esteja sobrecarregado ou se tenha a necessidade da compra de novos servidores, recomendamos a realização de um sizing com a equipe TIS – TOTVS Infra-Service. Neste SIZING é especificado o dimensionamento necessário para banco de dados e aplicação, considerando ambiente físico ou virtual para a aplicação.
  • Para mais detalhes, segue documento com as referidas especificações mínimas Infraestrutura minina TAF.pdf

Importante:

SGBD: É necessário um SGBD homologado pela TOTVS (DBAccess - Banco de dados);

Diferentemente de outros SGBDs homologados, o Oracle necessita de uma configuração específica para fechar a conexão com a aplicaçãoo acesso ao schema é via LISTENER e não ODBC. Para isso deve-se:

  • Criar uma tablespace permanente;
  • Criar uma tablespace temporária;
  • Criar um usuário com as permissões de DBA, CONNECT e RESOURCE e privilegio de UNLIMITED TABLESPACES.
  • Configurar o tnsnames.ora criando uma entrada para esse schema criado;
  • Criar no DBAccess uma conexao para o oracle passando o mesmo nome inserido no tnsnames.ora.

 Mais informações relativas as configurações: http://tdn.totvs.com.br/display/public/PROT/Oracle


Permissionamento

Para todos os bancos, é necessário permissionamentos para conectar ao banco de dados, acessar aos catálogos do sistema, e permitir a manipulação dos objetos criados (table, view, function, procedure, trigger, synonym).

Porque ao catálogos do sistema?

Para pesquisa de tabelas e índices, recuperar informação da instância, recuperar informações do usuário (sessão)



Topologia

  • Devido à sua divisão em camadas, a TOTVS | Platform permite montar o ambiente de execução com diferentes topologias, priorizando a execução, o tráfeto de rede ou os recursos individuais das máquinas existentes, o que torna o processamento distribuído. Essa é uma das grandes vantagens da TOTVS | Platform. Para mais detalhes acesse: Topologia de utilização de rede do TOTVS Application Server