Skip to end of metadata
Go to start of metadata

Atenção

Página destinada a atualizações 1.5.13 ou inferiores.

Índice


Versões homologadas do MySQL

Para verificar as versões homologadas do MySQL acesse a Matriz de Portabilidade.


Configuração do MySQL

Atenção

Esta configuração deve ser realizada antes da criação do banco de dados do Fluig.


Configurações

Por padrão, aliases de tabelas são case sensitive no Unix, mas não no Windows. Para evitar problemas causados por esta característica, no MySQL é necessário adicionar a variável de sistema lower_case_table_names no arquivo de configuração do MySQL.

Veja o parâmetro a seguir:

Linux: my.cnf / Windows: my.ini
lower_case_table_names=1

Para verificar se a alteração foi aplicada com sucesso, execute o seguinte comando no MySQL:

Linux: my.cnf / Windows: my.ini
show global variables like 'lower%';

+------------------------+-------+
| Variable_name          | Value |
+------------------------+-------+
| lower_case_file_system | OFF   |
| lower_case_table_names | 1     |
+------------------------+-------+

Além disso é necessário confirmar que as tabelas serão criadas corretamente no banco de dados.

Para isso, no Command Line Client do MySQL verifique a engine utilizada informando o comando: 

mysql>  SHOW ENGINES\G

  


Se a Engine InnoDB não aparecer como Default, o parâmetro default_storage_engine também deve ser adicionado ao arquivo, conforme segue:

Linux: my.cnf / Windows: my.ini
default_storage_engine=InnoDB


Também é possível definir a quantidade de memória a ser usada pelo MySQL. Em servidor dedicado a boa prática é alocar 75% da memória disponível para o banco de dados:

Linux: my.cnf / Windows: my.ini
innodb_buffer_pool_size=<valor em bytes>

Por exemplo, para alocar 128 MB de memória teríamos innodb_buffer_pool_size=134217728.


Caso sejam criados formulários com muitos campos, sendo a maioria deles do tipo TEXT, o MySQL pode restringir a criação de tabelas em que o tamanho somado dos campos ultrapasse o limite configurado. Recomendamos efetuar as seguintes configurações no banco de dados para solucionar essa restrição:

Linux: my.cnf / Windows: my.ini
innodb_log_file_size=512M
innodb_log_buffer_size=800M
innodb_strict_mode=0

Após estas configurações é necessário reiniciar o MySQL.

Hey, atenção!

O serviço do fluig não pode estar em execução durante a alteração destes parâmetros. Somente formulários publicados após esta alteração utilizarão a nova configuração.


Confirmar alterações aplicadas

Para verificar se a configuração case sensitive foi efetuada com sucesso, execute o seguinte comando SQL:

 SHOW GLOBAL VARIABLES LIKE 'lower_case_table_names';

Se no resultado a coluna value possuir o valor 1 a configuração está correta.


Confirme também a alteração do Engine para InnoDB, caso tenha adicionado o parâmetro default_storage_engine ao arquivo:

SHOW ENGINES\G

Se a engine InnoDB aparecer como Default a configuração foi aplicada com sucesso.


Criação do banco de dados com codificação UTF-8

O Fluig necessita de uma base de dados com codificação UTF-8, para criar o banco com esta característica utilize o seguinte comando SQL:

CREATE DATABASE nome_do_banco CHARACTER SET utf8 COLLATE utf8_general_ci;

Onde nome_do_banco é o nome do banco a ser criado.


Download do Driver

Para utilização do banco de dados MySQL, é necessário fazer o download do driver MySQL separadamente. 

Por isso, antes de iniciar a instalação do Fluig, siga os passos a seguir:

  1. Faça o download do Driver em diretamente no site do MySQL: http://dev.mysql.com/downloads/connector/j/;
  2. No campo Select Platform acione a opção Platform Independent;
  3. Clique no botão Download ao lado da versão em arquivo ZIP;
  4. Clique em No thanks, just start my download e será iniciado o download de um arquivo chamado mysql-connector-java-xx.y.zz.zip, onde xx.y.zz é a versão corrente do Driver;
  5. Descompacte o arquivo baixado, será criada uma pasta chamada mysql-connector-java-xx.y.zz;
  6. Nesta pasta há um arquivo chamado mysql-connector-java-xx.y.zz-bin.jar. Esse arquivo é o Driver.


Otimizando a performance do banco de dados MySQL

Quando trabalhamos com um volume elevado de dados, o banco de dados pode apresentar problemas de baixo desempenho. Um investimento em capacidade física dos servidores é sempre bom. Porém há momentos que o tuning irá representar ganhos expressivos de performance.

Dica

Para a utilização do Fluig com um número elevado de usuários e dados é recomendado realizar o tuning do banco de dados.

Para mais informações sobre tunning e otimização de performance do MySQL consulte a documentação oficial disponível em MySQL Optimization.


  • No labels