Skip to end of metadata
Go to start of metadata

Índice

Objetivo

O objetivo deste guia é demonstrar a criação de um dataset via Painel de Controle, para possibilitar a integração com sistemas terceiros sem qualquer tipo de codificação.


Pré-requisitos

Para que se tenha uma compreensão completa destas informações, alguns conhecimentos são considerados pré-requisitos, entre eles:

  • Visão geral sobre o fluig
  • Visão geral sobre integração de sistemas


Criação de datasets simples

A criação de dataset simples está disponível no Painel de Controle do fluig e consiste em duas etapas: o cadastro do serviço e a configuração do dataset. 

Atenção!

Apenas os usuários administradores da plataforma têm acesso a essas configurações.


Cadastro do serviço

Para cadastrar o serviço é necessário conhecer o endereço e o método do Webservice que contém as informações que devem ser trazidas para o fluig. É possível cadastrar serviços SOAP, REST ou JDBC.

Fique por dentro!

O passo a passo para incluir ou gerenciar os serviços pode ser conferido no help Serviços.

    No serviço REST só vai listar os campos se tiver Swagger.



    Configuração do dataset

    Após ter o serviço cadastrado, é preciso configurar o dataset que está sendo criado. A partir da seleção do serviço, o fluig retorna a lista de tabelas ou operações disponíveis, e o usuário autenticado deve ajustar os parâmetros referentes a cada coluna a ser retornada pelo dataset.

    Cadastrando um dataset simples


    O código-fonte gerado nessa interface pode ser utilizado em outros recursos, como eventos de processos ou scripts de tarefa de serviço assíncrono, por exemplo. Bastando neste caso que o desenvolvedor se responsabilize pela forma como o retorno do webservice é tratada. Além disso, o código-fonte dos datasets simples pode ser editado pelo fluig Studio ou em modo avançado pela própria plataforma, o que automaticamente os transforma em datasets avançados.

    Fique por dentro!

    Para visualizar mais detalhes sobre a criação dos datasets, acesse nossas documentações:


    Edição em modo avançado

    A interface de edição em modo avançado, disponível a partir da atualização 1.6.5 - Liquid, é acessada acionando a edição do dataset na listagem. Essa interface apresenta algumas vantagens em relação à edição pelo fluig Studio, sendo algumas delas:

    • Histórico de versões publicadas, com detalhamento do responsável e possibilidade de restaurar versão antiga;
    • Possibilidade de manter as alterações em rascunho (salvar a edição sem publicá-la);
    • Monitoramento detalhado do serviço relacionado, com o log e a quantidade de requisições efetuadas.

    Atenção!

    Os datasets podem ser convertidos de simples para avançado, mas o contrário não pode ser feito: a partir do momento em que um dataset simples for editado em modo avançado, ele passa a ser um dataset avançado, e com isso, não poderá ser novamente editado em modo simples.





      Fique atento!

      Esta documentação é válida a partir da atualização 1.6.5 - Liquid. Se você utiliza uma atualização anterior, ela pode conter informações diferentes das quais você vê na sua plataforma.