Page tree
Skip to end of metadata
Go to start of metadata

Índice

Objetivo

Devido ao eSocial ser uma obrigação onde as suas entregas são realizadas de forma faseada, empresas podem ter entregue as fases 1, 2 ou 3 através do software terceiros, e hoje existe a necessidade de efetuar a migração desses dados históricos para a base de dados do TAF.

Este recurso pode ser utilizado principalmente com o objetivo de migrar dados de outros softwares para dentro da base de dados do TAF.


Além desta funcionalidade, o projeto do migrador também disponibiliza uma funcionalidade responsável por migrar os dados de uma base TAF On Premise para o Smart E-Social o Saas do E-Social da Totvs. 

A documentação desta funcionalidade está disponível em Migrador TAF On Premise x TAF - Smart E-Social TAFMIGXML - TAF - P12


Importante!

A Rotina só será executada para os registros transmitidos em ambientes de produção (tpAmb=1) e o ambiente do TAF também deverá estar configurado para transmissão de eventos em ambiente de produção (MV_TAFAMBE).

Premissas para migração  ( Outros produtos para o TAF ).


    Premissas para migração ( Outros produtos para o TAF )

    • É necessário todos os XMLs de Envio e Retorno gerados em arquivos pelo software responsável pelo envios ao E-Social.
      • O XML de Envio ao RET deverá ser iniciado pelo node principal <eSocial>;
      • O XML de retorno deverá obrigatoriamente conter o node <retornoEvento> e poderá ter os seguintes paths até chegar nesse node:

        • /eSocial/retornoProcessamentoLoteEventos/retornoEventos

        • /evento/retornoEvento

        • /eSocial/retornoEvento

    • Após obter todos os Xmls, será necessário criar a seguinte estrutura de pasta no diretório informado na seção RootPath da instalação nova do TAF. Conforme exemplo abaixo:










    • Estrutura a ser criada:

    • A estrutura Migrador-TAF do exemplo acima, deverá conter em suas sub-pastas pastas nomeadas com o número do CNPJ existente no SIGAMAT.EMP ( Arquivo de empresas do TAF ) e dentro destas pastas deverão conter os XMLs de Envios e Retornos referentes ao CNPJ informado no nome da pasta. Conforme exemplo abaixo:


    Processo para migração  



      • Após a construção da estrutura de diretórios acima, iremos acessar a seguinte opção no menu do SIGATAF.

      • Ao clicar na opção Migrador será exibido o browser abaixo:

      • Nesta tela temos as seguintes opções:
        • Processar: Esta é a rotina responsável por migrar os arquivos presentes nas pastas para o TAF.
        • Relatório: Esta opção é responsável por extrair um relatório com as informações migradas após realizarmos o processo de migração.
        • Visualizar: Esta opção visualiza registros específicos presentes no browse após o processo de migração.


      • Ao utilizarmos o botão Processar será apresentado o Wizard abaixo:
























      • Ao clicar em Avançar será apresentado no wizard a seguinte tela:



      • A seguir um descritivo das opções disponíveis na tela acima:

        • Tipos de Execução
          • Somente Importar: Esta opção irá realizar o envio dos XMLs presentes nas pastas para a tabela temporária do TAF, ao utilizar esta opção apenas a tabela temporária do TAF será gerada, não realizando assim nenhuma integração com as tabelas dos Eventos do E-Social no TAF.
          • Somente Processar: Esta opção irá realizar o envio dos registros presentes na tabela temporária gerada utilizando a opção Somente Importar para as tabelas dos respectivos eventos do E-Social. Esta opção deve ser utilizada somente após a opção Somente Importar ter sido executada.
          • Importar e Processar: Esta opção irá realizar ambos os processos em uma única execução.
        • Nº de Threads: Este parâmetro é utilizado para informar quantas threads serão utilizadas durante o processo de migração, este número pode variar entre 1 e 10.
        • Diretório: Nesta opção iremos informar o diretório configurado nas premissas de migração.

      • Abaixo uma imagem com os parâmetros preenchidos:



      Importante!

      Após clicar em Processar, será necessário aguardar o fim do processamento e não será possível acessar a rotina de migração de outra estação.

      Importante!

      Foi disponibilizado o parâmetro MV_TAFV2A que caso esteja com o conteúdo .T., o TAF somente irá processar os registros da filial no qual o usuário está logado.



      Ao fim do processo, clique em Concluir e no browse será exibido as informações de todos os eventos integrados ao TAF.



      Abaixo um modelo do relatório que será exibido



      Também é possível visualizar mais detalhes do registro, acionando a opção Visualizar:



      O TAF realiza validação do empregador (raiz de CNPJ) informado no arquivo XML contra o CNPJ da pasta onde está o arquivo. Caso haja divergências, o TAF não irá importar e ao final do processamento, irá emitir um relatório informando a divergência:


      Desejo utilizar o TAF somente para entrega dos eventos de Segurança e Medicina do Trabalho, quais eventos predecessores devo importar do meu sistema de Folha ?

      É sabido que existe dependência entre os eventos do Layout do eSocial, sendo assim, caso o cliente queira  utilizar o TAF somente visando a entrega dos eventos do SESMT é obrigatório que ele realize a migração de alguns eventos predecessores de seu sistema de folha. Abaixo vamos demonstrar as dependências necessárias para cada evento do eSocial:

      • S-1000 ( Utilizado para todos os eventos do eSocial - Não é integrado pelo migrador, deve ser cadastrado manualmente na configuração do ambiente do TAF )
      • S-1005 ( Utilizado no evento S-1060
      • S-1020 ( Utilizado no evento S-1060


      Pontos de Atenção:

      •   O evento S-1000 não é processado no TAF, pois o mesmo é gerado através do primeiro acesso no TAF através do DE/PARA de empresas.
      •     Como o evento S-1000 não é gerado automaticamente, é necessário a inclusão manualmente do protocolo nos mesmos.


      Importante!

      Na visualização do registro, é possível verificar a Data/Hora de importação do arquivo XML:



      Bem como a Data/Hora de Processamento dos registros: