Child pages
  • TOP Mobile - TOTVS Obras e Projetos
Skip to end of metadata
Go to start of metadata

 Este documento é material de especificação dos requisitos de inovação, trata-se de conteúdo extremamente  técnico.                                                             

  

Informações Gerais

Especificação

Produto

TOTVS Obras e Projetos

Módulo

Mobilidade

Segmento Executor

Construção & Projetos

País

Todos.

Objetivo

Apresentar todas as funcionalidades envolvidas na utilização do módulo de Mobilidade do TOTVS Obras e Projetos, de forma que entenda todo o processo de controle das atividades realizadas na execução do projeto, como o registro de apontamentos da utilização de equipamentos, ciclo de transporte, apontamentos de mão de obra, o avanço físico e apropriações.

 


Introdução 

O processo de Mobilidade inova o gerenciamento de projetos, permitindo o controle detalhado e real dos custos. Para atender esta necessidade utiliza-se da tecnologia para acompanhamento no local onde está sendo executado, via dispositivo eletrônico móvel, através da internet.

São adicionadas ao projeto a(s) equipe(s) contendo um responsável e seus membros. Com a devida alocação nas tarefas e o envio aos coletores moveis, o responsável poderá realizar os apontamentos produtivos ou improdutivos, relacionados a mão de obra efetiva realizada pela sua equipe, os apontamentos de utilização dos equipamentos, o registro do avanço físico e o apontamento de controle do ciclo de transporte.

Ao término dos apontamentos o responsável envia ao TOTVS Obras e Projetos que recebe estas informações, realiza o registro nas devidas entidades, permite apropriar e realizar a revaloração. Desta forma ao calcular o projeto, estes custos são adicionados com valores efetivos. 

São abordadas as funcionalidades do TOP envolvidas no processo de Mobilidade, algumas funcionalidades relacionadas ao registro de funcionários do TOTVS Folha de Pagamento, folhas de pagamento e registro de patrimônio. São citadas algumas funcionalidades do PROTHEUS dos módulos de manutenção de ativos e gerenciamento de pessoas, para ambientes onde o BackOffice for PROTHEUS.

Informações de como o aplicativo TOP Mobile funciona podem ser encontradas em TOP Mobile - APP.

A processo pode ser utilizado com os seguintes pacotes:

  • TOP + BackOffice RM;
  • TOP + BackoOffice RM + SIGAMNT (PROTHEUS);
  • TOP + BackoOffice PROTHEUS;
  • TOP + BackoOffice PROTHEUS + SIGAMNT (PROTHEUS).

 


Detalhes técnicos para realizar o sincronismo

O novo TOP Mobile pode ser utilizado a partir da versão 12.1.16.

  • Configurações mínimas do dispositivo para utilização do aplicativo:
    • Android:
      • Android 5.0
      • Memória 1 GB
      • Wi-Fi
      • GPS
      • Câmera 5.0 Mpixels
      • Processador 1.1 GHz Dual Core
      • Tela 4.5"
      • Resolução Mínima 480 X 854

Para que o o coletor móvel possa se comunicar com o TOTVS Obras e Projetos, são necessárias algumas configurações e também o cadastramento, no TOP, das informações que serão enviadas para o coletor.

O tráfego de informações acontece via serviços REST que são acionados a partir do coletor móvel e para que os mesmos estejam disponíveis, é necessário ativar o WebService para que o sincronismo ocorra com sucesso.

Após a instalação do TOTVS RM Portal, o WebService FrameHTML é criado no IIS (Gerenciador dos Serviços de Informações da Internet):

  

No arquivo Web.config o valor da tag "<add key="ServiceAlias" value="CorporeRM"/>" deve existir no arquivo Alias.dat, no qual o serviço Host irá se conectar, como por exemplo:

Para todo o sincronismo, é realizada validação da versão do aplicativo em relação à versão do sistema que devem ser compatíveis.

Para as informações que são sincronizadas, algumas particularidades são necessárias:

  • Usuários:
    • Usuários associados ao coletor;
    • Permissões:
      • Avanço Físico: Permite utilização de Avanço Físico no coletor;
      • Equipamentos: Permite utilização de Equipamentos no coletor;
      • Mão de Obra: Permite utilização de Mão de Obra no coletor;
      • Ciclo de Transporte: Permite utilização de Ciclo de Transporte no coletor;
      • Pedido de Material: Permite a utilização de Pedido de Material no coletor;
      • Pedido de Material Extra: Permite a utilização de Pedido de Material Extra no coletor;
      • Movimentações de Produtos: Permite a utilização de Movimentações de Produto no coletor;
  • Projetos:
    • Projetos associados ao coletor;
    • Data Início e Data Fim do projeto (considera o cronograma).
  • Parâmetros:
    • Permissão para sincronizar imagens para o coletor;
    • Permissão para registrar fotos e associá-las ao apontamento do avanço físico.
  • Folha Tarefa:
    • Folhas Tarefa que possuem tarefas associadas;
    • Apontamento via Coletor;
    • Status: Associada ao Coletor ou Gerada;
    • Folhas que ainda não foram enviadas para o coletor;
    • Folhas de Projetos que não estão Paralisados, Cancelados, Revisados ou Concluídos e que não são revisões Horizontal;
    • Folhas que estão referenciadas para o coletor ou que possuem equipes onde o usuário do coletor é responsável.
  • Equipes de Mobilidade:
    • Equipes onde o usuário do responsável da equipe, pessoa, está associado ao coletor.
  • Ciclos de Transporte:
    • Todos os Ciclos de Transporte dos projetos que estão associados ao coletor.
  • Motivos de Improdutividade:
    • Todos os motivos de improdutividade da coligada.
  • Imagens:
    • Se a permissão para sincronizar imagens para o coletor estiver habilitada, as imagens de Coligada e Usuários de coletor que estão associados à uma pessoa são enviadas.

Mapas de apontamentos

  • Durante o registro do apontamento no coletor, informações de localização (coordenadas GPS) serão coletadas e enviadas no sincronismo para o banco de dados do sistema.
  • Com isso, será possível visualizar as posições dos apontamentos no sistema.
  • Para habilitar a visualização de mapas é necessário configurar a chave de acesso ao Google Maps:
    • Observação: É necessário configurar apenas a chave de acesso, não existe a necessidade de configurar o portal com IIS (Internet Information Services).


      •  Observação:
        • O aplicativo TOP Mobile deverá coletar as coordernadas GPS em intervalos de 1 minuto. 
        • A precisão das coordenadas GPS será de 50 metros e deverá funcionar em ambientes abertos.

Configuração para o Pedido de Material:

Portal TOTVS Obras e Projetos

Teclado numérico

Caso o Teclado numérico padrão do seu aparelho exiba incorretamente a formatação decimal nos apontamentos como a imagem abaixo:


Recomendamos que faça o Download de um novo Teclado para que seja possível realizar apontamentos com casas decimais. Ex.: Teclado Gboard Google (Play Store).


Definição da Regra de Negócio

A seguir todas as regras das funcionalidades envolvidas no processo de Mobilidade do TOTVS Obras e Projetos.

Mobilidade

  1. Avanço Físico



    1. Parâmetros

      • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Projetos \ Parâmetros \ Construção e Projetos \ Gerais;

      • O parâmetro “Utiliza mais de um projeto por coletor móvel” define se um coletor móvel pode estar associado a mais de um projeto. O parâmetro será desabilitado, caso algum coletor móvel possua mais de um projeto associado;

      • O parâmetro “Utiliza mais de um coletor móvel por usuário” define se um usuário pode estar associado a mais de um coletor móvel. O parâmetro será desabilitado, caso algum usuário possua mais de um coletor móvel associado;

      • O parâmetro “Permite enviar imagens para o coletor (Coligada e Usuários)" define se ao sincronizar as imagens do cadastro da coligada e da pessoa no qual o usuário está associado, serão enviados para o coletor;



      • O parâmetro “Permite registrar fotos em apontamentos no coletor" define se será permitido o registro de fotos no apontamento de avanço físico do coletor e consequentemente o envio para o TOTVS Obras e Projetos durante o sincronismo. São permitidas 6 fotos para cada apontamento .



      • O parâmetro “Enviar e-mail de log de erros” define se haverá o envio de e-mail com um texto padrão para o usuário ou um grupo de usuários do sistema (este grupo deve ser criado pelo próprio cliente, conforme modelo de envio de e-mail para um grupo assim como é feito no Outlook), e que receberá informações do log de erros das importações/exportações realizadas pelos coletores móveis, através dos webservices disponibilizados no projeto Mobilidade;

      • O endereço para envio do e-mail de log de erros poderá ser parametrizado por projeto ou um endereço geral. O log de erros de sincronização de cadastros será enviado para o endereço parametrizado nos parâmetros gerais. O log de erro dos processos (Avanço Físico, Mão de obra, Equipamentos e Ciclo de Transporte) será enviado para o e-mail parametrizado para o projeto. Caso não esteja parametrizado nenhum endereço para o projeto será enviado para o e-mail informado nos parâmetros gerais;

      • O parâmetro de Informações adicionais do Funcionário/Terceiro no coletor, é uma forma de customizar a informação do funcionário exibida no coletor. O usuário poderá visualizar no coletor as seguintes informações extras: Apelido, Função, Situação, CPF, Matrícula (Chapa);
      • Na opção de menu "Projetos \ Construção e Projetos \ Projetos \ Parâmetros \ Construção e Projetos \ Parâmetros do Projeto (F6) \ LOG", a opção “Folha Tarefa” permite habilitar o log de auditoria para esta entidade.
    1. Coletores

      • Cadastros
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Coletores Móveis;
        • No Gerenciamento de projetos existe a necessidade de informar o avanço físico das atividades através de soluções Mobile (coletores móveis). Dentre os conceitos está o cadastro de coletores que permite o gerenciamento das informações básicas e de seus atributos e associações;
        • É utilizado no cadastro de usuários x coletor;
        • Os coletores são globais e o cadastro é realizado no TOTVS Obras e Projetos contendo os seguintes dados:
          • Identificador do Coletor: Fornecido pela aplicação. Todo novo coletor possui um número incremental fornecido pelo banco de dados e exibido no momento em que for criado um novo cadastro;
          • Identificador Único (IMEI): Informar o número único de identificação do coletor através do IMEI (Identificação Internacional de Equipamento Móvel).  Em nenhuma circunstância outro coletor pode ser cadastrado com o mesmo número de identificador. Esse campo é de preenchimento obrigatório;
          • Nome: Armazena a descrição do coletor. Neste campo deve ser informado o nome para diferenciar os coletores cadastrados. Esse campo é de preenchimento obrigatório;
          • Modelo: Preencher de acordo com as características do modelo do equipamento.  Esse campo é de preenchimento obrigatório;
          • Ativo: A representação do coletor ativo será feita quando o campo “Ativo” estiver selecionado, para desativá-lo será necessário retirar a seleção do campo.

      • Processos de Ativação e Desativação de Coletores
        • Na visão de Coletores Móveis o usuário seleciona os coletores e executa o processo desejado (Ativação ou Desativação de coletores móveis);
        • Processo de Ativação:
          • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Coletores Móveis\ Processos \ Ativar Coletores Móveis;
          • Os itens selecionados terão seu status alterado para Ativo.
        • Processo de Desativação:
          • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Coletores Móveis\ Processos \ Desativar Coletores Móveis;
          • Para os coletores serem desativados não poderão existir Folhas Tarefas e/ou projetos associados a eles. Caso exista, o sistema irá emitir mensagem informativa.
        • Se o usuário confirmar a execução do processo e desativar os coletores, as Folhas e projetos associados serão liberados automaticamente para associação a outro coletor. Se não confirmar, o sistema exibirá um aviso ao usuário “Os coletores X, Y e Z permanecem ativos”, e cancela o processo;
        • Quando o coletor for desativado, além de excluir o vínculo com as folhas tarefas, será excluído o vínculo com os projetos. Os coletores selecionados terão seu status alterado para Inativo.

              Importante:
            • Havendo mais de um projeto associado ao coletor, estes serão desassociados. Caso haja mais de uma Folha Tarefa associada ao coletor, todas serão desassociadas na execução deste processo;
            • O usuário é informado sempre que executar este processo, que os projetos e Folhas Tarefas associadas a este coletor serão desassociados e não mais será possível reverter este processo. Caso existam estas associações.

      • Associação de Projeto(s) a Coletor
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Coletores Móveis\ Anexos \ Associação de Projeto(s) a Coletor;
        • Relaciona um coletor a um ou vários projetos.


      • Processo de Associar Folha Tarefa ao Coletor
        • Permite a associação de folhas tarefas dos projetos que estão associados ao coletor:
          • Para sua execução é necessário que usuários e projetos estejam associados ao coletor selecionado;
          • São exibidas apenas as folhas tarefas que não estão associadas ao coletor selecionado, e  que pertencem a projetos que estão associados ao coletor selecionado e projetos que o usuário, em questão, tem permissão de acesso.

    2. Usuários de Coletores

      • Cadastro
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Usuários de Coletores Móveis;
        • Usuários de coletores móveis são os responsáveis por coletar os dados utilizando-se dos coletores associados;
        • É utilizado na validação do usuário ao ser realizado o LOGIN no coletor para importações das folhas tarefas para execução;

        • Dependente do cadastro de coletores móveis;

        • Neste cadastro são informados os usuários que podem utilizar os coletores móveis para as apurações e apontamentos;

        • Todos os campos são de preenchimento obrigatório, respeitando as exigências listadas abaixo:

          • Usuário: Usuário do ERP definido no cadastro global de usuários;

          • Status: campo “Ativo”. Este campo, por default, é marcado como ativo. Caso o usuário queira cadastrar o usuário como inativo, deve desmarcar esta opção na tela de cadastro;

          • Permissões: estas permissões se referem a operações realizadas no coletor móvel, ou seja, sua função é controlar quais módulos serão visualizados pelo usuário no dispositivo móvel:

            • Avanço Físico: permissão de “Apontamento de Avanço Físico”;

            • Apropriação de Mão de Obra: permissão de “Apontamento de Mão de Obra”;

            • Apropriação de Equipamentos: permissão de “Apontamento de Equipamentos”;

            • Ciclo de Transporte: permissão de “Apontamento de Ciclo de Transporte”;

            • Pedido de Material: permissão de acesso ao Portal do TOP para "Pedido de Material";
            • Pedido de Material Extra: permissão de acesso ao Portal do TOP para "Pedido de Material Extra" .


      • Associação de Coletores Móveis a Usuários
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Usuários de Coletores Móveis\ Anexos \ Associação de Coletor a Usuário(s);
        • No cadastro de usuário de coletores móveis é feito o vínculo e a visualização dos coletores que estão associados ao usuário selecionado;
        • Nesta visão são exibidos apenas os coletores associados ao usuário e somente coletores ativos poderão ser associados onde o coletor possua ao menos um projeto no qual o usuário tenha permissão;

        • Por definição, cada usuário de coletor móvel ativo somente poderá estar associado a um único coletor móvel. Esta validação será executada no momento da vinculação do coletor. Caso o administrador do sistema opte por permitir a vinculação de mais de um coletor por usuário, o mesmo deverá alterar o parâmetro “Utiliza mais de um coletor móvel por usuário” na parametrização geral do TOTVS Obras e Projetos.


          Importante:

            • O parâmetro “Utiliza mais de um coletor móvel por usuário” uma vez definido que o projeto permitirá mais de um coletor por usuário, o parâmetro ficará desabilitado por questões de consistência e só voltará a ficar disponível quando não existir nenhum registro de usuário associado a mais de um coletor. Caso o projeto não esteja com este parâmetro habilitado o sistema não permitirá associar mais de um coletor a este usuário. 

        • Equipamentos Associados a Usuários
          • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Usuários de Coletores Móveis\ Anexos \ Equipamentos Associados ao Usuário;
          • No cadastro de usuário de coletores móveis pode ser realizado a associação de equipamentos que serão utilizados pelo usuário, este como Operador de Equipamentos, no coletor;
          • Os equipamentos que estarão disponíveis para a associação ao usuário são os que foram associados aos projetos (Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Equipamentos \ Equipamentos Associados ao Projeto) que estão relacionados ao coletor no qual o usuário utilizará;
          • Somente será possível associar equipamentos, se existirem coletores associados ao usuário;
          • Ao realizar o sincronismo no coletor, essas informações serão enviadas. Ao solicitar a inclusão de entrada de apontamento de equipamento, a tela de equipamentos associados será exibida para que o equipamento seja selecionado. Detalhes sobre essa função estão exemplificadas no módulo de equipamentos neste documento;
          • Validações:
            • Inclusão e Alteração: 
              • Valida se existe coletor associado ao usuário, pois os equipamentos são originários dos projetos associados ao coletor;
              • Valida se o usuário do coletor é Operador de Equipamentos.

          • Processo de Associar Equipamentos ao Usuário
            • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Usuários de Coletores Móveis\ Processos \ Associar Equipamentos ao Usuário;
            • Através deste processo, é possível realizar a associação de vários equipamentos de uma só vez;
            • São exibidos apenas os equipamentos que não estão associados ao usuário;
            • As validações são as mesmas da inclusão unitária.

      • QR Code de configuração de Sincronismo
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Usuários de Coletores Móveis\ Processos \ QR Code para Configuração Automática do Sincronismo do TOP Mobile;
        • No menu de processos é possível gerar o QR Code para facilitar as configurações do sincronismo no TOP Mobile, o processo tem duas etapas.

          Na primeira etapa, é gerado o QR Code para configuração automática do sincronismo do TOP Mobile. 

        • Exemplo de URL de API: 

          http://nomedocomputador:porta/api/construction-projects/v1/product-movement-parameter?companyId=1&projectId=156&page=1&pageSize=10&order=+Description


          Obs.: o botão Copiar para área de transferência irá disponibilizar uma cópia da imagem do QR Code na área de transferência.

          Na segunda etapa, o QR Code será enviado como e-mail para os usuários de coletores móveis.
          O texto que aparece como padrão no campo Corpo do e-mail, poderá ser editado e a 
          seleção dos usuários que receberão o e-mail também poderá ser alterada antes da execução do processo.





          Permissão de acesso do processo:

    3. Folha Tarefa

      • Cadastro
        • Parâmetro para Habilitar a Utilização da Folha Tarefa:
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa;
        • Uma Folha Tarefa, representada principalmente por suas tarefas, pode ser considerada como um planejamento em curto prazo. Através desta Folha será possível ter o conhecimento das tarefas a serem realizadas em um dado intervalo de tempo bem como distribuir estes “planejamentos” entre as equipes/usuários das diversas frentes de obra, receber/gerir os apontamentos para diversas funções que as tarefas podem representar;
        • Permite a alocação de equipes para a execução. Após o término da alocação, a mesma fica disponibilizada para ser sincronizado pelo coletor e posterior registro e envio dos apontamentos referente as frentes de execução;

        • O objetivo desta funcionalidade é maior agilidade no direcionamento de tarefas nas frentes de obra e acompanhamento dos projetos através do envio/recebimento de informações sobre o andamento das tarefas (e atualização no TOP) com o uso de coletores móveis (a princípio smartphones);

        • Permite o sincronismo de informações para o coletor móvel e o gerenciamento dos apontamentos realizados e sincronizados;
        • Depende do cadastro do projeto;
        • Uma Folha Tarefa poderá se encontrar em uma das seguintes situações:
          • Em Processamento: Folha Tarefa criada, porém ainda não disponibilizada para os dispositivos de coleta de dados;
          • Disponível para Coletor (Gerada): Folha Tarefa cadastrada e disponível para o coletor;
          • Pronta para Impressão: Folha Tarefa disponível para impressão e coleta através do leitor de código de barras;
          • Encerrada: Folha Tarefa encerrada. O PERT já foi atualizado. Esta situação significa que todos os dados dos coletores já foram recebidos para todas as tarefas, validados e atualizados no PERT;
          • Cancelada: Folha Tarefa cancelada. Não permite qualquer outra operação. Os dados das tarefas (por exemplo, oriundos de coletores) desta Folha não poderão gerar atualização no PERT e não poderão ser importadas informações dos coletores;
          • Associada ao coletor: Folha Tarefa foi enviada ao coletor móvel;
          • Apontada: Folha Tarefa possui apontamentos em seus itens após a mesma ter sido fechada no coletor.
        • A data fim da Folha é calculada conforme a periodicidade informada e o valor do parâmetro “Quebra por períodos do Cronograma”, exceto quando a periodicidade é definida como Personalizada;
        • Primeiramente determina-se o valor da data fim de acordo com a periodicidade:
          • Semanal: Se Soma seis dias a data inicial;

          • Quinzenal: Se Soma quatorze dias a data inicial;

          • Mensal: Se Soma trinta dias a data inicial;

          • Personalizada: Permite a alteração manual das datas início e fim.
        • Posteriormente, caso o parâmetro “Quebra por períodos do Cronograma” esteja selecionado, será verificado se existe algum fim de período no cronograma entre as datas inicial e final informadas na Folha. Caso exista, o valor encontrado será utilizado como data fim da folha e será exibida uma mensagem contendo informações sobre a quebra. Posteriormente, o usuário poderá cadastrar um novo item a fim de complementar o período. Caso contrário, será exibida uma mensagem de erro, informando que não foi possível encontrar um intervalo de cronograma. Esse parâmetro somente estará habilitado se a periodicidade padrão for diferente de Personalizada.


        • Parâmetro da folha tarefa desmarcado
          • Ao desmarcar o Parâmetro 'Utiliza Folha Tarefa', a Folha Tarefa não será exibida no Menu de Mobilidade e em todos os locais no TOP Mobile.
          • Ao realizar o sincronismo com o TOP Mobile, será criada uma folha tarefa interna do sistema para retornar as tarefas.
          • Na associação de projeto ao coletor o usuário pode informar um filtro para o sincronismo das tarefas
          • image2019-6-26_14-34-57.png
          • O Filtro criado segue o mesmo padrão de filtros do RM.
          • Os campos passíveis a serem utilizados neste filtro são correspondentes as tabelas que se relacionam com as Tarefas, como.: Cronograma Previsto, Local de Serviço, Unidade de Serviço.
          • Após definir o Projeto e o Filtro, é possível testar o mesmo e visualizar as tarefas que serão sincronizadas para o respectivo coletor, basta clicar no botão  que a tela de "Tarefas do filtro avançado a serem sincronizadas" será aberta com suas respectivas tarefas. Se nenhuma tarefa for exibida é porque nenhuma delas se encaixa nas condições definidas no filtro.
          • image2019-6-26_14-38-53.png
          • Se o projeto associado ao coletor não utilizar folha tarefa, isto é, se o parâmetro de projeto "Utiliza Folha Tarefa" estiver desmarcado e na associação ao coletor não estiver definido nenhum filtro, o filtro padrão será considerado para que as tarefas possam ser selecionadas para envio ao coletor,. A condições do filtro padrão são as seguintes:
            • Tarefas que tem o cronograma planejado definido em períodos que correspondam ao intervalo da data corrente menos 15 dias e mais 15 dias;
            • Tarefas que não tem o cronograma realizado em 100%;
            • Se o projeto utiliza travamento de períodos do cronograma planejado, apenas os passíveis de utilização serão considerados.


Importante: 

Ao Selecionar a opção 'Versão Lite' no TOP Mobile, no momento da escolha do Projeto, será exibido as opções de Projeto sem Folha Tarefa e Projeto com Folha Tarefa.

Screenshot_20190523-153139.png

      • Coletores Associados à Folha Tarefa
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa \ Anexos \ Coletores Associados a Folha Tarefa;
        • Neste anexo o usuário deverá associar os coletores que a folha tarefa poderá ser sincronizada.
        • Não será possível incluir novos coletores caso a folha tarefa esteja com status de cancelada ou Encerrada.
        • Não será possível excluir coletores que já possuem status de ‘associado ao coletor’.
        • Processo de Associar Coletor à Folha Tarefa
          • Permite a associação de coletores à folha tarefa selecionada:
            • Para sua execução é necessário que o status da folha seja "Em Processamento", "Gerada" ou "Associada ao Coletor";
            • São exibidos apenas os coletores que tem o projeto corrente associado;
            • São exibidos apenas os coletores que tem usuários associados;

      • Itens da Folha Tarefa
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa \ Anexos \ Itens da Folha Tarefa;
        • As tarefas de uma Folha Tarefa são as atividades que foram planejadas para serem executadas nas frentes de obra em dado intervalo de tempo. É do progresso destas tarefas que deve ser obtido os apontamentos através do uso de coletores móveis pelos responsáveis por tais funções;
        • A inserção das tarefas da Folha Tarefa se baseará, única e exclusivamente, na planilha de atividades do TOP. Este anexo contém as tarefas da planilha de atividades e ainda possui campos adicionais;
        • Para seleção das tarefas para a Folha Tarefa o sistema disponibiliza algumas formas de fazê-lo:
          • Cadastro padrão inserindo uma tarefa por vez;
          • Processo que permitirá selecionar várias tarefas ao mesmo tempo e inseri-las;
          • “Drag-and-Drop”, o usuário deverá abrir a planilha de atividades e o anexo de itens da Folha tarefa lado a lado, arrastando e soltando as tarefas para o anexo de itens.
        • Em qualquer situação de apresentação das tarefas da planilha de atividades, para seleção/inserção como tarefa da Folha, as tarefas da planilha de atividades são filtradas de acordo com as datas de início e fim da Folha previamente cadastrada;
        • Este filtro deve ser aplicado nos campos início e fim programado das tarefas da planilha de atividades e serão exibidas (da Planilha de Atividades, Seleção múltipla, cadastro padrão) somente as tarefas que façam interseção com o período informado.
        • A partir do módulo de Mobilidade é possível criar/alterar medições de itens de contrato através dos apontamentos de Avanço Físico dos itens da Folha Tarefa, sendo via coletor ou apontamento manual. Para que essa incidência ocorra, é necessário vincular o contrato desejado ao item associado à folha tarefa, porém é necessário considerar algumas premissas:

          • A tarefa deve ser definida antes do contrato;
          • As datas início e fim do contrato devem fazer interseção com as datas início e fim da folha tarefa;
          • A tarefa selecionada deve estar associada ao contrato;
          • Ao salvar a associação do contrato ao item, caso o parâmetro de medição acima de 100% estiver diferente de SEMPRE PERMITIR, será verificado se a quantidade planejada do item da folha é maior que a quantidade do saldo do item no contrato, o que não deve ser permitido.
      • Recalcular planejamento das tarefas
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa \ Processos \ Recalcular planejamento das tarefas;
        • Recalcular as quantidades planejadas utilizando o mesmo cálculo quando a tarefa é associada à folha.

      • Disponibilizar Folha para Envio
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa \ Processos \ Disponibilizar Folha para Envio;
        • Disponibiliza a folha tarefa do tipo de apontamento “coletor” para envio.


      • Copiar Folha Tarefa
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa \ Processos \ Copiar Folha Tarefa;
        • Permite realizar a cópia de uma Folha Tarefa selecionada;
        • Somente folhas com o status de Cancelada ou Encerrada podem ser copiadas;
          • Cancelada: Serão copiados apenas os itens associados a folha tarefa origem respeitando as validações de associação de itens a folha;
          • Encerrada: Serão copiados os itens associados a folha tarefa origem respeitando as validações e regras de associação de itens a folha e também as alocações de equipe respeitando as validações e regras de alocação de Equipe.
        • Os Campos Periodicidade e Tipo de Apontamento exibem os valores definidos na folha origem da cópia;
        • Os Campos Data Início e Descrição estão disponíveis para a criação da nova folha tarefa;
        • Copiar Alocação de Equipe: esta flag estará visível somente quando a folha estiver com status Encerrada.


      • Cancelar Folha Tarefa
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa \ Processos \ Cancelar Folha Tarefa;
        • Permite realizar o cancelamento da Folha Tarefa selecionada.


      • Relatório Folha Tarefa
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa \ Processos \ Relatório de Folha Tarefa;
        • TOTVS Obras e Projetos dispõe do relatório para impressão de registros de Folhas Tarefa. Através do processo de gerar relatório de Folha Tarefa, o sistema irá retornar o relatório gerado para os registros selecionados na visão. Ao ser feita a leitura da Folha Tarefa pelo leitor de código de barras, os dados serão passados para o sistema, juntamente com todas as outras informações da Folha Tarefa;
        • Campos da Folha Tarefa impressa:
          • Número da Folha Tarefa;
          • Nome da Folha Tarefa;

          • Data de Criação;

          • Data da Carga no Coletor;

          • Data de Início da Execução;

          • Coletor;

          • Código da Tarefa;

          • Nome da Tarefa;

          • Centro de Custo;

          • Quantidade no Período;

          • Quantidade Total;

          • Saldo a Executar;

          • Unidade de serviço;

          • Executado 100% (Checkbox);

          • Código de barras;

          • Responsável pela Execução.

        • O código de barras contém informações suficientes para que em sua leitura o sistema consiga identificar de qual projeto/obra/tarefa está se referindo o valor do apontamento e seja capaz de gravá-lo.


      • Interface de Coleta Via Código de Barras
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa \ Anexos \ Interface de Coleta Via Código de Barras;
        • O menu de acesso à Interface de Coleta via Leitura de Código de Barras somente está disponível para Folhas Tarefa com o status “Pronta para Impressão”, ou seja, ao selecionar na visão, uma folha com o status diferente do citado, o menu ficará desabilitado. Além disso, o processo só pode ser acessado caso a folha tenha o tipo de apontamento manual;
        • O anexo de Tarefas da Folha Tarefa já possui uma série de informações sobre as tarefas e será disponibilizada uma área com controles e tratamentos específicos para se efetuar a leitura dos códigos de barra e atualização do sistema a partir dos dados informados nesta área;
        • Nela contém um indicador de 100%, um campo para o código de barras e botões com percentuais de completude (0%, 25%, 50%, 75%);
        • Esta interface será apresentada de acordo com perfil do usuário que indica os usuários que irão realizar a leitura do código de barras, direto no sistema, terão de ter permissão para fazê-lo;
        • O usuário marca o indicador de 100% e realizará a leitura do código de barras. Em seguida, o sistema irá interpretar este código de barras identificado a qual tarefa se refere e atualizará o campo de apontamento com o 100%;
        • Pode ocorrer da tarefa não estar com 100% de completude, então o usuário pode desmarcar o indicador de 100%, efetuar a leitura do código de barras e selecionar o percentual de completude (0%, 25%, 50%, 75%). Ao efetuar esta seleção o sistema irá interpretar este código de barras identificando a qual tarefa se refere e atualizará o campo de apontamento de acordo com o percentual selecionado. As informações serão gravadas em uma tela de validação, não atualizando diretamente o PERT.



      • Sincronismo (Envio e recebimento do coletor)
        • Para que o sincronismo possa ser realizado, é necessário que o WebService que receberá e enviará informações esteja ativo;
        • É necessário dispor de um coletor móvel ou utilizar um emulador;
        • Com a aplicação TOP Mobile no coletor aberta, realizar o sincronismo com o usuário e senha de acesso a base de dados do TOP, ou seja, usuário definido para utilização do coletor;
        • As configurações de sincronismo podem ser realizadas manualmente ou através da leitura do QR Code que guarda as configurações:
        • Não é necessário encerrar a Folha Tarefa para que a mesma seja sincronizada;
        • Após o envio do apontamento, o mesmo passa a ser visível na “Visão do Avanço Físico”. 
        • Se o parâmetro de projeto "Atualizar o PERT automaticamente ao sincronizar e ao salvar o apontamento de Avanço Físico" estiver marcado, o PERT será atualizado automaticamente com as informações do apontamento, se desmarcado, há necessidade de executar o processo de Encerrar Folha Tarefa;
        • Caso uma mesma folha tarefa esteja presente em mais de um coletor, a cada sincronismo realizado, o apontamento é atualizado no TOP, sempre pelo último a sincronizar, porém a folha tem o seu status alterado para "Apontada" somente quando um dos coletores fechar a mesma antes de sincronizar, então, se o outro coletor sincronizar após o fechamento uma mensagem será exibida no respectivo coletor:


      • Visão de Status de Cargas
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Status de Carga;
        • Permite visualizar a situação dos registros de Folhas Tarefa. Essa visão gerencia as “cargas” das Folhas Tarefa nos coletores e, se tratando de uma visão, aproveitará as opções de filtro, exportações para planilha e outras funcionalidades que a visão disponibiliza;
        • Os dados disponíveis na Visão de Status de Carga não podem ser editados ou excluídos.
        • Campos que serão exibidos nesta visão:
          • Descrição da Folha Tarefa;
          • Coletor Móvel;
          • Modelo do Coletor Móvel;

          • IMEI do Coletor Móvel;

          • Usuário de criação da Folha Tarefa;

          • Data de criação da Folha Tarefa;

          • Data de carga do Coletor Móvel;

          • Data do Apontamento;

          • Data de Atualização do PERT;

          • Usuário Apontamento;

          • Status da folha tarefa.

      • Edição de Apontamentos
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa \ Anexos \ Edição de Apontamentos;
        • Permite ao usuário editar os apontamentos de avanço físico originados dos coletores móveis;
        • Os apontamentos de avanço físico podem ser editados pelo usuário, porém qualquer alteração somente poderá ser feita antes da atualização do PERT. Caso tenha sido executado este processo, nenhuma informação poderá ser feita e estes dados ficarão disponíveis somente para visualização;
        • Sempre que houver edição das informações, o usuário deverá informar o motivo da mesma e todas as alterações ficarão armazenadas em tabela de log, informando a data, hora e usuário responsável pela alteração. Somente os campos relativos ao percentual de apontamento (provenientes do coletor), motivo da alteração e status podem ser ajustados;

        • Se o parâmetro de projeto "Atualizar o PERT automaticamente ao sincronizar e ao salvar o apontamento de Avanço Físico" estiver marcado, o PERT será atualizado automaticamente com as informações do apontamento;
        • As fotos registradas no coletor são enviadas no sincronismo e podem ser visualizadas na edição do apontamento.

      • Encerrar Folha Tarefa


        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa \ Processos \ Encerrar Folha Tarefa; 
        • Esse processo altera o status da Folha Tarefa para "Encerrada";
        • Se o parâmetro de projeto "Atualizar o PERT automaticamente ao sincronizar e ao salvar o apontamento de Avanço Físico" estiver desmarcado, esse processo irá atualizar as informações do PERT (Program Evaluation and Review Technique), onde a atualização é sempre substituindo os valores existentes com os novos valores apontados.

        • Esse processo somente poderá ser realizado para uma Folha Tarefa com status igual a “Apontada” e cujos apontamentos dos itens estejam validados;

        • Ao integrar as informações da carga com o TOTVS Obras e Projetos, o sistema terá o seguinte comportamento: A data início real da atividade deverá ser a data início planejada da atividade. A data fim real deverá ser a data do apontamento, caso o avanço apontado seja de 100%;

        • O percentual concluído será dado por: (Quantidade planejada / Quantidade total da tarefa * Percentual Apontado) + Valor Atual do PERT. Caso o percentual concluído seja superior a 100+variação aceitável o valor não será atualizado. Uma mensagem informativa será adicionada ao log. Após a execução do processo, o sistema atualiza o status da Folha Tarefa para “Encerrada” e atualiza o campo “data de atualização do PERT”, constante do cadastro de Folha Tarefa, com a data de execução do processo;

        • Nesse processo, o parâmetro de medição acima de 100% também é verificado se existir contrato vinculado ao item, e se estiver diferente de SEMPRE PERMITIR, e a quantidade apontada do item da folha for maior que a quantidade do saldo do item no contrato, um alerta será exibido, não permitindo a execução. Caso as validações estejam aprovadas, a quantidade apontada do item será incorporada à medição do item no contrato, no respectivo período que corresponde à DATA DE APONTAMENTO do item da folha. Se o período do contrato estiver liberado, a medição não será inserida e o erro deverá ser exposto.
      • Visão do Avanço Físico
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa \ Anexos \ Visão do Avanço Físico;
        • Apresenta uma visão com informações sobre as tarefas da Folha Tarefa e seus apontamentos onde não serão permitidos qualquer ajuste nos valores, isto é, somente visualização/acompanhamento.

      • Mapa de Apontamentos - Avanço Físico


      • Relatório Plano de Ação
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Relatórios \ Mobilidade \ Plano de Ação;
        • Tem a finalidade de exibir as informações detalhadas dos principais gargalos das obras, identificar a gravidade do problema e descrever o plano de ação para solução do problema. Também serão exibidas informações sobre o responsável pelo plano de ação, bem como as datas de início e prazo para resolução do problema;
        • A fonte de informação para o preenchimento deste relatório são os engenheiros da obra, que tem a responsabilidade de fazer o registro dos problemas encontrados e descrever o plano de ação e possivelmente o status do plano de ação. A inclusão destes dados é realizada diretamente no módulo de risco;
        • Os registros do relatório são restringidos de acordo com o contexto do TOTVS Obras e Projetos, ou seja, o projeto selecionado. As informações são filtradas pelos campos: “Líder” e “Status”. São ordenadas por data de inclusão das informações;
        • As informações que fazem parte do relatório são:
          • Identificador do registro no cadastro de risco;
          • Definição dos pontos críticos no campo descrição do cadastro de risco;
          • Plano de ação informado no contexto do cadastro de risco;
          • Status da implementação do plano de ação;
          • Nome do líder responsável pela tarefa. Equivale ao responsável pela equipe;
          • Data de Início da Pendência que equivale a “Data de Identificação” do cadastro de risco;
          • Observação do prazo para implementação do plano de risco.

      • Relatório Cronograma Mensal
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Relatórios \ Mobilidade \ Cronograma Mensal;
        • Tem a finalidade de exibir a relação de atividades a serem executadas no mês do plano operacional, mostrar a quantidade de cada atividade a ser executada no mês, apresentar o peso/custo da atividade bem como detalhar o uso dos recursos mão de obra necessários para execução das atividades;
        • A fonte de informação para o preenchimento deste relatório são as atividades a serem executadas no mês.  A quantidade e peso/custo são resgatadas do planejamento da obra. O uso de recursos (pessoas) é calculado no momento da geração do relatório com as informações do TOP;
        • As informações que fazem parte do relatório são:
          • Mês/ano;

          • Período (primeiro e último dia do mês);

          • Código da tarefa;

          • Descrição da tarefa;

          • Unidade base da métrica que mede nível de realização da tarefa;

          • Quantidade total de unidades;

          • Percentual. Quantidade no período;

          • Peso que a atividade a ser executada no mês (CMB9) tem na obra como um;

          • Coeficiente;

          • Quantidade de Recurso.

              Importante:

            • O relatório não mostra valores de custo e venda de cada atividade;
            • Exibe o peso de cada atividade (percentual) para a obra como um todo;
            • Os registros de uso de recursos são gerados no momento da geração do relatório;
            • O TOP gera o relatório com as seguintes informações:
              • Atividades e quantidades a serem executadas no mês;
              • O peso de cada atividade - campo “Peso” da Planilha de Atividades;
              • O uso de recursos (mão de obra) para cada atividade.

  1. Equipamentos
     

    1. Parâmetros
      • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Projetos \ Parâmetros \ Construção e Projetos \ Gerais;
      • O parâmetro “Integrado com SIGA-MNT” define se a integração está ativa no sistema;
      • O parâmetro “Valida Filial do equipamento” é utilizado para validar se o equipamento está relacionado à filial do projeto no cadastro de bens, durante a vinculação dos equipamentos aos insumos do projeto;
      • O parâmetro “Enviar e-mail de log de erros” define se haverá o envio de e-mail com um texto padrão para o usuário ou um grupo de usuários do sistema (este grupo deve ser criado pelo próprio cliente, conforme modelo de envio de e-mail para um grupo assim como é feito no Outlook), e que receberá informações do log de erros das importações/exportações realizadas pelos coletores móveis, através dos webservices disponibilizados no projeto Mobilidade. O endereço para envio do e-mail de log de erros poderá ser parametrizado por projeto ou um endereço geral;
      • O log de erros de sincronização de cadastros será enviado para o endereço parametrizado nos parâmetros gerais. O log de erro dos processos (Avanço Físico, Mão de obra, Equipamentos e Ciclo de Transporte) será enviado para o e-mail parametrizado para o projeto. Caso não esteja parametrizado nenhum endereço para o projeto, será enviado para o e-mail informado nos parâmetros gerais;
      • O parâmetro “Configuração de WebService para Calendário e Turnos do Manutenção de Ativos” é utilizado para o recebimento de calendários do Manutenção de Ativos. Maiores detalhes em ER_PCREQ-9418_Integracao_de_Calendarios_e_Turnos_com_NG_para_o_Mobilidade.
      • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Projetos \ Parâmetros \ Construção e Projetos \ Parâmetros Projetos;
      • O parâmetro “Ratear horas improdutivas para a tarefa” é utilizado nos processos de rateio e revaloração de apontamentos de equipamentos e mão de obra. Caso esteja habilitado, as horas improdutivas apontadas serão apropriadas de acordo com a tarefa e motivo de improdutividade informados. Para maiores detalhes sobre o parâmetro “Enviar e-mail de log de erros” vide Parametrização Geral;
      • O parâmetro “Custos Indiretos – Equipamentos” define a composição de custos indiretos de equipamentos;
      • O parâmetro “Tratamento para sincronismo de equipamentos associados” define como será o envio de equipamentos para o coletor, somente os associados ao usuário, este como operador, ou todos os equipamentos de todos os projetos associados ao coletor.


    2. Sincronismo de Bens – SIGAMNT
      • O parâmetro “Integrado com o SIGA-MNT” deve estar HABILITADO;
      • A manutenção de ativos, controlada pelo PROTHEUS, requer que seja sincronizado o cadastro de bens para o RM;

      • A comunicação/integração é realizada utilizando o EAI do RM (TOTVSMessage) através de troca de mensagens no padrão de mensagem única. O EAI do RM disponibiliza WebService e métodos para envio, recebimento, processamento das mensagens inclusive pontos de customizações;

      • Este cadastro no RM, uma vez integrado, significa que a origem de seus registros serão os registros do PROTHEUS então os mesmos não poderão ser manipulados no RM. É necessário rever as permissões de acesso, pois os cadastros que são feitos no BackOffice PROTHEUS devem ficar desabilitados no BackOffice RM;

      • A máscara utilizada para o código do patrimônio no cadastro de patrimônio deve ser com dois níveis. Sendo um para identificar a família do PROTHEUS que corresponde a um Título no patrimônio do RM, e outro nível para identificar o item dentro da família/título. Exemplo: ###. ####;

      • São tratados nesta integração além da manutenção do cadastro do bem, a transferência de filial e de centro de custos. Não é permitido a exclusão de um bem, quando houver esta necessidade, deverá ser inativado;

      • Para o campo “Capacidade de produção” e “Unidade da Capacidade da Produção” foi criada uma tabela de especialização da tabela de patrimônio no TOP. Esta tabela terá a manutenção exclusiva pelo processo de integração.

        • Código: 1005;

        • Descrição: TOTVS Obras e Projetos x Manutenção de Ativos;

        • Mensagem/Versão: EQUIPMENT / 1.002.

    1. Motivos de Improdutividade

      • Cadastro
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Cad. Gerais \ Básicos \ Motivos de Improdutividade;
        • A improdutividade gera custo ao projeto e não agrega valor. O cadastro de improdutividade do TOP é utilizado para permitir a realização apontamentos de períodos improdutivos de insumos e/ou equipamentos através do coletor;
        • Processo de coleta de apontamentos de improdutividade;
        • Utilizado para cadastrar os motivos de improdutividade de mão de obra e de equipamentos. Este cadastro é global, de modo a ser utilizado em qualquer coligada e projeto;
        • O cadastro manterá as seguintes informações:

          • Tipo do motivo (1 = Equipamento / 2 = Mão-de-obra);

          • Descrição do motivo;

          • Código do motivo. Deverá possuir valor único.

      • Integrado SIGAMNT
         
        • O parâmetro “Integrado com o SIGA-MNT” deve estar HABILITADO;

        • Quando o TOP está utilizando a integração com o SIGAMNT do PROTHEUS, a manutenção dos motivo de improdutividade para equipamentos são realizadas através do cadastro de atividades do módulo de manutenção.

        • Os registros sincronizados do SIGAMNT do tipo “Equipamento” não poderão ser alterados no TOP. Somente os registro de motivo de improdutividade de mão de obra terão a manutenção no TOP;

        • A sincronização é feita via Mensagem Única:

          • Código: 1005;

          • Descrição: TOTVS Obras e Projetos x Manutenção de Ativos;

          • Mensagem/Versão: ACTIVITY / 1.000

        • Equipamentos Associados ao Projeto
          • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Equipamentos \ Equipamentos Associados ao Projeto;
        • Essa opção estará disponível apenas em projetos abertos;
        • Os equipamentos listados para serem adicionados, são originários no cadastro de patrimônio do TOTVS Gestão Patrimonial ou do SIGAMNT;
        • Por padrão os equipamentos carregados serão os que pertencem à filial do Projeto, porém, para visualizar todos, basta desmarcar a opção "Somente Equipamento da Filial do Projeto";
        • Equipamentos (Patrimônio) dos tipos "Próprio" e "Terceiro" podem associados ao projeto;
        • Após realizar a associação, os mesmos estarão disponíveis para a vinculação ao usuário operador do coletor;
        • Validações:
          • Inclusão e Alteração: Valida se o equipamento corrente já está associado ao projeto;
          • Exclusão: Valida se o equipamento está associado a algum usuário de coletor.
        • Processo de Associar Equipamentos ao Projeto
          • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Usuários de Coletores Móveis\ Anexos \ Equipamentos Associados\ Processos \ Associar Equipamentos ao Projeto;
        • Através deste processo, é possível realizar a associação de vários equipamentos de uma só vez;
        • Por padrão os equipamentos carregados serão os que pertencem à filial do Projeto, porém, para visualizar todos, basta desmarcar a opção "Somente Equipamento da Filial do Projeto";
        • São exibidos apenas os equipamentos que não estão associados ao projeto;
        • As validações são as mesmas da inclusão unitária.

    2. Sincronismo (Envio e recebimento do coletor)
      • Para que o sincronismo possa ser realizado, é necessário que o WebService que receberá e enviará informações esteja ativo;
      • É necessário dispor de um coletor móvel ou utilizar um emulador;

      • Com a aplicação no coletor aberta, realizar o sincronismo com o usuário e senha de acesso a base de dados do TOP, ou seja, usuário definido para utilização do coletor;

      • O apontamento é realizado por código de barras disponível no relatório de folha tarefa ou manual, selecionando a tarefa ou centro de custo, informando o equipamento, o horímetro e o motivo de improdutividade, caso exista;

      • No coletor somente é permitido inserir apontamentos onde a data do mesmo está no intervalo do projeto que foi definido no cronograma;

      • Se o usuário do coletor estiver definido como Operador de Equipamentos e existirem equipamentos associados, após selecionar a Entrada Manual ou Saída Manual, a tela de pré-seleção de equipamentos será exibida para que o equipamento seja selecionado. Em caso de somente um único equipamento associado, essa tela não será exibida e o equipamento sugerido no apontamento será este único. Na entrada de apontamentos de equipamento, não se torna obrigatório apenas equipamentos associados. Ao incluir ou encerrar um apontamento, o mesmo acontecerá com o apontamento de mão de obra do operador de forma automática, porém para apontamentos improdutivos, somente será automático se os motivos estiverem associados;
      • Na tela de apontamento, caso seja necessário realizar uma busca de equipamentos, é possível utilizar a tela de busca:
      • Ao iniciar a entrada de um determinado equipamento, caso exista um apontamento pendente de encerramento para o mesmo, o anterior será encerrado automaticamente com a data do próximo apontamento a ser incluído. A hora terá o minuto subtraído em menos um;
      • Ao termino do registro de apontamento de equipamentos, entrada e saída, o mesmo pode ser enviado para o TOTVS Obras e Projetos através do sincronismo e consequentemente estará visível na visão de apontamentos de equipamentos.

    1. Apontamentos de Equipamentos

      • Visão de Apontamentos de Equipamentos
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Equipamentos \ Apontamentos de Equipamentos;
        • O cadastro de apontamentos é disponível apenas para leitura e edição, ou seja, não será possível adicionar ou excluir itens manualmente;
        • Neste cadastro será possível visualizar e alterar algumas informações recebidas dos coletores;
        • A seguir são listadas algumas das informações que estarão disponíveis para visualização:
          • Coletor;
          • Centro de custo;
          • Tarefa;
          • Bem;
          • Motivo de Improdutividade;
          • Data/Hora Início;
          • Data/Hora Fim;
          • Status;
          • Motivo de inconsistência.

        • Com relação à edição, somente registros que tenham status “Pendente” poderão ser editados. Além disso, as definições de quais campos serão editáveis, será de acordo com o valor do parâmetro “Integrado com SIGA-MNT”, conforme mostrado a seguir:

          • Parâmetro “Integrado com SIGA-MNT” habilitado: Todos os campos estarão bloqueados;

          • Parâmetro “Integrado com SIGA-MNT” desabilitado:

            • Tarefa;

            • Centro de custo;

            • Bem;

            • Motivo de Improdutividade;

            • Data/Hora Início;

            • Data/Hora Fim.

          • O campo horas apontadas será igual à Data/Hora Início – Data/Hora Fim;

          • O campo status pode assumir um dos seguintes valores: 

            • Pendente: o apontamento “chegou” do coletor;

            • Enviado: o apontamento foi enviado para o Manutenção de Ativos;

            • Apropriado: foi gerada apropriação para o apontamento.

          Importante:

            • Caso o campo centro de custo esteja preenchido, só será possível selecionar tarefas que estejam associadas ao centro de custo informado;
            • No coletor somente é permitido inserir apontamentos onde a data do mesmo está no intervalo do projeto que foi definido no cronograma.

        • Processo: Enviar Apontamentos para o Manutenção de Ativos
          • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Equipamentos \ Apontamentos de Equipamentos \ Processos \ Enviar apontamentos para o Manutenção de Ativos;
          • O parâmetro “Integrado com o SIGA-MNT” deve estar HABILITADO;
          • Este processo é responsável por enviar ao SIGA-MNT apontamentos de equipamentos provenientes dos coletores móveis. Este envio será através de mensagem única e pode ser acionado de duas formas: manualmente ou automaticamente;
          • Primeiramente, logo após salvar os apontamentos originados de um coletor, uma rotina automática é disparada consolidando os dados de apontamentos em um XML no formato da mensagem única que será enviado ao SIGA-MNT;
          • Como podem ocorrer erros na geração automática da mensagem, o sistema permitirá que a rotina seja disparada manualmente através do processo “Enviar Apontamentos para o Manutenção de Ativos”. O usuário deverá selecionar quais registros serão enviados e acionar o processo;
          • Apenas registros com status “Pendente” serão considerados. Caso algum registro possua status diferente, o sistema deverá emitir um alerta ao usuário com uma mensagem explicativa, mas não impedirá a execução do processo. Após o término do envio, o status dos apontamentos será alterado para “Enviado”;
          • As seguintes informações são enviadas para o SIGA-MNT:
            • Código da Coligada;

            • Filial do Projeto;

            • Código de Barras do Bem;

            • Data/Hora Inicial;

            • Data/Hora Final;

            • Centro de Custo;

            • Código do Motivo de Improdutividade;

            • Horímetro;

            • Tarefa.

          • Para que o envio automático seja realizado, deve ser configurada uma fórmula visual;
          • A sincronização é feita via Mensagem Única:
            • Código: 1005;

            • Descrição: TOTVS Obras e Projetos x Manutenção de Ativos;

        • Mensagem/Versão: APPOINTMENT / 1.000.

      • Mapa de Apontamento de Equipamentos: Ciclo de Transporte
        • Foi criado uma nova tela de visualização de mapas de apontamentos de equipamentos: 
            • Menu: Controle -> Mobilidade -> Equipamentos -> Mapa de Apontamentos de Equipamento

            • Foi criado uma permissão de acesso para a tela de mapas de equipamentos:
      • Apropriar Custos
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Equipamentos \ Apontamentos de Equipamentos \ Processos \ Apropriar Custos;
        • O parâmetro “Integrado com o SIGA-MNT” deve estar DESABILITADO;
        • O usuário seleciona na visão os registros para os quais deseja efetuar a apropriação. A apropriação será realizada considerando como valor o preço ativo do insumo associado ao bem no projeto. Somente serão apropriados apontamentos cujo status seja igual a Pendente. São selecionadas tarefas associadas ao centro de custo informado no apontamento;
        • As seguintes informações serão utilizadas para geração da apropriação:
          • INSUMO: será identificado através da associação do equipamento/bem ao insumo do projeto;
          • QUANTIDADE: a quantidade apropriada é dada diretamente pela quantidade do apontamento (cálculo entre hora inicial e final), ou através de rateio, conforme descrito nos próximos parágrafos;
          • TAREFA: será utilizada a tarefa informada para o apontamento.
        • Para apontamentos de horas improdutivas, uma tarefa para apropriação poderá ser previamente parametrizada por projeto;
        • Quando existe uma tarefa parametrizada, as horas improdutivas serão apropriadas nesta tarefa;
        • Quando não existe uma tarefa parametrizada, as horas são apropriadas da seguinte forma:
          • Recupera-se o somatório dos apontamentos produtivos cujo equipamento, centro de custo e data sejam os mesmos do apontamento improdutivo que se está processado;

          • Para cada apontamento produtivo calcula-se o percentual rateado e a quantidade (rateada) a ser apropriada:

            • Percentual rateado = Quantidade do apontamento produtivo atual / somatório dos apontamentos produtivos;

            • Quantidade apropriada = Quantidade do apontamento improdutivo * Percentual rateado.

        • Caso alguma das informações necessárias para a apropriação não tenha sido informada, a mesma não será realizada, sendo o motivo informado no log do processo. Posteriormente, o usuário deverá informar o dado solicitado na tela edição de apontamentos e executar o processo novamente. Estas informações só poderão ser editadas, caso o registro tenha status “Pendente”;
        • Logo após o processo de apropriação, caso a apropriação tenha sido realizada com sucesso, o status dos registros são alterados para “Apropriado” e é salvo na base o Identificador da apropriação realizada.

    2. Custos do Período – SIGAMNT

      • Custos Diretos / Indiretos
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Equipamentos \ Custos do Período \ Custos Diretos;
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Equipamentos \ Custos do Período \ Custos Indiretos;
        • O parâmetro “Integrado com o SIGA-MNT” deve estar HABILITADO;
        • A integração “TOTVS Obras e Projetos x Manutenção de Ativos” deve estar ativa no modulo de integração do RM. Para certificar é necessário acessar “Integração -> Integração -> RM Conector -> Mensagem Única -> Integrações”. Caso não esteja ativa é necessário ativá-la através da funcionalidade de configuração disponível em “Integração -> Ferramentas -> Ferramentas -> Configurar”;
        • Os apontamentos realizados pelo coletor móvel são enviados ao SIGA-MNT, conforme descrito em Enviar. Os custos diretos e indiretos dos equipamentos são agrupados e enviados de volta ao TOP para apropriação e revaloração. Este envio é feito através da mensagem única “AssetMonthlyCosts”;
        • São enviados ao TOP os custos diretos e indiretos dos equipamentos, assim como todos os apontamentos realizados (via coletor móvel ou Pointer);
        • Os custos enviados são agregados ao projeto que tenha o mesmo centro de custos e filial do equipamento. São considerados somente projetos com a situação de andamento, execução e negociação;
        • Visão de Custos Diretos
          • São exibidas informações relativas aos custos diretos que são compostos por apontamentos produtivos e improdutivos. Os apontamentos e os custos diretos (das horas trabalhadas) são agrupados por Filial/Equipamento/Ano-Mês/Frente de Trabalho;
          • No anexo de Apontamentos de equipamentos é disponibilizado o processo de associar tarefa, que simplifica a definição de tarefas para apontamentos. Estas tarefas são as utilizadas no momento da apropriação que deverá ser realizada na visão de apontamentos indiretos.

        • Visão de Custos Indiretos
          • São exibidas informações relativas aos custos indiretos (manutenção corretiva, preventiva, abastecimento e outros) são agrupados por Filial/Equipamento/Ano-Mês;
          • O processo de apropriar custos de equipamentos, realiza a apropriação dos apontamentos (custos diretos) de equipamentos;
          • O cálculo do valor da apropriação é realizado da seguinte forma:
            • Para cada equipamento calcula-se o valor do ticket médio acrescido dos custos indiretos. O valor do Ticket Médio será calculado dividindo-se o custo total pelo volume de horas (produtivas e improdutivas);
            • Os custos indiretos serão rateados proporcionalmente, conforme o número de horas de cada frente de trabalho; 
            • É considerada a parametrização de quais custos indiretos devem ser considerados para compor o custo final do equipamento. O parâmetro é “Custo Indiretos – Equipamentos “.
            • Ticket Médio = (SOMA 03 + SOMA 01) / SOMA 02

    3. Apropriação de Serviços / Insumos

      • Revalorar Custos de Equipamentos - SIGAMNT
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Apropriações de Insumos / Serviços \ Processos \ Mobilidade \ Revalorar Custos de Equipamentos;
        • O parâmetro “Integrado com o SIGA-MNT” deve estar HABILITADO;
        • Esta funcionalidade deve ser executada após recebimento dos apontamentos e custos do Manutenção de Ativos do PROTHEUS;
        • Após a seleção do período para o qual deseja efetuar a revaloração é exibida uma mensagem de confirmação informando a data em que foi realizada a última apropriação de apontamento importado do SIGA-MNT para o período informado. Prosseguindo com a execução os valores das apropriações existentes serão atualizados;
        • O calculo do Valor é realizado utilizando a mesma regra da apropriação de apontamentos de equipamentos e ravaloradas todas as apropriações relativas ao bem e centro de custos que estão contempladas dentro do mês e ano informados.
     
  2. Mão de Obra
     

    1. Parâmetros
      • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Projetos \ Parâmetros \ Construção e Projetos \ Gerais;
      • O parâmetro “Enviar e-mail de log de erros” define se haverá o envio de e-mail com um texto padrão para o usuário ou um grupo de usuários do sistema (este grupo deve ser criado pelo próprio cliente, conforme modelo de envio de e-mail para um grupo assim como é feito no Outlook), e que receberá informações do log de erros das importações/exportações realizadas pelos coletores móveis, através dos webservices disponibilizados no projeto Mobilidade;
      • O endereço para envio do e-mail de log de erros poderá ser parametrizado por projeto ou um endereço geral;
      • O log de erros de sincronização de cadastros será enviado para o endereço parametrizado nos parâmetros gerais. O log de erro dos processos (Avanço Físico, Mão de obra, Equipamentos e Ciclo de Transporte) será enviado para o e-mail parametrizado para o projeto. Caso não esteja parametrizado nenhum endereço para o projeto, será enviado para o e-mail informado nos parâmetros gerais;
      • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Projetos \ Parâmetros \ Construção e Projetos \ Parâmetros Projetos;
      • O parâmetro “Ratear horas improdutivas para a tarefa” é utilizado nos processos de rateio e revaloração de apontamentos de equipamentos e mão de obra. Caso esteja habilitado, as horas improdutivas apontadas serão apropriadas de acordo com a tarefa e motivo de improdutividade informados;
      • Para maiores detalhes sobre o parâmetro “Enviar e-mail de log de erros” vide Parametrização Geral;
      • O parâmetro para definição de “Eventos/ Verbas” é utilizado no processo de rateio e revaloração de mão de obra para buscar o custo. Quando informado o sistema busca somente os custos dos eventos/verbas informados para o funcionário. Caso contrário, o sistema busca o custo total. Aplicável somente quando integrado com Folha de Pagamento do PROTHEUS;
      • O parâmetro “Considerar funcionário/terceiro de:” tem por finalidade filtrar funcionário ou terceiros da seguinte forma:
        • Coligada;
        • Filial;
        • Todos.
      • O parâmetro do “Configuração de WebService para Folha de Pagamento de Ponto Protheus” é utilizado para buscar informações de folha de pagamento e folha de ponto no Protheus.


    2. Terceiros
      • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Cad. Gerais \ Tabelas Auxiliares \ Terceiros;

      • O cadastro de terceiros do TOP é utilizado para permitir a montagem das equipes do projeto;

      • Um terceiro será cadastrado como uma pessoa no TOP e deverá ser informado o campo Cód. Externo e os demais dados da aba “Dados Externo” para que ele seja considerado uma pessoa;

      • Os dados deste cadastro servirão para vincular o membro a uma equipe de projeto. O usuário deverá informar os seguintes campos para cadastro de um terceiro:

        • Na tela Identificação:

          • Identificador;

          • Nome;

          • Estado Natal.

        • Na tela Dados Externo:

          • Cód. Externo;

          • Cód. Situação;

          • Data Início (Data de início das atividades do terceiro).

      • Os demais campos não são de preenchimento obrigatório, porém o preenchimento do campo “Cód. CFO” será importante para o caso de pagamento dos serviços do terceiro a um fornecedor ao qual o mesmo está vinculado. É possível, via parametrização, tornar este campo obrigatório.

    1. Equipes

      • Cadastro
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Equipe de Mobilidade;
        • Equipe é o esforço coletivo para realizar a execução de uma tarefa. É definido o responsável e demais membros que a compõe;

        • Permite a alocação na folha tarefa e o sincronismo para o coletor móvel;

        • Dependente do cadastro do projeto, do cadastro de pessoas e do cadastro de insumo;

        • O objetivo é permitir o apontamento de horas gastas em relação a uma determinada tarefa da folha tarefa, associada a um projeto. É por projeto e uma equipe tem apenas um responsável.

        • O responsável pela equipe é associado a um usuário de LOGIN e este usuário de LOGIN associado ao coletor. Esta associação habilita a ser definido como responsável/encarregado da equipe. Para que o funcionário / terceiro esteja disponível para escolha como responsável, é necessária esta associação.

        • Será possível alterar ou excluir uma equipe. Para o caso de exclusão, o sistema valida se foi realizada a carga no coletor com algum membro da equipe. Caso tenha carga em coletor pendente de apontamento de mão-de-obra, o sistema exibirá mensagem informativa e não permitirá a exclusão da equipe. A equipe somente poderá ser excluída após retorno dos apontamentos do coletor e após apropriação dos apontamentos retornados. O processo de exclusão desassocia os membros e exclui a equipe;

        • Quando é realizada a desativação da equipe, o sistema passa a não realizar as apropriações e a equipe não estará disponível para a associação com a Folha Tarefa.

      • Anexo Membros de Equipe
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Equipe do Projeto \ Anexos \ Membros da Equipes de Mobilidade;
        • Membro de equipe são recursos de mão de obra especialistas de acordo com a função para execução de tarefas de um projeto;

        • Permitir realizar alocação de tarefas para uma equipe de acordo com a disponibilidade;

        • Dependência com o cadastro de pessoas;

        • O inclusão de um membro pode ser realizada pela interface de edição ou pelo processo “Inclusão de Membro(s)”;

        • Após o cadastro da equipe é necessário a informação dos membros que a compõe. Estes membros podem ser funcionários ou terceiros. Os membros disponíveis para a associação são filtrados de acordo com o parâmetro de projeto “Integração \ Outros \ Considerar funcionário/terceiro de:”;

        • Cada membro é associado a um insumo de mão de obra. Tem que ter compatibilidade entre a função do insumo e a função do membro;

        • É possível realizar a alteração ou exclusão de um membro da equipe. Na exclusão o sistema irá validar se existe carga no coletor com algum membro da equipe. Caso haja, é verificado se existe algum apontamento de mão de obra pendente para a tarefa em que o membro possui carga. Se existir, o sistema gera uma exceção e informa ao usuário que o membro não poderá ser excluído da equipe e somente poderá ser excluído após a apropriação deste(s) apontamento(s). Caso não exista nenhum apontamento para o membro, o sistema exibe a mensagem informativa “O membro [nome] possui carga em coletor móvel. Deseja continuar a exclusão?”. Se confirmar, o membro da equipe será desassociado da equipe;


          Importante:

            • A partir da data de desligamento, o membro não pode ter nenhum apontamento apropriado;
            • Apontamentos retornados do coletor com data posterior ao desligamento são desconsiderados.
      • Anexo Tarefas Associadas a Equipe
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Equipe do Projeto \ Anexos \ Tarefas Associadas à Equipe;
        • A finalidade dessa funcionalidade é demonstrar a relação de Equipes e Itens de Folha Tarefa que tiveram o vínculo definido no processo de Alocação de Mão de Obra;

        • No cadastro de Equipes do Projeto o usuário acessa a Equipe desejada, seleciona o anexo composto pelas tarefas associadas à equipe. Esta visão mostra, por Folha Tarefa, as tarefas que foram alocadas em relação à equipe selecionada. São exibidas as tarefas que possuem algum insumo alocado, do contrário não será exibida nenhuma tarefa, conforme padrão do sistema TOP;

        • O processo desfaz toda a alocação, e considera as regras a seguir:

          • Desassociando a tarefa da equipe: Basta selecionar a tarefa desejada e executar o processo de exclusão. Uma mensagem de confirmação será exibida para confirmar a desvinculação da tarefa em relação à equipe;

          • Desassociando a equipe da folha: Basta selecionar a equipe desejada e executar o processo de exclusão. Uma mensagem de confirmação será exibida para confirmar a desvinculação da equipe de todas as tarefas da folha;

          • Disponível o agrupador de etapa da tarefa e selecionando esse agrupador, as respectivas tarefas existentes deverão ser desalocadas;

          • A mensagem de sucesso da execução do processo é padrão conforme abaixo imagem abaixo.

      • Anexo Apropriação de Mão de Obra
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Equipe do Projeto \ Anexos \ Apropriação de Mão de Obra;
        • O anexo de apropriação de mão de obra do cadastro de Equipes do Projeto possibilita visualizar as apropriações de mão de obra independente de tarefas. Esta visão contém um filtro que permite informar um período para que os dados sejam exibidos;

        • Este filtro permite definir a data inicial e data final para que as apropriações possam ser listadas. São exibidas as apropriações em que a data da apropriação esteja dentro deste período. Inicialmente as datas inicial e final são as datas do cronograma do projeto e a partir do momento em que forem alteradas sempre será armazenado o último intervalo informado.

      • Alocação de Mão de Obra
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Equipe de Mobilidade;
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa;

        • O processo de Alocação de Mão de Obra tem por objetivo, planejar e gerenciar as tarefas de Mão de Obra relacionadas a uma Folha Tarefa. Consiste em posicionar os cadastros de Equipe do Projeto e Folha Tarefa lado a lado para que possa ser feito a alocação de cada equipe que atuará nas frentes de trabalho;

        • No cadastro de Folha Tarefa, o anexo de Alocação de Mão de Obra deverá estar aberto. Com as devidas telas abertas, basta arrastar (Drag-and-Drop) a linha desejada para cima da equipe desejada para que a alocação possa ser processada;

        • Várias linhas podem ser selecionadas no arraste. A seleção da linha para o arraste deve obedecer as seguintes regas:

          • Selecionar Etapa: Todas as tarefas itens da folha relacionadas com a etapa, serão processadas na alocação;

          • Selecionar Tarefa: Apenas a tarefa item selecionada será alocada;

          • Selecionar Insumo: Apenas a tarefa item correspondente ao insumo selecionado será alocada.

        • Os passos para realizar a alocação de mão de obra são:

          • O usuário, estando na visão de Folha Tarefa, deverá selecionar a Folha Tarefa e acessar anexo Alocação de Mão de Obra;

          • Deverá abrir a visão das equipes e posicionar as duas telas lado a lado ou utilizar o recurso de posicionamento automático de telas;

          • Selecionar as Tarefas ou Etapas e arrastá-las para a equipe desejada.

          • Ao clicar em “Sim”, neste momento, o sistema faz as seguintes validações:

            • Verifica qual ou quais tarefas poderão ser executadas pela equipe onde o usuário soltou as tarefas;

            • Verificará quantos insumos são compatíveis com a(s) tarefa(s) selecionada(s);

            • Faz a associação da(s) tarefa(s) à equipe. Neste momento, é determinado qual ou quais tarefas a equipe escolhida ficarão responsável por executar;

            • Atualizará os valores de Quantidade Alocada, Percentual Alocado e Saldo nas visões de “Alocação de Mão de Obra” e “Alocação de Mão de Obra da Equipe”;

            • Fará uma carga na tabela de Alocação de Recursos do TOP, com os membros selecionados da equipe que farão a execução da tarefa na frente de obra.

        • Realiza uma consistência para garantir que somente uma tarefa poderá ser associada a uma equipe caso ela ainda possua saldo na Folha Tarefa. Caso não exista mais saldo nesta tarefa, é emitida uma mensagem informativa ao usuário. Por exemplo, se a tarefa 001.01.01 possuir, na Folha Tarefa, a quantidade de 100 horas e esta tarefa já estiver associada a uma equipe que apontará 50% (cinquenta por cento) dessas horas, o usuário poderá associá-la a outra equipe com a capacidade que esta equipe possui para apontamento desta tarefa. Caso ela já esteja 100% (cem por cento) associada a uma equipe, no final do processo de Drag-and-Drop o sistema emite uma mensagem ao usuário informando as tarefas que não puderam ser associadas, devido ao fato de não possuírem saldo na Folha. Porém, antes mesmo do usuário realizar a alocação, ele poderá verificar no anexo de “Alocação de Mão de Obra” o “% Alocado”, se a tarefa já está 100% (cem por cento) alocada;
        • Após a finalização do processo, a quantidade alocada fica disponível para alteração no anexo “Tarefas da Equipe” presente no cadastro de Equipes do Projeto. Porém essa alteração só poderá ser feita se os dados ainda não tiverem sido exportados para um coletor. O usuário poderá cancelar a Folha Tarefa como um todo, caso não queira por algum motivo receber os apontamentos da equipe ou do insumo;
        • O usuário, acessando tanto o anexo “Equipes Associadas à Folha Tarefa” quanto o anexo “Tarefas Associadas à Equipe”, poderá visualizar a(s) tarefa(s) que foi associada à(s) equipe(s) da Folha Tarefa. Nestes anexos poderá desalocar utilizando o processo de “Excluir Alocação de Mão de Obra”;
        • Após a montagem do planejamento da Alocação de Mão de Obra, caso o usuário queira visualizar quais os funcionários foram alocados para a tarefa, estas informações estarão disponíveis no cadastro de "Alocação de Recursos", que é uma funcionalidade já existente no TOTVS Obras e Projetos;
        • Quem define qual recurso da equipe fará cada tarefa é o encarregado. O usuário responsável pelo planejamento apenas definirá qual será a equipe responsável pela execução das tarefas;
        • As tarefas somente poderão ser associadas às equipes que estejam “Ativas” e à Folha Tarefa que não tenha sido enviada ao coletor. Caso deseje-se desativar uma equipe, deve-se desmarcar o campo “Ativa” no cadastro da equipe;
        • Caso a equipe não esteja composta com a quantidade de insumos necessários para realização da tarefa, com a quantidade informada, o sistema permitirá que o usuário inclua mais membros à equipe ou vincular outra equipe que contenha insumos aptos a realizar a tarefa selecionada. Para inclusão de novos membros à equipe, o usuário deverá finalizar o processo, para que o sistema salve todas as alterações já feitas no processo da montagem do seu planejamento de alocação de mão de obra para que nenhuma informação seja perdida. Caso o usuário resolva cancelar o processo, nenhuma informação será salva.
        • Exemplo:
          • Se um projeto precisar de dez funcionários e o usuário associar uma equipe que possui apenas sete, o usuário terá que associar outra equipe para executar a tarefa. Ao associar outra equipe, pode acontecer desta equipe possuir recursos que não serão necessários, como por exemplo, engenheiro, pintor etc. A equipe ficará com homens que, teoricamente, não possuem nenhum vínculo com a tarefa. Neste caso é de responsabilidade do usuário enquanto planejamento, realocar estes funcionários ou o encarregado, na frente de obra, redistribuir os mesmos de forma a não deixar nenhum insumo ocioso. Para o caso do encarregado optar por fazer a redistribuição dos recursos na frente de obra, o sistema do coletor móvel deverá permitir, através da matrícula do funcionário, da tarefa e/ou centro de custo, está realocação de mão de obra, enviando os funcionários para outra frente de trabalho e realizando check-out deste membro de sua equipe no coletor.


          Importante:

            • A equipe que possui associação só poderá ser excluída se a mesma estiver associada a uma folha tarefa que ainda não foi enviada a um coletor;
            • A equipe só poderá ser desativada se a mesma ainda não tiver sido associada a uma folha tarefa.

        • Fator de Produtividade
          • Após a montagem da Folha Tarefa, o usuário do planejamento poderá informar um fator de produtividade (percentual), que aumenta a quantidade a ser executada no período. Ao ser informado, o campo irá calcular a quantidade planejada para o período: Quantidade prevista para a tarefa X Fator de Produtividade. Desta forma, se uma tarefa possui quantidade = 20 M de muro a ser executada, caso o usuário informe um Fator de produtividade = 1,5 espera-se que seja executada no mesmo período a quantidade total de 30 M de muro contando com os mesmos recursos (20 M x Fator 1,5 = 30 M);
          • Por padrão, o fator de produtividade será 1(um), e para o cálculo da quantidade de recursos necessários à execução do processo será considerada a quantidade programada (sem aplicar o fator de produtividade). O objetivo é demonstrar o quanto se deseja que seja executado no período (além do programado). A quantidade programada não poderá ser superior ao saldo da tarefa a executar. 
        • Detalhamento de Cálculos
          • Insumos
            • Quantidade Total do Insumo na Tarefa: Quantidade a ser executada na tarefa X Horas necessárias do insumo na tarefa;
            • Horas necessárias para realização da tarefa no período da Folha Tarefa: Deve considerar o calendário do projeto e parametrização de sábados, domingos e feriados.
              • (Dias úteis da Folha Tarefa X Quantidade Total do Insumo na Tarefa) / Dias úteis da Tarefa.

            • Capacidade Real: Para o cálculo da capacidade real do insumo, o sistema levará em consideração, em primeiro momento, o Calendário do Recurso da Tarefa. Caso não esteja preenchido irá considerar o Calendário da Atividade, aba "Mão de Obra", que retornará quantos turnos estão sendo considerados, no período, para a execução da tarefa e a quantidade de dias úteis (dias úteis - dias parados) programados para a tarefa selecionada no período. Caso a aba "Mão de Obra" não esteja preenchida, o sistema irá verificar na aba "Geral".  Caso não encontre informações, será verificada a jornada do próprio insumo e pôr fim a jornada informada nos parâmetros do projeto. Ao verificar a capacidade, será consultada a existência da equalização de insumos. Caso exista percentual de horas adotado, para o referente insumo, então a capacidade será calculada considerando-se o referido valor que consta na equalização (o campo “H.E. Adotado %”), podendo ser alocada a quantidade de horas extras até o limite máximo definido na equalização, se necessário. Caso não exista equalização ou o seu percentual seja zero significa que não será permitido à utilização de horas extras do insumo na tarefa;

            • Quantidade Alocada: Soma de toda quantidade alocada para o insumo da equipe na tarefa item da Folha Tarefa;
            • Saldo: Diferença entre Horas necessárias para realização da tarefa no período da Folha Tarefa e a Quantidade Alocada;
              • Horas Necessárias - Quantidade Alocada.
          • Tarefas
            • Diferente dos insumos da tarefa, onde os valores são baseados em homem-hora, os valores das tarefas para o anexo de Alocação de Mão de Obra serão definidos em relação à unidade da tarefa, tendo como exemplo uma tarefa que possui unidade “M3” e insumos com unidade “HH”;

              • Quantidade Alocada no Item: Horas totais de mão de obra alocadas no item da Folha / Necessidade total de mão de obra da tarefa;

              • Quantidade Total Necessária na Folha Tarefa: (Dias Úteis da Folha * Quantidade da Tarefa) / Dias Úteis da Tarefa;
              • Saldo no Item: Quantidade Total Necessária na Folha Tarefa - Quantidade Alocada no Item;
              • Saldo Total da Tarefa: Quantidade da Tarefa – Quantidade Total Alocada para a Tarefa.

    2. Relatório Membros de Equipe
      • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Relatórios \ Mobilidade \ Membros de Equipe;

      • Este relatório possibilita ao encarregado apontar as horas do funcionário sem a necessidade do crachá/identificação do mesmo. Por exemplo, o funcionário está trabalhando em um local de difícil acesso e o encarregado pelo apontamento necessita fazer a entrada, saída ou fechamento do apontamento do mesmo. Neste caso ele poderá utilizar o coletor para fazer a leitura da identificação do funcionário via código de barras impresso no relatório, realizando assim o apontamento necessário;
      • Para emissão é necessário informar a folha tarefa, a equipe e o tipo de relatório. Os tipos de relatório serão os seguintes:
        • Funcionário: Exibe todos os membros da equipe, que são funcionários e que estejam associados à equipe informada pelo usuário;
        • Terceiros: Exibe todos os membros da equipe, que são cadastrados no cadastro de terceiros TOP, e que estejam associados à equipe informada pelo usuário;

        • Ambos: o sistema irá exibir todos os membros da equipe, que são funcionários ou que são Terceirizado e que estejam associados à equipe informada pelo usuário.

      • Para qualquer tipo acima informado, o membro deverá estar ativo no cadastro de membros da equipe;
      • A montagem dos códigos de barras é feita de forma incremental com 14 caracteres;
      • Os campos a serem exibidos neste relatório são:
        • Identificador;

        • Nome;

        • Função;

        • Tipo de Membro;

        • Código de Barras.

    3. Relatório Feedback
      • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Relatórios \ Mobilidade \ Feedback;
      • Utilizado para análise das metas versus realizado de cada frente de obra de cada encarregado, com o objetivo de permitir discussões de desempenho de forma consistente e regular;
      • As fontes de informação para preenchimento deste relatório são:
        • Informações de serviço, meta, e frente são retiradas do planejamento atualizado da obra (módulo planejamento), a mesma fonte das folhas semanais, quinzenais ou mensais;
        • Os status das frentes de trabalho são atualizados da mesma forma que as folhas semanais, quinzenais ou mensais de planejamento; pelo processo de apropriação e validação previsto no projeto mobilidade;
        • O feedback é feito pelos líderes responsáveis pelas frentes, assim como os planos de ação para aumentar a produtividade.

      • Este relatório deve ser gerado um por encarregado, que consolidará as tarefas, metas, e resultados do encarregado. Os registros do relatório são restringidos de acordo com o contexto do TOTVS Obras e Projetos, ou seja, o projeto selecionado;
      • As informações são filtradas pelos campos:
        • “Mês/Ano” – Período de datas a ser considerado na busca dos registros do relatório observando o início e fim da folha tarefa. Caso seja o mês atual, então o início será o primeiro dia do mês até a data de emissão do relatório. Caso seja de um mês anterior, então englobará todos os dias do mês (ex. seleção do mês de janeiro/2013, então teremos tarefas do dia 01/01/2013 até 31/01/2013);
        • “Encarregado” – Responsável pela equipe associada a tarefa. Neste filtro podem ser selecionados mais de um encarregado e são emitidos tanto relatórios quanto o número de encarregados selecionados;
        • “Serviço” – São as tarefas constantes nas folhas tarefas e podem ser selecionadas várias tarefas para a emissão do relatório. O relatório é emitido fazendo o agrupamento das tarefas selecionadas de acordo com o encarregado;
        • “Percentual da Meta Atingida” – Significa o percentual concluído da tarefa no período da Folha Tarefa.
        • “Engenheiro” – Engenheiro responsável pelo centro de custo.
      • A seleção dos registros para o relatório é com base nos filtros acima citados e agrupados pelo campo “Encarregado” e ordenadas pelo campo “Código”. Caso queira fazer outros filtros neste relatório, o usuário deve exportar o mesmo para a planilha Excel e assim efetuar os filtros conforme disponíveis;
      • Não há visão semana a semana e sim, o resultado acumulado do mês. O resultado apresentado será o acumulado total no momento da geração do relatório, isto é, se o relatório for gerado ao final da primeira semana, então o acumulado será da primeira semana. Se emitido ao final da terceira semana, então o acumulado será primeira + segunda + terceiras semana.
      • Exemplo para “Mês anterior” e “Mês atual”:
        • Temos uma tarefa de 100 m;
        • No primeiro mês foi programado na Folha Tarefa 30 m para serem executados, porém a equipe só fez 15 m;
        • No segundo mês foi programado em nova Folha Tarefa 50 m para serem executados dos quais foram feitos 40 m;
        • No relatório aparecerá na coluna mês anterior 50% (15 / 30) e no mês atual 80% (40/50).

    4. Sincronismo (Envio e recebimento do coletor)
      • Para que o sincronismo possa ser realizado, é necessário que o WebService que receberá e enviará informações esteja ativo;
      • É necessário dispor de um coletor móvel ou utilizar um emulador;
      • Com a aplicação no coletor aberta, realizar o sincronismo com o usuário e senha de acesso a base de dados do TOP, ou seja, usuário definido para utilização do coletor;
      • O apontamento é realizado por código de barras disponível no relatório de folha tarefa ou manual, selecionando a tarefa ou centro de custo, informando o motivo de improdutividade, caso exista;
      • No coletor somente é permitido inserir apontamentos onde a data do mesmo está no intervalo do projeto que foi definido no cronograma;
      • Ao término do registro de apontamento de mão de obra, entrada e saída, o mesmo pode ser enviado para o TOTVS Obras e Projetos através do sincronismo e consequentemente estará visível na visão de Apontamentos de Mão de Obra nos anexos da folha tarefa.

    5. Folha Tarefa

      • Apontamentos de Mão de Obra
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa \ Anexo \ Apontamentos de Mão de Obra;
        • Esta visão contém informações de apontamentos de mão de obra originadas do coletor móvel;
        • Ao importar o apontamento o sistema realiza a análise de forma que todas as informações estejam consistentes para que o “Processo de Apropriação de Mão de Obra” gere a apropriação dos apontamentos;
        • Para validar o apontamento, dois campos são importantes: Status e Motivo da Inconsistência. O primeiro pode ter quatro características: 

          • Pendente: que define o apontamento como pendente de apropriação;

          • Apropriado: que representa os apontamentos já apropriados;

          • Inconsistente: que define o registro como impossibilitado de ser apropriado;

          • Pendente de Ponto: que define registros inconsistentes em relação ao ponto do membro da equipe.

        • São validados os seguintes campos:

          • Tarefa: Se a tarefa e o código de barras da mesma não vierem preenchidos e o centro de custo informado, a tarefa do apontamento será a primeira encontrada no rateio de centro de custo. Se vier preenchida, a mesma será validada em relação ao projeto do apontamento. O campo Observação receberá um log informando a inconsistência;
          • Código de Barras da Tarefa: Deve ser considerado em caso de o campo Tarefa não vier preenchido. Esse campo deve ser utilizado a fim de validar qual a tarefa do apontamento;
          • Centro de Custos: Se o Centro de Custo não vier preenchido o campo Observação receberá um log informando a inconsistência;
          • Membro da Equipe: A matrícula do membro será validada no momento da importação. Deve obedecer ao layout de 14 caracteres, sendo 4 para coligada e 10 para o identificador do membro. Caso não seja encontrado o respectivo membro o campo Observação receberá um log informando a inconsistência;
          • Data e Hora Inicial: Se o campo Data e Hora Inicial não vierem preenchidos o campo Observação receberá um log informando a inconsistência;
          • Data e Hora Final: Se o campo Data e Hora final não vierem preenchidos o campo Observação receberá um log informando a inconsistência;
          • Motivo de improdutividade: Se o campo Improdutivo vier definido como “verdadeiro” e o Motivo de Improdutividade não vier preenchido o campo Observação receberá um log informando a inconsistência.


          Importante:

            • Com exceção do campo “Horas Apontadas”, todos os outros poderão ser editados, obedecendo às regras em relação ao status do apontamento;
            • O campo “Motivo de Improdutividade” somente poderá ser editado se o apontamento for do tipo Improdutivo;
            • Caso o status do apontamento estiver como apropriado, não será possível realizar qualquer modificação no apontamento;
            • Caso a tarefa não seja enviada ou encontrada, será considerado o código de barras para encontrar a mesma;
            • No coletor somente é permitido inserir apontamentos onde a data do mesmo está no intervalo do projeto que foi definido no cronograma.
      • Equipes Associadas a Folha Tarefa
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folha Tarefa \ Anexos \ Equipes Associadas à Folha Tarefa;
        • A finalidade dessa funcionalidade é demonstrar a relação de Equipes e Itens de Folha Tarefa que tiveram o vínculo definido no processo de Alocação de Mão de Obra;
        • No cadastro de Folha Tarefa o usuário deverá acessar a Folha Tarefa desejada, selecionar o anexo de equipes associadas à Folha Tarefa. Esta visão irá mostrar, por equipe, todas as tarefas que foram associadas a ela. São exibidas as equipes que possuem alguma tarefa associada, do contrário não será exibida nenhuma equipe, conforme padrão do sistema TOP;
        • O processo desfaz toda a alocação, e considera as regras a seguir:
          • Desassociando a tarefa da equipe: Basta selecionar a tarefa desejada e executar o processo de exclusão. Uma mensagem de confirmação será exibida para confirmar a desvinculação da tarefa em relação à equipe;
          • Desassociando a folha da equipe: Basta selecionar a folha no agrupador do anexo “Tarefas Associadas à Equipe” e executar o processo de exclusão. Uma mensagem de confirmação será exibida para confirmar a desvinculação total da folha de todas as equipes;
          • Disponível o agrupador de etapa da tarefa e selecionando esse agrupador, as respectivas tarefas existentes deverão ser desalocadas;
          • A mensagem de sucesso da execução do processo é padrão conforme a imagem abaixo.


      • Programado X Alocado
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folha Tarefa \ Anexos \ Programado X Alocado;
        • Esta visão exibe informações relacionadas com as quantidades programadas e quantidades alocadas de cada Tarefa. Exibe somente insumos do tipo mão de obra, necessários para a execução da tarefa;

        • Na medida em que as Equipes forem alocadas na tarefa, será atualizado o campo de quantidade de horas alocadas por insumo. Estes dados ficarão disponíveis somente para consulta, para que o usuário tenha uma noção do quanto já foi alocado na tarefa e quanto ainda precisa ser alocado, ou mesmo se houve super alocação de horas na tarefa.

    6. Apropriação de Serviços / Insumos

      • Gerar Apropriação de Mão de Obra
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Apropriações de Insumos / Serviços \ Processos \ Mobilidade \ Gerar Apropriação de Mão de Obra;
        • Realiza a apropriação de mão de obra de apontamentos originados de coletor móvel do processo de mobilidade;
        • Para cada apontamento é gerado uma apropriação com o valor do custo do funcionário ou terceiro originários da folha de pagamento, quando o parâmetro de projeto "Origem do Preço da Apropriação" estiver marcado como "Valor Mão de Obra do sistema de Folha de Pagamento" ou o preço do insumo, obedecendo a regra de vigência ou do preço ativo quando ocorrer a não identificação pela vigência;
        • O usuário escolhe a(s) tarefa(s) e, somente após a escolha de pelos menos uma tarefa o sistema irá possibilitar avançar para execução;
        • O sistema seleciona, para processamento, todos os apontamentos pendentes e pendentes de ponto até a data limite inclusive e, que sejam das tarefas escolhidas pelo usuário;
        • Para a apropriação o sistema levará em consideração a regra de preço por vigência do insumo. Posteriores ajustes de preços não serão refletidos em apropriações efetivadas;
        • Além das informações básicas para a apropriação, são gravadas no registro de apropriação a equipe, o membro, a origem e o motivo de improdutividade (quando apontamento improdutivo). O campo origem não ficará visível para o usuário, apenas armazenado na base de dados;
        • O sistema grava no apontamento o identificador da apropriação e atualiza o status do apontamento para apropriação;
        • Após a apropriação, o apontamento não estará mais pendente e não será considerado, caso seja executada novamente a rotina de apropriação, ou seja, um apontamento será apropriado uma única vez;
        • No final do processo é exibida uma mensagem ao usuário informando o sucesso ou erro da execução do processo;
        • À medida que for sendo executado o processo e as apropriações forem geradas, será possível acompanhar o custo da obra utilizando como base o preço do insumo. Somente após o processo de revaloração e rateio é que será possível verificar o custo real da obra.

      • Rateio e Revaloração de Mão de Obra
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Apropriações de Insumos / Serviços \ Processos \ Mobilidade \ Rateio e Revaloração de Mão de Obra;
        • O processo de Rateio e Revaloração de Mão de Obra têm como objetivo realizar o rateio da diferença de horas entre o total de apontamentos originados do coletor e o total da folha de ponto registrado pelo funcionário em um período e, realizar a revaloração das apropriações de acordo com o custo do funcionário e horas trabalhadas no período;
        • Pré-Requisitos:
          • Importação e apropriação de todos os apontamentos do período;
          • Integração com folha de ponto e pagamento ativa;

          • A folha de ponto do período deverá está fechada;

          • A folha de pagamento do período deverá está fechada;

          • Parâmetro “Motivo de Improdutividade” deve estar preenchido.

        • Validações:
          • Valida o parâmetro “Mobilidade \ Motivo de Improdutividade Para Mão de Obra”. É obrigatória a informação do mesmo para que seja possível a execução deste processo;
          • Valida o mês e ano informado. Não poderá ser igual ou superior a mês e ano corrente. O período de processamento deve ser compatível com o período da folha de ponto;
          • São processados todos os membros que compõe a(s) equipe(s) do projeto e que são funcionários e demais funcionários que não fazem parte da equipe, porém, possui apropriações no período. Não existe rateio para membro que se encontra inativo, somente ocorrerá a revaloração;
          • Quando não existem apropriações, as horas da folha de pagamento serão apropriadas na totalidade como produtivas. A apropriação da totalidade de horas da folha de ponto como produtivas, visa apropriar as horas dos funcionários que compõe as equipes administrativas e financeiras;
          • Antes de realizar a inclusão das apropriações e a atualização do preço unitário com o valor do ticket médio, são excluídas todas as apropriações realizadas por este processo. Desta forma fica permitida a execução por mais de uma vez. Estas atualizações de apropriações são consideradas no projeto após o recalculo.
        • Processo de Simulação:
          • Este processo visa exibir ao usuário uma prévia dos rateios que serão realizados para os membros das equipes do projeto no período;

          • Após informar o mês e o ano e clicar em “avançar”, o sistema realiza a simulação do rateio. Caso não haja horas a ratear o sistema exibe uma mensagem ao usuário informado que não existem horas a ratear e orienta ao usuário que poderá mesmo assim realizar a revaloração, para isto é necessário que o usuário dê continuidade ao processo;

          • Com as informações da simulação do rateio, o usuário poderá avaliar o resultado e optar por efetivar ou não. Para efetivar deve marcar a opção “Executar o processo?” e clicar em “avançar”.

          • A simulação retorna as informações do rateio conforme exemplo abaixo:

        • Processo de Rateio:

          • Consiste em realizar o rateio das horas calculadas que é a diferença entre as horas registradas na folha de ponto e as horas apropriadas;

          • Não é realizado rateio para membro inativo na equipe;

          • As horas apropriadas serão obtidas na tabela de apropriações considerando, para cada membro, a soma da quantidade de apropriações realizadas dentro do período. Serão consideradas as apropriações de todos os projetos da coligada, ou seja, não haverá filtro por projeto, sendo que o contexto para os cálculos deste processo é o funcionário;

          • As horas registradas na folha de pagamento serão obtidas através da integração com o Sistema de folha de ponto. Retorna as horas apontadas no período;

          • Após obter a diferença entre as horas do ponto e as horas apropriadas, será realizada a apropriação da diferença, somente se esta diferença for positiva. Nos casos em que o funcionário possuir apropriações para vários projetos no período, o sistema refará o cálculo das horas a apropriar, proporcional as horas apropriadas no projeto que está sendo processado. Após o cálculo deverá ser gerada a apropriação conforme descrito abaixo;

          • A data de apropriação será a do último dia do período;

          • Quando o parâmetro do projeto “Mobilidade \ Ratear horas improdutivas para a tarefa” estiver marcado, o TOP deverá gerar a apropriação na tarefa definida no parâmetro de mão de obra.

          • Quando o parâmetro não estiver marcado, o TOP deverá ratear entre as tarefas das apropriações do membro dentro do projeto e no período informado;

          • Quando o parâmetro não estiver marcado e houver necessidade de gerar apropriação para um membro que possui registro na folha de ponto, mas não possui nenhuma apropriação no período, o TOP identificará a tarefa através da planilha de atividades, pesquisando pelo insumo do membro na equipe e o centro de custos que está vinculada na seção do funcionário, pegando a primeira tarefa obedecendo à hierarquia do cadastro;

          • Caso não seja possível identificar nenhuma tarefa pelas regras acima, o processo gera um LOG informando que não houve apropriação para o respectivo funcionário, explicando o motivo.

        • Processo de Revaloração:

          • O objetivo é atualizar o preço de todas as apropriações geradas no período a partir do preço padrão do insumo.

          • O TOP irá realizar a atualização do preço unitário de cada apropriação do respectivo membro, em que a data de apropriação esteja dentro do período de processamento. O preço utilizado será o valor do ticket médio, que é o resultado do valor pago no período, dividido pela a quantidade de horas registradas na folha de ponto do período;

          • As horas registradas na folha de pagamento serão obtidas através de integração que trata da busca de horas apontadas no período. A fonte de busca obedece a sequência abaixo:

            • Verificar se possui integração com PROTHEUS;

            • Senão, verificar se possui licença para TOTVS Folha de Pagamento e TOTVS Automação de ponto.

          • O valor pago para o membro deverá ser obtido através de integração que trata da busca do custo do funcionário na folha de pagamento;

          • O ticket médio é obtido através da divisão do valor pago no mês para o funcionário pela quantidade de horas registradas na folha de pagamento;

          • Caso o cálculo da Folha seja desfeito e a Folha seja calculada novamente no período, a revaloração deve ser executada novamente para atualizar as apropriações com os valores corretos.

        • Detalhamento de Cálculos:

          • Cálculo do Ticket médio = (Valor pago no período / Número de horas do ponto no período);

          • Cálculo das horas improdutivas = (Horas do ponto - horas apropriadas nas tarefas);

          • Observação: Neste exemplo deverão ser apropriadas às 40hs e revaloradas as apropriações para R$6,00. Se houver apropriações no período somente para um projeto, as horas serão apropriadas na integridade no projeto corrente. Se houver mais de um projeto, será realizada uma apropriação proporcional conforme exemplo abaixo;

          • Exemplo de cálculo quando houver apropriações em mais de um projeto para o cenário acima:

            • Fórmula = (A – B) / B * C

            • A: Total de horas de ponto do funcionário para o período da Folha de Ponto

            • B: Total de horas produtivas apropriadas para o funcionário no período da Folha de Ponto em todos os projetos

            • C: Total de horas produtivas apropriadas para o funcionário no período da Folha de Ponto no projeto corrente
            • Total de horas de ponto do funcionário: 160h
            • Projeto 1 (corrente): 10h apropriações produtivas
            • Projeto 2:  20h apropriações produtivas
            • Projeto 3: 90h apropriações produtivas
            • Ao executar o processo de rateio no projeto 1, o resultado será:
              • Memória de cálculo = (160 - 120) / 120 * 10.
              • Resultado da apropriação realizada processando o projeto 1:
                • Projeto 1
                  • João 10h apropriações produtivas 
                  • João 3,33h apropriações improdutivas
                • Projeto 2
                  • João 20h apropriações produtivas
                • Projeto 3
                  • João 90h apropriações produtivas
        • BackOffice PROTHEUS:
          • A integração com o PROTHEUS é realizada via EAI no padrão de mensagem única. Deve estar ativa no TOTVS Integração. A utilizada neste processo é a “TOTVS Folha Pagto X Mobilidade”, que permite as seguinte integrações:
            • Funcionários, através da mensagem “EMPLOYEE”;

            • Busca de Custos, através da mensagem “GETEMPLOYEECOST”;

            • Eventos/Verbas, através da mensagem “PAYROLLAMOUNT”;

            • Funções, através da mensagem “ROLE”.

          • A busca de parâmetros é realizada através de Webservice que está definido nos parâmetros gerais, vide o tópico parâmetros do módulo de mão de obra deste documento. Neste WebService é verificado o período de folha de ponto e a competência da folha de pagamento corrente para identificar se a folha está fechada ou não. Considera-se folha fechada, todas anteriores a corrente;
          • O TOP solicita ao PROTHEUS o custo do funcionário em um determinado período. Esta solicitação é feita através da matrícula do funcionário e de acordo com as eventos/verbas parametrizadas. Não havendo a parametrização dos eventos/verbas, é retornado o valor do custo unitário do funcionário considerando todos os eventos da folha de pagamento;

          • Para visualizar detalhes das mensagens trafegadas é necessário acessar sistema de integração através do RM.exe e utilizar a opção é “Integração \ Mensagem única \ Fila de mensagens únicas”.
        • BackOffice RM:
          • As informações necessárias para este processo são obtidas através de serviços disponibilizados pelos sistemas TOTVS Automação de Ponto e TOTVS Folha de Pagamento;
          • Os eventos que compõe o custo do funcionário devem ter o campo “Incide no custo do funcionário” marcado;
          • Os encargos que compõe o custo do funcionário devem ter o campo “Incide no custo do funcionário” marcado.
        • Ponto Controlado por Terceiros:
          • O sistema busca a informação do total de horas de ponto na tabela MHISTHORASTRABALHO. As informações desta tabela são gerenciadas pelo processo de integração. As informações devem ser enviadas ao TOP pelo WebService “WsConTerceiros” disponível via TOTVS Integração (WCF).

  3. Ciclo de Transporte


    1. Parâmetros
      • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Projetos \ Parâmetros \ Construção e Projetos \ Gerais;
      • O parâmetro “Enviar e-mail de log de erros” define se haverá o envio de e-mail com um texto padrão para o usuário ou um grupo de usuários do sistema (este grupo deve ser criado pelo próprio cliente, conforme modelo de envio de e-mail para um grupo assim como é feito no Outlook), e que receberá informações do log de erros das importações/exportações realizadas pelos coletores móveis, através dos webservices disponibilizados no projeto Mobilidade;
      • O endereço para envio do e-mail de log de erros poderá ser parametrizado por projeto ou um endereço geral;
      • O log de erros de sincronização de cadastros será enviado para o endereço parametrizado nos parâmetros gerais. O log de erro dos processos (Avanço Físico, Mão de obra, Equipamentos e Ciclo de Transporte) será enviado para o e-mail parametrizado para o projeto. Caso não esteja parametrizado nenhum endereço para o projeto, será enviado para o e-mail informado nos parâmetros gerais. A opção “Ciclos de Transporte” permite habilitar o log de auditoria para esta entidade.


    2. Ciclo de Transporte

      • Cadastro
        • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Ciclos de Transporte;
        • O ciclo de transporte representará o trajeto, percurso que os equipamentos realizarão para realizar a retirada de resíduos ou a busca de matérias. Para acompanhar ou para medir o quesito tempo;
        • Esta informação será disponibilizada aos coletores e também será retornada ao ERP/TOP juntamente com os registros de apontamento. São através destas informações que o sistema identifica em qual ciclo ocorreu o apontamento e também obtém informações para efetuar os cálculos de apropriações;
        • Permite o sincronismo de informações para o coletor móvel e o gerenciamento dos apontamentos realizados e sincronizados;
        • Depende do cadastro do projeto e do cadastro do insumo;
        • O ciclo será um cadastro do projeto e nele constarão as seguintes informações:
          • Descrição: Descrição do ciclo de transporte;
          • Insumo: O ciclo de transportes será associado a um insumo do TOP, que por sua vez contém informações de custo, bem associado ao insumo, unidade de medida, entre outras informações;
          • Distância (Km): Distância entre os lugares de carga/descarga. Sua unidade padrão será quilômetros (Km);
          • Disponível Coletor: Indica se o coletor está disponível para ser enviado ao coletor;
          • Considera Distância: Indica se a distância será utilizada no cálculo da apropriação;
          • Considera Capacidade do Bem: Indica se a capacidade do bem será utilizada no cálculo da apropriação;
          • Ativo: Indica se o ciclo de transporte está ativo.


          Importante:

            • Na inclusão do Ciclo de Transporte, os campos obrigatórios devem ser preenchidos, são eles, “Descrição” e “Insumo”;
            • Para a exclusão, o Ciclo de Transporte a ser deletado deve estar inativo, ou seja, o atributo “Ativo” deve estar desmarcado. Além disso, a exclusão de registros de ciclo de transporte somente poderá ser realizada caso não exista registros de apontamentos (anexo deste cadastro).

      • Sincronismo (Envio e recebimento do coletor)
        • Para que o sincronismo possa ser realizado, é necessário que o WebService que receberá e enviará informações esteja ativo;
        • É necessário dispor de um coletor móvel ou utilizar um emulador;
        • Com a aplicação no coletor aberta, realizar o sincronismo com o usuário e senha de acesso a base de dados do TOP, ou seja, usuário definido para utilização do coletor;
        • O apontamento é realizado por código de barras disponível no relatório de folha tarefa ou manual, selecionando a tarefa ou centro de custo, informando o motivo de improdutividade, caso exista;
        • Ao término do registro de apontamentos de ciclo de transporte, carga e descarga, os mesmos podem ser enviados para o TOTVS Obras e Projetos através do sincronismo e consequentemente estará visível na visão de Apontamentos dos Coletores nos anexos de Ciclo de Transporte. Há necessidade de realizar a conciliação, validar e apropriar. Estas funcionalidades serão tratadas posteriormente.

      • Apontamentos dos Coletores

        • Anexo Apontamentos de Coletores
          • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Ciclos de Transporte \ Anexo \ Apontamentos dos Coletores;
          • Os apontamentos de Ciclo de transporte recebidos dos coletores são armazenados no sistema da forma que foram recebidos:
            • Registros correspondentes às cargas dos ciclos (início de ciclo);
            • Registros correspondentes às descargas dos ciclos (fim do ciclo).

          • Os registros de carga e descarga poderão ser realizados em coletores distintos. Os apontamentos transmitidos ao ERP/TOP entrarão no sistema com o status “Pendente”.
          • Este cadastro apresenta as seguintes informações:
            • Data Apontamento: Data e hora em que o apontamento foi realizado. A data irá também considerar os minutos e segundo (HH:mm:ss);

            • Tipo de apontamento: Indica se o apontamento é de Saída ou Entrada;

            • Carga: Indica o início do ciclo;

            • Descarga: Indica o fim do ciclo;

            • Status: Indica se o apontamento está pendente ou conciliado;

              • Pendente: Quando o registro foi exportado do coletor e está no sistema. Indica que o registro ainda não foi conciliado;

              • Conciliado: O apontamento já foi utilizado como origem/destino de um apontamento conciliado.

            • Equipamento: Equipamento em que foi realizado o apontamento;

            • Coletor: Coletor que realizou o apontamento. O coletor deverá estar associado ao mesmo projeto do apontamento;

            • Usuário: Usuário que realizou o apontamento. Este usuário deverá estar associado ao coletor em que o apontamento foi coletado;

            • Motivo Inconsistência: Campo texto para inclusão de observações sobre os apontamentos.

          • Além de permitir a visualização dos apontamentos, o objetivo é permitir aos usuários realizar ajustes, identificar os emparelhamentos de cargas e descargas referentes aos equipamentos/ciclos para posteriormente efetuar a conciliação destes conjuntos para possibilitar a apropriação;
          • São exibidos apontamentos pendentes e conciliados. Sendo assim, são disponibilizados filtros previamente configurados (como um botão na barra de ferramentas da visão) onde tais filtros permitem maior agilidade no gerenciamento dos registros principalmente, para localização e seleção para operação em grupo;
          • Os filtros inicialmente idealizados para esta opção seriam os de “Apontamentos dos últimos 7 dias”, “Apontamentos nos último 30 dias”, “Apontamentos por data”, “Apontamentos pendentes”. Lembrando ainda das funcionalidades inerentes da visão que são a ordenação e agrupamentos por campos, capacidade de se utilizar funções de média, somatórios, etc. por campo.

        • Conciliar Apontamentos
          • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Ciclos de Transporte \ Anexos \ Apontamentos dos Coletores \ Processo \ Conciliar Apontamentos;
          • Realiza a conciliação de registros de carga (início) e descarga (fim), que estão dispostos linha a linha separadamente, e os transformam em um único registro que pode ser visualizado no anexo de “Apontamentos Consolidados”;
          • Este processo é disparado manualmente onde será informado a data início e fim de carga. Todos os apontamentos dos equipamentos que possuírem data de carga neste período serão conciliados;
          • O processamento de conciliação ocorre sempre aos pares de registros. O sistema ordena os registros de apontamentos pela data e então verifica se o primeiro registro é de carga e o próximo é de descarga, em caso afirmativo é efetuada a conciliação, atualização dos registros de origem. Em caso negativo desconsidera o primeiro registro, inclui uma mensagem explicativa no log do processo;
          • Este processo será executado para todos os apontamentos resultantes do filtro de datas informado pelo usuário;
          • Apesar da possibilidade de serem selecionados apontamentos de vários equipamentos distintos, o sistema efetua a conciliação por conjuntos de apontamentos de mesmos equipamentos;
          • Apontamentos de um equipamento não irão ser processados junto ao conjunto de apontamentos de outro equipamento;
          • Efetuada a conciliação, os registros originais ficarão marcados como “Conciliados” e não serão considerados nas próximas execuções;
          • Somente apontamentos com o status “Pendente” fazem parte do processo de conciliação.

      • Apontamentos Conciliados

        • Anexo Apontamentos Conciliados
          • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Ciclos de Transporte \ Anexo \ Apontamentos Conciliados;
          • Representa os registros de apontamentos já conciliados, cargas e descargas emparelhadas por ciclo/equipamento;
          • Os registros deste anexo são o “casamento” de dois registros, um de carga e outro de descarga, que originalmente estão no anexo de “Apontamentos dos coletores” e conterão as referências (identificadores) dos apontamentos que o originaram;
          • São exibidos apontamentos pendentes, validados e conciliados. Sendo assim, são disponibilizados filtros previamente configurados (como um botão na barra de ferramentas da visão) onde tais filtros permitem maior agilidade no gerenciamento dos registros, principalmente para localização e seleção para operação em grupo;
          • Os filtros inicialmente idealizados para esta opção são os de “Apontamentos dos últimos 7 dias”, “Apontamentos dos últimos 30 dias”, “Apontamentos por data”, “Apontamentos Pendentes”, “Apontamentos Validados”. Lembrando ainda das funcionalidades inerentes da visão que são a ordenação e agrupamentos por campos, capacidade de se utilizar funções de média, somatórios, etc. por campo;
          • Apresentar para o usuário os seguintes dados:
            • Status: Indica se o apontamento está pendente ou conciliado.
              • Pendente: Status inicial de um registro que foi conciliado;
              • Validado: Apontamento conciliado que foi validado pelo usuário. Este status indica que os dados conciliados estão corretos;
              • Apropriado: O apontamento conciliado teve seu custo apropriado. E um registro de apropriação foi gerado na apropriação de Serviços/Insumos.
            • Equipamento: Equipamento em que foi realizado o apontamento;
            • Apontamento Início Ciclo: Apontamento do início (saída) do ciclo de transporte.  É exibida a data e hora em que o apontamento do início do ciclo foi realizado. A data irá também considerar os minutos e segundos (HH:mm:ss);
            • Apontamento Fim Ciclo: Apontamento do fim (entrada) do ciclo de transporte.  É exibida a data e hora em que o apontamento do fim do ciclo foi realizado. A data irá também considerar os minutos e segundos (HH:mm:ss);
            • Duração: A duração do ciclo de transporte será a diferença em horas entre a data fim e a data início. Esta informação será calculada ao exibir a tela;
            • Apropriação: Exibe a tarefa em que o apontamento foi apropriado;
            • Capacidade do Bem: Exibe a capacidade do equipamento.

        • Validar Apontamentos
          • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Ciclos de Transporte \ Anexo \ Apontamentos Conciliados \ Processos \ Validar Apontamentos;
          • É necessário que após a conciliação de dois apontamentos realizados pelos coletores o apontamento conciliado seja analisado e validado, com o intuído de certificar que as informações conciliadas estão corretas;
          • O status Validado não possui uma forma automática que o valor, pois é uma situação onde o apontamento deve passar por uma verificação manual, uma análise pelo usuário a fim de garantir que suas informações estejam consistentes. Após esta verificação deve-se alterar o status do apontamento para “Validado";
          • Através da lista de registros selecionados previamente na visão de apontamentos o sistema atualiza o STATUS de cada apontamento da lista para o valor “Validado”;
          • Este processo é disparado sem a necessidade de uma interface específica em que o usuário precise informar algum dado em particular.

        • Desfazer Conciliação
          • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Ciclos de Transporte \ Anexo \ Apontamentos Conciliados \ Processos \ Desfazer conciliação;
          • Este processo altera o STATUS dos apontamentos originais valorando-os como “Pendente” e exclui o registro de apontamento conciliado. Além disso, este é disparado sem a necessidade de uma interface específica em que o usuário precise informar algum dado em particular;
          • Para execução deverá ser selecionado pelo menos um apontamento conciliado, porém, poderá ser executado para vários registros simultaneamente;
          • Ao ser disparado somente serão desfeitas conciliações de registros com o status de “Pendente” ou “Validado”. Caso algum registro não possua algum destes status o processo executará normalmente e será incluída mensagem no final do processo informando que a conciliação não foi realizada.

        • Apropriar Custos de Apontamentos
          • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Ciclos de Transporte \ Anexo \ Apontamentos Conciliados \ Processos \ Apropriar custos de apontamentos;
          • Este processo efetua a apropriação de custos para o projeto dos ciclos de transporte que foram obtidos via apontamentos de coletores móveis;
          • A apropriação de custos é realizada sempre com base em uma obra/etapa/tarefa e vale lembrar que os apontamentos de ciclos de transportes coletados e exportados para o ERP/TOP, em primeira instância, não estarão associados a uma destas tarefas;

          • A apropriação de custos se dará acessando o anexo de “Apontamentos conciliados”, selecionando os registros (apontamentos) que se deseja efetuar a apropriação e acionar o processo em questão;

          • A apropriação não é um passo obrigatório e pode ser desabilitada via perfil e este deve ser o procedimento adotado caso deseje trabalhar somente com estatísticas (tiradas dos apontamentos dos coletores ou então dos apontamentos conciliados);

          • O valor para a apropriação será calculado utilizando a distância do ciclo, preço do insumo, capacidade do bem, conforme parametrizado no cadastro do ciclo.
            Este processo contém uma interface do tipo “WIZARD” onde a primeira tela apresentará ao usuário data e hora do último cálculo da curva ABC e a opção para cálculo da curva ABC. Caso a opção de cálculo esteja selecionada a curva ABC será recalculada;

          • A segunda tela do processo exibe um controle para informar a tarefa na qual será realizada a apropriação dos apontamentos dos ciclos;

          • São exibidas tarefas que possuem como recurso direto ou indiretamente o insumo informado no cadastro de ciclo de transporte. Além disso, as tarefas exibidas devem respeitar o parâmetro de projeto “Permite apropriar apenas serviço”. Se parâmetro estiver selecionado, serão exibidas apenas selecionar tarefas de último nível. Caso contrário etapas e obras também poderão ser escolhidas. Dessa forma, a primeira tela se faz necessário para garantir que a curva ABC esteja atualizada, já que as tarefas a serem exibidas no segundo passo serão obtidas a partir da curva ABC de insumos;

          • Após confirmar a execução do processo o sistema efetua a apropriação somente dos apontamentos que ainda não foram apropriados. Apontamentos que tenham sido apropriados não são processados e o sistema os listará com uma mensagem explicativa ao final do processo;

          • Caso algum apontamento não possa ser apropriado devido a alguma regra interna de apropriação o sistema não o processará, mas continuará o processamento do próximo registro. Estes apontamentos que apresentarem erro serão listados ao final do processo com suas respectivas mensagens de erro;

          • Considerando que o apontamento é de um ciclo, que o ciclo de transporte possui a distância/quantidade e insumo, que o insumo tem seu valor por sua unidade e está associado a um bem e que o bem tem como um de seus atributos a capacidade. Então, podemos então descrever que o cálculo do valor da apropriação será: DISTÂNCIA (QUANTIDADE DO CLICO) * PREÇO DO INSUMO * CAPACIDADE DO BEM;

          • O atributo “distância” do ciclo de transporte será informado no campo distância no cadastro do Ciclo de Transporte;

          • A capacidade do bem/equipamento quando integrado com SIGAMNT do PROTHEUS está no Manutenção de Ativos e, via sincronização, será enviada ao RM/Bens (em um campo complementar). Qualquer alteração necessária na capacidade do bem deve ser feita no Manutenção de Ativos do Protheus e será refletida no RM;

          • A forma de acompanhamento do Ciclo de Transporte pode variar, dependendo da forma como o serviço foi contratado. Sendo que, em alguns casos, a capacidade do bem ou a distância podem não serem consideradas no cálculo do valor a ser apropriado. Esta definição é feita no cadastro do Ciclo. Desta forma, o cálculo será flexível, parametrizado conforme o tipo de contratação do serviço;

            Importante:

              • Ao se excluir uma apropriação no cadastro de Apropriação de Serviços/Insumos em que está apropriação esteja associada a algum apontamento conciliado, o apontamento conciliado terá seu status modificado de “Apropriado” para “Validado”;
              • A data atribuída à apropriação será a data do apontamento de saída (data inicial) do equipamento no ciclo.

        • Mapa de Apontamentos - Ciclos de Transporte:
    3. Relatório Ciclos de Transporte
      • Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Relatórios \ Mobilidade \ Ciclo de Transporte;
      • Relatório desenvolvido no TOTVS Obras e projetos, para impressão de código de barras para os Ciclos de Transporte de um projeto;
      • Informações exibidas neste relatório:
        • Descrição do projeto (no cabeçalho);
        • Descrição do ciclo de transporte;
        • Distância (em KM) do ciclo de transporte;
        • Insumo: código e descrição do insumo cadastrado no ciclo de transporte;
        • Código de barras: o código de barras será formado pelo código da coligada, código do projeto e o código do ciclo de transporte.
  4. Pedido de Material:

No TOP Mobile existem as opções de acesso ao Portal do TOP para as funcionalidades de Pedido e Pedido Extra. Para a utilização desses itens de menu, é necessário definir a permissão de acesso no cadastro de usuários de coletores. Após essa definição, basta realizar o sincronismo com o coletor que as opções estarão disponíveis tanto no menu principal quanto no menu lateral do TOP Mobile.


6. Movimentações de Produto:

Com o objetivo de otimizar o processo de solicitação de requisição em uma obra, por exemplo ao Almoxarifado, foi desenvolvida uma nova funcionalidade ao TOP Mobile que permite a inclusão de movimentos.

Para acessar a funcionalidade, é necessário Permissão de acesso.

Para que seja apresentado ou não na tela do TOP Mobile o Saldo disponível dos Produtos, foi criado um cadastro em Projeto | Construção e Projetos | Movimentações do Produto.

Após cadastro no TOP, essas informações serão exibidas no TOP Mobile.

       Screenshot_2019-09-10-16-24-04-441_com.totvs.topmobile.png

Ao selecionar o tipo de requisição desejado, se a mesmo estiver parametrizado para utilizar contrato, a tela de seleção de contratos será exibida para que o contrato associado ao pedido seja selecionado. Apenas contratos de serviços serão exibidos.

Ao informar o Contrato e Avançar, a dela de itens da Requisição é exibida para que o Produto e Tarefa sejam selecionados.

Se o tipo de requisição não estiver parametrizado para utilizar contrato, após selecionar o tipo de requisição desejado, será aberta a tela de itens da Requisição.

 

Na tela de itens da Requisição, ao clicar no ícone com as quantidades dos Produtos adicionados ou clicar em Finalizar, é aberto a tela que  permite visualizar os itens de movimento, que serão apresentados antes de salvar.

Nessa tela, é permitido remover, alterar a quantidade, cancelar ou confirmar e salvar os produtos.

Também é permitido acessar a tela para inclusão de novos produtos, através da opção "Adicionar mais Produtos".








Rotina

Tipo de Operação

Opção de Menu

Regras de Negócio

Parâmetros Gerais

[Envolvida]

Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Projetos \ Parâmetros \ Construção e Projetos \ Gerais

-

Coletores Móveis

[Envolvida]

Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Coletores Móveis

-

Ativar Coletores Móveis

[Envolvida]

Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Coletores Móveis\ Processos \ Ativar Coletores Móveis

-

Desativar Coletores Móveis[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Coletores Móveis\ Processos \ Desativar Coletores Móveis-
Associação de Projeto(s) a Coletor[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Coletores Móveis\ Anexos \ Associação de Projeto(s) a Coletor-
Usuários de Coletores Móveis[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Usuários de Coletores Móveis-
QR Code para Configuração Automática do Sincronismo do TOP Mobile[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Usuários de Coletores Móveis\ Processos \ QR Code para Configuração Automática do Sincronismo do TOP Mobile-
Usuários de Coletores Móveis\ Anexos \ Associação de Coletor a Usuário(s)[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Usuários de Coletores Móveis\ Anexos \ Associação de Coletor a Usuário(s)-
Folhas Tarefa[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa-
Itens da Folha Tarefa[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa \ Anexos \ Itens da Folha Tarefa-
Disponibilizar Folha para Envio[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa \ Processos \ Disponibilizar Folha para Envio-
Cancelar Folha Tarefa[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa \ Processos \ Cancelar Folha Tarefa-
Relatório de Folha Tarefa[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa \ Processos \ Relatório de Folha Tarefa-
Interface de Coleta Via Código de Barras[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa \ Anexos \ Interface de Coleta Via Código de Barras-
Status de Carga[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Status de Carga-
Edição de Apontamentos[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa \ Anexos \ Edição de Apontamentos-
Atualizar PERT[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa \ Processos \ Atualizar PERT-
Visão do Avanço Físico[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa \ Anexos \ Visão do Avanço Físico-
Plano de Ação[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Relatórios \ Mobilidade \ Plano de Ação-
Cronograma Mensal[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Relatórios \ Mobilidade \ Cronograma Mensal-
Parâmetros Projetos[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Projetos \ Parâmetros \ Construção e Projetos \ Parâmetros Projetos-
Motivos de Improdutividade[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Cad. Gerais \ Básicos \ Motivos de Improdutividade-
Apontamentos de Equipamentos[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Equipamentos \ Apontamentos de Equipamentos-
Enviar apontamentos para o Manutenção de Ativos[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Equipamentos \ Apontamentos de Equipamentos \ Processos \ Enviar apontamentos para o Manutenção de Ativos-
Apropriar Custos[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Equipamentos \ Apontamentos de Equipamentos \ Processos \ Apropriar Custos-
Custos Diretos[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Equipamentos \ Custos do Período \ Custos Diretos-
Custos Indiretos[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Equipamentos \ Custos do Período \ Custos Indiretos-
Revalorar Custos de Equipamentos[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Apropriações de Insumos / Serviços \ Processos \ Mobilidade \ Revalorar Custos de Equipamentos-
Terceiros[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Cad. Gerais \ Tabelas Auxiliares \ Terceiros-
Equipe de Mobilidade[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Equipe de Mobilidade-
Membros da Equipes de Mobilidade[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Equipe do Projeto \ Anexos \ Membros da Equipes de Mobilidade-
Tarefas Associadas à Equipe[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Equipe do Projeto \ Anexos \ Tarefas Associadas à Equipe-
Apropriação de Mão de Obra[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Equipe do Projeto \ Anexos \ Apropriação de Mão de Obra-
Equipe de Mobilidade[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Equipe de Mobilidade-
Folhas Tarefa[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa-
Membros de Equipe[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Relatórios \ Mobilidade \ Membros de Equipe-
Feedback[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Relatórios \ Mobilidade \ Feedback-
Apontamentos de Mão de Obra[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folhas Tarefa \ Anexo \ Apontamentos de Mão de Obra-
Equipes Associadas à Folha Tarefa[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folha Tarefa \ Anexos \ Equipes Associadas à Folha Tarefa-
Programado X Alocado[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Folha Tarefa \ Anexos \ Programado X Alocado-
Gerar Apropriação de Mão de Obra[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Apropriações de Insumos / Serviços \ Processos \ Mobilidade \ Gerar Apropriação de Mão de Obra-
Rateio e Revaloração de Mão de Obra[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Apropriações de Insumos / Serviços \ Processos \ Mobilidade \ Rateio e Revaloração de Mão de Obra-
Ciclos de Transporte[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Ciclos de Transporte-
Apontamentos dos Coletores[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Ciclos de Transporte \ Anexo \ Apontamentos dos Coletores-
Conciliar Apontamentos[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Ciclos de Transporte \ Anexos \ Apontamentos dos Coletores \ Processo \ Conciliar Apontamentos-
Apontamentos Conciliados[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Ciclos de Transporte \ Anexo \ Apontamentos Conciliados-
Validar Apontamentos[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Ciclos de Transporte \ Anexo \ Apontamentos Conciliados \ Processos \ Validar Apontamentos-
Desfazer conciliação[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Ciclos de Transporte \ Anexo \ Apontamentos Conciliados \ Processos \ Desfazer conciliação-
Apropriar custos de apontamentos[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Controle \ Básico \ Mobilidade \ Ciclos de Transporte \ Anexo \ Apontamentos Conciliados \ Processos \ Apropriar custos de apontamentos-
Relatório de Ciclo de Transporte[Envolvida]Opção de Menu: Projetos \ Construção e Projetos \ Relatórios \ Mobilidade \ Ciclo de Transporte-
Edição da Folha TarefaModificado Controle -> Mobilidade -> Folhas Tarefa -> Aba Mapa (Filtrar apontamentos de avanço físico) Foi criado uma aba de mapa para visualização de apontamentos de avanço físico e de mão de obra.
 Edição de apontamento da tarefaModificado Controle -> Mobilidade -> Folhas Tarefa -> Anexos -> Edição de apontamentos  Foi criado uma aba de mapa para visualização do apontamentos.
 Edição do Ciclo de TransporteModificado Controle -> Mobilidade -> Ciclo de Transporte Foi criado uma aba de mapa para visualização do apontamentos.
 Edição do apontamento de ciclo de transporteModificado Controle -> Mobilidade -> Ciclo de Transporte -> Anexos -> Apontamentos dos Coletores Foi criado uma aba de mapa para visualização do apontamentos.
 Edição da equipe de mobilidadeModificado Controle -> Mobilidade -> Equipe de Mobilidade Foi criado uma aba de mapa para visualização do apontamentos.
 Tela de visualização de mapa dos apontamentos de equipamentoCriado Controle -> Mobilidade -> Equipamentos -> Mapa de Apontamentos de EquipamentosMapa para visualização do apontamentos com um filtro por equipamento.
 Edição do apontamento de equipamentoModificado Controle -> Mobilidade -> Equipamentos -> Apontamentos de Equipamentos Foi criado uma aba de mapa para visualização do apontamentos.
 Permissão de segurança para tela de mapa de equipamentos Criado Controle -> Mobilidade -> Equipamentos -> Mapa de Apontamentos de Equipamentos Permissão de segurança para tela de mapa de equipamentos.



Associação de Projeto(s) a Coletor



Conclusão

O processo de mobilidade permite o controle analítico dos custo do projeto além de propiciar uma visão real e em curto prazo destes custos. Este processo está direcionado para realizar a apropriação da improdutividade de mão de obra e de equipamentos, bem como o controle efetivo do ciclo de transporte e do avanço físico na execução das atividades.

Foi envolvido neste processo a utilização de tecnologia avançada, que permitem o controle via WEB. Desta forma as informações são apuradas no local de execução e enviadas à administração para atualização dos custos, ficando disponíveis para serem utilizadas no modulo de BI, que permite um melhor gerenciamento e tomada de decisões relacionadas ao projeto.

A processo pode ser utilizado com os seguintes pacotes:

  • TOP + BackOffice RM;
  • TOP + BackoOffice RM + SIGAMNT (PROTHEUS);
  • TOP + BackoOffice PROTHEUS;
  • TOP + BackoOffice PROTHEUS + SIGAMNT (PROTHEUS).

 Este documento é material de especificação dos requisitos de inovação, trata-se de conteúdo extremamente técnico.