Child pages
  • Cadastrar uma Planilha.Net
Skip to end of metadata
Go to start of metadata
Produto:TOTVS Planilhas .NET                        Versão: 11.80                                                                         
Processo:Manipulação de Planilhas .NET
Subprocesso:
Data da publicação:02/07/2014

PLANILHAS .NET

O que é planilha .NET ?

Planilha.Net é um recurso disponível no ERP da Linha RM que possibilita a criação de planilhas. Este recurso consegue ler as informações da base de dados e trazê-las para a planilha alinhando com os recursos do Pacote Office, disponíveis pela Microsoft.


(info) A partir da versão 12.1.23 não será mais possível o uso da Planilha.Net como RMPart nos Cenários. Permanecendo a inclusão de Planilhas RM somente.




Como cadastrar uma planilha .NET ?

Para cadastrar uma Planilha, acesse o módulo Planilhas.Net no menu Gestão, acessando o ERP pela MDI.NET.


Com a visão Planilha.Net carregado, clique no ícone NOVO para inserção de uma nova planilha.Net. O sistema apresentará os campos disponíveis para o Cadastro de Planilhas.


Funcionalidades de cada campo

Nome da Planilha .Net

Neste campo deve ser informado um nome para a Planilha. Ex.: Listagem dos Funcionários, Listagem das Funções, etc.


Tipo da Planilha Net

ExcelO sistema irá criar uma planilha a partir do Microsoft Office. Nesta opção é possível utilizar todas as funcionalidades do Microsoft Excel.

Planilha RMEvolução da antiga planilha RM(Delphi). Com opções limitadas de funções se comparada com a versão original do Microsoft Office, porém sem necessidade de licença da Microsoft para uso. 


Observação

Neste campo deve ser informado alguma observação sobre a Planilha. Ex.: Para que a planilha seja executada com sucesso é necessário ter todos os funcionários devidamente cadastrados.

Grupo de Planilhas

Neste campo deve ser informado a qual grupo a planilha cadastrada pertencerá. É necessário criar o grupo de planilha, logo após definir o nível de acesso para o grupo criado.

Observação : É importante ressaltar que uma vez definido o grupo corretamente, podemos criar regras para este grupo. Ex.: Restringir o acesso de alguns usuários a determinados grupos de planilhas, desta forma, podemos controlar quem poderá visualizar/editar os dados da planilha.

Nível de Acesso

Neste campo devemos definir o Nível de Acesso da Planilha. Quando cadastramos um perfil no menu Segurança, opção Perfis, em Serviços Globais, acessando pela nova .MDI, temos a possibilidade de permitir a edição ou a visualização de planilhas através dos campos Nível de Alteração e Nível de Emissão.

Se no Perfil for cadastrado, Nível de Alteração = 5, Nível de Emissão = 10 e na Planilha o Nível de Acesso = 10. Significa que, o usuário poderá visualizar a planilha, mas não poderá alterar sua estrutura, visto que o nível de alteração é menor que o nível de acesso.

Planilha Mestre: Neste campo devemos definir se existe uma Planilha Mestre para a Planilha que está sendo cadastrada. Funciona como uma árvore de planilhas. Ex.: Podemos ter a seguinte estrutura:

Carregar Planilha Existente: Neste campo devemos definir se a Planilha que está sendo cadastrada vai ser carregada através de uma outra planilha já existente no computador.

Com o Cadastro devidamente preenchido, podemos clicar em Salvar e posteriormente em OK. A planilha será salva no Banco de Dados.

Após salvar, podemos iniciar a inserção dos dados. Para isto clique duas vezes sobre a planilha cadastrada para que seja carregado a mesma para o Excel.



Ao carregar a planilha temos o ambiente do Excel juntamente com as opções do ERP, que são os itens Configurações, Consulta SQL e Gráficos.

Funcionamento de cada item



  • CONFIGURAÇÕES

Informe um número ou texto: Neste campo deverá ser informado um valor default para quando a sentença SQL retornar um dado vazio, ou seja se por ventura ocorrer a pesquisa por um registro e o mesmo não for encontrado, o que for preenchido neste campo “Informe um número ou texto”, substituirá o resultado em “branco”. Por padrão, quando a sentença SQL retorna algum dado vazio é exibido o seguinte texto na célula “Nenhum Registro Encontrado”.

Cor da Célula Chave: Quando selecionado esta opção será possível definir cores para as células chaves Primary Key . Exemplo: Célula Chave é a célula aonde foi inserida uma sentença SQL.

Cor da Célula de Parâmetro: Quando selecionado esta opção será possível definir cores para as células de parâmetros. Ex.: Célula de Parâmetro é a célula aonde a sentença SQL lê um parâmetro.

Todas as Planilhas: Quando selecionado esta opção, todas as planilhas serão recalculadas automaticamente na inicialização, caso a opção Recalcular automaticamente na inicialização estiver selecionada ou através do clique no botão Recalcular.

Planilha Ativa: Quando selecionado esta opção a planilha ativa será recalculada automaticamente na inicialização, caso a opção Recalcular automaticamente na inicialização estiver selecionada ou através do clique no botão Recalcular.

Redimensionar células importadas automaticamente: Quando selecionado esta opção, a célula será redimensionada para o tamanho do campo retornado pela sentença SQL automaticamente.

Exportar dados a partir da célula selecionada: Quando selecionado esta opção, o sistema entenderá que a inserção de consultas SQL deverá ocorrer na célula que estiver selecionada. Caso esta opção estiver desmarcada, o sistema carregará os dados da sentença SQL na Célula A1.

Exibir títulos de colunas: Quando selecionado esta opção, será exibido na planilha o título das colunas que estão contidos na tabela que foi executado a sentença SQL.

Usar formatação padrão para o título das colunas: Quando selecionado, formatará o título das colunas retornado pela sentença SQL, com Bordas e Sombreamento.




  • CONSULTAS SQL

Através deste item que vamos carregar as informações na Planilha. Deverão ser inseridas as sentenças SQL desejadas para visualização dos dados.

Consultas SQL selecionadas: Neste campo deverão ser inseridas as sentenças SQL que vão compor a planilha.

Detalhes da Consulta Selecionada: Neste campo deverão ser selecionados os campos da sentença SQL a serem adicionados na Planilha. Clicando-se em [*] todos campos, registros contidos serão adicionados à planilha.

Parâmetros: Neste campo deverá ser inserido qual é a célula que sentença SQL deverá ler um determinado valor (parâmetro).

Ex: Foi cadastrado a seguinte sentença SQL:

SELECT CHAPA, NOME, SALÁRIO FROM PFUNC WHERE CHAPA = :PLN_$D$5

Note que a sentença SQL está aguardando um valor para retornar os dados. O parâmetro PLN_$D$5 será substituído pelo valor da Célula D5. Célula está definida no campo Valor.


Dados Importados: Esta opção nos ajuda a localizar os dados retornados por uma sentença SQL. Clicando no campo Chave o sistema exibira em qual célula foi inserida a sentença SQL. Clicando em Planilha, o sistema exibirá em qual planilha a sentença SQL foi inserida. Clicando em Intervalo, o sistema exibirá o espaço ocupado pela sentença SQL na planilha.




  • GRÁFICOS

Através deste item podemos inserir gráficos nas planilhas. Os gráficos são carregados através da leitura das sentenças SQL.

Gráficos Inseridos: Através desta opção vamos inserir as sentenças SQL e configurar a exibição do Gráfico.

Tipo do Gráfico Selecionado: Através desta opção vamos mudar o tipo do gráfico selecionado. Ex.: Se for criado um gráfico de Barras e deseja-se mudar para coluna, não é necessário excluir o Gráfico e fazer novamente. Basta clicar no tipo desejado que o gráfico será alterado na Planilha.



Inserindo uma planilha que lê dados de uma sentença SQL

Para inserir uma sentença SQL na planilha, clique na Seção Consulta SQL.

Com as opções desta seção carregadas, clique para inserir uma consulta SQL. 

Selecione a SQL pelo botão exibir árvore ou pelo campo código da sentença SQL.

Após seleção da sentença SQL, clique em OK para associar a sentença SQL a planilha.

Com a sentença SQL associada a Planilha, necessitamos escolher quais os campos da SQL serão inseridos na Planilha. Para isso, selecione os campos desejados, ou clique em [*] para inserir todos.

 Posteriormente, clique para que os dados retornados pela SQL sejam adicionados na Planilha.

Note que a planilha foi carregada com os dados da sentença SQL. A planilha já está formatada, visto que foram utilizados os recursos do Office. Este é um exemplo do uso das funcionalidades do ERP da TOTVS e do Office em uma mesma interface.



Inserindo um Gráfico na Planilha


Para inserir um Gráfico na planilha, clique na Seção Gráficos.

Com as opções desta seção carregadas, clique no ícone Inserir.

Selecione a SQL pelo botão exibir árvore ou pelo campo código da sentença SQL.

Clique no botão Próximo.

Selecione o Tipo de Gráfico.

Clique no botão Próximo.

Selecione os campos da Entrada de Legenda (Eixo X) e Entrada de Valor (Eixo Y) .

Clique no botão Próximo.

Configure as opções do Gráfico e clique em OK.

Após cadastrar as opções do Gráfico, o mesmo é carregado dentro planilha


Informações Adicionais

A Planilha.Net traz uma série de recursos que aumentam produtividade e diminuem o tempo para realização das tarefas, além de integrar em uma mesma interface recursos do ERP e do Microsoft Excel.




Para maiores informações:

Consulte o WikiHelp TOTVS


COMUNIDADE  @FRAMEWORK


Canais de Atendimento:

Chamado: Através do Portal Totvs www.suporte.totvs.com.br

Telefônico: 4003-0015 Escolhendo as opções 2 – (Software), 2 – (Suporte Técnico), 3 – (RM), 9 – (Demais Áreas), 4 – (BI) e 3 –  (Gerador de Relatórios e Planilha).