Child pages
  • TTALK TOOLS & FOUNDATION 7
Skip to end of metadata
Go to start of metadata

O que fizemos bem?

  • Iniciamos de fato nas tarefas relacionadas ao novo perfil da equipe (Caio).
  • Sinergia da equipe se mantem alta (Caio).
  • Entregamos todos os pontos da sprint (Fabiano).
  • Integrantes se ajudam sempre que podem (Fabiano).
  • Concluímos a passagem dos EAIs para os Frames (Francisco).
  • Entregamos mais do que o planejado (Luciano).
  • Qualidade dos resultados dos spikes foi bem satisfatório, com um bom nível (Luciano).


O que poderíamos ter feito melhor?

  • As documentações dos spikes podem seguir um padrão ou um guideline (Caio).
  • Reforçar o background teórico para produzir um estudo mais direcionado e objetivo (Caio, Fabiano).

  • Ajustar a carga de trabalho dos integrantes (Francisco).
  • Dosar a aquisição de conhecimento teórico com o conhecimento prático (Luciano).

O que não pode se repetir?

  • Interromper as demandas da equipe para atender situações de EAI (Fabiano).

Ações

  • Gerar um guideline para orientar a produção de spikes (Assignee da tarefa).
  • Tratar como uma issue do projeto (SM)
  • Consultar outras áreas para ver como produzem seus spikes (Membros da equipe).
  • Consultar a Engenharia Corporativa sobre como documentar spikes (SM).
  • Reservar tempo durante a tarefa para estudar conceitos relacionados (Equipe)
  • Criar um grupo de estudos em microsserviços e temas relacionados ao TDM, para disseminar e nivelar o conhecimento da equipe, registrando em um glossário no TDN (Equipe e SM).
  • Participação em treinamentos formais e eventos relacionados (MPO).
  • Oficializar a mudança com equipes envolvidas, utlizando os canais formais (e-mail, Ryver, Fluig) (MPO).