Page tree
Skip to end of metadata
Go to start of metadata

Como pode ser feita a estrutura do CNAB Mod. 2?

Versão: Microsiga Protheus 11

Para utilizar as rotinas de Geração e Recepção de arquivos CNAB Modelo 2 são necessários os seguintes cadastros:

  • Layout CNAB Modelo 2 – Remessa e Retorno
  • Parâmetros do Banco – Arquivo SEE
  • Ocorrências CNAB – Arquivo SEB / Tabela 10
  • Espécies de Títulos - Tabela 17

A utilização deste Modelo é definida pelo convênio estabelecido com o banco. Como a estrutura deste modelo é segmentada ele atende a necessidade de diversos tipos de serviços.

Características - Normalmente 240 caracteres por linha.

Formato do arquivo caracteriza-se por possuir:

    • HEADER de Arquivo
    •  HEADER de Lote
    • Detalhe(s) do Lote
    • TRAILLER de Lote
    • TRAILLER do Arquivo
  • Identificador de tipo de dado sempre na oitava coluna.

Pelo padrão definido pela FEBRABAN:

    •  0 = HEADER de Arquivo.
    •  1 = HEADER de Lote.
    •  3 = Detalhe(s) do Lote.
    •  5 = TRAILLER de Lote.
    •  9 = TRAILLER do Arquivo.

Contas a Receber

  • Deve ser totalmente configurado de acordo com o manual do banco, pois somente desta maneira é atendido os requisitos do processamento.
  • Os campos reservados devem conter informações que permitam a correta identificação dos títulos no processamento do retorno do banco.
  • Os Segmentos diferenciam o tipo de serviço que está sendo enviado, tais:

Segmento

Descrição do serviço

P

Detalhe dos registros

Q

Complemento de detalhes dos registros

R

Dados do sacado para débito automático

S

Mensagem para impressão do boleto