Child pages
  • Guia de instalação e configuração - TAF (TOTVS Automação Fiscal) e TSS (TOTVS Service SOA)
Skip to end of metadata
Go to start of metadata

Índice


       


Objetivo



       O objetivo deste documento é auxiliar os clientes da linha RM na instalação e configuração do TAF - TOTVS Automação Fiscal e TSS - TOTVS Service SOA. 

Introdução



             "O TAF - TOTVS Automação Fiscal é a nova plataforma da TOTVS especializada na consolidação dos movimentos fiscais de forma + compacta para atender as obrigações acessórias impostas pelo Governo, e tem como objetivo suportar o processo tributário permeando as Obrigações Principais e Acessórias pelas Demonstrações, Apurações e Cálculos de Tributos. 

       Trata-se de uma plataforma segregada com controles próprios e funcionalidades importantes para conferir as informações e agilizar entregas, reduzindo complexidades, removendo e unificando a carga de manutenção das informações, além de possuir um repositório segregado para histórico das movimentações declaradas."

Pré-requisitos




    Para que a instalação do TAF (TOTVS Automação Fiscal) e do TSS seja executada com sucesso, é imprescindível que o ambiente de instalação já possua um SGBD instalado, conforme premissas abaixo:

    • Plataformas homologadas:
      • Para o TAF temos somente os SGBDs DB2, Informix, MS SQL Server e Oracle. Para mais detalhes, acesse <<aqui>> e veja as informações dos SGBDs mencionados. Importante verificar e parametrizar o Collation correto.
      • Caso já tenha disponível e pronto para uso uma instalação do sistema de banco de dados com os pré-requisitos acima (Sgbd e Collation), pode-se utilizar esta mesma instalação para a base de dados do TAF utilizando um database diferente (específico do TAF);
        • Caso já possua algum produto Protheus, pode-se utilizar o mesmo database do ERP.
      • Para o TSS temos somente os SGBDs DB2, Informix, MS SQL Server, My SQL e Oracle.
    • Segurança: É necessário que a autenticação de acesso ao banco de dados seja através de uma senha do SGBD ou uma autenticação mista, ou seja, através de uma senha do SGBD ou do SO. A autenticação automática pelo SO impede a inicialização do serviço.

    Para o correto funcionamento do instalador completo, é necessário que o Java 32 Bits esteja instalado na máquina.

    O download pode ser realizado diretamente clicando <<aqui>>. Será efetuado o download da última versão 32 bits que estiver disponível.

    Caso queira realizar o download manual, veja abaixo qual arquivo deverá ser baixado:



    Criação de Base de dados



    Antes de qualquer processo de instalação deverão ser criadas duas bases vazias, uma com o nome de TAF e a outra de TSS:

    TAF e TSS utilizando SQL Server



      Caso o SGBD utilizado seja o SQL Server, segue procedimento para a criação da base de dados.

      Acesse o SQL Management Studio, clique com o botão direito do mouse sobre “Bancos de Dados” (Databases) e em seguida em “Novo banco de dados” (New Database).


      Digite o nome da base a ser criada para integração com o TAF:

      Em seguida acesse o menu “Opções” para realizar a alteração do “collation” (Agrupamento).

      Obs: O collation a ser utilizado na criação da base de dados é o Latin1_General_BIN e o modo de compatibilidade é o 2008 (100).

      Após a criação da base de dados, execute o script abaixo para criar o usuário padrão:

      IF NOT EXISTS(SELECT * FROM MASTER.DBO.SYSLOGINS WHERE NAME = 'esocial')
      BEGIN
      CREATE LOGIN esocial WITH PASSWORD = 'esocial',CHECK_POLICY=OFF
      END
      ALTER AUTHORIZATION ON database::TAF TO [esocial];

      Novamente clique com o botão direito do mouse sobre “Bancos de Dados” (Databases) e em seguida em “Novo banco de dados” (New Database).

      Digite o nome da base que será utilizada para integração com o TSS:

      Em seguida acesse o menu “Opções” para realizar a alteração do “collation” (Agrupamento).

      Obs: O collation a ser utilizado na criação da base de dados é o Latin1_General_BIN e o modo de compatibilidade é o 2008 (100).

      Após a criação da base de dados, execute o script abaixo para criar o usuário padrão:

      IF NOT EXISTS(SELECT * FROM MASTER.DBO.SYSLOGINS WHERE NAME = 'esocial')
      BEGIN
      CREATE LOGIN esocial WITH PASSWORD = 'esocial',CHECK_POLICY=OFF
      END
      ALTER AUTHORIZATION ON database::TSS TO [esocial];


      Criação do ODBC (Somente para base de dados SQL)


      Criação e configuração ODBC - TAF e TSS

        É necessário que o ODBC seja criado em 32 bits, então execute o comando “%WinDir%\SysWoW64\odbcad32.exe” - para TOTVS | DBAccess 32 bits em sistemas operacionais 64 bits.

         

        Após executar o comando, o Windows abre o “Administrador de Fonte de dados ODBC”.

        Crie a fonte de dados acessando a aba “Fonte de dados do sistema” e clicando em “Adicionar”:

        Selecione o driver “SQL Server”:

        Informe o nome da nova fonte de dados (por padrão utilizamos o nome TAF) e o nome do servidor onde a base de dados foi criada e clique em “Avançar”:

        Na tela seguinte, informe o usuário e senha de banco de dados que serão utilizados para realizar a conexão. Por padrão, o script criará o usuário “esocial” com a senha “esocial”. Preencha as informações e clique em “Avançar”:

        Na opção “Alterar o banco de dados padrão para”, selecione a base de dados criada para o TAF e marque as opções “Usar identificadores ANSI entre aspas” e “Usar nulos, preenchimentos e avisos ANSI” e clique em “Avançar”:

        Marque a opção “Executar conversão dos dados de caracteres” e clique em “Concluir”:

        Utilize a opção “Testar fonte de dados” para validar as informações passadas na criação do ODBC.

        Após a conclusão do processo de criação do ODBC para a base de dados TAF, vamos realizar o mesmo procedimento para a base TSS.

        Crie a fonte de dados acessando a aba “Fonte de dados do sistema” e clicando em “Adicionar”.

        Informe o nome da nova fonte de dados (por padrão utilizamos o nome TSS) e o nome do servidor onde a base de dados foi criada e clique em “Avançar”:

        Na tela seguinte, informe o usuário e senha de banco de dados que serão utilizados para realizar a conexão. Por padrão, o script criará o usuário “esocial” com a senha “esocial”. Preencha as informações e clique em “Avançar”:

        Na opção “Alterar o banco de dados padrão para”, selecione a base de dados criada para oTSS e marque as opções “Usar identificadores ANSI entre aspas” e “Usar nulos, preenchimentos e avisos ANSI” e clique em “Avançar”:

        Marque a opção “Executar conversão dos dados de caracteres” e clique em “Concluir”:

        Utilize a opção “Testar fonte de dados” para validar as informações passadas na criação do ODBC.

        Caso o ODBC tenha sido criado corretamente, a mensagem abaixo será apresentada:


        TAF e TSS utilizando Oracle



          Caso o SGBD utilizado seja o Oracle, segue procedimento para a criação da instância.

          Observação Importante: Deverão ser criadas duas instâncias, uma para o TAF e outra para o TSS com os mesmos acessos concedidos no script de criação de usuário.

          Abra o assistente de configuração do Banco de dados e selecine a opção “Criar Banco de Dados”

          Na tela modo de criação informe o “Nome do Banco de dados”  o chracter set deve ser o WE8MSWIN1252 conforme abaixo. Determine uma senha e confirme a mesma.

          Obs: Esta senha será atribuída ao usuário ‘sys’. Para criação de outro usuário você pode utilizar após criação da instância o script de criação do usuário que consta na documentação, o indicado é que seja feito. Clique em “próximo”.

          Esta tela apresenta um resumo das informações da instância. Clique em “ Finalizar”.

          Ao ser apresentada a seguinte tela, basta aguardar o processo de criação da instância ser concluído.

          O processo esta finalizado após apresentação da seguinte tela.

          Para criar o tnsnames.ora, acesse o Net Manager e clique em “Configurações do Oracle Net”.

          Espanda até encontrar a opção “Nomeação de Serviço”, selecione a mesma e após clique no ícone de adição.

          A configuração do nome do serviço é feita neste momento, informe o nome desejado.


          Selecione o protocolo de rede e clique em “Próximo”

          Informe neste momento o nome do servidor onde foi criado o banco de dados e o número da porta a ser utilizada.

          Neste caso deve ser informado o mesmo nome da instância já criada.

          Você pode realizar um teste da conexão nesta tela. Caso seja necessário realizar outras validações referentes a conexão criada, clique aqui e acesse o documento no TDN .

          Após a criação da base de dados, execute o script abaixo para criar o usuário padrão:

           

          --Criação de tablespaces específicas para o TAF - Motivo: Desempenho e gerenciamento

          CREATE TABLESPACE ESOCIAL_DADOS

          DATAFILE 'C:\BasesOracle\Taf\ESOCIALDADOS1.DAT' SIZE 120M  AUTOEXTEND ON NEXT 10M

             DEFAULT STORAGE ( INITIAL 8K

                           NEXT    256K

                           MINEXTENTS 1

                           MAXEXTENTS 121

                           PCTINCREASE 50);

          CREATE TABLESPACE ESOCIAL_INDICES

             DATAFILE 'C:\BasesOracle\Taf\RMIND1.IDX' SIZE 30M  AUTOEXTEND ON NEXT 10M

             DEFAULT STORAGE ( INITIAL 8K

                           NEXT    84K

                           MINEXTENTS 1

                           MAXEXTENTS 121

                           PCTINCREASE 50);

          CREATE TEMPORARY TABLESPACE ESOCIAL_TMP

             TEMPFILE 'C:\BasesOracle\Taf\ESOCIALTMP1.DAT' SIZE 10M  AUTOEXTEND ON NEXT 5M

          EXTENT MANAGEMENT LOCAL;

          -- Criação de Usuários


          CREATE      USER ESOCIAL

                IDENTIFIED BY ESOCIAL

                DEFAULT TABLESPACE  ESOCIAL_DADOS

                TEMPORARY TABLESPACE ESOCIAL_TMP;


          GRANT CONNECT,DBA,RESOURCE TO ESOCIAL;

          GRANT CONNECT, RESOURCE, CREATE VIEW TO ESOCIAL;

          GRANT SELECT ANY DICTIONARY TO ESOCIAL;

          GRANT EXECUTE ON DBMS_SYS_SQL TO ESOCIAL;

          GRANT EXECUTE ON DBMS_SQL TO ESOCIAL;

          GRANT CREATE TRIGGER TO ESOCIAL;

          GRANT DROP ANY TRIGGER TO ESOCIAL;

          GRANT SELECT ON V_$SESSION TO ESOCIAL;

          GRANT SELECT ON V_$STATNAME TO ESOCIAL;

          GRANT SELECT ON V_$SESSTAT TO ESOCIAL;

          GRANT SELECT ON V_$INSTANCE TO ESOCIAL;

          GRANT SELECT ON SYS.OBJ$ TO ESOCIAL;

          GRANT SELECT ON SYS.COL$ TO ESOCIAL;

          GRANT SELECT ON SYS.ICOL$ TO ESOCIAL;

          GRANT SELECT ON SYS.IND$ TO ESOCIAL;


          Instalação do TAF


          Após a realização dos procedimentos anteriores é hora de iniciar a instalação do TAF.

          Primeira parte - Execução do instalador



            Para iniciarmos a instalação do TAF, extraia o conteúdo do instalador baixado e execute. A tela referente ao Contrato de Licença de uso será apresentada. Após a leitura e aceite do mesmo, clique na opção “Avançar”:

            Selecione o diretório onde o sistema será instalado e clique em “Avançar”. Por padrão, a instalação é realizada no caminho C:\TOTVS\TAF:

            Nesta tela são apresentados os componentes que serão instalados. Selecione o DbAccess a ser instalado e clique em avançar, sem desmarcar nenhuma opção:

            Selecione o diretório para a criação de atalhos e clique em “Avançar”:

            A tela abaixo será apresentada com as informações referentes aos componentes selecionados para serem instalados. Clique em instalar para iniciar o processo: 

            Durante a instalação as seguintes telas serão apresentadas. Este processo leva alguns minutos:

            Após a finalização da configuração da instalação, o assistente será apresentado. Clique em avançar para prosseguir com a instalação:

            Selecione a opção de SGBD que foi configurado no início do procedimento (MSSQL ou Oracle) e informe o nome da conexão que foi criada no ODBC.

            Desça a tela utilizando a barra de rolagem e informe usuário e senha. Caso os mesmos tenham sido criados utilizando o script padrão do início do documento, digite:

            Usuário = esocial
            Senha = esocial

            Importante: Caso a base de dados seja Oracle, selecione o caminho da oci.dll criada na instalação do Oracle. Para facilitar, a DLL está localizada na pasta bin da home do Oracle.

            Obs: Caso o usuário/senha tenham sido alterados no início do procedimento, favor utilizar a informar os dados utilizados.

            Clique em “Avançar” para que o assistente faça as configurações necessárias no ambiente. 

            Após a criação dos arquivos de configuração do DbAccess, a mensagem informando que a configuração foi efetuada corretamente será apresentada. Clique em “Fechar” para que a instalação do TAF seja iniciada: 

            Caso seja apresentada a mensagem abaixo referente a falha de conexão, finalize o sistema, reinicie o serviço do DbAccess (Taf-DbAccess) e execute o sistema novamente. Além disso, valide a conexão criada utilizando o DbMonitor. (Veja no menu "Configuração DbMonitor", como realizar a validação através do aplicativo.)

            Neste momento a instalação do TAF será iniciada. Informe a porta para comunicação com o Smartclient HTML. Por padrão, a 8095 é apresentada na instalação. Caso seja necessário, realize a alteração. (Verifique a aba de dicas para verificar se a porta está liberada.)

            Caso seja possível que outras máquinas atualizem o aplicativo que está sendo instalado, informe os IP’s das mesmas utilizando o campo *Opcional apresentado na tela e clique em “Avançar”:

            Na tela que será apresentada, informe o IP e a porta do servidor de licenças, para que seja feita a validação e o consumo das mesmas. 

            Após fornecer as informações referentes ao License Server, será apresentada a tela para a seleção dos “Menus” a serem instalados. Orientamos que todos sejam selecionados, para evitar a necessidade de reinstalação, caso algum outro módulo seja integrado com o TAF em sua empresa. Clique em “Avançar” para prosseguir com a instalação:

            Após a seleção dos menus a serem instalados, será apresentada a tela abaixo com alguns links úteis para maiores informações sobre o TAF e os componentes da sua instalação. Clique em “Finalizar” para que a instalação seja iniciada:

            Durante a execução do instalador, a tela abaixo permanecerá aberta.

            Após a finalização do processo, a tela abaixo será apresentada e os atalhos serão criados na área de trabalho. Finalize o assistente de instalação para que a configuração inicial do sistema seja realizada.

            Caso a instalação executada tenha sido a “Instalação Completa – TAF + TSS”, conforme orientado no início do processo, aguarde alguns instantes para que a instalação do TSS seja iniciada. Caso a tela não seja apresentada, execute o comando Alt+Tab e verifique se o ícone abaixo será apresentado e selecione o mesmo.

            Dica1: Para verificar se a porta está em uso, utilize o comando netstat -n -a | find ":8095" (onde 8095 é a porta que está sendo testada) no prompt. No exemplo abaixo, a porta está sendo utilizada:

            No exemplo abaixo nenhum status foi apresentado, portanto a porta está liberada:



            Configuração DbMonitor


            Importante: A conexão deverá ser criada para o TAF (conforme exemplo abaixo) e para o TSS, seguindo as mesmas configurações.

            Caso a conexão do TAF já tenha sido criada na instalação do sistema, crie somente a do TSS.


              Para realizar a validação da conexão do TAF com o DbAccess, acesse o caminho de instalação do mesmo para a realização do teste. Por padrão, o mesmo é instalado em "C:\totvs\TAF\TafDbAccess32".

              Neste diretório, localize o arquivo "dbaccess.ini" e abra com um editor de texto. Nele será possível identificar a porta que foi utilizada para realizar a comunicação entre os sistemas.


              Após identificar a porta, execute o aplicativo "DbMonitor.exe", localizado no mesmo diretório. Informe o nome da máquina em que a instalação está sendo realizada e a porta que foi identificada no passo anterior e clique em "Ok":

              Acesse a aba “Configurações” e depois selecione a aba de acordo com o SGBD utilizado para a criação da base de dados. Clique em novo para configurar a conexão que será validada no teste.

              Importante: Caso seja Oracle, utilize a aba correspondente ao SGBD.

              Informe o nome da conexão criada no início (Por padrão, a conexão foi criada como TAF) e clique em “Ok”:

              Selecione o ambiente, informe o usuário e a senha de banco de dados e clique em "Salvar". Na criação da base de dados, executamos o script para a criação do usuário. (Usuário: esocial e senha: esocial)

              Selecione o ambiente, informe o usuário e a senha de banco de dados e clique em "Salvar". Na criação da base de dados, executamos o script para a criação do usuário. (Usuário: esocial e senha: esocial)

              Após fornecer as informações, selecione a aba “Assistentes” e em seguida a opção “Validação de Conexão”:

              A tela de boas-vindas do assistente será apresentada. Clique na opção “Avançar” para que a tela de seleção de banco de dados seja apresentada:

              Selecione o banco de dados utilizado para a criação das bases de dados e clique em “Avançar”:

              Informe o nome da conexão que será testada e clique em “Finalizar”:

              Caso a configuração da conexão esteja correta, a mensagem abaixo será apresentada. Clique em "Ok" para concluir a validação da conexão e finalize o DbMonitor.




              Instalação do TSS



                Após a instalação do TAF, utilizando a opção de instalação completa, a instalação do TSS será iniciada automaticamente. Siga os procedimentos abaixo para realizar a parametrização:

                Selecione o idioma de instalação e clique em “OK”:

                A tela de “Boas Vindas” será apresentada. Clique em “Próximo” para prosseguir com a instalação:

                A tela referente ao Contrato de Licença de uso será apresentada. Após a leitura e aceite do mesmo, clique na opção “Avançar”:

                ** Selecione o caminho para instalação e clique em “Próximo”. Por padrão, a instalação é realizada no caminho C:\totvssped, porem orientamos que o caminho seja alterado para "C:\TOTVS\TAF\totvssped, para facilitar a manutenção de arquivos:

                Obs: Após a definição do caminho a ser utilizado, a mensagem abaixo será apresentada. No exemplo foi utilizado o caminho padrão:

                Na tela seguinte, mantenha a opção referente a instalação do TOTVS Service SOA “Online” marcada e clique em “Próximo”:

                Nesta tela, iremos utilizar algumas informações que já foram configuradas anteriormente:

                Sobre as configurações do TSS, informe o nome da máquina em que o mesmo foi instalado e a porta que será utilizada para a comunicação.

                Nas informações pertinentes ao banco de dados que será utilizado pelo TSS, utilize as mesmas configurações que foram preenchidas ou identificadas no DbMonitor (nome da máquina, alias e porta)

                Como o DbAccess já foi instalado junto com o TAF, apenas mantenha as opções que foram marcadas como Default e clique em "Próximo":

                Nesta tela, apenas altere a porta, caso a Default esteja sendo utilizada e clique em "Próximo":

                Neste momento, o sistema será instalado. Aguarde a conclusão do processo e clique em "Próximo":

                Agora, vamos definir as preferências em relação a utilização do sistema e a criação de atalhos. Após realizar a seleção, clique em "Próximo":

                O sistema irá realizar as configurações finais da instalação e iniciar os serviços utilizando as mesmas. Clique em "Próximo" para concluir o processo:

                Clique em "Pronto" para finalizar o wizard:




                Configuração inicial do TAF (primeiro acesso)



                  Localize o atalho criado na área de trabalho e execute o aplicativo:

                  Informe o usuário “admin”, deixe o campo referente a senha vazio e clique no botão “Entrar”:

                  Na tela de boas-vindas ao usuário, verifique as informações apresentadas e clique novamente em “Entrar”:

                  Selecione a localização e clique em “Ok”:

                  A tela referente a criação das tabelas do sistema será apresentada:

                  Selecione o diretório dos arquivos de dados (C:\totvs\TAF\data) e clique em abrir: 

                  Novamente a tela de criação de tabelas na base de dados será apresentada:

                  Ao finalizar a criação das tabelas, será apresentada a tela de cadastro de moedas. Apenas clique em “Confirmar”:

                  Neste momento será apresentada a tela informando que existe uma divergência nas informações. Clique em "Avançar" para corrigir/atualizar a informação.

                  Clique no menu "Efetuar amarração dos Estabelecimentos" para iniciar o procedimento:

                  Na tela abaixo, de um duplo clique no campo "Código Complementar" até que apareça a informação 99 (onde 99 equivale ao Grupo de Empresa) + 01 (onde 01 equivale ao Código da Filial).

                  Neste caso ficaria 9901. Após alterar as informações, clique em "Confirmar" para prosseguir.

                  Aguarde o termino do processamento das informações, conforme tela abaixo e posteriormente clique em finalizar. Neste momento será necessário efetuar um novo login no TAF.


                  Configuração inicial do TAF (segundo acesso)



                    Após efetuar o segundo login no sistema, a tela de apresentação do processo de configuração do TAF será apresentada. Clique em “Avançar”:

                    Na tela de seleção do Grupo para processamento, selecione as empresas habilitadas para processamento e clique em “Avançar”:

                    Selecione as opções marcadas abaixo e clique em “Avançar”:

                    Na opção “Porta de Conexão do DbAccess” a informação deverá ser a mesma que foi utilizada no início da instalação. (Verifique a informação conforme a configuração realizada no DbMonitor):

                    Na tela seguinte, por padrão a “Porta de conexão do Web Services” vem como 8080, porém essa porta geralmente já é usada no RM Portal. Orientamos que utilize a porta 8090, caso a mesma não esteja em uso. Clique em “Avançar” após o preenchimento das informações:

                    Clique em “Processar as configurações realizadas neste assistente” para finalizar a configuração:

                    Será exibida a tela de status do processamento das informações.

                    Ao finalizar o procedimento solicitado, será exibida a tela anterior com o log de execução:

                    Clique em finalizar e reinicie o sistema para prosseguir com as parametrizações:

                    Ao finalizar o wizard, um resumo das configurações utilizadas será apresentado. Apenas confirme as informações e clique em "Sair":

                    Produto: TAF e TSS

                    Versão: 12.1.XX

                    Processo: Instalação e configuração do TAF - TOTVS Automação Fiscal e TSS - TOTVS Service SOA.

                    Status: Publicado

                    Data: