Skip to end of metadata
Go to start of metadata

Atenção

Esta página é destinada a atualizações 1.6 e superiores.

Caso possua uma atualização anterior do fluig acesse: Como configurar o banco de dados Oracle na release 1.5.13 ou inferior?

Índice


Versões homologadas do Oracle

Para verificar as versões homologadas do Oracle acesse a Matriz de Portabilidade.


Configuração do banco

Pré-requisitos

  • É necessário que o administrador do banco Oracle® (DBA) efetue algumas alterações de segurança no banco de dados Oracle®, fazendo com que o usuário (schema) informado na instalação do fluig não possua permissão de leitura/alteração em outros schemas do banco Oracle®, caso existam.
  • Deve possuir permissão de leitura/alteração somente no usuário (schema) utilizado pelo fluig.

Atenção!

Por questões de segurança é altamente recomendável efetuar a encriptação da senha conforme o procedimento informado na documentação encriptação de senha de banco do dados.



Criação do usuário e concessão de privilégios


    Para a criação de um novo usuário em banco de dados Oracle usamos a instrução CREATE USER, conforme sintaxe abaixo:

    CREATE USER userid IDENTIFIED BY password [DEFAULT TABLESPACE tablespace] [TEMPORARY TABLESPACE tablespace_temporaria];

    Onde:

    • userid: Nome do usuário que será criado;
    • password: Senha do usuário que será criado;
    • tablespace (opcional): Tablespace padrão onde os objetos do banco de dados serão armazenados. Se essa opção for omitida, o Oracle assume a tablespace SYSTEM padrão;
    • temp_tablespace (opcional): Tablespace padrão onde são armazenados os objetos temporários, como por exemplo tabelas temporárias. Se essa opção for omitida, o Oracle assume um tablespace temporário TEMP.



    Após criado o usuário é necessário conceder os privilégios de sistema (conexão e instruções DLL por exemplo) necessários para ele, conforme sintaxe abaixo:

    GRANT CONNECT,RESOURCE TO userid;
    GRANT CREATE VIEW TO userid; 
    GRANT CREATE TABLE TO userid; 

    Onde:

    • userid: Nome do usuário criado anteriormente;



    Neste momento é necessário executar os procedimentos SQL abaixo com o usuário userid no banco de dados a ser usado para o fluig:

    Atenção!

    • É imprescindível conectar no banco de dados com o usuário userid para a execução dos procedimentos acima, a fim de garantir o isolamento e integridade da operação.
    • O servidor fluig deve estar parado no momento da execução do script.
    DECLARE AUX_USERCONNECTED VARCHAR2(30);  
    BEGIN
      SELECT USER
        INTO AUX_USERCONNECTED
        FROM DUAL;
      IF (AUX_USERCONNECTED <> 'SYS') AND (AUX_USERCONNECTED <> 'SYSTEM') THEN
        EXECUTE IMMEDIATE ('CREATE OR REPLACE VIEW ' ||AUX_USERCONNECTED|| '.ALL_OBJECTS AS' ||
                          ' SELECT * FROM SYS.ALL_OBJECTS WHERE OWNER IN (SELECT USER FROM DUAL)');
        EXECUTE IMMEDIATE ('CREATE OR REPLACE VIEW ' ||AUX_USERCONNECTED|| '.ALL_SYNONYMS AS' ||
                          ' SELECT * FROM SYS.ALL_SYNONYMS WHERE OWNER IN (SELECT USER FROM DUAL)');
        EXECUTE IMMEDIATE ('CREATE OR REPLACE VIEW ' ||AUX_USERCONNECTED|| '.ALL_SEQUENCES AS' ||
                          ' SELECT * FROM SYS.ALL_SEQUENCES WHERE SEQUENCE_OWNER IN (SELECT USER FROM DUAL)');
        EXECUTE IMMEDIATE ('CREATE OR REPLACE VIEW ' ||AUX_USERCONNECTED|| '.ALL_CONSTRAINTS AS' ||
                          ' SELECT * FROM SYS.ALL_CONSTRAINTS WHERE OWNER IN (SELECT USER FROM DUAL)');
        EXECUTE IMMEDIATE ('CREATE OR REPLACE VIEW ' ||AUX_USERCONNECTED|| '.ALL_CONS_COLUMNS AS' ||
                          ' SELECT * FROM SYS.ALL_CONS_COLUMNS WHERE OWNER IN (SELECT USER FROM DUAL)');
        EXECUTE IMMEDIATE ('CREATE OR REPLACE VIEW ' ||AUX_USERCONNECTED|| '.ALL_INDEXES AS' ||
                          ' SELECT * FROM SYS.ALL_INDEXES WHERE OWNER IN (SELECT USER FROM DUAL)');
        EXECUTE IMMEDIATE ('CREATE OR REPLACE VIEW ' ||AUX_USERCONNECTED|| '.ALL_IND_COLUMNS AS' ||
                          ' SELECT * FROM SYS.ALL_IND_COLUMNS WHERE TABLE_OWNER IN (SELECT USER FROM DUAL)');
        EXECUTE IMMEDIATE ('CREATE OR REPLACE VIEW ' ||AUX_USERCONNECTED|| '.ALL_TABLES AS' ||
                          ' SELECT * FROM SYS.ALL_TABLES WHERE OWNER IN (SELECT USER FROM DUAL)');
        EXECUTE IMMEDIATE ('CREATE OR REPLACE VIEW ' ||AUX_USERCONNECTED|| '.ALL_TAB_COLUMNS AS' ||
                          ' SELECT * FROM SYS.ALL_TAB_COLUMNS WHERE OWNER IN (SELECT USER FROM DUAL)');
      END IF;
    END;



    O NLS (National Language Support) é utilizado para definir datas, números, moeda e configurações de idioma. O NLS_CHARACTERSET (charset) para o fluig é AL32UTF8.


    Datasource - Finalidade da Tag new-connection-sql

    No arquivo de configuração domain.xml ([Instalação fluig]/appserver/domain/configuration) da plataforma fluig é incluído pela wizard de instalação, quando selecionado o banco de dados Oracle, a tag abaixo, tendo a seguinte finalidade:

    standalone.xml
    <new-connection-sql>alter session set nls_comp = 'LINGUISTIC' nls_sort = 'BINARY_CI'</new-connection-sql>
    • O parâmetro nls_comp especifica o comportamento de agrupamento da sessão do banco de dados. É utilizado como LINGUISTIC, aonde as comparações irão ignorar maiúsculos e minúsculos inclusive quando utilizamos LIKE, pois a busca passa a ser alfabética, e não mais a padrão binária.
    • O parâmetro nls_sort especifica a sequência de agrupamento para consultas ORDER BY. É usado como BINARY_CI, ou seja valor BINARY. Significa que a ordenação dos caracteres seguirão de acordo com a ordem em que os caracteres aparecem no Character Set em uso, e o CI é para ignorar maiúsculas e minusculas.