Árvore de páginas
Ir para o final dos metadados
Ir para o início dos metadados

Processos de Integração

Produto:

TOTVS Automação Fiscal

Versões:

11 e 12


Introdução

O TAF - TOTVS Automação Fiscal - possui diversos processos, também chamados de Jobs, utilizados para integrar dados entre ERP, TAF e outras aplicações. Para o entendimento desses processos, é importante ter o pleno conhecimento dos modelos de integração e as tabelas auxiliares utlizadas ( entenda mais sobre as tabelas auxiliares clicando aqui ).


Modelos de Integração

Fluxo Geral de Integração do TAF com outras aplicações


Modelo Banco a Banco

Neste modelo de integração são utilizadas as shared table TAFST1 ( domínio do ERP ) e TAFST2 ( domínio do TAF ). Entenda em Tabelas Auxiliares.

A tabela TAFST1 é criada no banco de dados do ERP de origem dos dados através da Wizard de Configuração do TAF ( entenda em Wizard de Configuração ) e os dados são integrados para o TAF através dos "Processos de Integração" ( tópico abaixo ).


Modelo Importação TXT

Neste modelo de integração o ERP de origem gera um arquivo texto ( txt ) de acordo com o Layout TOTVS Único e utiliza a rotina TAFA500 ( Miscelânea -> Integrações TAF -> Proc. Layout TXT ).

O objetivo desta rotina é interpretar o arquivo texto de acordo com o layout e gravar os dados na tabela TAFST2 ( em domínio do TAF ). A partir deste momento devem ser utilizados os "Processos de Integração" ( tópico abaixo ) para importar os dados nas tabelas de negócio do TAF.



Modelo WebService


Neste modelo de integração o ERP de origem sincroniza as informações com o TAF através de um protocolo HTTP/HTTPS baseado num modelo TOTVS definido em: Web Service REST - Integração.


Processos de Integração

Segue abaixo breve explanação sobre cada um desses processos, com o objetivo, aplicação e resultados na execução.


I. Processo 0 ( Zero ) - modelo Banco a Banco: 

Objetivo: Integração de dados ERP x TAF ( TAFST1 x TAFST2 ).

Execução: Busca as informações na ST1 no ERP e integra para a ST2 (TAF). Alterando o flag desses registros na ST1.

Trata-se de um processo responsável por alcançar a tabela compartilhada na base de dados do ERP utilizando TOTVS DBAccess e TCLink.


II. Processo 1( Um ) - modelo Banco a Banco:

Objetivo: Apagar registros já integrados com o TAF na tabela TAFST1

Execução: Verifica na tabela TAFST1 todos os registros que já foram processados/integrados com o TAF e realiza a exclusão dos mesmos.

Após processada/integrada, a informação na TAFST1 não tem mais utilidade sistêmica, o objetivo desse processo é limpar a tabela para otimizar futuras consultas.


III. Processo 2 ( Dois ) - Todos os modelos:

Objetivo: Integração TAFST2 x TAF.

Execução: Realiza a integração da TAFST2 para as tabelas internas do TAF. Integra as informações mesmo com inconsistências alimentando o flag nas tabelas de registros, validando apenas a estrutura do registro enviado junto ao Layout TAF.

Trata-se de um processamento com várias rotinas responsáveis por transferir os movimentos da tabela espelho para a base oficial do TAF sem nenhuma validação de conteúdo, somente de integridade e estrutura como caracter -> número, caracter -> data, etc...


IV. Processo 3 ( Três ) - Todos os modelos:

Objetivo: Validação de dados.

Execução: Varre a base de dados procurando as inconsistências para apresentá-las no monitor de integrações.

Trata-se de um processamento especialista na regra do layout, onde terão várias rotinas responsáveis por validar as informações distribuídas na base oficial do TAF.  As tabelas de movimento terão alguns campos de controle, e um deles é o campo STATUS


IV. Processo 4 ( Quatro ) - Todos os modelos:

Objetivo: Geração e Transmissão de XML.

Execução: Varre a base de dados procurando eventos disponíveis para geração e transmissão de XML do eSocial.

Trata-se de um processamento de geração/ transmissão de XML´s para o governo. Este processo funcionará se o TSS estiver corretamente configurado.


IV. Processo 5 ( Cinco ) - Todos os modelos:

Objetivo: Monitoramento das mensagens - Retorno XML´s

Execução: Varre a base de dados do TSS procurando retorno dos xml´s enviado e abastece as tabelas do TAF.

Trata-se de um processamento de consulta às tabelas do TSS com o retorno enviado do governo. Este processo funcionará se o TSS estiver corretamente configurado.


IV. Processo 6 ( Seis ) - Todos os modelos:

Objetivo: Busca XML´s eSocial e abastece as tabelas temporárias do TAF.

Execução: Busca os XML´s do eSocial gerados na pasta informada no parametro MV_DIMPTAF e abastece as tabelas temporárias do TAF para posterior integração e validação.

Trata-se de um processo de movimentação dos XML´s da pasta informada para a pasta de processados. O Job 6 realiza a mesma ação da importação manual de um XML.