Page tree
Skip to end of metadata
Go to start of metadata

Determina se existe arquivo no diretório ou path AdvPL padrão.

Sintaxe

File( < cArquivo >, [ nWhere ], [ lChangeCase ] )

Parâmetros

Nome

Tipo

Descrição

Obrigatório

Referência

cArquivo

caractere

Indica o nome do arquivo ou diretório+arquivo que será procurado. Além disso, são aceitos os caracteres curingas (* e ?) e diretórios absolutos e relativos.

X

 

nWhere

numérico

Indica o local onde será realizada a procura do arquivo. Sendo: 0 = O acesso depende do path (Quando for um path relativo a procura será no Application Server; caso seja um path absoluto, a procura será no Smart Client). 1 = A procura será realizada no diretório de instalação do Application Server. 2 = A procura será realizada no diretório de instalação do Smart Client.

 

 

lChangeCase

lógico

Se verdadeiro (.T.), nomes de arquivos e pastas serão convertidos para letras minúsculas; caso contrário, falso (.F.), não será feito nenhum ajuste no nome do arquivo informado. Valor padrão (.T.). Veja maiores informações em Observações.

 

 

Retorno

Nome

Tipo

Descrição

lRet

lógico

Retorna verdadeiro (.T.), se o arquivo existir; caso contrário, falso (.F.).

Observações

  • Esta função é utilizada para determinar se é encontrado algum arquivo que corresponde a um padrão de especificação de arquivo. Essa função procura no diretório especificado e em um path explicitamente especificado. Caso não seja especificado o path, a função pesquisa no diretório padrão corrente e depois no path AdvPL. Em nenhuma circunstância o path DOS é pesquisado. Além disso, a função não reconhece arquivos de sistemas ou escondidos em sua pesquisa.
  • O parâmetro opcional lChangeCase foi introduzido a partir do build 7.00.131227A pois em sistemas LINUX/UNIX, existe a diferenciação entre maiúsculo e minúsculo em nomes de arquivos ou pastas. Quando este parâmetro for informado, terá prioridade sobre comportamento de Case Sensitive definido pelas chaves de ini CASESENSITIVE ou SERVERTYPE. Porem, quando não especificado o parâmetro, o valor padrão (.T.) fica condicionado ao que está configurado nessas chaves.

Exemplos

//Exemplo 1
User Function exemplo1()
  File ("C:\garbage\test.txt", 1 ,.T.) // Resultado: .T.
Return
//Exemplo 2
User Function exemplo2()
  //Nos exemplos abaixo, testamos a existência de um determinado arquivo na estação local e no diretório definido como RootPath do ambiente (Environment) no Servidor.
  FILE("teste.dbf") // Verifica no diretório corrente do servidor se existe o arquivo teste.dbf
  FILE("\SIGAADV\TESTE.dbf") // Verifica no diretório Sigaadv do servidor se existe o arquivo teste.dbf
  FILE("C:\TEMP\TESTE.dbf") // Verifica no diretório Temp do cliente (Remote) se existe o arquivo teste.dbf
  //Observação : Caso a função File() seja executada em Job (programa sem interface remota) , sendo passado um caminho absoluto de arquivo ( exemplo c:\teste.txt) , a função retornará .F. e FERROR() retornará -1 )
Return

Veja também

  • No labels