Page tree
Skip to end of metadata
Go to start of metadata



Como fazer para mudar de LocalFiles=ADS para c-tree

Através da chave LocalFiles, na seção [Environment], do arquivo de configuração do TOTVS | Application Server, pode-se definir qual RDD será responsável pelo gerenciamento dos arquivos locais no ERP - Enterprise Resource Planning, SXs e tabelas temporárias.




Ao utilizar banco de dados TOTVS | DBAccess, pode-se optar por RDDs ADS ou c-tree para controle de dicionários.

Neste ambiente, caso o cliente opte por utilizar c-tree Server®, para controle dos dicionários, os arquivos SXs e alguns arquivos auxiliares devem ser convertidos inicialmente para o formato do arquivo c-tree. Para isso, é necessário utilizar a opção de importação de dados do APSDU.


Procedimento

Para importar os dados e homologar o ambiente c-tree.

  1. Crie um novo environment, no TOTVS | Application Server, com o RootPath diferenciado.
    Não adianta apenas criar um outro ambiente com StartPath diferente, pois existem outros arquivos fora do StartPath que também dever ser convertidos ou utilizarão o formato c-tree.
  2. Para criar o ambiente, copie a pasta \ERP_Data e as subpastas para outro diretório, por exemplo: \ERP_Datactree.
  3. No arquivo de configuração (appserver.ini), do TOTVS | Application Server, configure a chave LocalDbExtension, da seção [Environment], para .dtc (o valor padrão dessa chave é .dtc, quando utilizado LocalFiles=ctree).
  4. Crie um path temporário, no ambiente ADS, para ser utilizado na conversão dos arquivos de ADS para c-tree.
    Exemplo: \tempctree.
  5. Acesse o APSDU (Microsiga Protheus), no ambiente ADS, e selecione todos os arquivos *.dbf , incluindo os SXs, para serem convertidos.

    Procedimento

    1. Acesse a aplicação APSDU, do Microsiga Protheus,  no ambiente configurado para ADS.
    2. Acesse Arquivo + Importar.
    3. Preencha os seguintes campos:
      Rdd Origem - Selecione a opção DBF.
      Arquivo(s) origem - Especifique o diretório onde estão os arquivos SXs.
      Máscara - Informe *.dbf.
    4. Clique Avançar.
    5. Selecione a tabelas desejada.
    6. Clique Avançar.
    7. Preencha os seguintes campos:
      Rdd destino - Selecione c-tree (CTREECDX).
      Arquivos(s) origem - Especifique o diretório temporário criado no seu ambiente ADS para os arquivos c-tree. Exemplo: tempctree.
    8. Clique Finalizar.

      Selecione para conversão os arquivos SXs e demais arquivos padrão DBF utilizados pelo ambiente. Não é necessário converter arquivos SC*.dbf (temporários).

      Terminado esse processo, deve-se converter o arquivo de empresas do ERP (sigamat.emp). Para isso, abra o arquivo, através do RDD DBF, e utilize Copy To, do APSDU, especificando como destino o arquivo sigamat.emp, com RDD CTREECDX, para uma outra pasta (exemplo: \tempctree).

      Além disso, fora da pasta RootPath existem outros arquivos que devem ser convertidos, por exemplo, o arquivo PROFILE.USR, que armazena as definições da profile por usuário. Caso este arquivo não seja convertido, ele deve ser apagado no ambiente c-tree para ser recriado com RDD apropriado.


     

  6. Após realizar a conversão, na pasta \ERP_Datactree, exclua todos os arquivos *.DBF, *.CDX e *.IND.
  7. Copie os arquivos convertidos da pasta \tempctree, do ambiente ADS, para a pasta correspondente no ambiente c-tree.
  8. Acesse o ERP e homologue o ambiente c-tree.
    Algumas rotinas podem precisar que outros arquivos específicos sejam convertidos. Caso as rotinas tentem abrir um arquivo no formato c-tree e o arquivo físico, no disco, estiver no formato DBF, a aplicação irá falhar com ocorrência de erro Ctree Error 13 - Unknow File Type.


  • No labels