Árvore de páginas
Ir para o final dos metadados
Ir para o início dos metadados

Complemento de Empresa - Configuração

Produto:

TOTVS Automação Fiscal

Versões:

11 e 12


Introdução

O Complemento de Empresa é o cadastro responsável por contemplar diversas informações da empresa/estabelecimento, além da configuração de filiais de destino das integrações destinadas a base de dados do TAF e das obrigações fiscais geradas pelo estabelecimento.

Nos tópicos abaixo você encontra informações detalhadas sobre as possibilidades de preenchimento dos campos "Filial TAF" e "Cod. Filial" ( e da aba Outras Filiais ), que além de campos obrigatórios do cadastro, são responsáveis por definir a distribuição dos dados integrados ao TAF pelo sistema de origem.

Este cadastro também é responsável pelo envio do evento S-1000 do eSocial, que possui as informações da Empresa e define o início da Empresa no ambiente do eSocial.

Objetivo

Disponibilizar uma interface de informações fiscais dos estabelecimentos da empresa. Informações essas que serão utilizadas na entrega de diversas obrigações fiscais.


Procedimentos para Utilização

Em TOTVS Automação Fiscal ( SIGATAF ) acesse Atualizações / Compl. Empresa clique em Incluir/Alterar e preencha os campos de acordo com as orientações abaixo:

Pasta Complemento do Estabelecimento

Contém informações básicas do estabelecimento.

Sub-pasta Informações do Estabelecimento

Esta sub-pasta contém informações diversas do estabelecimento, utilizadas principalmente no cabeçalho das obrigações fiscais. Exemplo: Bloco 0 de obrigações como SPED Fiscal, ECF, etc.

Aqui está a principal informação do TAF para realizar as integrações com o ERP, a amarração entre filiais do ERP com filiais do TAF. Esta amarração é realizada através dos campo Filial TAF e Cod Filial.

Campo Filial TAF: Faz um consulta ao cadastro de filiais ( SM0 ) do sistema. Neste campo deverá ser preenchido a filial correspondente do TAF de destino das informações integradas dos ERP's.

Campo Cod. Filial: Neste campo será informado o código da filial de origem dos dados de integração. O conteúdo deste campo deve ser idêntico ao conteúdo do campo TAFFIL das tabelas de integração ( TAFST1 e TAFST2 ).

Sub-pasta Contato do Estabelecimento

Possui informações cadastrais de contato, como e-mail e telefone do estabelecimento.

Sub-pasta Outras Filiais

É possível que o cliente realize a integração de dados de mais de uma empresa/filial do seu ERP para apenas uma única filial do TAF, para isso basta que no mesmo cadastro na aba "Outras Filiais" sejam informados quais são os demais códigos de filiais do ERP que devem ser integrados para a filial do TAF informada.

Exemplo: Possuo 2 filiais no ERP que representam uma única entrega do arquivo SPED Fiscal para o Governo. Neste caso, as duas filiais do ERP podem ser integradas para uma filial centralizadora no TAF com o intuito de facilitar a geração da obrigação fiscal.

No cenário acima, o campo TAFFIL das tabelas de integração ( TAFST1 e TAFST2 ) seria preenchido com "E101" ( quando extração da filial 01 ) e "E102" ( quando extração da filial 02 ).

No complemento de Empresa, o campo Filial TAF seria preenchido com o código da filial de destino ( "01" ) e o campo Cod. Filial seria preenchido com a filial origem ( "E101" ). Na seção de Outras Filiais deve ser indicada a segunda filial ( "E102" ).


Outros Exemplos de Configuração ( ERP x TAF )

Integração de dados somente para o escopo eSocial - origem única

Nesta situação a utilização do TOTVS Automação Fiscal é exclusiva para importação e consolidação de dados para transmissão dos eventos do eSocial ao Governo.

Não serão contemplados neste repositório de dados os dados fiscais e contábeis da empresa.

A configuração do Complemento de Empresa deve ser realizada direcionando os dados das filiais de origem do ERP para uma única filial do TAF, conforme exemplo abaixo:


Integração de dados somente para o escopo eSocial - múltiplas origens

Nesta situação a utilização do TOTVS Automação Fiscal é exclusiva para importação e consolidação de dados para transmissão dos eventos do eSocial ao Governo.

Não serão contemplados neste repositório de dados os dados fiscais e contábeis da empresa.

Pode-se configurar o sistema para receber em filiais distintas os dados de cada ERP, ainda que estejam relacionados a mesma empresa. Também podem ser consolidados todos na mesma filial. As tabelas do eSocial podem ser compartilhadas a nível de empresa, deixando assim o sistema adequado ao modelo sugerido pelo Governo nos manuais e procedimentos do eSocial. As tabelas também podem permanecer exclusivas, cabe a avaliação durante a implantação.

Não haverá impacto na transmissão do Evento S-1000 (Informações do Contribuinte), pois o sistema oferece recursos para que este evento seja gerado/transmitido somente para a filial matriz.


No exemplo abaixo os ERP's de origem tratam de informações de empresas distintas que serão consolidados no mesmo repositório do TAF. Neste caso os dados devem ser integrados para empresa e/ou filiais distintas dentro do TAF, permitindo a geração/transmissão de dois eventos S-1000.


Integração de dados para escopo completo de utilização do sistema ( eSocial + Fiscal/Contábil/Estoque ) com o mesmo sistema de Origem

Nesta situação deve-se realizar a consolidação de dados no nível das entregas fiscais, ou seja, por estabelecimento.

As tabelas do eSocial podem ser compartilhadas a nível de empresa, deixando assim o sistema adequado ao modelo sugerido pelo Governo nos manuais e procedimentos do eSocial. As tabelas podem permanecer exclusivas, cabe a avaliação durante a implantação.

Não haverá impacto na transmissão do Evento S-1000 (Informações do Contribuinte), pois o sistema oferece recursos para que este evento seja gerado/transmitido somente para a filial matriz.


No exemplo abaixo o ERP de origem controla todas as informações ( Fiscais, contábeis, estoque e RH ). A arquitetura contempla a integração a nível de estabelecimento, onde as tabelas do eSocial estão compartilhadas para toda a empresa. Foi realizada configuração para que apenas a filial 01 transmita o evento S-1000 ao Governo, e todas as demais filiais controlam e geram as demais obrigações acessórias de forma exclusiva ( EFD ICMS/IPI, EFD Contribuições, etc.. ).


Integração de dados para escopo completo de utilização do sistema ( eSocial + Fiscal/Contábil/Estoque ) - múltiplas origens

Possui o mesmo escopo da arquitetura anterior, com exceção dos dados de RH, que neste caso - por estar em um repositório de origem separado do backoffice - pode ser consolidado em uma única filial do TAF.


No exemplo abaixo o sistema Y, que controla informações de Recursos Humanos, está direcionando a integração para uma única filial do TAF ( ou pode ser adotado a relação 1:1 entre as filiais também neste caso ), e neste caso sugere-se o compartilhamento das tabelas do eSocial para toda a empresa - podem permanecer exclusivas, cabe a avaliação durante a implantação do sistema. Foi realizada configuração para que apenas a filial 01 transmita o evento S-1000 ao Governo, e todas as demais filiais controlam e geram as demais obrigações acessórias de forma exclusiva ( EFD ICMS/IPI, EFD Contribuições, etc.. ).

Glossário:

    • Backoffice: Contempla toda informação fiscal, contábil e estoque que pode ser consolidada no TAF. Por exemplo: Cadastro de Participantes, Documentos Fiscais, Lançamentos Contábeis, Saldos Contábeis, Insumos consumidos, Movimentações Internas...
    • Gestão de pessoal: Contempla toda informação de Recursos Humanos que pode ser consolidada no TAF. Por exemplo: Cadastro de Funcionários, Folha de Pagamento, Cadastro de Rubricas...
    • Evento S-1000: Evento principal do eSocial que deve ser enviado com informações da Empresa. Esse evento habilita a empresa para o envio de outros eventos e deve ser enviado um por empresa.
    • Demais Eventos: Todos os demais eventos do eSocial, com exceção do evento S-1000.

Sub-pasta Obrigações Fiscais

No Complemento de Empresa devem ser relacionadas todas as obrigações fiscais referentes a filial, esse cadastro se faz necessário pois sem a associação das obrigações com a filial, não sera possível gerar e nem filtrar as obrigações na tela da Central de Obrigações.

 Nesta sub-pasta será feita a amarração de estabelecimento x obrigações fiscais.


Pasta eSocial

Contém informações do estabelecimento específicas para a transmissão dos eventos do eSocial ao RET.


Pasta Protocolo de Transmissão

Contém o código do último protocolo de transmissão em relação ao Evento S-1000 do eSocial.


Em Ações Relacionadas, ainda é possível executar outras ações no cadastro de Complemento de Empresa:

Imprimir

Imprime um relatório do cadastro relacionando as principais informações.

Gerar xml e-Social

Gera um arquivo xml na pasta \system ( Startpath ) no layout do eSocial.

Validar Registro

Executa as principais validações de layout das obrigações fiscais e alerta em uma tela caso encontre inconsistências no conteúdo cadastrado.

Exibir histórico de alterações

Exibe uma tela com um histórico das alterações realizadas no cadastro, de acordo com as regras de alteração do eSocial. Neste caso será gerado um histórico nos casos em que o evento sofrer uma alteração depois de ter sido transmitido ao RET.

Importar

Disponibiliza funcionalidade para importar dados através do Layout MILE.

Complemento de Empresa - Configuração específica para integração com Microsiga Protheus


Escopo de Configuração de Empresas eSocial

Opção 1 – Modelo Empresa Centralizadora de Filiais:

Neste cenário, as Filiais, inclusive a Matriz, devem ser cadastradas na Aba “Outras Filiais”, pois a partir dos códigos das empresas lá contidas, os programas de integração da Folha de Pagamento conseguem consolidar os dados a serem integrados no eSocial para a empresa Centralizadora.

 

Exemplo com 1 empresa matriz:

Grupo de empresas: 01

CNPJ da Empresa

Empresa/Filial: Filiais abaixo tem a mesma raiz de CNPJ

01

02

03

04

 

Complemento de Empresa TAF:

0101 (Empresa Matriz)

0102 (Não possui integração)

0103 (Não possui integração)

0104 (Não possui integração)

 

 

No complemento Empresa eu informo os dados da Filial 01 que é a Matriz, e neste cadastro, na Aba Outras filiais eu informo as demais filiais, e também a matriz:

Complemento de Empresa TAF:

Empresa Matriz (campo matriz marcado)

Aba Outras Filiais

0101

0101

0102

0103

0104


Exemplo com 2 empresas matriz e unidade de negócio:

Grupo de empresas: T1

CNPJ da Empresa

Empresa/Unidade/Filial: Filiais abaixo tem a mesma raiz de CNPJ

D MG 01

D MG 02

L SP 01

L SP 02

 

Complemento de Empresa TAF:

D MG 01 (Empresa Matriz)

D MG 02 (Não possui integração)

L SP 01 (Empresa Matriz)

L SP 02 (Não possui integração)

  

No complemento Empresa eu informo os dados da Filial D MG 01 e L SP 01 que são empresas Matriz, e neste cadastro, na Aba Outras filiais eu informo as demais filiais, e também a matriz:

Empresa Matriz (campo matriz marcado)

Aba Outras Filiais

T1D MG 01

T1D MG 01

T1D MG 02

T1L SP 01

T1L SP 01

T1L SP 02


Quando na rotina do SIGAGPE Carga Inicial, for fazer a Carga da Tabela de Verbas, por exemplo, na tabela C8R que refere-se a Tabela de Rubricas do TAF, o campo C8R_FILIAL, ficará com o código 01, mesmo que na tabela SRV (sendo ela compartilhada) não tenha código OU sendo ela exclusiva, tenha os códigos das Filiais.

Importante - Segurança da Informação

A desvantagem deste modelo, é que, caso algum usuário tenha restrição em uma das filiais, essa restrição não será herdada para o TAF, porque no TAF todas as tabelas são exclusivas e o campo FILIAL de todas as tabelas será a filial definida como Matriz (centralizadora)


Opção 2 – Modelo Empresas 1x1:

Exemplo com 1 empresa matriz:

Grupo de empresas: 01

CNPJ da Empresa

Empresa/Filiais: Filiais abaixo tem a mesma raiz de CNPJ

01

02

03

04

 

Complemento de Empresa TAF:

0101 (Empresa Matriz)

0102

0103

0104

 

 

No complemento Empresa são cadastradas todas as Empresas/Filiais, no cadastro da Empresa Matriz é marcado o campo “Matriz”, e no campo Filial ERP deve ser informado somente o código da Empresa/filial selecionada.

Empresa/Filial

Filial ERP

0101 (Empresa botão matriz selecionado)

0101

0102

0102

0103

0103

0103

0103


Exemplo com 2 empresas matriz e unidade de negócio:

Grupo de empresas: T1

CNPJ da Empresa

Empresa/Unidade/Filial: Filiais abaixo tem a mesma raiz de CNPJ

D MG 01

D MG 02

L SP 01

L SP 02

 

Complemento de Empresa TAF:

D MG 01 (Empresa Matriz)

D MG 02 (NPI)

L SP 01 (Empresa Matriz)

L SP 02 (NPI)

 

 

No complemento Empresa são cadastradas todas as Empresas/Filiais, no cadastro da Empresa Matriz é marcado o campo “Matriz”, e na aba outras filiais deve ser informado somente o código da Empresa/filial selecionada.

Empresa/Filial

Outras Filiais

D MG 01 (Empresa botão matriz selecionado)

T1D MG 01

D MG 01

T1D MG 02

L SP 01 (Empresa botão matriz selecionado)

T1L SP 01

L SP 02

T1L SP 02


Exemplos de como localizar quais são os Grupos / Empresas / Filiais no protheus.

Ao acessar a sistema:


No SIGACFG ao acessar as configutações das Filiais