Child pages
  • Como iniciar um servidor de Webservices no Protheus
Skip to end of metadata
Go to start of metadata

ApWebWizard


          Para que o EAI Protheus seja capaz de receber mensagens de outros sistemas (para o envio o Protheus não faz o consumo do seu serviço Web, e sim do serviço do outro sistema) é necessário que seja habilitado o protocolo HTTP no servidor e que as configurações de WebServices estejam ativas. Para isto é necessário configurar o arquivo appserver.ini do servidor Protheus. Existe uma ferramenta de edição para esta construção, o ApWebWizard. Vamos utilizá-la e demonstrar como realizar este processo.

         O ApWebWizard é um wizard de configuração de servidores HTTP e módulos Web. Vamos realizar a chamada no SmartClient e realizar a configuração.

 

Árvore de configuração do ApWebWizard


          No wizard vamos clicar na árvore em Servidor Internet e depois HTTP e vamos incluir um servidor.



  Incluindo um servidor HTTP no Protheus


          No exemplo acima é muito importante definir o ambiente correto e a porta de conexão correta para o servidor. Vamos agora incluir um processo Web para este ambiente. Vamos, na árvore descer até Módulos Web. Selecione o módulo Web Ws – Microsiga Protheus 11 Web Services, inclua um nome para a instância e o ambiente.



Configurando um módulo Web no Protheus


          Clique em avançar, e digite um host ou escolha um (no nosso caso, vamos definir o host pelo ip da máquina/retaguarda/eai, para identificar que é o host do ambiente 'Retaguarda' que será usado pelo 'EAI'.



Associação do Host com o par empresa/filial no Protheus


           Confirme o número de usuários mínimos e máximos permitidos para o host



Associando um número mínimo e máximo de usuários


           Realizada estas configurações, o Protheus já está pronto para ser usado como servidor de WebServices.
           Podemos o observar as alterações no arquivo appserver.ini. Para o EAI Protheus a chave PREPAREIN criada pode ser retirada manualmente.



Retirada da chave PrepareIn do Job de Webservices

           Utilize, para cada grupo de empresas existente no Protheus e que receba integrações via mensagem padronizada, um endereço de webservices diferente. Cada grupo de empresas representa um aplicativo integrado diferente para os outros sistemas. Com um endereço de serviço diferente para cada grupo, além de ganhos significativos na performance da ferramenta, será possível cadastrar as rotas Protheus em outros aplicativos de maneira mais simples.

Status do documentoConcluído
Data18/11/2014
Versão1.0
Versão anterior1.0
Autores

Jandir Deodato De Souza Silva

Índice
  • No labels